Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
misterjohn

É seguro comprar Hd externo de grande capacidade?

Recommended Posts

É claro que é questão de sorte, um hd mecânico pode durar um dia ou 10 anos, mas levando em conta o funcionamento por ser maior, exige mais movimentação do que um menor, o risco de danificar é igual ou maior do que os discos menores?

Pretendo adquirir um Seagate de 8 Tb, aquele que vem com duas usbs. 

Quais seriam os prós e os contras na prática de usuários?

 

85866_index_g.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@misterjohn

 

Esses HDs de tecnologia super recente são mais arriscados apresentarem defeito pela tendência que acompanho há mais de 10 anos.

 

Se não tiver tanta necessidade dessa altíssima capacidade procure por um novo de menor como os de 1TB em que a tecnologia deve estar mais estável, mais testada, mais aperfeiçoada pela indústria.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acontece que o gigantismo dos arquivos de hoje, de modo geral, nos obriga a comprar hds cada vez maiores, e se comprarmos menores precisaríamos ter outros recursos para poder funcionarem todos eles.

Com todo respeito vou discordar da tua afirmação à respeito da confiabilidade em hds de menor capacidade, digo isso porque o periodo que tive problemas com hds, foram justamente os de menor capacidade, abaixo de 1 TB, isso no tempo do windows 98 e XP, principalmente no 98 que vivia travando e nos obrigando a resetar o pc, normalmente os defeitos eram sempre em cima do hd que fazia o disco C; eu tinha vários hds menores, na medida que ia estragando eu ia colocando como disco C, foi assim com o 80, 160, 320 e os de 500 GB até que acabaram todos; hoje todos são de grande capacidade com exceção ao disco C que é um SSD e o disco O que é um hd externo.

Obs: desses hds instalados, os de 2 Tb já foram um dia hds externos que deram defeito na placa controladora do case, desmontei e instalei internamente já que é o mesmo vendido como interno, e até hoje, graças a Deus, não perdi nenhum dos acima de 1 Tb.

 

cgVKFRf.jpg

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@misterjohn

 

Então compre um que não seja O&M para que o fabricante que dê garantia.

 

Os HDs menores já foram no passado tecnologia de ponta para aquela época ou novidade e é nessa novidade que me parece haver maior risco. Depois a indústria parece que vai corrigindo mas os problemas voltam a ocorrer em lançamentos mais arrojados.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Os discos externos claro que são seguros, mas na verdade eu nunca os tiraria do compartimento deles. Melhor tentar obter uma substituição com a garantia primeiro. Por outro lado, também certifique-se de comprar um disco compatível, porque existem vários que são apenas para xbox, outros que são para PC e outro exclusivo para PlayStation, então leia nas guias se é intercompatível ou se é apenas para um único sistema...

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para mim é novidade existir hds de acordo com a aplicação, eu achava que apenas a controladora era a diferença, por exemplo existe um tipo de NAS da  D-Link que é exclusivo para câmeras de vigilância e outro para guarda de arquivos com acesso a internet, etc., mas que os hds utilizados eram todos iguais.

No meu entender pode ser que existam algumas categorias de hds destinados a fins específicos, mas acredito que seja hd interno ou externo, de NAS de vigilância ou não, se forem retirados do compartimento podem ser usados como hd interno, pode ser que não tenham o mesmo desempenho devido a RPM, tempo de acesso, essas coisas, mas dai a dizer que não servem ou irão estragar por isso eu tenho minhas dúvidas.

Obs: Estou emitindo a minha opinião e não tentando convencer ninguém a nada, se eu estiver errado não terei nenhuma dificuldade em aceitar isso e mudar de ideia.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quero dizer que se funciona, independentemente de se tratar de um disco rígido de vigilância como no seu exemplo, ou se é um disco de alto tráfego como para servidores ou se é um disco para uso doméstico daqueles que não suportam estar trabalhando 24 horas como discos rígidos para vigilância ou nível de NAS.

