Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Qual melhor Windows para colocar numa Lan House?


  

31 votos

  1. 1. Qual melhor windows para Lan House?

    • Windows 8.1
      8
    • Windows 7
      18
    • Windows XP
      5


Posts recomendados

Qual melhor Windows para colocar numa Lan House?

Windows 8.1, Windows 7 ou Windows XP?

Configuração das maquinas

 

PROCESSADOR AMD FUSION A4
MEMORIA 4GB OU 8GB

HD 500GB

 


Vi 2 votos para windows xp, alguem poderia explicar porque ele seria melhor? já que o Windows 8.1 tem directx avançado e talvez seria melhor para jogos?

Agradeço a todos que puderem me ajudar

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Vou me permitir ser uma voz discordante aqui. O XP de fato é mais leve, e há a questão do gerenciador de LAN house gratuito mencionado pelo Eduardo, mas vejo três problemas com a sua utilização:

 

1. Uma LAN house é um empreendimento comercial. Como tal, está sujeita a fiscalização, multas e processos em caso de utilização de software pirata. Definitivamente, você não vai querer essa dor de cabeça. Tem havido casos deles pegando pesado. E vai ser muito difícil licenciar várias máquinas novas com o XP atualmente.

 

2. O XP está no final do ciclo de suporte. A partir de abril de 2014, não vai ter mais atualizações de segurança da Microsoft pelo Windows Update, e vai ficar completamente vulnerável a novos ataques (que pode ter certeza, já estão sendo preparados, e em grande escala). Uma LAN house já é um tipo de lugar extremamente vulnerável e perigoso para apanhar malware - muito mais que um usuário doméstico ou comercial comum - e para ser um negócio sério (e não picaretagem), exige uma estratégia de segurança muito bem pensada. Usar o XP depois de abril deste ano é pedir para ter problemas, um atrás do outro, podendo chegar ao ponto de inviabilizar a operação ou afugentar os clientes. (As grandes empresas enrolaram até agora para substituir o XP nos PCs de escritório. Agora está a maior correria para trocar tudo pelo Windows 7 antes de abril, justamente por isso.)

 

3. Suponho que você pretenda que o seu negócio dure uns bons anos. O XP foi lançado em 2001 - já é um sistema operacional de 13 anos de idade. Está cansado e antigo hoje. Imagine daqui a uns cinco anos...

 

Mas o que pega mais mesmo é o problema da segurança. Há dois cybercafés perto da minha casa. Por problemas na minha impressora, algum tempo atrás passei a utilizá-los quando precisava imprimir algum documento importante. Em um deles, todos os meus arquivos foram apagados do meu pendrive assim que o coloquei na máquina, e substituídos por um software executável completo - lógico que era malware. O funcionário nem piscou, nem se dispôs a fazer nada quando reclamei. Lógico que nunca mais voltei lá - perderam um cliente. No outro cybercafé, ainda tenho problemas com vírus às vezes, mas menos graves, contornáveis, e conheço o dono e ele toma providências quando é alertado. Continuo um freguês fiel. Não dá o que pensar?

 

Sua configuração de hardware é mais que suficiente para executar o Windows 7 e o 8/8.1 sem ficar lenta. O Windows 8 tem problemas de interface que podem, pelo menos no início (justamente a fase mais crítica, em que você vai conquistar a clientela), criar dificuldades e assustar os clientes. Esses problemas são um pouco menores no Windows 8.1 e ainda há programinhas como o Start8 que pulam a interface Metro, restauram o botão Iniciar e dão ao sistema uma interface mais amigável, mas acho que o ideal para você seria o Windows 7, contanto que você consiga licenciá-lo (o que pode ser difícil, mas ainda é possível). Se não conseguir, sugiro que você parta para o Windows 8.1, com um Start8 ou semelhante instalado.

 

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

eu colocaria o 8,e instalaria o classic shell, dai ficaria parecido com windows 7, pois teria o menu iniciar identico e evitando problema de usuarios que nao sabem usar o windows 8. O xp ta nos ultimos meses de compatibilidade com varios programas....

 

Por favor, explique melhor e dê exemplos. Acho que problemas de compatibilidade de aplicativos com o XP serão extremamente raros ainda por um bom tempo, e o problema real de se usar o XP não é esse. "Chutando" empiricamente, mas com algum fundamento na observação real, eu diria que uns 60-70% dos programas que rodam no Windows 8 ainda seriam capazes de rodar no velho Windows 2000 (que apesar do nome, é de 1999, ou 15 anos atrás), e para o XP SP3 a cifra deve estar em 99%.

