Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
cleberfaria1

RESOLVIDO O chip grafico i7 hd4600 ajuda no processo da vga?

Recommended Posts

E ai pessoal! Minha dúvida é a seguinte, será que o chip hd4600 do i7 4770 trabalha junto com a vga na hora de executar um game, tipo os dois processam graficos ao mesmo tempo, minha vga é gtx460se. Obrigado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu acho que você fala do Lucid Virtu, um gerenciador (software) do vídeo integrado e da VGA. Pode ser usado em jogos e em outras aplicações. Parece que funciona.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu me refiro ao chip grafico que vêm integrado no proprio processador, se ele trabalha em conjunto com a vga na hora de executar algum game? melhorando a performance da vga.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então, o Lucid Virtu é um software feito para colocar o vídeo integrado funcionando junto com a VGA. Pesquise no Google.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Por natureza eles não trabalham juntos, ou seja, se você não tem uma VGA dedicada então o video onboard do processador trabalha mas se você possui uma VGA OFF então ele fica ocioso ou (desligado mesmo)

 

Salvo casos tipo a arquitetura APU que funciona diferente quando se trabalha com VGA AMD, a unica forma de 2 GPU trabalharem juntas é graças ao SLI ou Crossfire, que funciona somente entre certos modelos identicos(ou semelhantes , para saber certo melhor verificar no site do fabricante)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Parece que o Lucid Virtu coloca o vídeo integrado para ajudar a VGA. Faz tempo que eu não leio sobre isso, mas em alguns jogos o ganho era considerável. Não sei se eles pararam de dar suporte para o software ou se poucos jogos dão suporte para o Lucid Virtu, mas, em teoria, funciona os dois juntos. Do que eu me lembro.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
E ai pessoal! Minha dúvida é a seguinte, será que o chip hd4600 do i7 4770 trabalha junto com a vga na hora de executar um game, tipo os dois processam graficos ao mesmo tempo, minha vga é gtx460se. Obrigado!

 

 

Sim ele trabalha camarada, mas para isso você tem que ter instalado o Lucid Virtu assim como o camarada Contiusa comentou, e mais um detalhe não funciona em qualquer MOBO você tem que ter uma Placa Mãe que de suporte para Lucid Virtu...outro detalhe fiz uns testes aqui com Lucid em minha maquina, em jogos executados com DX9 ele da uma diferença muito boa nos jogos aumentando legal os FPS...porém no mesmo jogo em DX11 não notei diferença e não venho notando nos jogos novos que testei...isso pode ser pelo fato da VGA ja ser uma Midle End, pois ouvi falar que em VGA Low End ele faz uma ajuda um pouco mais decente...

 

Veja esse teste que fiz em Far Cry 3 em DX9...ele deu uma diferença legal...não repare a qualidade do vídeo q esta horrível pois filmei com um celular bem ultrapassado...kkkk 

 

https://www.youtube.com/watch?v=nf9kHpMbCG0&list=UUvakHUZEHr7GF6LsrL_OAQg

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala rapaziada, boa madruga!

 

Cléber, como já foi explicado pela galera do conceito acima, dá sim para conjugar o IGP do processador com a VGA. E também é necessária uma placamãe detentora deste recurso, o VirtuMVP, para ativar. O lance dela se baseia em dois propósitos:

 

-Economizar energia ao usar apenas o IGP da CPU quando não há carga significativa de gráficos no momento da utilização;

-Dar um "grau" a mais para a VGA quando o "couro come". A melhoria de FPS vai variar do poder gráfico do motor gráfico do processador e do próprio jogo, claro.

 

Eu tive uma breve experiência deste MVP quando troquei a minha placamãe anterior pela ASRock Z77 Extreme3, da qual possui esse VirtuMVP. Sinceramente, não vi nenhum impacto substancial no desempenho gráfico dos jogos com o conjunto HD2000 + GTX660ti por aqui. Cléber, acho até que por causa do motor gráfico do meu i7, ele não é "grandes coisas". Infelizmente, no meu caso, acabei optando por desabilitar o recurso para cortar processos.

