×
Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Teste da Fonte de Alimentação C3Tech DSA-5060V


Posts recomendados

  • Administrador
A mim parece que os amigos não entenderam... A C3 Tech a rotulou de 500 Watts, claramente.

Não, NÃO ESTÁ CLARO. Esta informação está presente somente no SITE da C3Tech. Na caixa só tem "600 W" em letras garrafais. Quem está numa loja vai comprar o que está na caixa, não vai abrir a internet para conferir... Na caixa não tem escrito em lugar nenhum que a fonte é de 500 W contínuos e 600 W de pico.

Abraços,

Gabriel Torres

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Estava ansioso para sair esse teste para poder tomar uma decisão de compra de uma fonte nova.

Não digo que fiquei decepcionado, visto que pelo valor baixíssimo pelo qual está sendo vendida, já sabia que ela não era tudo o que prometia. Só não sabia que era tão aquém assim! Quase fui ludibriado pelo pseudo selo da 80Plus!

Não tem jeito, o barato sempre sai caro. Vou pesquisar para não arriscar levar gato pro lebre!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Caros colegas.

Em momento algum foi de minha intenção acalorar o assunto de que tratamos.

Gabriel.

Já li os materiais. O que ocorre é que fui mal interpretado. Fico chateado porque em momento algum afendi a você ou a um colega dizendo ou alegando não Ter conhecimento. Apenas disse que o teste foi mau feito(aqui corrijo dizendo que o teste foi bem feito, mas podeira ter sido melhor aproveitado se realizado de forma gradativa a partir do momento em que a fonte deu sinal que estava chegando perto de seu limite ) e tenho base para afirmar isso. se assim não fosse você saberia me dizer qual é a potênia máxima que essa fonte seria capaz de fornecer antes queimar/estourar. Colocar 600W (sem seguir no teste progressivo num fonte mentirosa) pra puxar dessa fonte sabendo pela analise dos componentes que ela não iria aguentar e depois dizer que colocou porque o fabricante especificou na caixa 600W (no site dizia 500W) deixou de aproveitar a oportunidade de descobrir a sua máxima potência antes de explodir.

Faller.

Agradeço pela magnífica explanação digna de reconhecimento pois desconheço alguém no brasil que tenha o seu conhecimento em fontes para computadores. Te peço desculpas se pareceu que meu argumento de alguma forma desmereceu a sua explanação técnica, eu apenas segui a simples lógica de que se a fonte foi capaz de fornecer mais de 432W ela seria capaz de fornecer 500W, quando à discrepância de resultados entre os 432W a que se referiu e aos 500W que eu afirmei que essa fonte era capaz de fornecer você mesmo esclareceu de forma magistral.

Vou tentar ser o Mais claro possível para evitar discussão.

-Antes dos testes essa fonte foi alvo de inúmeros comentários e observações dentre elas a falsa potência, falsa eficiência, qualidade duvidosa de seus componentes, baixa credibilidade de seu fabricante.

-Acompanhando de perto o desenrolar dessa história ficou claro que a fonte não tinha a menor condição de oferecer 600W ficando a discussão entre 400W e 500W, que o fabricante não merecia credibilidade (pois tem até CNTP nas especificações da fonte), que os componentes de baixa qualidade poderiam não oferecer os 80% de eficiência e que a origem de tal selo nessa fonte era um mistério.

-O teste comprovou por meios técnicos que a fonte não oferecia os 600W, que a fonte não cupria a eficiência que prometia, que a fonte usa componentes que qualidade inferior às fontes de "1ª linha", e que o fabricante é desonesto e cara de pau.

-Ou seja, os testes apenas comprovaram por meios técnicos o que já sabiamos graças às análises de Faller e colegas, como também de pesquisas realizadas por colegas dedicados. Nesse Aspécto temos ponto positivo para o fórum CdH em que o nível do pessoal é tão elevado que mesmo antes de testes especializados foram capazes de apontar todas as vantagens e desvantagens dessa fonte.

-O que ocorre é que o teste com essa fonte segui a metodologia que vinha sendo seguida nos testes de outras fontes. Poderia ter sido testeda de forma mais gradativa até o seu limite, também num ví testes isolados das linhas de 3V e 5V e 12V.

