Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Aparelho funcione com 0,1 volt


Zafar

Posts recomendados

Isso tá parecendo moto-perpétuo. Que eu saiba isso não existe.

Este eu realmente não sei se vai funcionar. 

porém um rádio pode sim funcionar sem pilhas.

Trata-se de rádio de galena.

É na verdade uma grande bobina que retira energia da própria onda portadora da emissora e um capacitor faz a sua sintonia por meio da ressonância.

 

Um cristal de galena trata de servir como retificador, retificando a corrente alternada.

Um fone de ouvido de alta impedância servir de transdutor eletroacústico, geralmente são de cristais e são raros hoje em dia pois eram usados no tempo das válvulas.

  • Curtir 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Albert,

 

Por incrivel que pareça, o circuito apresentado funciona, pois nada mais é do que o velho GALENA que voce mesmo citou, onde o autor está usando um transistor de germânio para fazer a função do diodo de germânio..... é só um "disfarçe" do circuito heheheh 

 

Tem duas condições para isso funcionar :

 

1 - Estar próximo das estações

2 - O fone de ouvido tem de ser de alta impedância, tipo de cristal piezoelétrico.

 

E pensar que os "antigos" faziam um receptor desse tipo , mas com diodos tipo "Bigode de Gato" , com cristal de galena, daí vindo o nome original do circuito.

 

Paulo

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

radio de galena... bah... ouvi muito falar e um colega meu montou... e como funciona

 

e quanto maior a antena, melhor funciona

 

mas o volume é baixo.

 

tema do programa "rough sciences"... tenho 30 anos e vi funcionar.. posso ser velho, mas que funciona, funciona.. hahahahaha

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olha lá no site..... Tem umas variantes interessantes, o cara até consegue retirar um pouco de tensão para alimentar um pequeno amplificador, tudo diretamenta da própria antena receptora.

Quando eu tinha uns 14 anos ( 40 anos atrás ! ), eu ví esse circuito numa revista Antenna, e meu pai comprou os componentes para eu montar, e funcionou , se não me engano foi com o OC74 .... , mas só pegava algumas estações. Mas tinha um diodo a mais, que pode ser curto-circuitado para melhorar a sensibilidade, e é esse que foi postado aí em cima. Com o diodo, fica mais fácil de entender o funcionamento.

radio de galena... bah... ouvi muito falar e um colega meu montou... e como funciona

e quanto maior a antena, melhor funciona

mas o volume é baixo.

tema do programa "rough sciences"... tenho 30 anos e vi funcionar.. posso ser velho, mas que funciona, funciona.. hahahahaha

30 anos e tá se achando velho ??????? Kakakakak estou ferrado !!!!!

Olha, a maior alegria que eu tive foi quando montei um galena, foi impressionante ver que funcionava sem nenhuma pilha....

Alguns anos mais tarde, montei um receptor de FM, com 4 transistores, fiquei uma semana enrolando bobina e mexendo nos núcleos, até receber uma estação, aí fiquei um mes com o radiozinho ligado dia e noite..... Bons tempos aqueles....

É bom relembrar estas coisas, ainda mais hoje em dia, onde se compra tudo prontinho.

Paulo

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Circuito típico do Rádio Galena:

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/1e/EsquemaRadioDeGalena2.gif

 

Montes de circuitos alternativos surgiram até mesmo com bobina variável, para sintonia:

http://i.imgur.com/TtFve.jpg

 

Já montei vários e de diferentes tipos, em passadas épocas. Existia um fone de ouvido de alta impedância, especialmente bom para uso em rádios galena, que acompanhava um kit chamado Engenheiro Eletrônico, da Philips, esse dai para quem se recordar dele...

http://i137.photobucket.com/albums/q227/lafaller/Lafaller2/KitEngenheiroEletro3020nicodaPhilips_zps8bdbf4c8.jpg~original

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Grande Faller,

Sim, foi com esse kit que eu começei a aprender eletrônica, com seus transistores AF114 e AC126 !

Se não me engano, eram 23 montagens, e o microfone de cristal era ótimo, servia como um pequeno alto-falante de alta impedância.

Cansei de montar todas as experiências muitas vezes, usei esse kit por mais de cinco anos !

Paulo

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Para uma melhor recepção, a antena tem que ser grande e o terra tem que ser aterrado ao solo. Só cuidado quando o tempo fica nublado. Hehehe!!! :D

Mais recentemente. Quem não viu um maluco segurando somente uma lâmpada fluorescente "acesa" embaixo de uma linha de transmissão? E olha que são apenas 60Hz.

MOR_AL

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Para uma melhor recepção, a antena tem que ser grande e o terra tem que ser aterrado ao solo. Só cuidado quando o tempo fica nublado. Hehehe!!! :D

Mais recentemente. Quem não viu um maluco segurando somente uma lâmpada fluorescente "acesa" embaixo de uma linha de transmissão? E olha que são apenas 60Hz.

