Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Tudo o que você precisa saber sobre a conexão Thunderbolt


         53.596 visualizações    Placas-mãe    6 comentários
Tudo o que você precisa saber sobre a conexão Thunderbolt

Introdução

Thunderbolt (conhecida anteriormente como “Light Peak” e desenvolvida em parceria entre a Intel e a Apple) é uma conexão externa que permite uma alta taxa de transferência de dados. Neste artigo, explicaremos tudo o que você precisa saber sobre ela.

As principais vantagens da conexão Thunderbolt são o uso de protocolos já existentes no mercado, em vez de um criar um novo protocolo, bem como o uso de padrões de conectores já existentes, facilitando a conexão de dispositivos. Por usar protocolos existentes, nenhum driver adicional precisa ser instalado no computador para que a conexão Thunderbolt funcione, e por usar conectores já existentes, a conexão Thunderbolt é compatível com dispositivos que utilizem o mesmo tipo de conector, mesmo que os dispositivos não sejam Thunderbolt.

Atualmente existem quatro versões da conexão Thunderbolt. As principais diferenças entre elas pode ser vista na Tabela 1.

Versão Largura de banda DisplayPort PCI Express USB VT-d Dispositivos Conector
1 10 Gbit/s 1.1a x4 2.0 x4 Não Não 7 Mini DisplayPort
2 20 Gbit/s 1.1a x4 2.0 x4 Não Não 7 Mini DisplayPort
3 40 Gbit/s 1.2 x4 (1 link HBR2), 1.2 x8 (2 links HBR2) ou 1.4 x4 (1 link HBR3)* 3.0 x2 ou 3.0 x4* USB 3.2 Gen 2x1 (USB 3.1) Não 6 USB Tipo C
4 40 Gbit/s 1.4 x8 (2 links HBR3) 3.0 x4 USB4 Sim 6 USB Tipo C

Tabela 1: versões da conexão Thunderbolt

* Depende do controlador.

As versões 3 e 4 do Thunderbolt apresentam as mesmas capacidades máximas teóricas. Porém, em portas Thunderbolt 3, as capacidades usadas na prática dependem do chip controlador, ou seja, do equipamento, e isto gera um pouco de confusão e discrepância entre textos técnicos. Mais especificamente, portas Thunderbolt 3 podem usar duas pistas PCI Express 3.0 (16 Gbit/s) em vez de quatro (32 Gbit/s), e podem suportar apenas um único monitor de vídeo 4K em vez de dois. Portas Thunderbolt 4 sempre trazem quatro pistas PCI Express 3.0 e dois links DisplayPort, suportando dois monitores de vídeo 4K ou um de 8K. Ambas versões suportam o fornecimento de 15 W de potência e carga de dispositivos (USB PD) de até 100 W.

A conexão Thunderbolt 4 força o uso da virtualização VT-d, para a proteção contra uma vulnerabilidade de segurança conhecida como Thunderspy, que afeta as demais versões do Thunderbolt.

  • Curtir 7

Comentários de usuários

Respostas recomendadas

  • Membro VIP

Será que não era mais interessante desenvolver um sistema híbrido elétrico/ótico para o adaptador? Claro que com o tempo os custos devem baixar por causa da adoção, assim como ocorreu por exemplo com o HDMI onde os cabos eram caríssimos.

Porque um sistema híbrido deixaria os cabos óticos bem mais baratos, pois seriam praticamente fibras óticas. Agora o problema nesta adoção seria o uso de "hubs" pois, um hub ótico precisa de certo tratamento para administrar os sinais.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pela taxa de transferencia de 1GB/s e por se compativel com protocolo pci-express, tomara que os fabricantes criem placas de video externas para serem usadas em notebooks / ultrabooks..... 1GB/s deve ser +- equivalente a um PCI- express 4x 1.0, que já tem força suficiente para rodar uma vga mid-end sem perder muito desempenho..Pelo menos já seria melhor do que as Vgas Intel....kkkk

Já seria um bom uso para esse tipo de conexão....

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Ebook grátis: Aprenda a ler resistores e capacitores!

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!