-Por ter sido aplicada metodologia igual às fontes sabidamente de qualidade (e não como o teste das ledar ship que já era sabidamente mentirosa), não ficamos sabendo qual a potência máxima que essa fonte é capaz de fornecer até estourar/queimar, essa questão ainda é um Mistério (de certa forma desnecessário, mas é mistério). Daí eu afirmar de modo categórico que o teste poderia ser mais esclarecedor, e que essa fonte se proseguindo o aumento gradativo da potência consumida seria capaz de fornecer 500W. Na minha opinião essa mudança de metodologia impediu que esse teste fosse fechado com chave de ouro.

-Pra quem quer realmente saber, embora ela possa ser honestamente classificada como uma fonte de 450w, pra mim essa fonte é uma boa fonte de 400W. Nada mais do que isso; Com boa eficiência e baixo ruido. O que acontece é que os menos entendidos superdimencionam o consumo de seu computador, e tentar fazer uma pessoa entender que essa fonte dá pra ligar um X4 955 + HD4870 + HD + Grav + Mobo é uma sacrifício lascado; Tipo missão impossível. Me guio nesse pensamento baseado na Corsair 400W que embora consiga fornecer muito mais do que rotula, é cautelosa e honesta em sua classificação. O fabricante é safado e deveria haver um meio legal de punilo(se este teste fose assinado e realizado por um engenheiro emitindo um laudo seria possível mover uma ação que daria ganho para quem comprou a fonte).

No mais, perdoem meus erros na grafia:D, e se eu tiver sido infeliz em minha lógica agradeço se me mostrarem uma lógia mais palpável que a minha.

==================================================

Caros colegas, editei esta postagem para corrigir eventual injustiça/inverdade de minha parte. Agradeço a compreenção.

Vivendo e Aprendendo com os erros, sempre em busca da verdade.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
Caro colegas.

Em momento algum foi de minha intenção acalorar o assunto de que tratamos.

Gabriel.

Já li os materiais. O que ocorre é que fui mal interpretado. Fico chateado porque em momento algum afendi a você ou a um colega dizendo ou alegando não Ter conhecimento. Apenas disse que o teste foi mau feito e tenho base para afirmar isso. se assimnão fosse você saberia me dizer qual é a potênia máxima que essa fonte seria capaz de fornecer antes queimar/estourar. Colocar 600W (sem seguir no teste progressivo) pra puxar dessa fonte sabendo pela analise dos componentes que ela não iria aguentar e depois dizer que colocou porque o fabricante especificou na caixa 600W (no site dizia 500W) fez no mínimo uma manchinhazinha(bem pequinininha) no seu teste.

Amigo, se alguém aqui disser que você o perfume que você usa cheira tão bem quanto um corpo em decomposição, você iria gostar ?

Foi o que você fez, dizer que o teste foi mal feito não é muito apropriado, existem diversas formas de se expressar. ;)

-O que ocorre é que o teste com essa fonte não segui a metodologia que vinha sendo seguida nos testes de outras fontes. Não seu o que levou o Gabriel a testar essa fonte por outra metodologia, mas ela não foi testada gradativamente até o seu limite, também num ví testes isolados das linhas de 3V e 5V e 12V.

Ele seguiu o que todos os outros testes* seguem, testes de 0 a 100% de carga com aumentos de 20%.

-Por ter sido aplicada metodologia diferente das outras fontes, não ficamos sabendo qual a potência máxima que essa fonte é capaz de fornecer até estourar/queimar, essa questão ainda é um Mistério (de certa forma desnecessário, mas é mistério). Daí eu afirmar de modo categórico que o teste foi mau feito, e que essa fonte se proseguindo o aumeto gradativo da potência consumida seria capaz de fornecer 500W. Na minha opinião essa mudança de metodologia impediu que esse teste fosse fechado com chave de ouro.

*Se eu te endendi, sua reclamação é, que pela análise do secundário era possível saber que ela iria torrar e por isso o teste deveria ser feito em degraus menores ?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Aqui na caixa da minha DSA 5060V contém a seguinte descrição no verso:

Características

- Design inovador, facilitando a ventilação.

- FAN de 140mm, silencioso e de alta durabilidade.