 

Há o caso mais óbvio do Internet Explorer, que a Microsoft fez parar na versão 8 de propósito, para tentar incentivar os usuários do XP a migrarem para o Windows 7 (que aceita até o IE 11, por enquanto), e já vi alguns novos periféricos anunciados (especialmente impressoras e webcams) que já não têm drivers para o XP, só para o Windows do Vista em diante. Mas aplicativos e novas versões deles que sejam totalmente incompatíveis com o XP vão demorar a aparecer, porque a base instalada do XP ainda é enorme, apesar dos pesares, e eles não podem se dar ao luxo de desprezar esse mercado. Porém, isso pode mudar depois de abril.

 

A questão dos drivers de periféricos pode vir a se tornar um problema sério (foi exatamente isso que me forçou a migrar do Windows 2000 Workstation para o XP, anos atrás, e é claro que o dia chegará em que a disponibilidade de drivers para o XP ficará crítica), mas o grande problema mesmo do XP daqui para a frente será a segurança. Qualquer nova vulnerabilidade que descobrirem no sistema ficará sem correção e totalmente à mercê das quadrilhas de desenvolvedores de malware, que a partir de abril vão cair matando, pode ter certeza. Por isto, as empresas, cujos PCs de escritório ainda são os grandes baluartes e a maior parte da base instalada do XP, agora estão na maior correria para ficarem livres dele o quanto antes.

 

De toda forma, é provável que a brusca queda de participação de mercado do XP acelere ainda mais o processo de obsolescência de drivers e aplicativos, e isso também é algo a se considerar. (A participação de mercado do XP já caiu quase 10% só nos últimos seis meses, como se pode ver nesta matéria da ZDnet, e isso vai se acelerar muito mais nos próximos meses, com a saída em massa dos PCs das grandes empresas.) Definitivamente, acho que começar qualquer negócio novo hoje com máquinas novas usando o XP, um sistema inseguro, em breve sem nenhum suporte e em queda livre no mercado, não é uma ideia sensata.

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Por favor, explique melhor e dê exemplos. Acho que problemas de compatibilidade de aplicativos com o XP serão extremamente raros ainda por um bom tempo, e o problema real de se usar o XP não é esse. "Chutando" empiricamente, mas com algum fundamento na observação real, eu diria que uns 60-70% dos programas que rodam no Windows 8 ainda seriam capazes de rodar no velho Windows 2000 (que apesar do nome, é de 1999, ou 15 anos atrás), e para o XP SP3 a cifra deve estar em 99%.

 

Há o caso mais óbvio do Internet Explorer, que a Microsoft fez parar na versão 8 de propósito, para tentar incentivar os usuários do XP a migrarem para o Windows 7 (que aceita até o IE 11, por enquanto), e já vi alguns novos periféricos anunciados (especialmente impressoras e webcams) que já não têm drivers para o XP, só para o Windows do Vista em diante. Mas aplicativos e novas versões deles que sejam totalmente incompatíveis com o XP vão demorar a aparecer, porque a base instalada do XP ainda é enorme, apesar dos pesares, e eles não podem se dar ao luxo de desprezar esse mercado. Porém, isso pode mudar depois de abril.

 

A questão dos drivers de periféricos pode vir a se tornar um problema sério (foi exatamente isso que me forçou a migrar do Windows 2000 Workstation para o XP, anos atrás, e é claro que o dia chegará em que a disponibilidade de drivers para o XP ficará crítica), mas o grande problema mesmo do XP daqui para a frente será a segurança. Qualquer nova vulnerabilidade que descobrirem no sistema ficará sem correção e totalmente à mercê das quadrilhas de desenvolvedores de malware, que a partir de abril vão cair matando, pode ter certeza. Por isto, as empresas, cujos PCs de escritório ainda são os grandes baluartes e a maior parte da base instalada do XP, agora estão na maior correria para ficarem livres dele o quanto antes.

 

De toda forma, é provável que a brusca queda de participação de mercado do XP acelere ainda mais o processo de obsolescência de drivers e aplicativos, e isso também é algo a se considerar. (A participação de mercado do XP já caiu quase 10% só nos últimos seis meses, como se pode ver nesta matéria da ZDnet, e isso vai se acelerar muito mais nos próximos meses, com a saída em massa dos PCs das grandes empresas.) Definitivamente, acho que começar qualquer negócio novo hoje com máquinas novas usando o XP, um sistema inseguro, em breve sem nenhum suporte e em queda livre no mercado, não é uma ideia sensata.