 

Mas se fosse colocar uma IGP de um i7 4770K, certamente teria melhores resultados de performance, já que o motor gráfico dela, se não engano é uma HD4600, bate a HD2000 "de chinelo". Nessas condições, certamente usufruiria do recurso MVP. Também há de convir que, financeiramente falando, não vale tanto esforço investir em uma placamãe com tal recurso. Agora, se for uma comparação entre placas de mesmo calibre e faixa de preço e uma delas tem o MVP, essa situação já passa ser interessante, como se fosse um "plus", entretanto, há outros fatores e recursos em jogo nesse tipo de escolha.

 

Achei até um teste do CdH que mostra o ganho do MVP (usando um i7 3770K): https://www.clubedohardware.com.br/printpage/Teste-da-Tecnologia-Virtu-Universal-MVP/2593

 

Valeu Cléber e um salve pra rapaziada!

 

Abraço a todos!!

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Valeu, interessante esse teste. Uma hora eu vou testar, porque a minha Z77X dá suporte para o Virtu. Quando eu testar, eu coloco aqui os resultados.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Valeu, interessante esse teste. Uma hora eu vou testar, porque a minha Z77X dá suporte para o Virtu. Quando eu testar, eu coloco aqui os resultados.

 

você nota um ganho bem grande em 3D Mark, até parece um Cross...kkkk...você vai ter a opção de ligar o monitor na placa mãe que seria o melhor jeito de economizar a energia ou ligar na própria VGA que faz com que o grafico do CPU ative quando entrar em algum jogo ou teste q de suporte...você também vai notar um problema com essa tecnologia que em alguns jogos ela atrapalha ao invés de ajudar dando quedas de FPS...notei isso mais nos jogos DX11, ja nos DX9 ela funciona que é uma beleza... :D

 

Outro detalhe que aprendi é que para você testar os jogos ou benchermarck tipo com Virtu ON ai depois em OFF é sempre necessário você você fechar o programa que você esta executando ai você habilita ou desabilita o Virtu e depois abre novamente o programa...

 

EX: Vou testar Far Cry com Virto ON, habilito virtu e abro o jogo e testo, ai agora quero testar com Virtu OFF...fecha o jogo completamente (não pode ficar no jogo e apenas ir para o Windows e desabilitar o Virtu) ai coloca Virtu em OFF e abre o jogo novamente...se não for feito dessa maneira o Virtu vai ser executado da maneira que ele foi habilitado antes de executar o programa e você pode achar que não esta notando diferença nos testes... :)

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu dei uma olhada no site do fabricante e parece que infelizmente sua mobo não da suporte ao Virtu MVP...

 

Lista de placas mãe com suporte a Virtu MVP...

 

http://lucidlogix.com/support/virtu-mvp-enabled-products/

eu corrigi o nome dela, tinha digitado errado...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na área!

 

Quando olhei a lista do MVP linkada pelo Rodrigo, pensava até então que esse recurso era destinado para placas Intel Hx7 e Zx7. Além de ter modelos B75 e até H61, há compatibilidade também nas placas destinadas às APUs da AMD. Com um A10-6800K equipando uma dessas placas, o ganho de frames seria enorme. Dependendo da VGA instalada, seria praticamente um Crossfire o negócio.

 

O mais esquisito que ainda não há B85 com MVP, Cléber. Até para linha de placamães "Haswell" é escasso. Vi apenas ECS, Biostar, EVGA e MSI com MVP, sendo apenas alguns modelos de chipset Z87.

 

Abraço!!

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bah! Então quer dizer que não vou usar o maximo de processamento do i7 na hora em que estiver executando um game? Eu deveria ter pesquisado mais antes de comprar, sempre achei que os dois trabalhavam juntos no processamento, sem precisar de nenhum software, só não entendo uma coisa...

o z77 é um chipset de setíma geração da intel e o b85 já seria de oitava geração, será que futuramente será lançado um software compativel? ou já existe algum similar? Obrigado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eba!

 

Ô Cléber...

 

Em questão de processamento, seu i7 vai render muito e à vera durante bastante tempo. Se meu i7 2600, de três anos atrás, ainda é um "processa punk-rock", imagina o seu, duas gerações à frente? Salvo alguma revolução ainda não avisada até então, tu tem CPU a dar com balde. Pode ficar sossegadão quanto a isso, ainda mais quando seu uso é para jogos.