- PFC ativo (fator de correção de alimentação).

- Eficiência mínima de 80% em carga total.

- Proteções contra curto-circuito (SCP), sobretensão (OVP), sobrecorrente (OCP) e sobrepotência (OPP).

- MTBF de 100.000 horas.

- Entrada AC com chaveamento automático (full range) 110 a 240V.

- Atende aos requisitos dos padrões de segurança CUL (UL60950), TÜV (EN60950), CB (IEC950), CE e CCC.

- Harmônica IEC-1000-3-2 Classe D.

- Irradiação EMI dentro dos padrões da FCC Class B, CISPR22 Class B, BSMI Class B.

- Compatível com padrão Energy Star e 80+.

Bivolt Automático.

Na lateral:

+3.3V=30A, +5V=28A, +12V1=20A, +12V2=0.3A, +5Vsb=2.0A, Potência Total=600W:mad:

A minha pergunta é se esta fonte estiver funcionando em tensão 220V será que ela não terá uma melhor eficiência assim como em outras fontes nestes mesmos testes a 20%, 30%, 40%, 60% e 80%, este último referente ao teste 4 = 480,7W que atingiu 77,7%?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
Não, NÃO ESTÁ CLARO. Esta informação está presente somente no SITE da C3Tech. Na caixa só tem "600 W" em letras garrafais.

Concordo com você.. Retiro o que disse... Jamais atentei para a caixa, sempre para o site. Imaginando até mesmo que um fabricante/carimbador minimamente sério replicasse os dados.. Me enganei redondamente com o carimbador maluco ai, que no meu entendimento não é em nada diferente de uma Leadership, de uma Braview ou de uma Huntkey, etc.... Tudo vinho da mesma pipa... Falcatrua na cabeça... (não a fonte, sim o carimbador...)

- O que ocorre é que o teste com essa fonte não segui a metodologia que vinha sendo seguida nos testes de outras fontes. Não seu o que levou o Gabriel a testar essa fonte por outra metodologia...

Ai cabe um milhão de respostas, inclusive que não me cabe responder, mas me parece que a mais óbvia é a de que o fabricante/distribuidor/carimbador não especificou a capacidade esperada de corrente, ou potência das linhas de 12 Volts dessa fonte. Dado ultra básico e que dá consistência e vida a uma fonte. Para mim não necessita de nenhum outro dado de potência que simplesmente a capacidade de uma fonte entregar energia em 12 volts, ou sua corrente combinada nessa tensão... Sem esse dado tudo o mais, qualquer teste que derive a partir dai é um completo vôo cego.... Não se sabe o que se deve pedir, exigir da fonte... Mais uma falha terrível da C3 Tech, imperdoável...

Geralmente as falhas imperdoáveis escondem a maldade, a falcatrua.

Me diga amigo Pai da Chiquinha, como testar uma fonte em que o fabricante/distribuidor dela não tenha fornecido esse dado???

Desculpem, o fabricante não, pois a CWT fornece o dado:

Na DSA500 é de 432 Watts em 12 Volts, ou seja, combinados 36 Amperes;

Na DSA450 é de 396 Watts em 12 Volts, ou seja, combinados 33 Amperes;

Na DSA400 é de 372 Watts em 12 Volts, ou seja, combinados 31 Amperes.

No meu conceito a falta desse dado me faria desistir de modo incondicional da fonte e ficaria "de olho" nesse fabricante...

A minha pergunta é se esta fonte estiver funcionando em tensão 220V será que ela não terá uma melhor eficiência assim como em outras fontes nestes mesmos testes a 20%, 30%, 40%, 60% e 80%, este último referente ao teste 4 = 480,7W que atingiu 77,7%?

Ficaria com uma eficiência perto de 2% maior, o que não provaria nada a mais do que a fonte estaria, estatisticamente, se comportando como a enorme maioria delas, nem tampouco galgaria alguma posição no programa 80 Plus....

Abraço...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Amigo, se alguém aqui disser que você o perfume que você usa cheira tão bem quanto um corpo em decomposição, você iria gostar ?

Foi o que você fez, dizer que o teste foi mal feito não é muito apropriado, existem diversas formas de se expressar. ;)

Ele seguiu o que todos os outros testes* seguem, testes de 0 a 100% de carga com aumentos de 20%.

