Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação BlueCase de 230 W

       
 54.145 Visualizações    Testes  
 25 comentários

Testamos mais uma fonte de marca nacional de baixo custo, desta vez o modelo de 230 W da BlueCase. Será que presta? Confira.

Teste da Fonte de Alimentação BlueCase de 230 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Testamos mais uma fonte de marca nacional de baixo custo, desta vez o modelo de 230 W da BlueCase. Será que presta? Confira.

A BlueCase de 230 W é fabricada pela obscura empresa chinesa chamada Kingnod, sendo o modelo KN-230 desta marca. Interessantemente, esta fonte é baseada na mesma plataforma da CCI Brazil MVP4200R/ATX de 200 W, que nós já testamos. A única diferença externa entre as duas é que o modelo da BluCase só tem um conector de alimentação para periféricos, enquanto que o modelo da CCI Brazil tem dois. Internamente, no entanto, o retificador de +12 V do modelo da BlueCase é mais “forte”.

BlueCase 230 W
Figura 1: Fonte de alimentação BlueCase de 230 W

BlueCase 230 W
Figura 2: Fonte de alimentação BlueCase de 230 W

A BlueCase de 230 W segue o projeto das antigas fontes ATX, com 14 cm de profundidade e ventoinha de 80 mm em sua parte traseira.

Ela obviamente não tem nenhum sistema de cabeamento modular e também não traz proteção de nylon em nenhum de seus cabos. Todos os fios são 20 AWG, isto é, são mais finos do que o mínimo recomendado (18 AWG). Os cabos inclusos são:

  • Cabo principal da placa-mãe com conector de 20/24 pinos, 38 cm de comprimento
  • Um cabo com um conector ATX12V, 38 cm de comprimento
  • Um cabo com dois conectores de alimentação SATA, 38 cm até o primeiro conector, 15 cm entre conectores
  • Um cabo com um conector de alimentação para periféricos, 38 cm de comprimento

A configuração de cabos desta fonte mostra que ela definitivamente é um produto de baixo custo, com cabos extremamente curtos e com apenas um conector de alimentação para periféricos.

BlueCase 230 W
Figura 3: Cabos

Esta fonte de alimentação tem o fio branco (-5 V) no conector de alimentação principal da placa-mãe, significando que esta fonte foi projetada antes de 2002 (ou seja, há mais de 10 anos), já que essa tensão foi removida da especificação ATX12V em janeiro de 2002.

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Já esperava ser um ótimo peso para papel mesmo. Mas eu tenho esperança de ver uma fonte de até uns 300W boa, barata (até uns R$ 90 quem sabe?) e fácil de achar nesse país sendo recomendada!

Isso só se fontes como a Seasonic ES/ET chegarem aqui. Mas enquanto o pessoal não se ligar que potência não é importante, não chega. Mas podem deixar que virá coisa boa em breve... ;)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A etiqueta tem uma verdadeira pérola: limite de 20 A em +12 V... Como é que pode isso se 20 A em +12 V reprsentam 240 W???? É cada uma....

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tá difícil achar fonte de potencia baixa que preste. A pacific network foi razoável, apesar do ruido um pouco alto, mas pelo menos se manteve dentro das especificações. Lembro-me que um amigo meu tem uma Dr. Hank 250W Real (creio que nem fabrica mais), que se seguir o exemplo da irmã maior Dr. Hank 500W testada pelo Clube, deve ser uma das únicas boas fontes de baixa potência que prestam (e dá pra contar nos dedos).

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
A etiqueta tem uma verdadeira pérola: limite de 20 A em +12 V... Como é que pode isso se 20 A em +12 V reprsentam 240 W???? É cada uma....

Não, você não entende, é a potência de pico, a fonte tem mesmo 150 watts reais, o teste que está errado !!

:D

Agora sério, duvida que tem gente que fala isso ?

Uma fonte destas tem uma serventia.. uma gambiarra pra ligar uma ventoinha cria-se assim um "enchedor pai Magáiver de colchão de ar", assim evita-se aquela bombinha manual.

Talvez ela também sirva como base para projetos mirabolantes de estudantes de eletrônica..

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

É mais uma que não serve para alimentar nem radinho de pilha. Em se tratando de fontes de 10 dólares, já se sabe mesmo que nenhuma presta. Mas algumas trabalham dentro da especificação com até 150W. E trabalhar dentro da especificação dentro da potência rotulada seria o mínimo a ser esperado de qualquer fonte.

Editado por Kayke

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Bom teste, agora só falta testar sua "irmã" de 500W que por aqui anda vendendo feito água, junto com a mymax 500W.