programas atuais rodarem no windows 2000? nao rodam mesmo! Vou dar um exemplo ... Existe um joguinho online que é um dos primeiros jogos de mmorpg criados, o famoso e velho Tibia. O tibia não roda atualmente no windows 2000. Outro exemplo sao os antivirus, navegadores... a evoluiçao da tecnologia vai-se criando incompatibilidade com sistemas mais antigos. O mesmo que aconteceu com o windows 2000 com relaçao a compatibilidade, vai começar acontecer com o xp. Com o fim do suporte da microsoft ao windows xp, os desenvolvedores começarão a projetar os programas para as plataformas mais atuais. Outro fato importante é que com 4 GB de ram o ideal é usar um sistema 64 bits. Por exemplo, tenho um desktop de 2009 que é um core2quad,4gb ddr2(está na minha assinatura)...E tenho instalado nele atualmente o windows 8.1 pro x64, mas ja tive windows xp pro sp3 x86 e o desempenho com ele no xp era extremamente pior do que no windows 8.1. Já tive também o windows 7 ultimate x64, ele roda bem, mas o 8.1 obtive o melhor desempenho. Como o criador do tópico está falando sobre lan house, tem-se que obter o melhor desempenho das maquinas pra poder jogar, como directX mais atual. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

programas atuais rodarem no windows 2000? nao rodam mesmo! Vou dar um exemplo ... Existe um joguinho online que é um dos primeiros jogos de mmorpg criados, o famoso e velho Tibia. O tibia não roda atualmente no windows 2000. Outro exemplo sao os antivirus, navegadores...

Note que eu não disse que todos os programas atuais rodam no Windows 2000 - nem mesmo disse que a maioria dos mais conhecidos e utilizados funcionaria (MS Office 2013, Adobe CS6, Acrobat e Reader 11, CorelDraw X6, VMware 11 certamente não funcionariam), apenas falei numa maioria simples. Eu coloquei uma estimativa de 60-70%, o que é bem razoável, considerando que boa parte das chamadas a APIs não mudaram muito desde o Windows NT 4.0, que ainda é a base até do Windows 8.1. Meu programa de e-mail rodaria no Windows 2000, meu editor gráfico preferido também, assim como boa parte dos utilitários que eu uso. O que mudou mais a partir do Vista foram as chamadas a API de vídeo (o que inclui a maioria dos jogos e utilitários de multimídia), o uso e a proteção da memória, e o modelo de drivers, mas mesmo assim, o Vista e seus derivados (o que inclui o Windows 8.x) fazem um bom trabalho para rodar aplicativos do XP e isso raramente é problema.

Agora, os drivers são um caso à parte e um dos pontos mais problemáticos para se manter não só o XP, mas qualquer versão do Windows que comece a ficar muito antiga (lembrando mais uma vez, o XP já tem 13 anos de idade!). Mais cedo ou mais tarde, daqui a alguns anos, chegará a vez até do Windows 8.1.

a evoluiçao da tecnologia vai-se criando incompatibilidade com sistemas mais antigos. O mesmo que aconteceu com o windows 2000 com relaçao a compatibilidade, vai começar acontecer com o xp. Com o fim do suporte da microsoft ao windows xp, os desenvolvedores começarão a projetar os programas para as plataformas mais atuais.

Aqui estamos totalmente de acordo e acho que é um problema que o lelec0 deve considerar muito seriamente.

Outro fato importante é que com 4 GB de ram o ideal é usar um sistema 64 bits. Por exemplo, tenho um desktop de 2009 que é um core2quad,4gb ddr2(está na minha assinatura)...E tenho instalado nele atualmente o windows 8.1 pro x64, mas ja tive windows xp pro sp3 x86 e o desempenho com ele no xp era extremamente pior do que no windows 8.1. Já tive também o windows 7 ultimate x64, ele roda bem, mas o 8.1 obtive o melhor desempenho. Como o criador do tópico está falando sobre lan house, tem-se que obter o melhor desempenho das maquinas pra poder jogar, como directX mais atual.

A questão de 64 bits foi muito bem lembrada e é algo que o lelec0 deveria também levar em conta. Existe o Windows XP de 64 bits, mas todos sabem que ele é extremamente problemático, especialmente no que diz respeito a drivers - que para muitos periféricos, não existem, nunca existiram e nunca existirão - e à compatibilidade de certos programas. (O XP de 64 bits na verdade é um sistema operacional diferente, tanto que os Service Packs dele são os do Windows Server 2003.) E ficar limitado a 3,2 GB de RAM (o máximo que qualquer Windows de 32 bits reconhece na prática) com programas que exigem cada vez mais memória e mais desempenho não é uma boa ideia.

Se o Windows XP ou o 7 ou o 8.x é mais rápido, depende de uma série de circunstâncias, da configuração de hardware e software, e de muita coisa mais. Mas de fato, não necessariamente o XP é mais rápido, apesar da sua suposta "leveza". É verdade que é possível rodar o XP decentemente com apenas 512 MB de RAM (o requisito mínimo dele é apenas 128 MB!), e bastante bem com 1 GB, mas numa época em que memória é barata e ninguém mais tem só isso, em configurações com mais memória essa vantagem costuma desaparecer. As versões mais modernas do Windows precisam de mais memória, mas foram programadas para utilizar essa memória muito bem, com uma eficiência (e com esquemas adicionais de proteção) com que o XP não pode nem sonhar.