*Se eu te endendi, sua reclamação é, que pela análise do secundário era possível saber que ela iria torrar e por isso o teste deveria ser feito em degraus menores ?

Caro amigo.

Agradeço e muito o maneira com que me ajudou vêr que não fiz juz à genitora(que muito bem me educou), ao dizer deliberadamente que o teste foi mal feito. O correto seria dizer que o teste poderia ter sido mais proveitoso.

O teste foi realizado seguindo criteriosamente os valores de 20%, 40%, 60%, 80% e 100%. Tais valores estão muito bem explicados na metodologia dos testes de fonte de alimentação.

Você conseguil entender o que eu estava encontrando dificuldade em explicar. Pela analise da fonte realizada no teste e pela analise feita no tópico "O mistério das C3Tech", sabiamos que jamais ela iria fornecer 600W e que a chance dela explodir exiginto tal potência éra muito grande.

Eu esperava que a essa fonte fosse dado o mesmo tratamento que foi dado às fontes Leadership gamer, ou que a partir dos 80% em que a fonte já dava sinais de estar próximo de sua máxima potência fornecida, fosse realizado testes em degraus menores. Dessa forma o teste poderia ter sido mais preciso.

Eu sei e reconheco que para se ter credibilidade tem que manter uma metodologia padrão, porém não vejo como justo produtos claramente diferentes em qualidade e procedência serem submetidos ao mesmo tratamento que produtos de 1ª linha, de fabricantes sabidamente sérios.

Espero que continuem os testes com as fontes do POVÃO, pois são muito vendidas e indicadas, em que o bolso é o fator limitante.

Peço por favor ao GT que dentro das possibilidades realize testes com menores diferenças ao perceber que está chegando prócimo do limite da fonte. Sabemos que fontes baratas e populares são super dimencionadas, daí encontrar o tamanho desse super dimencionamento seria interessante, para quem indica/recomenda fontes, pra quem adquiriu a fonte, e também para saber exatamente o tamanho da mentira do fabricante.

Agradeço ao GT e aos moderadores, que acredito que por me conhecer, não apagaram, nem editaram minhas postagens, mantiveram um alto nível técnico que tenho certeza enriqueceu muito este tópico.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
Caro amigo.

Agradeço e muito o maneira com que me ajudou vêr que não fiz juz à genitora(que muito bem me educou), ao dizer deliberadamente que o teste foi mal feito. O correto seria dizer que o teste poderia ter sido mais proveitoso.

O teste foi realizado seguindo criteriosamente os valores de 20%, 40%, 60%, 80% e 100%. Tais valores estão muito bem explicados na metodologia dos testes de fonte de alimentação.

Você conseguil entender o que eu estava encontrando dificuldade em explicar. Pela analise da fonte realizada no teste e pela analise feita no tópico "O mistério das C3Tech", sabiamos que jamais ela iria fornecer 600W e que a chance dela explodir exiginto tal potência éra muito grande.

Eu esperava que a essa fonte fosse dado o mesmo tratamento que foi dado às fontes Leadership gamer, ou que a partir dos 80% em que a fonte já dava sinais de estar próximo de sua máxima potência fornecida, fosse realizado testes em degraus menores. Dessa forma o teste poderia ter sido mais preciso.

Eu sei e reconheco que para se ter credibilidade tem que manter uma metodologia padrão, porém não vejo como justo produtos claramente diferentes em qualidade e procedência serem submetidos ao mesmo tratamento que produtos de 1ª linha, de fabricantes sabidamente sérios.

Espero que continuem os testes com as fontes do POVÃO, pois são muito vendidas e indicadas, em que o bolso é o fator limitante.

Peço por favor ao GT que dentro das possibilidades realize testes com menores diferenças ao perceber que está chegando prócimo do limite da fonte. Sabemos que fontes baratas e populares são super dimencionadas, daí encontrar o tamanho desse super dimencionamento seria interessante, para quem indica/recomenda fontes, pra quem adquiriu a fonte, e também para saber exatamente o tamanho da mentira do fabricante.