MOR_AL

 

Legal, vou aproveitar que passa uma dessas redes aqui perto de casa e vou acender algumas lampadas de graça. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Zafar,

Eu já ví isso que você quer fazer !

Um amigo meu morava na Vila Maria, a menos de 300 metros de uma antena enorme de ondas curtas que tinha lá, ele fez uma bobina enorme, sintonizada, e conseguia acender uma lampada de 10 watts !!!!!

@MOR,

Eu fiz algo parecido, eu tinha uma torre de 20 metros com uma antena de alto ganho, direcional, uma quadra-cúbica de 4 elementos, polarizada na Vertical.

Ligava nela um amplificador de RF, entregava 1000 Watts PEP, mesmo ao pé da torre, bastava segurar um polo da fluorescente, e levantar alto, a lampada brilhava e ainda modulava o brilho conforme o áudio SSB.....

Paulo

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Para uma melhor recepção, a antena tem que ser grande e o terra tem que ser aterrado ao solo. Só cuidado quando o tempo fica nublado. Hehehe!!! :D

Mais recentemente. Quem não viu um maluco segurando somente uma lâmpada fluorescente "acesa" embaixo de uma linha de transmissão? E olha que são apenas 60Hz.

MOR_AL

Não cheguei a conhecer esses kits mais conheço o rádio Galena  e já acendi lâmpada fluorescente perto da antena de um rádio transceptor.

 

EDIT: eu estava postando e o Aphawk postou antes hehehe

73

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@cesardelta1

Hehehe, eu também não resisti em contar.... Depois de um tempo, eu coloquei a lampada no alto da torre, com um pino aterrado, e o outro apontado para cima, era só transmitir e pronto, parecia um OVNI, ficava piscando conforme falava, imagina o efeito disso de noite ....

Mas me deu uma baita encheção de saco depois.... A vizinhança começou a se queixar de interferência e vira e mexe vinha o Dentel me visitar.... O mais legal era que mesmo de tarde vinha vizinho tocar a campainha de casa, mesmo eu estando na faculdade, e ficavam discutindo com minha irmã, dizendo que era eu que atrapalhava a TV deles.....

Eu acabei comprando uma sucata de rádio, troquei o serial com o meu, e pedí para o Dentel lacrar..... Quando vinha qualquer um em casa reclamar, minha irmã mostrava o rádio totalmente lacrado , com os selos de lacração, só assim pararam de me encher.

Paulo

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Para uma melhor recepção, a antena tem que ser grande e o terra tem que ser aterrado ao solo. Só cuidado quando o tempo fica nublado. Hehehe!!! :D

Mais recentemente. Quem não viu um maluco segurando somente uma lâmpada fluorescente "acesa" embaixo de uma linha de transmissão? E olha que são apenas 60Hz.

MOR_AL

Poderia citar o vídeo? 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eis o transistor OC71. Tenho alguns deles e guardo como relíquia. Estão funcionando.

q2zs.jpg

 

 

O OC71 era (ou é) um transistor de junção de germânio com encapsulamento em vidro.

Observem na foto que o mesmo exibe em seu interior uma espécie de pasta. É uma espécie de graxa de silicone para melhorar a transferência de calor que ocorre na junção quando o mesmo está trabalhando. O corpo é pintado de preto para que a luz não interfira no trabalho do transistor.
Na foto, retirei um pouco da tinta que recobre o corpo de vidro para mostrar a graxa. Não dá para observar atentamente a junção porque a graxa não permite uma boa visão do seu interior. Alguns OC71's também foram fabricados com um cilindro de metal em volta do corpo de vidro melhorando ainda mais a transferência e com isso usar dissipadores externos. Observem uma pinta vermelha na parte inferior do clindro de vidro. Serve para indicar o coletor do transistor. A base é o lide ou fio do meio e consequentemente, o lide restante é o emissor

É um transistor PNP de áudio para uso geral.

Pc max : 25 mW
Vce máximo: -5 V
Ic max: 10 mA
Beta: 30 a 80

Eu tinha o OC72 mas perderam-se em mudanças domiciliares. A diferença dele para o OC71 é que ele era destinado para saida de audio. Também confeccionado com carcaça de vidro, PNP,  porém a dissipação, tensão e corrente um pouco maiores que o OC71.

PC max: 50 mW
Vce max:: -15 V
Ic max: 50 mA


Essas informações é por pura curiosidade já que o pessoal começou a lembrar transistores antigos e alguns usuários manuseou-os.

Tenho outros bem antigos e a maioria funcionando. Transistores japoneses, da Mullard, Phillips, etc. Os que estão pifados, estão separados dos bons. São relíquias e tem que serem guardadas. Afinal, isso é História ou então, dependendo do caso, os bons podem ser usados para algum propósito. Por que não?

Quanto a pergunta incial do tópico, acho difícil ou quase impossivel usar essa pilhas já descarregadas a muito tempo ( 0,1 volt ?).