Notei que você está usando o Windows 8.1 Pro num netbook Atom, certamente muito menos potente que qualquer dos PCs que o lelec0 colocar em sua LAN house. Eu mesmo ainda cheguei a rodar o Windows 7 de 32 bits num PC antigo que eu tinha, um Athlon 64 3800+ single-core de 2005, com 2 GB de RAM DDR-400 e, ao contrário do que seria de se esperar, o Windows 7 era mais rápido que o XP. Com um processador moderno como um AMD Fusion, então, e 4 ou 8 GB de RAM, acho muito improvável que a suposta "leveza" do XP, se existir, seja um fator significativo para definir o sistema operacional, se há tantas desvantagens e tantos problemas em potencial para usá-lo nos dias de hoje.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Notei que você está usando o Windows 8.1 Pro num netbook Atom, certamente muito menos potente que qualquer dos PCs que o lelec0 colocar em sua LAN house. Eu mesmo ainda cheguei a rodar o Windows 7 de 32 bits num PC antigo que eu tinha, um Athlon 64 3800+ single-core de 2005, com 2 GB de RAM DDR-400 e, ao contrário do que seria de se esperar, o Windows 7 era mais rápido que o XP. Com um processador moderno como um AMD Fusion, então, e 4 ou 8 GB de RAM, acho muito improvável que a suposta "leveza" do XP, se existir, seja um fator significativo para definir o sistema operacional, se há tantas desvantagens e tantos problemas em potencial para usá-lo nos dias de hoje.

 

o netbook veio de fabrica com windows 7 starter e era bem lento. Atualmente com o windows 8.1 pro ele está uma bala, quem usa nem imagina que ele tem uma configuração estão fraquinha

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@goyta - Concordo com tudo que você disse. XP nem pensar depois do anuncio oficial do fim das atualizações. Não sei como há pessoas "técnicos" que ainda "instalam" o XP e ainda por cima não instalam as "atualizações" e de quebra desabilitam as atualizações automáticas. Imagina isso numa lan house? O estrago é grande! Antes um PC lento e que não rode jogos, porém seguro, do que um pc rápido, que roda jogos, mas todo vulnerável. Eu preferiria não ter uma lan se eu não pudesse dar o minimo de segurança aos meus clientes. Seria o ideal ter um pc todo blindado só para acessar emails, imprimir etc com conta de usuario limitado e com aquele programa que volta uma estado anterior (se tiver virus, ele volta antes do virus) so para quem quer imprimir e outras coisas como goyta disse. Sempre haverá pessoas procurando um lan para essas situações. E é complicado voltar para casa com pendrive cheio de "bichos".


apesar do win 7 estar leve, o win xp ainda é mais leve e a melhor opção para lan, mesmo se tratando de jogos, pois utiliza menos memoria  

Considerar apenas isso ( um sistema ser leve) é loucura ou completa ignorância atualmente. Como foi dito, o XP vai ficar sem atualização   logo logo...  a não ser que você coloque um placa no PC na sua Lanhouse: "use por sua conta e risco" e coloque vários guardas com dardos de soníferos  caso algum "bicho" fuja do seu gabinete.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não use o XP. Use o Windows 7.

Se você for ousado, se garantir com novidades, pode usar o Windows 8/8.1 - o que poderia ser um atrativo e um diferencial para sua lan - sem perder nada em desempenho com as máquinas. Na verdade o Win 8 gerencia melhor o hardware do seu computador, mas pode haver mimimi com o Windows 8 da parte de alguns usuários.

O post do @goyta é bastante coerente e faço dele a minha opinião.

Quer um sistema bom, confiável, estável e moderno? Windows 7, não vai te dar dores de cabeça (teoricamente).

Quer ter um diferencial na sua lan, um sistema bonito pratico e leve, que não vai ficar obsoleto tão cedo? Windows 8, mas os usuários podem fazer mimimi, como também podem ir na sua lan motivados a usar o Win 8.

Quer ter uma lanhouse jurássica só pro pessoal acessar facebook e daqui há 3 meses estar fechada ou transformar ela em uma birosquinha onde o fliperama dá mais dinheiro que os pc's juntos? Use Windows XP.

abraço!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

apesar do win 7 estar leve, o win xp ainda é mais leve e a melhor opção para lan, mesmo se tratando de jogos, pois utiliza menos memoria  

 

Se for assim, instala logo o Windows 95. Não ocupa quase nada de espaço e roda com 2MB de RAM. 

 

 

É o que a maioria do pessoal falou, vá de W7 ou 8.1. O W8.1 é significativamente mais rápido que o W7, ainda mais em jogos, mas possui a interface "modern" que, geralmente, os usuários não gostam. Uma opção é instalar o Star8 ou Classic Shell, para deixar a interface praticamente igual a qualquer outro Windows. 

 

Quanto ao sistema de gerenciamento, procure um compatível com o sistema escolhido. Depender de um software desatualizado, que só é compatível com o XP não é uma boa ideia.. 