 

Entendo até sua certa "frustração" em não aproveitar o motor gráfico do seu i7 para ajudar a GTX460 SE na tarefa de rodar gráficos com melhor desenvoltura. Pessoalmente, não vejo o MVP como um salvador da pátria, é apenas um "algo a mais" que uma placa pode ter em relação a outra equivalente. Creio também que não vale o esforço de comprar uma placamãe mais cara apenas para usufruir desta tecnologia. A jogada melhor, e certa, é focar numa VGA mais boladona pro teu possante. É líquido e certo, pois a base de seu micro é muito boa (ao julgar pela CPU e pela placamãe).

 

E esse lance de compatibilidade entre plataformas Intel distintas, Cléber, infelizmente não é possível essa adaptação de famílias distintas de processadores, mesmo tendo o mesmo nome, por alguns fatores: Arquitetura das CPUs, encaixe físico dos sockets e a diferença entre os chipsets. Compatibilidade entre processadores diferentes, só no caso do mais recente ser apenas um derivado, uma melhoria da geração anterior (Sandy e Ivy-Bridge - 2ª e 3ª gerações e, provavelmente, o Haswell e Broadwell).

 

-Os Core I 1ª geração usavam LGA1156 (alguns i7 top de linha tinham o 1366 como "casa") 

 

-As 2ª e 3ª gerações compartilham de arquitetura e socket semelhantes, o 1155. A maioria das placas da segunda geração são compatíveis aos de 3ª, desde que atualizem a Bios (A linha Extreme dos i7 já é 2011)

 

-Por fim, a 4ª e a futura 5ª geração tem o 1150 como socket. A compatibilidade entre ambos tá meia nebulosa, mas há modelos de placamães "Haswell" com novas Bios para comportar os novos Core I "Broadwell" que vem por aí. Aí quem sabe no futuro você possa optar por uma placamãe de chipset série 90?

 

O VirtuMVP não vale tamanha preocupação, acho eu.

 

Abraço Cléber!!

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Concordo com o Cabelo75, deve ter um ganho mas nada tão absurdo tendo em conta que mesmo com Crossfire/SLI nem sempre se tem um ganho bom em relação ao single

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eba!

 

Ô Cléber...

 

Em questão de processamento, seu i7 vai render muito e à vera durante bastante tempo. Se meu i7 2600, de três anos atrás, ainda é um "processa punk-rock", imagina o seu, duas gerações à frente? Salvo alguma revolução ainda não avisada até então, tu tem CPU a dar com balde. Pode ficar sossegadão quanto a isso, ainda mais quando seu uso é para jogos.

 

Entendo até sua certa "frustração" em não aproveitar o motor gráfico do seu i7 para ajudar a GTX460 SE na tarefa de rodar gráficos com melhor desenvoltura. Pessoalmente, não vejo o MVP como um salvador da pátria, é apenas um "algo a mais" que uma placa pode ter em relação a outra equivalente. Creio também que não vale o esforço de comprar uma placamãe mais cara apenas para usufruir desta tecnologia. A jogada melhor, e certa, é focar numa VGA mais boladona pro teu possante. É líquido e certo, pois a base de seu micro é muito boa (ao julgar pela CPU e pela placamãe).

 

E esse lance de compatibilidade entre plataformas Intel distintas, Cléber, infelizmente não é possível essa adaptação de famílias distintas de processadores, mesmo tendo o mesmo nome, por alguns fatores: Arquitetura das CPUs, encaixe físico dos sockets e a diferença entre os chipsets. Compatibilidade entre processadores diferentes, só no caso do mais recente ser apenas um derivado, uma melhoria da geração anterior (Sandy e Ivy-Bridge - 2ª e 3ª gerações e, provavelmente, o Haswell e Broadwell).

 

-Os Core I 1ª geração usavam LGA1156 (alguns i7 top de linha tinham o 1366 como "casa") 

 

-As 2ª e 3ª gerações compartilham de arquitetura e socket semelhantes, o 1155. A maioria das placas da segunda geração são compatíveis aos de 3ª, desde que atualizem a Bios (A linha Extreme dos i7 já é 2011)

 

-Por fim, a 4ª e a futura 5ª geração tem o 1150 como socket. A compatibilidade entre ambos tá meia nebulosa, mas há modelos de placamães "Haswell" com novas Bios para comportar os novos Core I "Broadwell" que vem por aí. Aí quem sabe no futuro você possa optar por uma placamãe de chipset série 90?

 

O VirtuMVP não vale tamanha preocupação, acho eu.

 

Abraço Cléber!!

Valeu pela dica Cabelo75!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×