Agradeço ao GT e aos moderadores, que acredito que por me conhecer, não apagaram, nem editaram minhas postagens, mantiveram um alto nível técnico que tenho certeza enriqueceu muito este tópico.

Já que me parece que está defendendo com unhas e dentes essa fonte. Vou fazer uma simples comparação para definir de uma vez essa história.

O que você prefere:

Corsair CX400W

Valor: R$ 244,36

OU

C3TECH DSA-5060V

Valor: R$ 179

Eu usei como fonte de pesquisa dois sites diferentes. A oficina dos bits é mais cara, mas já dá para perceber que dá para que existe uns 60 reais de diferença entre essas duas fontes.

O que você prefere? Uma fonte excelente como a Corsair, que recebeu o selo CDH ou uma fonte duvidosa como a da C3Tech ? E não vale dizer que a Corsair é de menor capacidade. Veja que a corsair consegue entregar pelo menos 400 watts. Já a C3tech, é duvidoso que ela entregue 450 watts...

Acho que com isso finalizo essa discussão boba.-_-

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Penso igual ao Anjoed : prefiro gastar 60,00 a mais e ter a certeza que estou pegando um produto de qualidade, um produto no qual eu posso confiar.

Agora, se esses fabricantes Xing Ling fizessem isso na Europa ele seria engolido pelas críticas e provavelmente sofreria grandes multas e afins, mas no Brasil ...

Eu fico irado com isso, os caras pensam que só porque aqui não tem leis de verdade, pensam que podem sacanear tudo. Pra mim, a única solução seria fazer como na Europa : fonte só com PFC ativo. E digo mais, caberia ao Inmetro testar a fonte pra ver se ela entrega a sua potência rotulada a 50 ou 60º C, mas voltando a realidade ... Estamos no país da impunidade, onde "os de cima" sacaneam os consumidores de todas as formas possíveis e inescrupulosas ...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
Caro amigo.

Agradeço e muito o maneira com que me ajudou vêr que não fiz juz à genitora(que muito bem me educou), ao dizer deliberadamente que o teste foi mal feito. O correto seria dizer que o teste poderia ter sido mais proveitoso.

O teste foi realizado seguindo criteriosamente os valores de 20%, 40%, 60%, 80% e 100%. Tais valores estão muito bem explicados na metodologia dos testes de fonte de alimentação.

Você conseguil entender o que eu estava encontrando dificuldade em explicar. Pela analise da fonte realizada no teste e pela analise feita no tópico "O mistério das C3Tech", sabiamos que jamais ela iria fornecer 600W e que a chance dela explodir exiginto tal potência éra muito grande.

Que bom que todos se entenderam. :)

Eu esperava que a essa fonte fosse dado o mesmo tratamento que foi dado às fontes Leadership gamer, ou que a partir dos 80% em que a fonte já dava sinais de estar próximo de sua máxima potência fornecida, fosse realizado testes em degraus menores. Dessa forma o teste poderia ter sido mais preciso.

Bem, as gamer eram mais explícitas..

Espero que continuem os testes com as fontes do POVÃO, pois são muito vendidas e indicadas, em que o bolso é o fator limitante.

Bem, se considerar as fontes que ele tem no laboratório e vai testar:

http://forum.clubedohardware.com.br/sugestoes-fontes-alimentacao/516084

E que a Asus e a BFG já foram testadas (está no hardware secrets), ele tem 9 fontes que podem não ter um destino muito feliz e 5 que provavelmente se sairão bem.

Seguindo a média de 1 teste por dia devemos ter as respostas em até 1 mês.

Agradeço ao GT e aos moderadores, que acredito que por me conhecer, não apagaram, nem editaram minhas postagens, mantiveram um alto nível técnico que tenho certeza enriqueceu muito este tópico.

Você sabe que eu sou o "sr. apaga tudo", gosto de manter o forum limpo e organizado, mas a sua mensagem gerou respostas interessantes. ^_^

Já que me parece que está defendendo com unhas e dentes essa fonte. Vou fazer uma simples comparação para definir de uma vez essa história.

O que você prefere:

Corsair CX400W

Valor: R$ 244,36

OU

C3TECH DSA-5060V

Valor: R$ 179

Eu usei como fonte de pesquisa dois sites diferentes. A oficina dos bits é mais cara, mas já dá para perceber que dá para que existe uns 60 reais de diferença entre essas duas fontes.