Só existe uma carga residual e olhe lá. A pouca carga que existe, mesmo que houvesse algum circuito que trabalhasse com essa tensão, dificilmente essas pilhas iriam manter essa carga residual por muito tempo.


Abração


.

.

PS - Esqueci de por outro objeto para se ter uma referência do tamanho desse transistor. O comprimento do tubo de vidro é ligeiramente inferior ao diâmetro de uma moeda de 1 centavo. Foi usada uma lente macro sobressalente em conjunto com a função macro da câmera. Ainda tem um pouco de falta de nitidez mas a imagem está relativamente boa. Um tripé e um diafragma menor compensariam a falta de nitidez..


 

O que ocorre nas torres de transmissão de energia ou nas torres de transmissão de rádio é o seguinte: é o campo elétrico e não o campo magnético o responsável para que elas acendam. O campo elétrico das ondas, "arranca" elétrons do gás de mercúrio no interior das lâmpadas. O gás ioniza-se. Num breve instante, ele libera essa excitação em quantum de energia emitindo raios ultravioletas. Essa emissão de ultravioleta é que vai excitar a parede do tubo da lãmpada fluorescente emitindo na faixa de luz visível para os olhos. Para muitos, isso é algo inusitado mas é o mesmo processo que ocorre quando a lâmpada é ligada normalmente. A diferença é que sem nenhuma ligação, um campo elétrico muito forte é que é usado para se ter o mesmo processo de ionização do gás da lâmpada.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@cesardelta1

Hehehe, eu também não resisti em contar.... Depois de um tempo, eu coloquei a lampada no alto da torre, com um pino aterrado, e o outro apontado para cima, era só transmitir e pronto, parecia um OVNI, ficava piscando conforme falava, imagina o efeito disso de noite ....

Mas me deu uma baita encheção de saco depois.... A vizinhança começou a se queixar de interferência e vira e mexe vinha o Dentel me visitar.... O mais legal era que mesmo de tarde vinha vizinho tocar a campainha de casa, mesmo eu estando na faculdade, e ficavam discutindo com minha irmã, dizendo que era eu que atrapalhava a TV deles.....

Eu acabei comprando uma sucata de rádio, troquei o serial com o meu, e pedí para o Dentel lacrar..... Quando vinha qualquer um em casa reclamar, minha irmã mostrava o rádio totalmente lacrado , com os selos de lacração, só assim pararam de me encher.

Paulo

Esse é "das antigas" hehehe

Assim como eu, ainda chama o Anatel de Dentel...hehehe

O difícil é convencer os vizinhos leigos que o problema está no sistema de recepção da TV deles e não na nossa estação de rádio.

Esse problema sempre existiu e sempre vai existir. Más já diminuiu bastante com o barateamento da TV por assinatura.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Esse é "das antigas" hehehe

Assim como eu, ainda chama o Anatel de Dentel...hehehe

O difícil é convencer os vizinhos leigos que o problema está no sistema de recepção da TV deles e não na nossa estação de rádio.

Esse problema sempre existiu e sempre vai existir. Más já diminuiu bastante com o barateamento da TV por assinatura.

 

Eu tambem passei por esses perrengues. Eu matava a cobra e mostrava o pau. Além de arrumar o péssimo sistema de cabeamento do(s) vizinho(s). Convidei muitas vezes, para dar uma chegada em minha casa, vizinho xucro com problemas de recepção. Mostrava meu equipamento desligado e apontava as merd @ % $ que ele tinha feito no cabeamento e na antena receptora. Ganhava um aliado pois quando outro vizinho xucro aparecia com um problema semelhante, o que recebeu assistência, me defendia e lá ia eu consertar um simples fio desconectado ou quando o televisor era o causador, recomendava assistência técnica. E como sempre, matava a pau. Desligava a TV com problema e colocava outra sem problemas, para provar que o aparelho estava com defeito. Uma vez me desfiz do equipamento de transmisssão e lá vinha um chato. Eu tinha que mostrar que eu não era o causador do problema porque não tinha mais nenhum equipamento e até a antena não estava mais no lugar. Quando ia ver o perrengue, mesmo problema... Cabeamento de 300 omhs todo lascado e passando por lugares onde não devia passar. Eu dava a sugestão de cabo coaxial e lá vinha a pergunta de espanto: O que é isso? Mostrava o que era, como era e quando chegava no preço, lá vinha a lamuria: Aaaahh! é muito caro.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 6 anos depois...
Em 10/01/2014 às 12:05, Zafar disse:

Alguém conhece algum aparelho que funcione com apenas 0,1 volt? Tenho umas pilhas velhas aqui e tô querendo aproveitá-las.

os medidores de 50 microamperes  a 500micro funcionam com 0,1v 

adicionado 2 minutos depois
agora, luiz da cruz de souza disse:

os medidores de 50 microamperes  a 500micro funcionam com 0,1v 

tenho um grupo no face chama projetando circuitos  eletronicos que funciona onde projeto alguns circuitos deste tipo e de geradores de energia tem volantes para se jogar ets2  e muito mais

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...