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Nossa, como tem vendedor da Microsoft aqui ...

 

Aqui perto tinha uma LAN que usava Windows XP e um programa gratuito para congelar o sistema. Assim que o cliente terminava de usar o PC a máquina era "resetada" e voltava ao seu estado original sem qualquer alteração feita pelo cliente anterior. Isso evitava o uso de logins de outras pessoas e até de vírus que tivesse instalado.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Nossa, como tem vendedor da Microsoft aqui ...

Aqui perto tinha uma LAN que usava Windows XP e um programa gratuito para congelar o sistema. Assim que o cliente terminava de usar o PC a máquina era "resetada" e voltava ao seu estado original sem qualquer alteração feita pelo cliente anterior. Isso evitava o uso de logins de outras pessoas e até de vírus que tivesse instalado.

Há boas razões para se evitar o XP, que já discutimos aqui, e acho que insinuar que quem opinou assim é "vendedor da Microsoft" ou tem algum interesse inconfessável é extremamente grosseiro e uma agressão totalmente sem sentido e sem nenhuma necessidade. Os dois cybercafés aqui perto (eu não chamaria de "LAN houses" porque nenhum dos dois tem ênfase em jogos ou estrutura para isso) também funcionam com XP, e como a febre das LAN houses foi alguns anos atrás, depois esfriou um bocado, é natural que a maior parte da base instalada nesse segmento seja mesmo do XP. Mas isso não quer dizer que o XP seja a melhor opção para quem está abrindo uma LAN house agora - até porque quem se deixa parar no tempo e oferece um serviço capenga aos seus usuários, num esquema totalmente amador e sem profissionalismo nenhum, vai acabar perdendo a clientela - e merecidamente.

"Profissionalismo" é a palavra-chave aqui - estamos dando ao lelec0 um crédito de confiança e presumindo que ele pretende implantar seu negócio de forma séria e profissional. No PC da sua casa, você usa o que quiser, faz a gambiarra que quiser e o problema é seu, mas uma empresa é outro papo, porque o problema não é só seu e a parte que lhe cabe dele é muito maior. Há muita coisa em jogo, há capital empatado, há responsabilidades civis e até criminais, há um grande número de usuários que podem ser prejudicados se você faltar com a confiança que eles depositaram em você e na sua empresa. O nível de responsabilidade é outro, e picaretagem, amadorismo, desleixo e improvisação nunca foram caminhos para um negócio rentável e duradouro.

Eu mesmo contei de como o primeiro cybercafé aonde fui perdeu um cliente para sempre quando demonstrou desleixo e indiferença após me causar um problema sério. Existem muitos picaretas por aí, mas exatamente por isso, quem é profissional se sobressai. "Em terra de cego, quem tem um olho é rei." Essa mentalidade de que "de qualquer jeito está bom, faz-se uma gambiarra e está resolvido o problema", em vez de fazer bem feito desde o início, é exatamente o que mantém o Brasil no Terceiro Mundo. Um profissional sério de verdade é aquele que logo vai estar com filas de usuários na porta, e ele mesmo na fila para alugar a loja ao lado para se expandir...

O software que você mencionou, o Deep Freeze, não é gratuito para uso comercial. Ele é um recurso adicional que pode e deve ser utilizado (eu ainda acrescentaria uma imagem-padrão do HD, feita com um utilitário do tipo Parted Magic, Paragon Hard Disk Manager ou Acronis Disk Director, para ser restaurada em caso de necessidade e atualizada sempre que houver um Windows Update ou atualização de programas), mas daí a usá-lo como desculpa para usar uma configuração capenga vai uma grande distância.

O problema da interface é sério. Já vi LAN houses e cybercafés que abriram com máquinas rodando Linux e até MacOS X. Fecharam rapidinho (a que tinha Macintosh foi a que durou menos tempo, porque num país onde o Windows reina soberano, todo mundo se atrapalhava com o Mac, ninguém sabia usar, ficava perdido e irritado, e não voltava mais). Por isto acho que o Windows 7 é a melhor opção (embora, em último caso, se possa usar o 8.1 com Start8, Classic Menu ou outro software semelhante).

E o OpaioX tocou num ponto interessante. Nenhuma LAN house vive apenas da galera que vai lá para jogar. Especialmente durante o dia, boa parte, senão a maior parte da clientela, é de gente que quer imprimir um documento, conferir o e-mail, editar um trabalho para a escola ou um currículo para emprego, fazer coisas "sérias" dessas. Muitas dessas coisas se fazem hoje num tablet ou smartphone, mas há momentos em que as limitações de um tablet pesam e a pessoa precisa de um PC de verdade. Com cada vez mais gente comprando tablets e deixando de comprar PCs, vão precisar recorrer cada vez mais a serviços como esse nessas ocasiões - é um filão interessante de mercado que está se expandindo. Suponho que o lelec0 tenha feito um estudo e um planejamento da clientela e da operação do seu negócio, mas creio que não é realista esperar que seja apenas um lugar de jogos e recreação - até porque os lugares que deram ênfase demais nisso acabaram com problemas de segurança, atraindo gangues e tendo problemas com os vizinhos e a polícia. Então, ele deve estar pensando também na plataforma de aplicativos (e jogos) que vai ter, e nas suas políticas e horários de uso.

