Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
ilkyest

Ajuda com alto-falante, possivelmente de televisor

Recommended Posts

Alguem conhece esse modelo de alto-falante?

tem ideia de quantos RMS ele possui? estimo algo no maximo 5W mas ligado em 85W ele nao esquentou, muito pouco distorceu (larguei mais graves, claro)

aparentemente é para caixas de 6lts.

pelo modelo (yd120) nao tem proximos... ou sao diferentes na carcaca. O mais proximo foi um de 12R e este

http://www.compomil.com.br/fotos/abrefoto2.asp?codigo_produto=932787&nome_produto=ALTO%20FALANTE%205%208R%20SEXT%20YD120&pu=18,5248

já trabalharam com ele? meu interesse é montar uma caixinha para reforco de graves em uma TV LCD (saudades da minha phillips GX1898 :( )

wztm.jpg

xw6v.jpg

3tzj.jpg

gc7f.jpg

q4q2.jpg

na etiqueta le-se

8ohms/60W

YD120

032.0002.291

MXT

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esse Falante esta parecendo os usados em sistema 2.1 para PC's, ele deve ser o Subwoofer...

Pode acreditar na etiqueta, ele é de 60W e 8 Ohms.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

60W RMS? acho pouco provavel, sou mais de, no máximo, uns 10RMS

ja vi parecidos nos sub, de sistemas 5.1, mas.. gostei dele, embora queria mais informações... empurra muito bem

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para dar exatos 60 watts, precisaria de uma tensão em corrente alternada (de áudio) de 22V.

Isso drenaria na bobina uma corrente de 2,75A

Este imã ficaria tão quente quanto uma lâmpada incandescente de 60 watts.

Mas muitas vezes em áudio é apenas contabilizado a potência de pico.

Os sons nunca tem potência contínua. Estão sempre varando de amplitude, por isso a potência média sobre a bobina é baixa.

10 watts contínuo é um bom valor para um ímã deste tamanho.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tenho um som da PHILIPS, diz ter 400Wrms, 200Wrms por canal. O alto falante da caixa é igual esse, mas é maior e atras do ima esta escrito 200W.

O cone dele é mais robusto que o seu, mas o ima não chega nem ser 2X do seu.. O meu é de 6".

Ele é 8ohms, para 200W ele precisa de 40Vrms por 5Arms.fiz testes com ondas senoidais dr baixa frequencia, e na saida entregou 45Vrms! o que deu 250Wrms. O falante tocou no talo mas não queimou e nem estourou! Somente nos testes com freq abaixo de 40hz foi que senti o cheiro de queimado! O tweeter então queimou na hora quando testei com sinal acima de 10khz. (na musica os agudos são baixa amplitude, mas eu coloquei uma senoide com os 40vrms de amplitude continua)...

o que acontece é que o amplificador deve ser 2x maior potencia do que o falante! Pois no audio ele dificilmente chega na metade da potencia media...

Nas caracteristicas de falantes sempre tem o valor de potencia eletrica que a bobina consegue dissipar em calor...

Esse seu deve ter 60W sim, mas não de potencia eletrica! A potencia de falantes não são medidas em potencia eletrica, o meu diz 200W, o seu 60W, ambos estão corretos, o que ta errado é confundir a forma que sao medidos...

Mas esse falante você deve colocar num amplificador de no min 60W pra tocar ele no max.

http://www.jblselenium.com.br/marcas/upload/b6be56e3bbbc05f2c8f7877654652704.pdf

Nesse ai diz:

1600W musical

800 rms

800 AES

pela NBR, Esses 800W são aplicado durante 2hrs em ruido rosa, porém, esses 800W não são potencia eletrica dissipada.

Pois ruido rosa não éum sinal continuo...

Colocar 100hz com 45vp, ate que nãoesquenta tanto, por qie ja estaria numa reatancia maior... Mas quando coloquei abaixo de 40hz em menos de 15seg ja tava cheirando queimado! Ou seja, só sobrou os 6ohms (resistencia do fio) imagina 250W reais em uma bobininha de fio!

