Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Daniel Resende

Transformador de saída de áudio

Recommended Posts

Fui presenteado com uma verdadeira joia pra quem gosta de eletrônica, principalmente eletrônica analógica. Um rádio a válvulas, estimo que seja da década de 50 pois meu avô (quem me deu o rádio) disse tê-lo comprado de segunda mão quando era recém-casado (ele está casado há 56 anos... ). O rádio ficou esquecido no porão por mais de 30 anos e já não possui mais a "tampa" de madeira, de forma que o circuito e o chassis metálico está completamente exposto. Tampouco é possível saber qual a marca ou modelo, não achei nenhuma identificação.

Apesar de ainda ser extremamente inexperiente e saber praticamente só o básico, resolvi tentar consertá-lo. Antes de o ligar na tomada procurei identificar a fonte de alimentação e ver se tinha fios expostos que pudessem causar um curto e me dar um baita susto. Mesmo não tento acontecido esse curto levei um susto da mesma forma ao perceber que não havia transformador de força. Os cabos da rede elétrica eram ligados diretamente à válvula retificadora através de duas lâmpadas incandescentes comuns e de dois enormes capacitores. Resolvi ligá-lo na rede elétrica e qual não foi minha surpresa ao ver as lâmpadas e o filamento de todas as válvulas se acender, entretanto, não era escutado nada no enorme alto-falante. Nem mesmo ruído...

Imaginei então estar o problema no alto-falante e o testei com um modesto injetor de sinais de fabricação caseira e foi possível ouvir o som da frequência injetada. Fiz o mesmo na entrada do primário do transformador de saída de áudio e (eureca!!!), não se ouvia nada. Fui então medir a continuidade do primário do dito transformador e, em todas as escalas de resistência, o resultado era sempre infinito. Fiquei felizão pois tinha descoberto o defeito do "bicho"...

Logo em seguida "caí do cavalo" ao descobrir que esses transformadores não são mais produzidos. Pensei então em fazer uma gambiarra colocando um transformador de força no lugar do dito-cujo de modo que o secundário fosse ligado ao alto-falante  e o primário à saída da válvula. Será que funcionaria? Se sim, qual potência esse trafo deve ter? e qual trafo seria o mais indicado, com saída de 6V, 12V ou outro?

Se puderem me dar outras sugestões, não só a respeito do transformador, mas também dicas de outros prováveis defeitos dele ficarei grato.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
32 minutos atrás, Daniel Resende disse:

Fui presenteado com uma verdadeira joia pra quem gosta de eletrônica, principalmente eletrônica analógica. Um rádio a válvulas, estimo que seja da década de 50 pois meu avô (quem me deu o rádio) disse tê-lo comprado de segunda mão quando era recém-casado (ele está casado há 56 anos... ). O rádio ficou esquecido no porão por mais de 30 anos e já não possui mais a "tampa" de madeira, de forma que o circuito e o chassis metálico está completamente exposto. Tampouco é possível saber qual a marca ou modelo, não achei nenhuma identificação.

Apesar de ainda ser extremamente inexperiente e saber praticamente só o básico, resolvi tentar consertá-lo. Antes de o ligar na tomada procurei identificar a fonte de alimentação e ver se tinha fios expostos que pudessem causar um curto e me dar um baita susto. Mesmo não tento acontecido esse curto levei um susto da mesma forma ao perceber que não havia transformador de força. Os cabos da rede elétrica eram ligados diretamente à válvula retificadora através de duas lâmpadas incandescentes comuns e de dois enormes capacitores. Resolvi ligá-lo na rede elétrica e qual não foi minha surpresa ao ver as lâmpadas e o filamento de todas as válvulas se acender, entretanto, não era escutado nada no enorme alto-falante. Nem mesmo ruído...

Imaginei então estar o problema no alto-falante e o testei com um modesto injetor de sinais de fabricação caseira e foi possível ouvir o som da frequência injetada. Fiz o mesmo na entrada do primário do transformador de saída de áudio e (eureca!!!), não se ouvia nada. Fui então medir a continuidade do primário do dito transformador e, em todas as escalas de resistência, o resultado era sempre infinito. Fiquei felizão pois tinha descoberto o defeito do "bicho"...