Como todo negócio sério, uma LAN house exige muito planejamento e o buraco é bem mais embaixo...

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@goyta Cara, aqui estou impressionado como você escreve bem... e  concordo com o que você disse.

 

 

@Henrique - RJ  Eu não havia pensando nesse sentido de usar um programa tipo o Deep Freeze numa máquina vulnerável. É, pode ser que faça sentido, já que está mais vulnerável, pega vírus fácil, volta ao estado anterior, novo user pega vírus, zerou  e assim vai indo. Mas, e se uma pessoa usa por mais tempo numa sessão? Malware pega quem tá usando... voltou ao estado anterior, novo usuário, pega instalação "limpa" e assim vai indo. Mas, talvez, não impeça pegar quem estiver em uso. 

 

 

Pode ter certeza que não vendo produtos da Microsoft. Inclusive fico frustrado em ver tanto jogo ou programa bom deixado para trás apesar de ter máquinas virtuais para os jogos ou programas que não consigo rodar no Seven.  Quando afirmei que o Seven era melhor, só dizia em razão do XP deixar de receber atualização. E, você sabe mais do que eu, num mundo conectado, as consequências de um sistema operacional sem os devidos patchs.

 

 

 

 

O lelec0 perguntou qual seria o melhor SO para Lan, e aqui estamos nós, com as nossas opiniões. E muita delas com argumentos fortíssimos que vão muito além do desempenho ou aparência.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Poxa gente, tanta opinião boa. li todas.
Gostaria de agradecer todos que postaram, e li todas com carinho.
Eu particulamente gosto mais do Windows 8, foi a primeira instalação que realizei, porém em uso quando fui instalar o programa da Lan house chamado VScyber, ele não funcionou muito bem, tive que alterar para Windows 7, fazendo assim funcionar perfeitamente. 
coloquei em todas as maquinas o Windows 7, agradeço a todos.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

coloque alguns com Windows 8 e alguns com Windows 7. O motivo de não colocar todos com Windows 8 é porque gente que nunca viu a a nova integra a pode estranhar, ai você coloca para usar um PC com Windows 7.

 

Isso seria não apenas muito amador de se fazer, como contrário a todas as práticas de administração. Quanto mais padronizadas forem as instalações do lelec0, mais fácil fica administrá-las (por exemplo, com imagens-padrão do HD). Quanto mais diversificadas, mais difíceis serão de controlar e as chances de a entropia tomar conta (no popular: virar uma bagunça incontrolável) são enormes.

 

E digo mais: espero que o lelec0 tenha posto Windows 7 Professional ou Ultimate nas máquinas, para poder usar Group Policies e manter o controle ainda mais apertado. Se não tiver posto, quando vier a atualização para o Windows 8.1, 9 ou o que for o mais atual na época, que ele ponha a versão Pro ou equivalente, por este mesmo motivo.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • mês depois...

Minha opinião é:

Liga na microsoft e fala que quer comprar serial do windows 8.1 QUE PERMITA downgrade ao Windows 7 ( é um tipo de licença difernte e meio desconhecida da maioria das pessoas).

Feito isso você pode instalar o W7 e ir usando na boa, quando o pessoal irritar para usar w8 é só usar esse serial e voi lá, máquina com novo SO :)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Vou me permitir ser uma voz discordante aqui. O XP de fato é mais leve, e há a questão do gerenciador de LAN house gratuito mencionado pelo Eduardo, mas vejo três problemas com a sua utilização:

 

1. Uma LAN house é um empreendimento comercial. Como tal, está sujeita a fiscalização, multas e processos em caso de utilização de software pirata. Definitivamente, você não vai querer essa dor de cabeça. Tem havido casos deles pegando pesado. E vai ser muito difícil licenciar várias máquinas novas com o XP atualmente.

 

2. O XP está no final do ciclo de suporte. A partir de abril de 2014, não vai ter mais atualizações de segurança da Microsoft pelo Windows Update, e vai ficar completamente vulnerável a novos ataques (que pode ter certeza, já estão sendo preparados, e em grande escala). Uma LAN house já é um tipo de lugar extremamente vulnerável e perigoso para apanhar malware - muito mais que um usuário doméstico ou comercial comum - e para ser um negócio sério (e não picaretagem), exige uma estratégia de segurança muito bem pensada. Usar o XP depois de abril deste ano é pedir para ter problemas, um atrás do outro, podendo chegar ao ponto de inviabilizar a operação ou afugentar os clientes. (As grandes empresas enrolaram até agora para substituir o XP nos PCs de escritório. Agora está a maior correria para trocar tudo pelo Windows 7 antes de abril, justamente por isso.)