Esse sub da selenium deve ser colocado num amp de 1600W reais! Conforme as normas, esses watts não são energia eletricas reais suportadas, são em base da tensão de saida do amplificador contra a impedancia do transdutor! Ou seja, seu amp é 1600W rms 8ohms, ele deve mandar 160Vp com 20Ap, o que daria 3200W de pico ou 1600Wrms, seu audio saira com essas amplitudes, mas não constante.

Como diz no manual, tirando as bases da tensão de saida do amp e da impedância do falante se tem os 1600w de pragrama musical. Mas isso não é uma potencia real dissipada.

A unica coisa que esta errada ai é a sua forma de ver esse valor, provavelmente esse valor não é aquele rms e sim o de programa, os 60W estão corretos.o que esta errado e a forma de ver esse valor.

Se você se refere a 10W de potencia eletrica ate vai...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

caixas acústicas BASS REFLEX com o alto-falante da marca keybass de 8

Certa vez eu quis construir uma caixa acústica para graves mas de pequeno tamanho assim como aquelas de mini mini system gradiente, philips LG e outros.

Depois de algumas pesquisas eu havia descoberto um software do Prof. Homero Sette Silva, o “Easybox”, um software de utilização bastante simples, capaz de rodar em qualquer máquina PC com DOS 5.0 ou superior da época.

O BOX era capaz de simular quase qualquer tipo de caixa acústica com excelente precisão.

Daí então procurei por diversos alto-falantes, e fui testando seus PARÂMETROS THIELE-SMALL no software do Prof. Homero Sette Silva, a fim de obter a menor caixa possível para graves.

procurei alto-falantes que tivessem o menor "Vas" com freqüência de ressonância em torno de 30Hz que fossem de 8 polegadas sem nenhum sucesso pois o volume das caixas calculadas saiam muito grande.

quando pensei que não iria achar um alto-falante para estes tipo de caixas, pequenas para graves, achei esta marca de alto-falante aqui: http://www.keybass.com.br O modelo "ksw 8-115" era o ideal para meu projeto pois possuia o "Vas" de 36L.

Note que o VAS era bastante pequeno o que traduziria em uma caixa de

dimensões relativamente reduzidas.

Mesmo com a baixa freqüência de ressonância, não seria difícil obter uma resposta estendida com aquele pequeno alto-falante, que era comprovado pela simulação no programa Easybox.

No seu caso eu lhe indico uma caixa linha de transmissão devido a simplicidade de construção.

Só precisa saber a freqüência de ressonância do falante e ainda é possível abaixa-la colocando um anel feito com solda no cone.

As linhas de transmissão dão bons graves. Até a bose tem um projeto com elas veja:

bose_acoustmod.gif

Depois passos os cálculos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu não estou esperando presenciar "um grave ótimo" até porque o uso dele não será tudo isso.... será para reforçar graves de uma TV. A caixa será uma caixa redonda, baseada em uma bola de isopor, que dar-me-á cerca de 8lts.... por enquanto cheguei à medição de um duto, mas acredito que usarei dois dutos

O que me surpreendeu foi que, para ser uma "coisinha" esse AF empurrou bem... botei corte para graves nele e até onde pude ir ( o rádio esquentou bastante) o alto-falante empurrou muito bem e não esquentou

então, claro... 60W RMS ele não tem, é certo que não... mas uns 10W eu acho que tem;

2 - eu estou usando ele de cobaia, mas o meu "benchmark" são outros 2 que eu terei os parâmetros TS

3 - no caso, pelo que dizem, então, estou "mais ou menos" certo em considerar isso por uns 10W RMS, proximo passo seria obter o TS dele, o que vai ser interessante... mas eu preciso ter certeza do gerador de audio que tenho....

Vocês usam algum método de medição do TS? se vocês chegaram a bons resultados, poderiam postar aqui?

eu vi métodos de medição com multímetro, gerador de áudio, resistor, e a carga (AF)... chegaram a ver esse método?

algo semelhante a isso

http://audiolist.org/forum/kb.php?mode=article&k=79

4 - agora mais uma questão... porque tem 2 imãs nele? aumento de fluxo magnetico?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

10W rms é errado. Rms em falante também não significa potencia eletrica dissipada! Esse seu ai deve ter 30RMS, e uns 10W de dissipaçao! Ai sim 10W pode ser de dissipaçao eletrica que a bobina suporta. Mas não se fala RMS para ela. Visto que a rms é testada com ruido rosa sem levar em consideração a reatancia que o falante teria em partes do sinal.