Logo em seguida "caí do cavalo" ao descobrir que esses transformadores não são mais produzidos. Pensei então em fazer uma gambiarra colocando um transformador de força no lugar do dito-cujo de modo que o secundário fosse ligado ao alto-falante  e o primário à saída da válvula. Será que funcionaria? Se sim, qual potência esse trafo deve ter? e qual trafo seria o mais indicado, com saída de 6V, 12V ou outro?

Se puderem me dar outras sugestões, não só a respeito do transformador, mas também dicas de outros prováveis defeitos dele ficarei grato.

Se tiver conhecimento de transformadores, recomendo desmontar o mesmo com cuidado e ir anotando todos os enrolamentos em uma folha, junto com a quantidade de espiras, em seguida mede o fio com 1 paquímetro, depois de ter todos os dados dele, só rebobinar novamente, se não quiser se arriscar qualquer pessoa com experiencia em transformadores faz isso fácil, até sei um cara que pode rebobinar pra você o nome dele é: Dantes Alves de Santana, pode procurar por ele no facebook, não é puxando o saco de ninguém mas vejo os videos dele, e ele realmente entende do assunto, se quiser pode procurar no youtube também tem vários videos dele.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esse rádio trata-se de um "rabo quente" pois tem um cabo especial para liga-lo a tomada. Um composto especial, na maioria das vezes de "niquelina" ou outra liga qualquer de resistência elevada.  Todas os filamentos das válvulas eram dispostos em série e em série com essa entrada de energia que assumia parte da tensão de 110 Volts limitando pois a corrente sobre esses filamentos a um valor adequado para ruborescer os mesmos. Claro que o fio dentro do cabo de entrada também aquecia justificando seu nome..

 

Procure por transformadores Willkason, um dos maiores fabricantes no Brasil dessas saídas de áudio. Deve ter uma pá deles a venda no ML.

Não invente, faça a coisa certa..

 

Com meia dúzia de dados você recupera esse rádio.

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Daniel Resende disse:

@Matthwus, obrigado por responder. Bom, eu poderia tentar rebobinar com a mão mesmo ou precisaria de uma bobinadeira?

Da pra fazer na mão mesmo.

Mas se realmente achar para comprar, talvez sai até mais em conta.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Daniel Resende disse:

@Matthwus, obrigado por responder. Bom, eu poderia tentar rebobinar com a mão mesmo ou precisaria de uma bobinadeira?

Teoricamente tudo dá para ser feito mas se fosse eu a ter de decidir deixaria essa saída para ultima das ultimas e dai com uma bobinadeira.. Cada cidade nesse Brasil a fora tem uma pessoas ou muitas mais capazes de reproduzir um transformador.. Certo que estarão bem velhinhos mas melhor um desses a bobinar que você mesmo.

 

Transformadores casam com as válvulas. Procure, como até mesmo já foi dito, por transformador de áudio para uma ou duas válvulas com tal nome...

No próprio transformador, geralmente em baixo relevo, era impresso, na lata, seu código. Tente achar.

Citar o número de válvulas envolvidas na saída e o tipo e se necessário a tensão da placa dessas válvulas (dá de medir) já define o transformador de áudio.

Essa sua tarefa de fazer reviver esse rádio não é muito difícil não, tenha certeza..

 

 

 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aí ficou mais difícil...

A válvula de saída é uma 50L6GT. Pesquisei e não achei um transformador específico pra ela... Vou fazer como o @faller disse e procurar alguém aqui na minha cidade que faça um novo transformador ou, como disse o @Matthwus, que refaça o enrolamento danificado.

@Isadora Ferraz Vou fazer melhor, quando conseguir arrumar esse rádio (espero conseguir...) e limpá-lo devidamente eu gravo um vídeo do dito cujo funcionando...

Muito obrigado a todos!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×