Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação Thermaltake TR2 RX 750 W

       
 118.919 Visualizações    Testes  
 63 comentários

A série TR2 da Thermaltake é voltada para os usuários com restrições orçamentárias. Vejamos se o modelo de 750 W desta série é uma boa opção.

Teste da Fonte de Alimentação Thermaltake TR2 RX 750 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

As fontes de alimentação da série TR2 da Thermaltake são produtos de baixo custo e estão disponíveis em duas subcategorias: TR2 standard (modelos de 430 W, 500 W, 600 W, 700 W e 1.000 W) e TR2 RX (modelos de 450 W, 550 W, 650 W, 750 W, 850 W, 1.000 W e 1.200 W). Os modelos da série TR2 RX têm sistema de cabeamento modular. Por serem voltadas para os usuários com restrições orçamentárias, várias fontes desta série não têm nem mesmo certificação 80 Plus. Hoje nós testaremos o modelo de 750 W da série TR2 RX. Será que ele é uma boa opção de compra? Confira.

Thermaltake TR2 RX 750 W
Figura 1: Fonte de alimentação Thermaltake TR2 RX 750 W.

Thermaltake TR2 RX 750 W
Figura 2: Fonte de alimentação Thermaltake TR2 RX 750 W.

A Thermaltake TR2 RX 750 W mede 16 cm de profundidade, tem uma ventoinha de 140 mm em sua parte inferior e circuito PFC ativo, é claro.

A fonte testada tem sistema de cabeamento modular com seis conectores (dois vermelhos para placas de vídeo e quatro pretos para conectores SATA e para periféricos), com quatro cabos permanentemente instalados na fonte de alimentação. Esses cabos têm proteção de nylon que sai de dentro da fonte.

Os cabos inclusos são:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector de 24 pinos (sem opção para 20 pinos, permanentemente instalado na fonte de alimentação).
  • Um cabo com dois conectores ATX12V que juntos formam um conector EPS12V (permanentemente instalado na fonte de alimentação).
  • Dois cabos com um conector de alimentação auxiliar de seis pinos para placas de vídeo cada (um permanentemente instalado na fonte de alimentação e outro disponível no sistema de cabeamento modular).
  • Dois cabos com um conector de alimentação de seis/oito pinos para placas de vídeo (um permanentemente instalado na fonte de alimentação e outro disponível no sistema de cabeamento modular).
  • Um cabo com quatro conectores de alimentação SATA (sistema de cabeamento modular).
  • Um cabo com três conectores de alimentação SATA (sistema de cabeamento modular).
  • Dois cabos de alimentação para periféricos com três conectores e um conector de alimentação para a unidade de disquete cada (sistema de cabeamento modular).

Esta configuração é boa o suficiente para um produto de 750 W, oferecendo quatro conectores para placas de vídeo, o que permite a você instalar duas placas de vídeo que necessitem de dois conectores de alimentação cada.

Thermaltake TR2 RX 750 W
Figura 3: Cabos.

Os cabos que estão permanentemente instalados na fonte medem 56 cm de comprimento, enquanto que os cabos do sistema de cabeamento modular medem 50 cm de comprimento até o primeiro conector e 15 cm entre conectores.

Todos os cabos são 18 AWG, que é o mínimo recomendado, mas o cabo principal da placa-mãe usa fios mais grossos de 16 AWG para a saída de +3,3 V, o que é ótimo.

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários




puxa... até a thermaltake ta nessa agora ? nunca imaginei ver uma fonte dessa marca receber o selo de produto bomba... realmente o mercado de fontes ruins deve ser muito "tentador" para os fabricantes...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olha,eu tava até pensando em Mudar o nome de Produtos Bomba para Produtos Nacionais,mas a TT quebrou essa regra.

acho o seguinte,agente só deve comprar o melhor da marca.

se X é bom de cooler,não signica que ele vai ser bom no resto (e vice versa) porquê na maioria dos casos nem ele mesmo fabrica.

Só que gosto e bolso as vezes não se entendem.

Editado por Salomão Moura

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não vejo o porque disso tudo, so poque a marca tem bons produtos, TODOS não tem que ser, e mais, cada um tem sua faixa de preço. É o mesmo que falar quem um ford é melhor que um VW, tem que se comparar modelos. :D

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Agora apareceu por aqui! :D Estranho, essa fonte não tem cara de ser mal construida e os retificadores de +12V estão superdimensionados, pode ser um caso de usarem retificadores defeituosos ou de má qualidade, ou há alguma falha grave de projeto?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acho que quem compra uma fonte acima de 600W não tem muitos problemas orçamentários, então logo esse produto não será o alvo de um comprador ligado, o problema é quem quer comprar uma fonte potente gastando pouco, mesmo sem precisar achando que vai se dar bem, vai é se ferrar pegando essa.