 

3. Suponho que você pretenda que o seu negócio dure uns bons anos. O XP foi lançado em 2001 - já é um sistema operacional de 13 anos de idade. Está cansado e antigo hoje. Imagine daqui a uns cinco anos...

 

Mas o que pega mais mesmo é o problema da segurança. Há dois cybercafés perto da minha casa. Por problemas na minha impressora, algum tempo atrás passei a utilizá-los quando precisava imprimir algum documento importante. Em um deles, todos os meus arquivos foram apagados do meu pendrive assim que o coloquei na máquina, e substituídos por um software executável completo - lógico que era malware. O funcionário nem piscou, nem se dispôs a fazer nada quando reclamei. Lógico que nunca mais voltei lá - perderam um cliente. No outro cybercafé, ainda tenho problemas com vírus às vezes, mas menos graves, contornáveis, e conheço o dono e ele toma providências quando é alertado. Continuo um freguês fiel. Não dá o que pensar?

 

Sua configuração de hardware é mais que suficiente para executar o Windows 7 e o 8/8.1 sem ficar lenta. O Windows 8 tem problemas de interface que podem, pelo menos no início (justamente a fase mais crítica, em que você vai conquistar a clientela), criar dificuldades e assustar os clientes. Esses problemas são um pouco menores no Windows 8.1 e ainda há programinhas como o Start8 que pulam a interface Metro, restauram o botão Iniciar e dão ao sistema uma interface mais amigável, mas acho que o ideal para você seria o Windows 7, contanto que você consiga licenciá-lo (o que pode ser difícil, mas ainda é possível). Se não conseguir, sugiro que você parta para o Windows 8.1, com um Start8 ou semelhante instalado.

Ele só esqueceu de acrescentar a informação que é muito importante a um estabelecimento comercial.

A modernidade, principalmente quando se trata de recurços tecnologicos.

Apesar do XP ser bom e velho amigo ele também é ultrapasado e que torna o ambiente velho e atrasado, tipo

nah essas maquinas não prestam ainda rodam o XP !!! Sacou a parada.

Neste caso o Windows 7 ainda é considerado novo e clim, é uma maquina moderna e atual no mercado é outro conceito.

No caso do Windows 8.1 já o impacto é maior pois se  trata de poder aquisitivo do tipo, olha o cara tem instalado em todas as maquian o Windows 8.1 mau grana o cara descolou...

Espero que compreenderam o que eu quis dizer.

Até.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 meses depois...

Padroniza todas as maquinas com Win8.1 com classic shell, usa um bom antivirus pago (utilizo o Avast Premier e nao tenho do que reclamar), e usa aqueles negócios que facilmente retornam a maquina a cada usuário logado.

Quanto ao que instalar: tenha bastante opção de jogos, CS 1.6 mesmo hoje em dia não pode faltar, instale tambem microsoft office 2003 com compatibilidade para 2007+ e um 2007 ou mais atualizado.

Procure agradar a todos os gostos.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Padroniza todas as maquinas com Win8.1 com classic shell, usa um bom antivirus pago (utilizo o Avast Premier e nao tenho do que reclamar),

 

Aqui em casa, estou usando agora o 8.1 com o Classic Shell, e dá para usar - mas eu sou um usuário com alguma noção das coisas. Imagine, por exemplo, que um usuário caia no Metro por acidente e não saiba voltar ao Desktop, entre em pânico e apronte a maior confusão, desligue a máquina, depois apronte um fuzuê porque perdeu o arquivo ou a página, e vai por aí afora... No estágio atual das coisas, acho arriscado. Pode ser que em 2015 ou 2016 a coisa já seja diferente, mas hoje, em maio de 2014, a maioria ainda usa XP no trabalho, com sorte o Windows 7, e vai ficar perdidinha com o 8/8.1 - mesmo modificado para ficar mais parecido com o 7. Outro problema que vejo com o 8.1 é a integração estreita com a Microsoft - Outlook, OneDrive e tal: é muito fácil o usuário fazer caca com a conta da empresa na "nuvem" se isso não for barrado por regras muito claras estabelecidas em group policies e coisas assim.

Quanto ao Avast, já não mais é o que era. Ainda está longe de ser ruim, mas não é mais de primeira linha, de acordo com os últimos testes dos bons laboratórios como o AV Comparatives e o Virus Bulletin (VB100). A versão paga do Avast não oferece um antivírus melhor - oferece firewall e outros recursos (nenhum deles útil para um PC com usuários rotativos e anônimos), mas nenhum firewall de suíte de segurança paga chega ao nível do antivírus correspondente, mesmo que este seja excelente: são uns vexames, umas verdadeiras peneiras, suscetíveis a todo tipo de ataques. A maioria não chega a passar em 10% dos testes da Matousec, que é a grande referência em matéria de teste de firewalls. O único melhorzinho é o firewall da Kaspersky Internet Security, mas até mesmo ele ainda é muito inferior e mais passível de ser atacado com sucesso que um firewall dedicado como o Comodo, o Online Armor ou o Agnitum Pro.

