Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
mpoloureiro

CI LMxx ou transistor TIPxx, qual o melhor para uso em fonte de bancada?

Recommended Posts

Estou montando uma fonte linear de bancada com um transformador 2x12Vac - 3A. Estou em dúvida de como regular a tensão de saída. Qual a diferença ou vantagem de usar um CI tipo LM (LM317, LM350 (corrente >1A)) ou um transistor como o TIP41c?  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É o mesmo que comparar um mamão com uma laranja, vai do gosto pois são componentes diferentes. O LMxx é um regulador de tensão com transistor de potência embutido, isto é, regula e executa a tarefa num só componente. O TIP é apenas um transistor, vai ter que construir toda uma polarização nele para que execute a função desejada.

  • Curtir 1
  • Haha 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado (editado)
5 horas atrás, Sérgio Lembo disse:

É o mesmo que comparar um mamão com uma laranja, vai do gosto pois são componentes diferentes. O LMxx é um regulador de tensão com transistor de potência embutido, isto é, regula e executa a tarefa num só componente. O TIP é apenas um transistor, vai ter que construir toda uma polarização nele para que execute a função desejada.

 

Sei que são componentes diferentes. Ainda sim, o que eu quero saber é se existe alguma diferença prática entre eles, tal como eficiência em relação à tensão/corrente de saída, ou qualquer coisa que realmente faça um dos dois componentes ser mais vantajoso que o outro para este tipo de aplicação.

 

Por exemplo, vi vários vídeos onde os autores fazem uso do LM317 com um TIP para alcançar correntes superiores à 1A. Mas só com o TIP poderíamos montar o regulador. A meu ver, o LMxx apresenta a desvantagem de não trabalhar com tensões abaixo de 1.5V, enquanto usando apenas o TIP podemos trabalhar com tensões a partir de 0V. Então, por que usar o LMxx?

Editado por mpoloureiro

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, mpoloureiro disse:

Mas só com o TIP poderíamos montar o regulador.

Não, precisa de um monte de componentes ligados ao transistor para que se torne um regulador. O transistor sozinho com um potenciômetro vai apenas variar a tensão. 

 

3 horas atrás, mpoloureiro disse:

A meu ver, o LMxx apresenta a desvantagem de não trabalhar com tensões abaixo de 1.5V

Na verdade é 1,2V. Não acho desvantagem isso afinal não tem muita coisa que funciona com uma tensão menor que isso. Sem contar que tem como fazer o LM partir do zero. 

3 horas atrás, mpoloureiro disse:

Então, por que usar o LMxx? 

Porque ele regula a tensão com poucos componentes externos. 

Isto é, se ajustamos para 6V vamos ter 6V independente da corrente de saída, coisa que para o transistor fazer vai precisar montar um amplificador de erro e ligar junto a ele. 

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
9 minutos atrás, Mestre88 disse:

Não, precisa de um monte de componentes ligados ao transistor para que se torne um regulador. O transistor sozinho com um potenciômetro vai apenas variar a tensão. 

 

Na verdade é 1,2V. Não acho desvantagem isso afinal não tem muita coisa que funciona com uma tensão menor que isso. Sem contar que tem como fazer o LM partir do zero. 

Porque ele regula a tensão com poucos componentes externos. 

Isto é, se ajustamos para 6V vamos ter 6V independente da corrente de saída, coisa que para o transistor fazer vai precisar montar um amplificador de erro e ligar junto a ele. 

 

Obrigado pela resposta! As coisas estão ficando mais claras. Apenas confirme se o que entendi está certo.

 

1- O CI (por exemplo, um LM317) mantém a tensão de saída regulada antes e depois da carga (mesmo para cargas de maior potência).

2- No caso do transistor (por exemplo, um TIP41c) a tensão ajustada diminui após colocar a carga (principalmente as que exigem correntes mais altas).

 

Em relação ao circuito da fonte com o TIP, não vi tanta diferença em relação à quantidade de componentes. Por exemplo, o link abaixo mostra um vídeo onde a fonte é montada com um TIP. Entretanto, a carga usada é baixa e não dá para saber como a fonte se comportaria no caso de uma carga mais alta.

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
14 minutos atrás, mpoloureiro disse:

1- O CI (por exemplo, um LM317) mantém a tensão de saída regulada antes e depois da carga (mesmo para cargas de maior potência).

2- No caso do transistor (por exemplo, um TIP41c) a tensão ajustada diminui após colocar a carga (principalmente as que exigem correntes mais altas

Correto. Mas é claro que a corrente máxima deve ser a especificada pelos componentes, se for maior fica claro que vai queimar tudo. No caso do LM317 é de 1,5A.

 

O circuito do vídeo, é o que eu mencionei acima apenas varia a tensão. Como você mesmo concluiu, a tensão cai de acordo com a carga. 

Vai precisar de bastante componente pra fazer com transistores um circuito equivalente ao presente no LM317. 

 

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Os CI´s reguladores de tensão contem internamente, na pastilha do chip, quase 30 transistores englobando o transistor de potência. Com isso o projeto com o CI regulador se torna muito simples e não raramente envolvendo só o CI mesmo.

Esses cerca de 30 transistores internos agregam funções extras tais como limitação de corrente e limitação de potência dissipada pelo CI coisas que o transistor isoladamente não faz e se quiseres ter terás de agregar transistores a mais, no esquemático discreto.

Quanto a corrente, veja que o CI pode manipular até 1,5 Amperes o LM317, até 3A o LM350 e até 5 o LM 338 e até mesmo 7 Amperes como o LT1584 ( www.newteck-ci.com.br/datasheet/20130912010127.pdf )

Outra diferença é a qualidade e confiabilidade com que foram projetados os CI´s reguladores, desenvolvidos pelos melhores engenheiros das empresas como National, Texas Instruments, Linear entre outras.. ai em nosso mercado 

Um grande problema, entretanto, é o mercado desses componentes, aqui no nosso Brasilzão...

 Não raramente se encontra CI´s carimbados e/ou refugados pela indústria, mas esse problema não é privilégio dos CI´s, pode também acontecer com tansistores...

 

 

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entendi. Obrigado, @Sérgio Lembo@Mestre88  e  @faller pelas excelentes explicações. Vou tentar achar o LM350 para montar minha fonte (3A). Caso não encontre, vou usar o LM317 com o TIP41c já que possuo ambos. Valeu!!!

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, mpoloureiro disse:

vou usar o LM317 com o TIP41c já que possuo ambos.

Não dá certo com NPN, o correto é o TIP 42 ou outro transistor PNP. 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×