Jorno, não se preocupe, ambas serão testadas, só peço um pouco de paciência pois eu comprei umas 15 fontes dessas de R$ 40! :)

Tô rindo é do jeito que vocês colocaram no anuncio do teste!!!

"Será que presta?" Igual na da Leadership!!!

he he he :) Mas não é?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Jorno, não se preocupe, ambas serão testadas, só peço um pouco de paciência pois eu comprei umas 15 fontes dessas de R$ 40! :)

Muito bom saber disso.

Tava dando saudade do selo vermelhinho :D

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Jorno, não se preocupe, ambas serão testadas, só peço um pouco de paciência pois eu comprei umas 15 fontes dessas de R$ 40! :)

Prevejo mais 15 selos de produtos bomba kkkkkkk

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Jorno, não se preocupe, ambas serão testadas, só peço um pouco de paciência pois eu comprei umas 15 fontes dessas de R$ 40! :)

a wisecase WSNG-500W-1X12 esta entre elas ?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
a wisecase WSNG-500W-1X12 esta entre elas ?

O preço dessa se aproxima dos 100 reais. Seria bom se o Gabriel atualizasse aquela lista de fontes já recebidas ou compradas para testes, a fim de nos satisfazer a curiosidade sobre o que vem pela frente.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Graças a essas fontes bombas que mantem os técnicos de informáticas, o que eu pego de computadores de loja com problema devido essas fonte genéricas nem se fala: placa mãe queimada ou em curto, HD, memoria.

Pequei um computador de um cliente na semana passada com uma fonte bluecase que não mim lembro o modelo, vocês acreditam que a fonte pegou fogo, até o cabo de força derreteu, o cliente mim disse que por sorte ele estava em casa e desligou o estabilizador rapidamente.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Graças a essas fontes bombas que mantem os técnicos de informáticas, o que eu pego de computadores de loja com problema devido essas fonte genéricas nem se fala: placa mãe queimada ou em curto, HD, memoria.

Pequei um computador de um cliente na semana passada com uma fonte bluecase que não mim lembro o modelo, vocês acreditam que a fonte pegou fogo, até o cabo de força derreteu, o cliente mim disse que por sorte ele estava em casa e desligou o estabilizador rapidamente.

Fonte genérica + estabilizador é fogo na certa uahsuashuhas. Nem sei quem teve mais culpa nesse episódio, a fonte ruim ou o estabilizador arruinando ainda mais a fonte rsrs.

Só reforçando, estamos ansiosos pelo teste da wisecase WSNG-500W-1X12 heheh.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Prevejo mais 15 selos de produtos bomba kkkkkkk

Como três já foram testadas, eu prevejo mais 12 selos. É inevitável, pois nenhuma se salva. Testes indispensáveis seriam da WiseCase 500, BlueCase 500, Mymax 420 (que os vendedores vendem como se fosse fonte High Power), Mtek 650 (que os vendedores empurram como fonte de 450W e um monte de patinho cai fácil no engodo), Fortrek Gamer 500, além de outras mais. Com essas fontes de 30 reais eu nem perderia meu tempo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
O preço dessa se aproxima dos 100 reais. Seria bom se o Gabriel atualizasse aquela lista de fontes já recebidas ou compradas para testes, a fim de nos satisfazer a curiosidade sobre o que vem pela frente.

paguei 50 na minha, e 50 numa blue case de 500 também.., rapais, mas direto na loja é 100, 130..,ML uns 70 conto..

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Jorno, não se preocupe, ambas serão testadas, só peço um pouco de paciência pois eu comprei umas 15 fontes dessas de R$ 40! :)

he he he :) Mas não é?

Ótimo, que pois pelo que vi essas são ultimas esperanças de uma fonte razoavel de baixo custo a Bluecase de "500W" e a Mymax de "430W" e "500W" se essas ai não apresentarem algo satisfatório, acho que a partir ta dai realmente só poderemos pensar nas grandes marcas. Estou ansioso por esse teste, se tivesse uma grana sobrando já tinha mandado essas fontes ai pra ai, para realização do teste.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Ótimo, que pois pelo que vi essas são ultimas esperanças de uma fonte razoavel de baixo custo a Bluecase de "500W" e a Mymax de "430W" e "500W" se essas ai não apresentarem algo satisfatório, acho que a partir ta dai realmente só poderemos pensar nas grandes marcas. Estou ansioso por esse teste, se tivesse uma grana sobrando já tinha mandado essas fontes ai pra ai, para realização do teste.

Pode esquecer, vai levar selo de bomba. Uma vez eu até comentei que seria interessante começarem a testar fonte de baixa potência (até 300 W), com PFC ativo, de marcas mais conhecidas. Gente precisando desse tipo de fonte é o que não falta.

