Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  

Influência da velocidade da memória no Ryzen 9 3950X

       
 20.296 Visualizações    Testes  
 8 comentários

Testamos o Ryzen 9 3950X com memórias em diferentes clocks, para descobrirmos se vale a pena investir em memórias mais rápidas ao utilizá-lo. Confira!

Influência da velocidade da memória no Ryzen 9 3950X

Conclusões

Quando fizemos um teste semelhante com o Ryzen 9 3900X, verificamos que poucos programas mostravam aumento de desempenho com memórias mais rápidas, enquanto nos jogos a maioria dos títulos obtinham vantagem de desempenho com esse investimento.

O Ryzen 9 3950X, por sua vez, tem 16 núcleos, o que significa uma enorme quantidade de threads disputando a mesma conexão com a memória. Por isso, faz sentido que mais programas (principalmente alguns que usam todas as threads, como o Handbrake) sejam sensíveis ao aumento da largura de banda.

Por outro lado, o grande cache existente no processador permite que tarefas que não utilizam uma quantidade muito grande de memória possam beneficiar-se desse cache para não depender tanto da velocidade das memórias.

Nos jogos, o resultado que vimos foi similar ao do teste anterior: quase todos os títulos que testamos escalonaram o desempenho de maneira sensível, de forma que cada aumento de clock das memórias trazia um impacto na taxa de quadros. O ganho de desempenho utilizando memórias a 3.600 MHz ficou em torno dos 20% em relação ao obtido com memórias a 2.400 MHz.

É muito importante notar que este importante aumento de desempenho se dá por dois motivos: pela maior largura de banda da memória e pelo maior clock do barramento Infinity Fabric, interno ao processador, que trabalha no mesmo clock da memória e, portanto, quanto maior o clock das memórias, maior o clock do barramento interno do processador.

Além disso, nossos resultados são específicos para o processador Ryzen 9 3950X. É possível fazer uma extrapolação e assumir que ganhos similares podem ser obtidos em outros modelos do Ryzen de terceira geração, porém não podemos ter certeza disto sem efetuarmos testes de desempenho. Em modelos da Intel, que utilizam uma arquitetura completamente diferente, o cenário pode ser outro: chegamos a fazer um teste similar no Core i9-9900K, que você pode conferir.

No caso de você ter ou estar montando um computador baseado no processador Ryzen de terceira geração, fica claro que vale a pena utilizar memórias mais rápidas caso você esteja interessado em um maior desempenho em jogos. Se você tiver um orçamento folgado, não há nem o que pensar: compre memórias DDR4-3600, conforme recomendado pelo fabricante.

Se o seu orçamento for um pouco mais apertado, verifique qual memória oferecerá a melhor relação custo-benefício. Como vimos um ganho de desempenho em torno de 20%, consideramos que pagar até 20% a mais por memórias mais rápidas é um bom investimento.

Uma dica importante: caso você tenha comprado uma memória mais rápida do que um modelo básico, é necessário entrar no setup da placa-mãe e configurar a opção para utilizar o perfil XMP das memórias, para que elas efetivamente trabalhem em sua velocidade máxima. Não adianta nada se você instalar memórias de 3.200 MHz ou mais rápidas e não fizer este ajuste: suas memórias trabalharão provavelmente a 2.400 MHz e você terá jogado dinheiro fora, além de estar perdendo desempenho.

Compartilhar

  • Curtir 2
  • Obrigado 1


  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Ótimo teste, bom para saber mesmo, pois tem pessoas que falam que é absurdamente necessário colocar memorias de frequência alta para ter um melhor desempenho, e vejo que não é bem assim. Um detalhe, no teste do Handbrake, está correto mesmo? Pois as memórias de clock mais baixo tiveram um resultado melhor!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Airton013 disse:

Ótimo teste, bom para saber mesmo, pois tem pessoas que falam que é absurdamente necessário colocar memorias de frequência alta para ter um melhor desempenho, e vejo que não é bem assim. Um detalhe, no teste do Handbrake, está correto mesmo? Pois as memórias de clock mais baixo tiveram um resultado melhor!

Obrigado!

No handbrake, o que estava errado era a legenda, os gráficos mostram o desempenho em fps, então quanto maior o resulltado, melhor.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Parece bem similar à condição do 3900X ou seja o limite esta na capacidade do Infinity Fabric em manter 1:1 o que se da por volta dos 3733MHz  ou alguns em 3800MHz .

 

Algumas pessoa defendem que é vantagem comprar modulos 3000 e soltar  manualmente os tempos pra chegar em 3600 , Outros defendem que compensa pegar modulos de 4000 , 4500 e apertar manualmente os tempos pra chegar em 3600 .

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
18 horas atrás, Rogério Ottoni disse:

Parece bem similar à condição do 3900X ou seja o limite esta na capacidade do Infinity Fabric em manter 1:1 o que se da por volta dos 3733MHz  ou alguns em 3800MHz .

 

Algumas pessoa defendem que é vantagem comprar modulos 3000 e soltar  manualmente os tempos pra chegar em 3600 , Outros defendem que compensa pegar modulos de 4000 , 4500 e apertar manualmente os tempos pra chegar em 3600 .

 

 

Módulos de 4000 pra cima são muito caros. Eu to com um módulo da ADATA de 3200Mhz. Foram poucas as vezes que consegui trabalhar realmente nesta velocidade. Eu to com um conjunto Z370 mais o intel I5 8600k. Chega em 3000Mhz muita coisa engasga ou começa a travar. No Linux Mint o desempenho não se altera de forma significativa. No Windows as tarefas que sugam o processador tem melhor desempenho. Seria bacana ir brincando com o Timming primário e secundário pra achar uma boa configuração de memória.  

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
13 horas atrás, Tiagon3g41 disse:

 

Módulos de 4000 pra cima são muito caros. Eu to com um módulo da ADATA de 3200Mhz. Foram poucas as vezes que consegui trabalhar realmente nesta velocidade. Eu to com um conjunto Z370 mais o intel I5 8600k. Chega em 3000Mhz muita coisa engasga ou começa a travar.

 

Apenas lembrando que esta velocidade de memória não é oficialmente suportada pelo seu processador, ele estará em overclock, enquanto que o Ryzen 3950X suporta elas oficialmente. Ou seja, o Ryzen 3950X deve operar com essa velocidade de memória sem nenhum problema.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Um outro teste que poderia ser feito em relação a esse 3950x , ou o 3900x , seria a influencia real de um sistema de refrigeração mais caro sobre o cooler padrão em relação ao desempenho do processador e principalmente sobre eficiencia de air cooler contra water cooler de preço equivalente .

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
12 horas atrás, Rogério Ottoni disse:

Um outro teste que poderia ser feito em relação a esse 3950x , ou o 3900x , seria a influencia real de um sistema de refrigeração mais caro sobre o cooler padrão em relação ao desempenho do processador e principalmente sobre eficiencia de air cooler contra water cooler de preço equivalente .

 

Já fizemos isso, utilizando o Ryzen 7 2700X:

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Hum, não tinha visto esse teste mas esclareceu minha duvida , realmente tirando casos especiais onde a temperatura ambiente é muito alta , não compensa investir em sistemas de refrigeração caro , compensa mais ter uma melhor placa-mãe , ou modulos de memoria mais rapidos para extrair mais do sistema como um todo do que simplesmente ficar focando em over de processador .

 

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda_a_Ler_Resistores_e_Capacitores-capa-3d-newsletter.jpg

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!