Essa engana todo mundo, aposto que surpreendeu até vocês do CDH.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Está na cara que é uma fonte de verdadeiros 450W e não 750W como foi rotulada. E também por U$ 95,00 o cara deve pelo menos desconfiar.

Agora só falta Zalman, OCZ e Corsair lançarem produtos ruins como esse e eu já terei visto de tudo nessa vida.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

essa foi tão ruim quanto as c3tech, 455w e prometer 750w e ainda usa artificios tão pifios quanto a leadership de colocar cabeamento modular pra atrair o consumidor e não da pra defender eles porque ela custa apenas 95 dolares, a quanto isso chega no brasil?? a 350 reais? talvez mais é uma empresa tão vagabunda quanto as brasileiras a unica diferença é que eles ainda vendem isso caro.

não esperava isso da thermaltake a seventeam até vai sempre foi meia boca mas agora já foi d+

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
não esperava isso da thermaltake a seventeam até vai sempre foi meia boca mas agora já foi d+

Engraçado, assim como a Thermaltake, a Seventeam tem apenas uma fonte que foi classificada como produto bomba aqui no CDH...(_(

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pelo menos serve de consolo, não é só as empresas nacionais que "fazem" fontes ruins, o problema é que na maioria das vezes, essas fontes bombas, mesmo das empresas estrangeiras, tambem são vendidas aqui...

Não tem jeito, de dentro ou de fora, o lixo sempre acaba aqui...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tem fontes dizendo aqui " nacional" mais na verdade também é importada...nacional montada aqui que eu saiba so coleção, braview, wisecase e advanced....mesmo assim as peças são importadas e só montam aqui...fabricados mesmo nao tem nada na verdade. 99% é tudo china....as mesmas fabricas consagradas de marcas como ocz, cooler master, corsair, zalmam...são as mesmas fabricas dos produtos ruins também....

A fabrica está la, você leva o projeto, escolhe os itens e monta como você quiser...vai do importador montar uma fonte boa ou nao, independe da fabrica, a fabrica so obedece....então por isso q tem marcas com modelos bons e ruins....pra mim montar aqui ou na china é a mesma coisa, os itens são todos de lá.....poucos fabricantes aqui nacional tem as maquinas mesmo de fazer as peças das fontes, mesmo porque, são muito caras...ai vale mais a pena importar e montar, ou ja importar montada.

TT está sem importador forte no brasil, dizem q a info vai trazer porque perdeu a CM....vamos ver.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Tem fontes dizendo aqui " nacional" mais na verdade também é importada...

Quando se diz "nacional" aqui, a gente está se referindo à marca da fonte. Como você mesmo disse, é tudo fabricado na China e o que a marca faz é pedir especificações. O problema é que as marcas brasileiras nem dão especificações, dizem apenas "me manda o que você tiver de mais barato aí" e importam até lixo usado para vender como novo aqui. Vide o post sobre as apreensões da receita federal na página principal do CdH.

Quanto à fonte, eu nunca fui de confiar em marca. Quando finalmente o Gabriel conseguiu o testador de carga para fontes pra ver quem é quem de verdade, eu comemorei muito porque até então todas as opiniões sobre fontes, pra mim, eram "achismos"; como se comprovou logo nos primeiros testes feitos com fontes mais recomendadas aqui no fórum pelos ditos "experts" do ramo.

No caso da Thermaltake, pelo desempenho irrepreensível até o teste 3, fica a dúvida no ar mesmo. Provavelmente o problema é isolado nos retificadores de +12V que já começaram a arregar no teste 4 e foram pro saco de vez no 5.

Gabriel, você chegou a entrar em contato com eles reportanto o fato?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Tem fontes dizendo aqui " nacional" mais na verdade também é importada...nacional montada aqui que eu saiba so coleção, braview, wisecase e advanced....mesmo assim as peças são importadas e só montam aqui...fabricados mesmo nao tem nada na verdade. 99% é tudo china....as mesmas fabricas consagradas de marcas como ocz, cooler master, corsair, zalmam...são as mesmas fabricas dos produtos ruins também....

