Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
JB_SBC

RESOLVIDO corrente de Fonte

Recommended Posts

Vejo nos anúncios de fontes "Input Current 8A", "Corrente de entrada: 8A (100V) - 4A (240V)", Gostaria de entender melhor, isso significa que na tomada onde ligarei meu computador, deve passar somente 8 Amperes? Se eu ligar o computador na tomada cujo o disjuntor é de 10 ou 12 Amperes, o computador irá queimar ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

obrigado, e se eu utilizar uma fonte de 750Watts para um PC que iria consumir 500Watts , haveria algum problema ? isso poderia queimar a placa mãe ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não rapaz!!!

Vou tentar resumir a bagaça de uma forma simples para que você entenda.

 

Digamos que esse teu micro, a todo vapor, consuma 500 watts, como você mencionou.

 

Agora, digamos que você ligue uma fonte porreta, de 2000 wattts, ou 2 kw, como um exemplo. Sem entrar em detalhes, ou seja, digamos que esta fonte forneça no máximo 2000 watts mesmo. Ou seja, sem entrar em detalhes do próprio consumo dela, ela forneceria 2000 watts.

 

O que acontece? Ora... Se seu micro precisar consumir 500 watts, se estiver a todo vapor, a fonte só fornecerá 500 e ainda sobrará potência, ou seja, 1500 watts de reserva.

 

Digamos que você usasse essa fonte em outro equipamento, que consumisse uns... Digamos... 985 watts! Com uma fonte dessas que usei como exemplo, de 2000 watts, essa fonte daria conta e ainda sobraria potência.

 

Mais um exemplo, tomando essa fonte como exemplo essa fonte. Digamos que você tivesse um equipamento que consumisse uns 1600 watts. Isso é cerca de 20 por cento a menos do máximo da fonte. Resumindo a bagaça. O equipamento consumiria 80 por cento da potência energética da fonte.
O que aconteceria? A fonte forneceria esses 1600 watts e ainda sobrariam 400 watts de reserva.

Óbvio que para ligar uma fonte dessas numa tomada, a tomada e os fios dentro da instalação residencial teriam que ser calculados para suprir essa demanda de energia se por acaso, fosse usado um equipamento que consumisse algo dessa "envergadura".

 

O que expus é para você ter uma ideia sobre o que significa o que está escrito na fonte e o que o equipamento consome.

 

A grosso modo, uma fonte é como se fosse um tanque de combustível. Um tanque, seja lá qual a capacidade dele, vai ter uma certa duração e essa duração vai depender de quanto o motor consome. Digamos que um determinado tanque dure tantos quilômetros com o carro funcionando de uma forma racional. Se manter essa mesma forma racional de uso do combustível, se dobrar a capacidade do tanque, usando o linguajar popular, a quilometragem aumentará. Ou seja, mais chão poderá ser percorrido. Isso se for mantida a mesma forma de uso do motor.

Usando outro exemplo. Tu tens uma caixa d'água que supre normalmente os habitantes da sua casa. digamos que você desligue o sistema de automação da caixa para perceberes o que ocorre. Ora... Em um determinado tempo, a água contida na caixa esvaziará. Até aí tudo bem. Agora vamos aumentar os habitantes da casa. o que vai acontecer? Simplesmente, a caixa vai esvaziar num tempo menor. Agora digamos que o sistema automático de enchimento da caixa d'água esteja funcionando. O que vais perceber? Ora.. Se aumentares a quantidade de seres viventes numa casa, a conta sua de água vai aumentar porque houve um acréscimo de consumo. E isso, dependendo desse acréscimo, vai "doer" no bolso.

Da mesma forma são as fontes de alimentação. Uma fonte verdadeira, é projetada para fornecer o que ela realmente especifica na sua caixa e é usada conforme o gasto ou consumo do equipamento. Então, voltando ao seu equipamento que consome a todo vapor, 500 watts, tu não vais usar uma fonte de alimentação que forneça 500 watts. E por que não? Ora... Porque quando o micro exigir esses 500 e a fonte fornece 500 no máximo (se ela fornecer mesmo), ela estará trabalhando no talo.

 

O mais aconselhável é sempre ter um pouco mais do que pode ser exigido.Vamos colocar uns 20 por cento a mais em cima desses hipotéticos 500 watts. Isso vai dar 600 watts.

 

Consequentemente, se você usar uma fonte das boas e que forneça 600 watts no máximo, estará garantido. Isso se a fonte for de confiança, ou seja, se o fabricante informa correto a potência dela e se muitos usuários fizeram testes com essa fonte de 600 watts e garantiram que ela fornece isso, então você pode ficar tranquilo.

 

Acima disso, é gastar dinheiro a mais. Claro que se você quiser gastar numa fonte que forneça 750 watts ou até mais, aí é outros quinhentos. Fornecimento de potência de fonte acima do que é exigido, só para o caso de um futuro upgrade ou atualização de todo o maquinário e em curto prazo. Fontes boas com fornecimento de potência expressa de forma verdadeira custam caro. É daí que vem aquele famoso jargão: "watts reais".

Significa que o que o fabricante informou é aquilo mesmo. Mas veja que isso também é uma cilada. Fabricante que se preza, e que faz um bom projeto, não precisa informar que são "watts reais". Aliás, qualquer consumo é real mesmo. Mesmo que a fonte não forneça o que está escrito, ela fornece um determinado valor energético. O que é irreal é o que está estampado na carcaça dela. Ou seja, o fabricante diz que fornece 500 porém no máximo ela mal fornece uns 250 watts no máximo e olhe lá.

 

Presumo que agora , você vai ter uma ideia o que significa fornecimento de energia de uma fonte.

 

E outra... Quando você diz que seu equipamento consome 500 watts, isso não é continuo. É em apenas alguns momentos ou instantes. Um equipamento com um consumo desses, tem que ter muita coisa ligada, com placa de vídeo "monstro" trabalhando a todo vapor.

Abração

 

PS - E peço desculpas aos colegas que entendem da área de Eletricidade por eu simplificar o assunto. Esse é o tipo de assunto que tem que ser explicado para leigo de uma forma bem fácil. Só mais tarde, se ele quiser é que vai entrar em detalhes sobre partes que não foram ditas.


.

.

Mais uma informação que esqueci de mencionar. Digamos que você ponha ou use essa fonte de 600 watts. Você vai ter um consumo de 600 wattts?

É óbvio que não!

A informação que está na caixa da fonte é o que ela fornece e não o que ela consome.
Óbvio que a própria fonte tem seu próprio consumo. E tem que ter senão ela não funcionaria.

 

O consumo do micro que óbvio, está ligado à fonte, vai depender do uso do proprietário. Ou seja, das horas que o micro está ligado, do tipo de trabalho ou diversão que o usuário faz uso do micro e também na hora que o micro é ligado. Um micro com uma placa de vídeo potente mas que o usuário faz pouco uso de renderização, principalmente de jogos ou programas que fazem uso de modelação gráfica, vai consumir muito mais que um micro que tem a mesma placa de vídeo porém o proprietário usa mais para navegar na internet.

A ideia tá simplificada porém dá para entender como a "coisa" funciona!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vale lembrar que, pra uma configuração consumir 500w, você tem que usar duas placas de video ligadas ao mesmo tempo (SLI/Crossfire). Se seu PC tem uma placa de video apenas, ela certamente não consome 500w.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×