Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação Cougar RS 650 W

       
 34.711 Visualizações    Testes  
 17 comentários

Vamos dar uma olhada nesta fonte de alimentação de 650 W com certificação 80 Plus Padrão da Cougar.

Teste da Fonte de Alimentação Cougar RS 650 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A Cougar é uma marca que pertence à HEC/Compucase e seus produtos eram originalmente destinados apenas ao mercado europeu. Recentemente eles começaram a expandir para o mercado norte-americano. A série RS é formada por modelos entre 300 W e 650 W. Vejamos se o modelo de 650 W é uma boa opção.

Cougar RS 650 W
Figura 1: Fonte de alimentação Cougar RS 650 W

Cougar RS 650 W
Figura 2: Fonte de alimentação Cougar RS 650 W

A Cougar RS 650 W mede 14 cm de profundidade e tem uma ventoinha de 120 mm com rolamento de mancal em sua parte inferior (Young Lin Tech DFS122512M).

Esta fonte não tem sistema de cabeamento modular, e apenas o cabo principal da placa-mãe é protegido por um acabamento em nylon. Os cabos inclusos são os seguintes:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector de 20/24 pinos, 53 cm de comprimento
  • Um cabo com um conector EPS12V e dois conectores ATX12 que juntos formam um conector EPS12V, 59 cm até o primeiro conector, 25 cm entre os conectores
  • Um cabo com um conector de seis pinos e um conector de seis/oito pinos para placas de vídeo, 49 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores
  • Um cabo com dois conectores de alimentação SATA e dois conectores de alimentação para periféricos, 47 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores
  • Um cabo com dois conectores de alimentação SATA e um conector de alimentação para periféricos, 47 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores
  • Um cabo com dois conectores de alimentação SATA, um conector de alimentação para periféricos e um conector de alimentação para a unidade de disquete, 47 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores

Todos os fios são 18 AWG, que é a bitola correta a ser usada.

A configuração de cabos é compatível com uma fonte de alimentação simples, já que o produto vem com apenas dois conectores de alimentação para placas de vídeo, instalados no mesmo cabo. A quantidade de conectores de alimentação SATA e sua distribuição entre três cabos é excelente para uma fonte em sua categoria.

Cougar RS 650 W
Figura 3: Cabos

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Foi aprovada em quase tudo, menos na potência máxima rotulada e sem proteção contra sobre carga, aparentemente sem levar preço em questão (estou por fora) a fonte é boa se for usada dentro dos 600W, quem comprar no escuro não será tão prejudicado.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Foi aprovada em quase tudo, menos na potência máxima rotulada e sem proteção contra sobre carga, aparentemente sem levar preço em questão (estou por fora) a fonte é boa se for usada dentro dos 600W, quem comprar no escuro não será tão prejudicado.

Mas isso ainda é um problema muito grave pois o consumidor está comprando uma coisa e está levando outra, Ex: é igual a você comprar uma tv de 50" e receber de 42" mas com a mesma rodutalem da de 50" dizendo ser uma de 50" porém com as medidas reais da de 42"...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Nossa , virou festa agora ? a Cougar uma marca que eu considerava agora passa a fabricar produtos rotulados a uma potência falsa & explodir ?

O que eu não tolero mesmo é de algum fabricante de qualidade como a Cougar rotularem uma fonte desta com potência falsa & nem ao menos as proteções internas desligarem a fonte .

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Nossa , virou festa agora ? a Cougar uma marca que eu considerava agora passa a fabricar produtos rotulados a uma potência falsa & explodir ?

O que eu não tolero mesmo é de algum fabricante de qualidade como a Cougar rotularem uma fonte desta com potência falsa & nem ao menos as proteções internas desligarem a fonte .

O que acontece é que essas fontes são rotuladas a 25° C. Tanto é que consegue levar a certificação 80 Plus. Se o Clube do Hardware tivesse testado esta fonte nesta mesma temperatura, ela teria sido aprovada. Essa mudança de temperatura é desfavorável à fonte. Cai a eficiência, o ruído elétrico aumenta, a estabilidade da tensão é menor....

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se tivessem rotulado a fonte com 550 W seria no máximo uma fonte honesta, mas ainda sim não recomendada, devido aos niveis de oscilação e ruido um pouco elevados em alguns momentos do teste (mas ainda dentro do tolerado)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
O que acontece é que essas fontes são rotuladas a 25° C. Tanto é que consegue levar a certificação 80 Plus. Se o Clube do Hardware tivesse testado esta fonte nesta mesma temperatura, ela teria sido aprovada. Essa mudança de temperatura é desfavorável à fonte. Cai a eficiência, o ruído elétrico aumenta, a estabilidade da tensão é menor....

È isso eu sei , isso das fabricantes rotualrem as fontes a 25º é totalmente patético como muitos sabem , mas é lamentavel o que está acontecendo ou que está para acontecer com estas fontes da Cougar .

E outra coisa , nem as proteções da fonte ao menos entraram em ação , & isso não é por causa da temperatura .

Editado por Gabriel Braga

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A verdade é que suas fontes são testadas e rotulada com temperatura de 25º que não é o correto, nenhum computador do mundo fornecer essa temperatura com o computador ligado, consequentemente com o aumento da temperatura a eficiência da fonte cai. Provavelmente essa fonte com a temperatura de 25° ela seria capaz de fornece seus 650W.

Parabéns Clube do Hardware pelo teste.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Qual fonte consegue ser melhor ?

a cougar 650 ou Ice Age 650 ? rs

Ai forçou em, a iceage é bem pior que a cougar ;)

A partir dos 250W a iceage ja é reprovada, a cougar consegue ser aprovada até os 600W.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Uma pena ver que algumas fontes da Cougar, exatamante as que estão chegando ao mercado Brasileiro, não são tão boas quanto se esperava.

Mais uma vez uma fonte/marca hypada, escorrega e nos decepciona.

É nessas horas que fico um pouquinho mais contente de ter gastado um pouco a mais com a minha fonte =)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eles começaram a se expandir para o mercado norte-americano e americano de um modo geral também, inclusive latino-americano. Mas nomeando as fontes a 25º jogam fora a oportunidade de conquistarem bom nome no mundo e continuarão bem conceituados apenas naqueles países gelados da Europa.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Mas mesmo assim a proteção de sobre corrente não existe!

Talvez a proteção esteja configurada para mais de 650W (que é o rotulado), e neste caso ela atuasse.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

À galera que testou essa fonte, desculpa ressuscitar este tópico, mas a minha Cougar RS 550 (e não a 650) explodiu recentemente. E vendo este tópico, e as imagens, eu reparei que foi o mesmo diodo que explodiu. Não sei se os transístores e retificadores também pifaram. Mas queria arrumar a fonte para servir como fonte de bancada. Tem como saber qual o modelo do diodo que explodiu? E se não tiver como, se eu trocar por qualquer outro diodo, ainda dá certo? Obrigado gente

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×