A fabrica está la, você leva o projeto, escolhe os itens e monta como você quiser...vai do importador montar uma fonte boa ou nao, independe da fabrica, a fabrica so obedece....então por isso q tem marcas com modelos bons e ruins....pra mim montar aqui ou na china é a mesma coisa, os itens são todos de lá.....poucos fabricantes aqui nacional tem as maquinas mesmo de fazer as peças das fontes, mesmo porque, são muito caras...ai vale mais a pena importar e montar, ou ja importar montada.

TT está sem importador forte no brasil, dizem q a info vai trazer porque perdeu a CM....vamos ver.

Não é bem isso que acontece. Bons fabricantes de fontes fabricam boas fontes, o problema está com quem ROTULA a fonte. Um exemplo disso é a ótima fonte de 400W da CWT que a C3Tech resolveu rotular como 600W. A CWT fez um ótimo trabalho ao fabricar aquela fonte, com PFC ativo e tudo por um preço muito baixo, mas a infeliz C3Tech veio e estragou tudo ao rotulá-la.

Com essa Thermaltake ocorreu a mesma coisa.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gabriel, você chegou a entrar em contato com eles reportanto o fato?

Você diz depois da queima da segunda amostra ?

Ele testou duas fontes, sendo a segunda enviada pela TT após solicitação. (página 7, logo abaixo da tabela ;))

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Gabriel, você chegou a entrar em contato com eles reportanto o fato?

Sim, inclusive isto esta no próprio teste. Quando a primeira fonte queimou pedimos uma segunda fonte, que também queimou. Eles chegaram a nos mandar algumas fotos da fonte entregando 750 W, mas a 25º C, aí é mole...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Não é bem isso que acontece. Bons fabricantes de fontes fabricam boas fontes, o problema está com quem ROTULA a fonte. Um exemplo disso é a ótima fonte de 400W da CWT que a C3Tech resolveu rotular como 600W. A CWT fez um ótimo trabalho ao fabricar aquela fonte, com PFC ativo e tudo por um preço muito baixo, mas a infeliz C3Tech veio e estragou tudo ao rotulá-la.

Com essa Thermaltake ocorreu a mesma coisa.

Concordo, o que quis dizer é q tem varias marcas q tem produtos bons e ruins na mesma categoria, no caso aqui, fonte.;)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Você diz depois da queima da segunda amostra ?

Isso! Falando especificamente sobre o retificador, foi o que eu quis dizer. Pra saber se eles iriam reavaliar o componente que parece estar limitando a fonte.

Sim, inclusive isto esta no próprio teste. Quando a primeira fonte queimou pedimos uma segunda fonte, que também queimou. Eles chegaram a nos mandar algumas fotos da fonte entregando 750 W, mas a 25º C, aí é mole...

Sem falar que fotos do próprio fabricante querendo provar que a fonte faz o que eles dizem que faz não são lá a coisa mais confiável do mundo...

Editado por Evandro
o Gabriel já respondeu acima ;)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

"Esta é a primeira vez que damos o nosso selo “Produto Bomba” para uma fonte de alimentação “estrangeira”, acabando com a ideia que só as fontes “brasileiras” é que são ruins e que não existe fonte ruim de marca famosa..."

A diferença é que, enquanto lá as fontes ruins são exceção, aqui são a regra. :(

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
"Esta é a primeira vez que damos o nosso selo “Produto Bomba” para uma fonte de alimentação “estrangeira”, acabando com a ideia que só as fontes “brasileiras” é que são ruins e que não existe fonte ruim de marca famosa..."

A diferença é que, enquanto lá as fontes ruins são exceção, aqui são a regra. :(

Essa não foi a primeira empresa estrageira a receber o produto bomba, a huntkey já é famosa nesse ramo e também possui umas bombinhas em seu estoque.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Sim, inclusive isto esta no próprio teste. Quando a primeira fonte queimou pedimos uma segunda fonte, que também queimou. Eles chegaram a nos mandar algumas fotos da fonte entregando 750 W, mas a 25º C, aí é mole...

25º é mole mesmo a temperatura ambiente daqui de santos em um dia +- de verao fica 33~36 isso quando no to indo pro senai e vejo o relógio marcando seus meros 42ºC(deve tar uns 40)

25º é frio frio

ate tu brutus

(teve outra da thermaltake que nao entregava o que prometia nao???)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×