Hoje quem quer fonte dessa faixa de potência aí de 450 ou 500 W, deve ir atrás de Corsair CX500 V2, Antec Neo ECO 520C, Sea Sonic S12II-520Bronze, XFX 450W Core Edition Full Wired (Bronze)... Tentar arranjar soluções mirabolantes como Mymax de 500 W e Bluecase de 500 W é tão improvável quanto as iCEAGE serem boas fontes...

Editado por ignacho

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@ignacho

Sinceramente o que espero com esses testes não é que essas fontes atendam todas as suas especificações, sim que pelo menos entreguem uns 300W com qualidade, para garantir que um PC básico funcione numa boa, longe de mim em pensar que essas fontes podem ser usadas em computares com pretensões maiores. :lol:

Editado por Morpho

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
@ignacho

Sinceramente o que espero com esses testes não é que essas fontes atendam todas as suas especificações, sim que pelo menos entreguem uns 300W com qualidade, para garantir que um PC básico funcione numa boa, longe de mim em pensar que essas fontes podem ser usadas em computares com pretensões maiores. :lol:

Até mesmo uns 200W com uma boa potencia concentrada na linha de 12V (uns 14 ou 15A) sem problemas de ruido alto ou oscilação, já seria suficiente pra uma grande parte dos computadores. Mas os fabricantes teimam em colocar retificador de 30A na linha de 5v e 12A na linha de 12v, é brincadeira!

Tô curioso pra saber se a Sentey 300W (vendida por aí como 350W, mas que veio no meu gabinete marcando 300W) tá no meio dessas 15 fontes baratas que estão sendo testadas. Tenho uma aqui no meu segundo PC, e verifiquei que a bobina de ferrite do estágio de filtragem é bem parecida com a que explodiu numa fonte Spire testada no CDH puxando 200 e poucos watts.

Editado por WMoreira

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
@ignacho

Sinceramente o que espero com esses testes não é que essas fontes atendam todas as suas especificações, sim que pelo menos entreguem uns 300W com qualidade, para garantir que um PC básico funcione numa boa, longe de mim em pensar que essas fontes podem ser usadas em computares com pretensões maiores. :lol:

Fonte de 300 W que possa ser recomendada deve ter pelo menos PFC ativo, boa regulação de tensão, níveis adequados de oscilação e ruído e não superestimar a sua potência.

De qualquer forma, esperar que fonte de entrada atendam as suas especificações na integralidade é difícil. Nenhuma das fontes que eu citei no post anterior, a rigor, cumprem totalmente com aquilo que promtem. Mas isso já é tema para outro tópico...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Fonte de 300 W que possa ser recomendada deve ter pelo menos PFC ativo, boa regulação de tensão, níveis adequados de oscilação e ruído e não superestimar a sua potência.

De qualquer forma, esperar que fonte de entrada atendam as suas especificações na integralidade é difícil. Nenhuma das fontes que eu citei no post anterior, a rigor, cumprem totalmente com aquilo que promtem. Mas isso já é tema para outro tópico...

É cara mais uma fonte dessas com PFC ativo dificilmente sai por menos de 100 reais, essas de baixo custo se elas entregam a potencia anunciada provavelmente entregam mau, mas se elas trabalharem bem na faixa dos 200~300W e tiverem um sistema de proteção decente, vai esta valendo, apesar da propaganda enganosa.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
É cara mais uma fonte dessas com PFC ativo dificilmente sai por menos de 100 reais, essas de baixo custo se elas entregam a potencia anunciada provavelmente entregam mau, mas se elas trabalharem bem na faixa dos 200~300W e tiverem um sistema de proteção decente, vai esta valendo, apesar da propaganda enganosa.

Eu não vejo problema algum pagar 150 ou 200 reais por uma fonte decente. Se o pessoal aqui está esperando uma boa fonte pelo mesmo preço de um kit teclado e mouse qualquer, ou de uma caixa de som horrível, pode continuar esperando então...

Se alguém está esperando que alguma marca nacional seja honesta nesses quesitos, pode continuar esperando.

Pra mim o jeito é começar a importar fonte decentes de baixa potência e de boa qualidade. Aliás, em minha opinião, seria muito mais produtivo testarem fontes de baixa potência de marcas de fora, que tenham ao menos PFC ativo, do que testarem um monte de fontes que todo mundo já sabe que vai dar em selo de bomba. A Akasa Essential Power 300 W foi um bom exemplo. Eu acho que eu vou montar uma lista aqui e repassar para o tópico de sugestões de testes de fontes.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×