Ja foi postado em fóruns de diferentes países que pessoas acham unidades externas à venda com boas ofertas (e ainda mais baratas do que as unidades internas), então eles compram um disco externo para remover o HDD e usá-lo internamente. Com certeza eles funcionarão como já sabemos, porque usam o mesmo padrão SATA, mas quando esses discos são removidos do seu gabinete externo você está anulando a garantia.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Trabalhei com especificação de materiais, sei que podem ser parecidos mas não iguais, como sou usuário doméstico e uso mais o disco C (SSD) do que os outros, que alias pouco são acessados, então performance não é minha meta, claro se tiver melhor.

Eu não compro hd externo para retirá-lo e usar internamente, mesmo porque costuma ser mais caro, faço isso porque minha placa-mãe tem capacidade para para 6 dispositivos SATA, como tenho 10 (1 ssd + 6 hds + 2 gravadores de blu-ray e 1 de Dvd) fui obrigado a instalar uma controladora off board e só tiro do case quando este dá problema.problema e isso normalmente ocorre após a garantia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entendi! literalmente após a garantia você pode fazer com o disco o que quiser. Usar dessa maneira, fazer testes de resistência, etc.. É como quando você pega um anel de bicicleta pelos eixos (lembrea quando era criança e eles explodiram). Se você se move um pouco, isso o torna desestabilizado, o que dificulta ainda mais a sua centralização. Esse mesmo movimento acontece em um disco mecânico e pode danificá-lo, quando está funcionando é melhor não movê-lo e esperar até que esteja completamente imóvel para que essas vibrações ocorram o mínimo possível...

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Desde criança, eu mesmo arrumava minha bicicleta como trocar esferas dos eixos ou do pé de vela, esticar corrente e essas coisas simples, talvez por motivo regional eu não esteja entendo o que tu disse (ou pega um anel de bicicleta pelos eixos), que seria esse anel?

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 horas atrás, Ricardov disse:

@misterjohn ele se refere a uma roda de bicicleta, a girar o aro segurando pelo eixo.

Mas e o explodir? É algum sentido figurado?

A gente costumava colocar a bike de cabeça para baixo e girava a roda traseira com o pedal, a rotação ia para o espaço.

Eu comprei uma Monark "Medalha de Ouro" em 1968, eu era criança e para mim era como se fosse uma motona.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@misterjohn

 

Se for comprar esse HD externo não esqueça de o fazer de uma grande loja com nota fiscal que, se caso vier a dar defeito, terá a garantia para trocar ele.

 

Não compre O&M pra não ficar na mão que essa coisa é cara e tem um certo risco razoável de dar defeito.

 

Ontem vi um vídeo que o sujeito recebeu da transportadora um HD igual a esse com a embalagem amassada isto é, levou pancada no transporte.

.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mil desculpas, acho que não soube como me explicar! Quando eu disse "segurar o eixo da roda da bicicleta", eu quis dizer assim:

image.png.e0f9bb3017abd9109471900f4d57fb49.png

 

E com "explodir" eu quis dizer isso:

image.png.14e829ebd3a66c2afb030fffa2007ec7.png

 

Eu ri muito lendo esses comentários! 🤣

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No meu tempo de bike não havia esse "treco" de aparafusar no eixo dela, isso é recente se comparado a quando larguei as bicicletas, vou arredondar, depois de maior de idade só tive motos, tentei há pouco tempo andar em uma mas não consegui me adaptar, se voce vem em uma reta ao chegar no cruzamento, se o cara que vem do teu lado, ele simplesmente joga o carro em cima de ti e o que vai cruzar mesmo você vindo na preferencial o cara simplesmente atravessa e joga na tua frente, eu xinguei até a última geração e desisti de vez...até tentei andar nas ciclovias, pior ainda, vem uma "baianada" a mil por hora, jogam em cima de ti, emparelham com outros, enfim desisti de vez.

 

Obs: A Monark Medalha de Ouro 1968 era uma fortaleza, eu carregava além de mim é claro, um no suporte (bagageiro), um no cano e outro sentado no guidão e nunca quebrou, vá fazer isso em uma bike hoje, além disso eu deitava ela e subia no pedal e segurava no guidão para equilibrar, além de andar de costas sentado no guidão, eu era o "cão" na bike....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×