Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  

O que é RoHS?

       
 119.162 Visualizações    Tutoriais  
 3 comentários

Tudo o que você precisa saber sobre o RoHS, legislação européia que afetará a indústria dos computadores.

O que é RoHS?
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Recentemente várias peças de hardware foram lançadas como “de acordo com o RoHS” e você deve ver mais e mais produtos “de acordo com o RoHS” chegarem ao mercado nos próximos meses. Neste tutorial explicaremos o que é o RoHS e qual é o seu impacto na indústria dos computadores.

RoHS (Restriction of Certain Hazardous Substances, Restrição de Certas Substâncias Perigosas) é uma legislação européia que proíbe que certas substâncias perigosas sejam usadas em processos de fabricação de produtos: cádmio (Cd), mercúrio (Hg), cromo hexavalente (Cr(VI)), bifenilos polibromados (PBBs), éteres difenil-polibromados (PBDEs) e chumbo (Pb).

O RoHS é também conhecido como “a lei do sem chumbo” (lead-free) mas esta lei também trata de outras cinco substâncias.

Esta legislação entra em vigor no dia 1º de julho de 2006 e a partir desta data nenhum produto usando essas substâncias poderá ser vendidos na Europa. Junto com o RoHS entrará em vigor uma outra diretiva que trata da reciclagem de produtos eletro-eletrônicos, chamada WEEE (Waste from Electrical and Electronic Equipment, Lixo Vindo de Produtos Eletro-Eletrônicos).

Por causa do RoHS, fabricantes de equipamentos eletrônicos terão que correr para adequarem seus produtos à nova lei de modo a poderem vender seus produtos na Europa.

O problema é que a solda tradicional é composta de 60% de estanho (Sn) e 40% de chumbo (Pb), e os fabricantes terão que buscar outros materiais para fazerem a solda. Como você sabe, a solda é o que “cola” os componentes eletrônicos na placa de circuito impresso (PCB) de um produto eletrônico. A prata, o cobre e o bismuto são comumente usados como substitutos ao chumbo.

Esses materiais alternativos, no entanto, implicam em vários desafios:

  • Alta temperatura de fusão: a solda tradicional de estanho/chumbo funde a 180º C enquanto que a solda sem chumbo funde a 227º C. Isto significa que componentes eletrônicos devem ser capazes de suportar esta nova temperatura de soldagem de modo a permitir que a solda sem chumbo seja usada.
  • Ainda em estado de desenvolvimento: a solda de estanho/chumbo é usada há anos e o processo de soldagem é muito bem conhecido. A solda sem chumbo ainda é uma criança e muita pesquisa e desenvolvimento ainda estar por vir com vários diferentes materiais. Até agora não existe um padrão industrial para a solda sem chumbo.
  • Conserto: quando um equipamento eletrônico precisa de conserto, a solda usada também deverá ser sem chumbo. O técnico que está efetuando o conserto deve saber exatamente qual é o tipo de solda que foi usada quando o equipamento foi fabricado. Geralmente esta informação pode ser encontrada na placa de circuito impresso (PCB) do equipamento, mas esta informação pode não estar disponível. Mas é seguro usar liga 99C (99,7% de estanho, 0,3% de cobre) quando estiver reparando equipamentos sem chumbo.
  • Inspeção visual: solda sem chumbo tem um aspecto muito diferente da solda tradicional estanho/chumbo e um olho não treinado pode assumir que um ponto de solda está defeituoso, enquanto na realidade não está.

Claro que além da solda todas as outras partes do equipamento eletrônico – como componentes e a placa de circuito impresso (PCB) – não deve ter nenhum dos seis materiais banidos para serem considerados “de acordo com o RoHS” e poderem ser vendidos na Europa.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


SOLDA LEAD FREE - CESBRALLOY

A solda CESBRALLOY é formulada através de um processo desenvolvido pela CESBRA que é muito eficaz na remoção de inclusões de óxidos na solda durante o processo de fabricação , o qual melhora a fluidez e reduz a formação de óxidos na superfície da solda durante as operações do banho de solda.

Melhores rendimentos , especialmente em cartões de circuito impressos de elevada densidade populacional de componentes.

Promove maior fluidez e conseqüentemente ganho de produtividade e redução dos índices de defeitos na soldagem.

Redução da geração de borras do banho de solda com conseqüente redução nos custos de operação.

Baixos níveis de impurezas aumentando a vida útil da solda e reduzindo a manutenção do banho.

SOLDA LEAD FREE VERGA MOLDADA CESBRA

Soldagem de tubos e conexões de cobre utilizado em sistemas de água potável, fabricação de lâmpadas, e soldagem de componentes onde requer ligas isentas de chumbo.

FIO COM FLUXO NO CLEAN LEAD FREE CESBRA

soldagem de componentes eletrônicos, computadores, televisores, alto-falantes, autopeças e circuitos impressos em operações automáticas e manuais.

O fluxo NC foi desenvolvido especialmente para obter aparência limpa após a soldagem, com performance semelhante aos tradicionais fluxos resinosos. Os resíduos deixados não requerem remoção, por razões estéticas podem ser removidos utilizando escovas plásticas sem o inconveniente uso de solventes específicos

Cesbra Metais e Soldas Ltda

55 11 5055-3999 Fax: 6845-2060

central@cesbra.com.br - www.cesbra.com.br

Alameda Iraé 620- Conj. 43- Indianópolis- 04075-000 - São Paulo/SP

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

CESBRALLOY 63x37

desenvolvido pela CESBRA que é muito eficaz na remoção de inclusões de óxidos na solda durante o processo de fabricação, o qual melhora a fluidez e reduz a formação de óxidos na superfície da solda durante as operações do banho de solda.

Liga de alta pureza com 63% Sn e 37% Pb em verguinhas extrudadas para soldagens de alta performance.

Melhores rendimentos , especialmente em cartões de circuito impressos de elevada densidade populacional de componentes.

Promove maior fluidez e conseqüentemente ganho de produtividade e redução dos índices de defeitos na soldagem.

Redução da geração de borras do banho de solda com conseqüente redução nos custos de operação.

Baixos níveis de impurezas aumentando a vida útil da solda e reduzindo a manutenção do banho.

SOLDA FIO COM FLUXO NO CLEAN CESBRA

Indicadas na indústria eletrônica para soldagem de componentes eletrônicos, computadores, televisores, alto-falantes, autopeças e circuitos impressos em operações automáticas e manuais. O fluxo NC foi desenvolvido especialmente para obter aparência limpa após a soldagem, com performance semelhante aos tradicionais fluxos resinosos. Os resíduos deixados não requerem remoção, por razões estéticas podem ser removidos utilizando escovas plásticas sem o inconveniente uso de solventes específicos.

SOLDA FIO COM FLUXO CESBRA

Utilizada na soldagem de componentes eletrônicos em geral, computadores, televisores, alto-falantes, autopeças em operações automáticas e manuais.

Cesbra Metais e Soldas Ltda

55 11 5055-3999 Fax: 6845-2060

central@cesbra.com.br - www.cesbra.com.br

Alameda Iraé 620- Conj. 43- Indianópolis- 04075-000 - São Paulo/SP

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

FLUXO FNC CESBRA

Utilizado em soldagens de circuitos impressos através da tecnologia NO CLEAN.

Utilizado para processos de fluxagem por espuma, spray, ou imersão.

COMERCIAL - Cesbra Metais e Soldas Ltda

55 11 5055-3999 Fax: 6845-2060

central@cesbra.com.br - www.cesbra.com.br

Alameda Iraé 620- Conj. 43- Indianópolis- 04075-000 - São Paulo/SP

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×