De qualquer forma dizendo que ele suporta 10W de dissipaçao ou não, se você por um amplificador nele não vai tocar nem metade dele.

o meu também tem dois imãs, é normalmente mais para falantes de alta excursão, o meu é 6" apenas e é 200W, a excursão dele é muito alta, e sai bastante do núcleo, se sair vai perder o campo, ai eles botam pelo menos mais um ima atrás.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

sim. eu sei disso mroberto, mas cara... 30RMS? credo, será?!?! bom, se bem que ele aguentou bonitinho a carga que dei nele, kkkkkkkkkkkkkk

quanto aos imas, de fato, é para dar um campo magnético maior, então...beleza

e quanto à determinação de TS que postei acima... alguém já fez isso? já mediu? deu certo?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nunca medi, mas os valores e todos os parametros podem ser encontrados no manual do falante. Como pode ver ai nesse selenium tem tudo!

agora nesse seu ai sem o manual não sei como vai fazer...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

vai ter de ser na marra, ehehehehe......

Vamos ver se alguém chegou a testar isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
vai ter de ser na marra, ehehehehe......

Vamos ver se alguém chegou a testar isso

É por isso que lhe indiquei as caixas linha de transmissão.

Elas só exigem a freqüência de ressonância do alto-falante que inclusive pode ser abaixado com alguns artifícios técnicos.

O calculo também é simples. É feito com base na velocidade de propagação do som no ar e o valor da freqüência que você quer que a caixa ressone.

Já a resposta é controlada com base no material absorvente interno.

Sem material absorvente ela dá picos de ressonância tal como estas caixas pequenas dos aparelhos de som comerciais.

Com material absorvente interno, elas dão resposta mais estendida e a ciência da boa resta vai estar na qualidade do material absorvente, ou mesmo a quantidade.

Caixa linha de transmissão é praticamente um duto.

Precisa ter no mínimo a mesma abertura do cone do alto-falante.

Também pode ser dobrado sobre si mesmo para diminuir de tamanho.

Achei este excelente site com melhores explicações:

http://www.diyaudio.com.br/2007/03/cabo-jsdhgfjasd.html

Certa vez andei lendo sobre um artigo publicado pelo Cláudio César Dias Baptista (CCDB) http://pt.wikipedia.org/wiki/Cl%C3%A..._Dias_Baptista sobre umas caixas do Tipo Linha de Transmissão na revista Nova eletrônica, edição 58 de Dezembro de 1981.

Neste artigo ele falava sobre um projeto que ele havia desenvolvido que usava auto-falantes de 8" ,segundo ele um projeto para residências.

Dizia ele que o alto-falante era nacional e que a freqüência de ressonância foi artificialmente abaixada para 36Hz.

A caixa foi cortada para uma faixa útil de 30 a 100Hz e produzia graves secos e fortíssimos para um pequeno alto-falante de 8 polegadas. Também dizia que valia por dois alto-falantes de 15" dos bons (dá época) colocadas em um bass-reflex, separadas e colocadas à parede planas reproduzindo a mesma faixa.

A ressonância original do falante de 8 polegadas era de 53Hz.

Colocando um pedaço de 70Cm de solda com diâmetro (a solda...) de 1,5mm no cone junto a bobina a ressonância abaixou para 36Hz.

Segue o projeto:

http://imageshack.us/a/img443/7263/06jy.png

06jy.png

A freqüência de ressonância de um alto falante é muito simples de ser obtida:

Use um resistor de 100R

Um gerador de áudio via software instalado num PC

Um multímetro que pode ser analógico ou digital.

Basta ligar a saída de áudio em um amplificador, e do amplificador no alto-falante em série com o resistor de 100R.

Gere o áudio e vá variando a freqüência. Ao mesmo tempo vá medindo a queda de tensão em cima do resistor.

A freqüência que der a menor queda de tensão vai ser a ressonância.

fig_2.jpg

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×