Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
mpoloureiro

CI LMxx ou transistor TIPxx, qual o melhor para uso em fonte de bancada?

Recommended Posts

Estou montando uma fonte linear de bancada com um transformador 2x12Vac - 3A. Estou em dúvida de como regular a tensão de saída. Qual a diferença ou vantagem de usar um CI tipo LM (LM317, LM350 (corrente >1A)) ou um transistor como o TIP41c?  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É o mesmo que comparar um mamão com uma laranja, vai do gosto pois são componentes diferentes. O LMxx é um regulador de tensão com transistor de potência embutido, isto é, regula e executa a tarefa num só componente. O TIP é apenas um transistor, vai ter que construir toda uma polarização nele para que execute a função desejada.

  • Curtir 1
  • Haha 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 horas atrás, Sérgio Lembo disse:

É o mesmo que comparar um mamão com uma laranja, vai do gosto pois são componentes diferentes. O LMxx é um regulador de tensão com transistor de potência embutido, isto é, regula e executa a tarefa num só componente. O TIP é apenas um transistor, vai ter que construir toda uma polarização nele para que execute a função desejada.

 

Sei que são componentes diferentes. Ainda sim, o que eu quero saber é se existe alguma diferença prática entre eles, tal como eficiência em relação à tensão/corrente de saída, ou qualquer coisa que realmente faça um dos dois componentes ser mais vantajoso que o outro para este tipo de aplicação.

 

Por exemplo, vi vários vídeos onde os autores fazem uso do LM317 com um TIP para alcançar correntes superiores à 1A. Mas só com o TIP poderíamos montar o regulador. A meu ver, o LMxx apresenta a desvantagem de não trabalhar com tensões abaixo de 1.5V, enquanto usando apenas o TIP podemos trabalhar com tensões a partir de 0V. Então, por que usar o LMxx?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, mpoloureiro disse:

Mas só com o TIP poderíamos montar o regulador.

Não, precisa de um monte de componentes ligados ao transistor para que se torne um regulador. O transistor sozinho com um potenciômetro vai apenas variar a tensão. 

 

3 horas atrás, mpoloureiro disse:

A meu ver, o LMxx apresenta a desvantagem de não trabalhar com tensões abaixo de 1.5V

Na verdade é 1,2V. Não acho desvantagem isso afinal não tem muita coisa que funciona com uma tensão menor que isso. Sem contar que tem como fazer o LM partir do zero. 

3 horas atrás, mpoloureiro disse:

Então, por que usar o LMxx? 

Porque ele regula a tensão com poucos componentes externos. 

Isto é, se ajustamos para 6V vamos ter 6V independente da corrente de saída, coisa que para o transistor fazer vai precisar montar um amplificador de erro e ligar junto a ele. 

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
9 minutos atrás, Mestre88 disse:

Não, precisa de um monte de componentes ligados ao transistor para que se torne um regulador. O transistor sozinho com um potenciômetro vai apenas variar a tensão. 

 

Na verdade é 1,2V. Não acho desvantagem isso afinal não tem muita coisa que funciona com uma tensão menor que isso. Sem contar que tem como fazer o LM partir do zero. 

Porque ele regula a tensão com poucos componentes externos. 

Isto é, se ajustamos para 6V vamos ter 6V independente da corrente de saída, coisa que para o transistor fazer vai precisar montar um amplificador de erro e ligar junto a ele. 

 

Obrigado pela resposta! As coisas estão ficando mais claras. Apenas confirme se o que entendi está certo.

 

1- O CI (por exemplo, um LM317) mantém a tensão de saída regulada antes e depois da carga (mesmo para cargas de maior potência).

2- No caso do transistor (por exemplo, um TIP41c) a tensão ajustada diminui após colocar a carga (principalmente as que exigem correntes mais altas).

 

Em relação ao circuito da fonte com o TIP, não vi tanta diferença em relação à quantidade de componentes. Por exemplo, o link abaixo mostra um vídeo onde a fonte é montada com um TIP. Entretanto, a carga usada é baixa e não dá para saber como a fonte se comportaria no caso de uma carga mais alta.

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
14 minutos atrás, mpoloureiro disse:

1- O CI (por exemplo, um LM317) mantém a tensão de saída regulada antes e depois da carga (mesmo para cargas de maior potência).

2- No caso do transistor (por exemplo, um TIP41c) a tensão ajustada diminui após colocar a carga (principalmente as que exigem correntes mais altas

Correto. Mas é claro que a corrente máxima deve ser a especificada pelos componentes, se for maior fica claro que vai queimar tudo. No caso do LM317 é de 1,5A.

 

O circuito do vídeo, é o que eu mencionei acima apenas varia a tensão. Como você mesmo concluiu, a tensão cai de acordo com a carga. 

Vai precisar de bastante componente pra fazer com transistores um circuito equivalente ao presente no LM317. 

 

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Os CI´s reguladores de tensão contem internamente, na pastilha do chip, quase 30 transistores englobando o transistor de potência. Com isso o projeto com o CI regulador se torna muito simples e não raramente envolvendo só o CI mesmo.

Esses cerca de 30 transistores internos agregam funções extras tais como limitação de corrente e limitação de potência dissipada pelo CI coisas que o transistor isoladamente não faz e se quiseres ter terás de agregar transistores a mais, no esquemático discreto.

Quanto a corrente, veja que o CI pode manipular até 1,5 Amperes o LM317, até 3A o LM350 e até 5 o LM 338 e até mesmo 7 Amperes como o LT1584 ( www.newteck-ci.com.br/datasheet/20130912010127.pdf )

Outra diferença é a qualidade e confiabilidade com que foram projetados os CI´s reguladores, desenvolvidos pelos melhores engenheiros das empresas como National, Texas Instruments, Linear entre outras.. ai em nosso mercado 

Um grande problema, entretanto, é o mercado desses componentes, aqui no nosso Brasilzão...

 Não raramente se encontra CI´s carimbados e/ou refugados pela indústria, mas esse problema não é privilégio dos CI´s, pode também acontecer com tansistores...

 

 

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entendi. Obrigado, @Sérgio Lembo@Mestre88  e  @faller pelas excelentes explicações. Vou tentar achar o LM350 para montar minha fonte (3A). Caso não encontre, vou usar o LM317 com o TIP41c já que possuo ambos. Valeu!!!

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, mpoloureiro disse:

vou usar o LM317 com o TIP41c já que possuo ambos.

Não dá certo com NPN, o correto é o TIP 42 ou outro transistor PNP. 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×