E isso ainda é em nível de usuário doméstico. Numa LAN house, o papo é outro e eu recomendaria ter um antivírus pago, sim, mas com assinatura anual, porque eles estão sempre mudando de lugar nos testes e um que é ótimo hoje pode piorar no ano que vem e vice-versa. Hoje, em maio de 2014, os de primeira linha são o Avira, o BitDefender, o Kaspersky, o TrendMicro e o ESET NOD32; ano que vem já podem ser outros (embora esses cinco estejam consistentemente na lista dos melhores). Mas o ideal mesmo seria pegar uma solução corporativa de um desses fabricantes, com um servidor local que permita o gerenciamento remoto dos clientes de antivírus nas máquinas dos usuários. Lembre-se que estamos falando de um ambiente comercial e profissional - os problemas não são os mesmos dos usuários domésticos, e as soluções também não. Em todas essas máquinas, haveria só o antivírus, mesmo. O firewall seria único, no servidor diretamente ligado à Internet, e também teria que ser uma solução robusta e profissional. Não pense que qualquer ZoneAlarm Free (que, por sinal, leva uma surra nos testes da Matousec e é reprovado feio) resolve numa situação dessas.

E é claro que o antivírus é só uma parte da solução. A solução completa é uma política de segurança, algo que envolve muito mais que isso. Por exemplo, ter o autoplay desabilitado em todas as máquinas, configurar muito bem o DNS e as regras do firewall, estudar e aplicar group policies apropriadas nas máquinas, usar recursos auxiliares como o EMET da Microsoft (embora a configuração inicial seja muito chata), manter o Windows com todos os patches atualizados (e os demais programas também - os programas da Secunia são ótimos para isso), estabelecer políticas, procedimentos e rotinas de atualização das máquinas, e vai por aí afora.

 

e usa aqueles negócios que facilmente retornam a maquina a cada usuário logado.

 

Não sei quanto tempo demora para fazer uma restauração dessas. Na correria do dia a dia, nos horários de pico, gente na fila esperando vagar uma máquina, funcionários mal treinados, com pressa e sem paciência, não sei se é realista fazer essa limpeza entre cada usuário. O ideal seria que sim, sem dúvida - isso seria o equivalente a limpar e higienizar um quarto de motel entre uns hóspedes e outros... Não dá para usar o quarto com lençóis manchados, camisinhas e tampões no lixo, etc., né? Mas numa LAN house, os usuários não veem a coisa assim e vão reclamar se tiverem que esperar, enquanto os funcionários também não vão aguentar a pressão.

Na prática, acho que isso teria que ser feito uma vez por dia, depois do expediente normal ou durante a madrugada (se funcionar 24 horas, como muitas LAN houses funcionam), revezando as máquinas dos usuários ativos para fazer isso.

 

Quanto ao que instalar: tenha bastante opção de jogos, CS 1.6 mesmo hoje em dia não pode faltar, instale tambem microsoft office 2003 com compatibilidade para 2007+ e um 2007 ou mais atualizado.

Procure agradar a todos os gostos.

 

Quais jogos ter, isso vai depender de compatibilidade com as máquinas (se o jogo for pesado a ponto de exigir um Core i7 4980X com 32 GB de RAM, uma GeForce Titan Z e um monitor 4k para rodar, não vai dar para oferecer...), da disponibilidade de verba e da moda do momento, porque eles saem de moda e novos jogos passam a ser o máximo em questão de meses. Isso exige um trabalho constante de pesquisa e atualização.

Quanto ao Office 2003, esqueça, pelo mesmo motivo pelo qual o XP deve ser esquecido: a Microsoft também deixou de dar suporte de segurança ao Office 2003 desde abril passado. Pouca gente reparou nisso, primeiro porque o XP era mais crítico, ainda é muito utilizado e roubou os holofotes, e segundo porque, ao contrário do XP, já é pouca gente que usa o Office 2003 (11 anos, gente!). Se for constatado que há usuários tendo dificuldades com um Office mais recente, pode-se pôr o LibreOffice, que tem uma interface muito parecida com a do Office 2003 (e ainda por cima, é gratuito e constantemente atualizado). Observe também que se um usuário tiver dificuldade com as abas e faixas de comando da interface do Office 2007 ou mais recente, também terá com o Windows Explorer e outros componentes do 8/8.1, que usam a mesma interface.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Visitante
Este tópico está impedido de receber novas respostas.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...