O que você prefere? Uma fonte excelente como a Corsair, que recebeu o selo CDH ou uma fonte duvidosa como a da C3Tech ? E não vale dizer que a Corsair é de menor capacidade. Veja que a corsair consegue entregar pelo menos 400 watts. Já a C3tech, é duvidoso que ela entregue 450 watts...

Acho que com isso finalizo essa discussão boba.-_-

Eu concordo.

Ainda tem Seventeam 380 e espero que a OCZ de 400W também entre como alternativa.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Já que me parece que está defendendo com unhas e dentes essa fonte. Vou fazer uma simples comparação para definir de uma vez essa história.

O que você prefere? Uma fonte excelente como a Corsair, que recebeu o selo CDH ou uma fonte duvidosa como a da C3Tech ? E não vale dizer que a Corsair é de menor capacidade. Veja que a corsair consegue entregar pelo menos 400 watts. Já a C3tech, é duvidoso que ela entregue 450 watts...

Acho que com isso finalizo essa discussão boba.-_-

Colega.

Observe que a discussão já acabou, peceba que eu editei todas as minhas mensagens, deste tópico, antes de você postar.

Inequivovamente a corsair 450w é melhor , leia as minhas postagens que vai perceber que é a minha fonte preferida quando em configurações que consomem algo próximo de 400W.

Quanto a fonte C3Tech ser duvidosa peço para reler a última pagina do teste, em que o vilão foi o fabricante e não a fonte;

Segundo com o pessoal mais entendido que a gente, ela é uma boa fonte podendo ser classificada entre 400~450w.

Aqui em BH eu acho a C3Teck em loja fisica por R$150,00 à vista e com desconto e com cupom fiscal na gigabyte informática. já a Corsair 400W(que eu considero concorrente direta da C3Tech em questão) por R$245,00.

Pra quem está montando um PC com 9500gt + um X2 ou X3 + corsair 400W, eu recomendo procurar uma C3Tech e investir a diferença em uma vga melhor tipo 9600gt.

Não defendo ela em lugar da Corsair e sim afirmo que esse modelo da C3tech é uma boa opção pra quem tá montando um PC simples, com orçamento curto sem abrir mão da qualidade.

Na prática conseguir fazer uma pessoa deixar de usar uma fonte genérica pra usar uma ultrapassada AKASA 350w já é uma grande vitória.

É muito difícil dizer pra uma pessoa que fonte genérica não presta, argumentos do tipo eu trabalho em tele marketing e lá tem centenas de conputadores com fonte genéria, eu trabalho em um escrutóri em que tem um PC que tem 4 anos com fonte genérica e nunca deu problema, a dell usa fonte genérica, o computador do milhão usa fonte genérica........

Conheço um cara que tá usando Q8200 + 9600gt numa fonte genérica, e todas as vezes que ele me vê diz em tom irônico que o PC tá beleza sem ter que ter gasto com uma fonte cara(que no caso seria a C3tech em questão).

Deixar de pagar R$80,00 em um gabinete com fonte pra pagar R$80,00 + R$$$$ em uma fonte real que custa o dobro do preço do gabinete com fonte é algo que num faz sentido pro consumidor leigo. Mas ainda venceremos essa barreira.

Agora depois desse teste me sinto seguro pra indicar essa fonte, ela é um produto melhor do que a seventean 450w, cooler master plus 460w, e a extrean super flower 450.

Ela num foi recomendado como um produto de 600W, mas com certeza seria recomendada se o fabricante fosse honesto e a rotulasse como sendo de 400W.

fica assim. não defgendo ela quando comparada a Corsair 450w, acredito sim que ela é a melhor opção de fonte em sua faixa de preço.

Agora o fabricante esse eu não defendo, ele é safado, mentiroso, não tem nem dó nem piedade em induzir o consumidor ao erro, vendedor de ilusão com aqueles 600W em letras garrafais(como disse o GT).

Abraços.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

A DELL usa fontes genéricas ??

Você tem certeza disso ??

...

No mais, concordo com você : Entre usar uma Clone de 800Watts (custando 30,00) e essa C3Tech, realmente é melhor que fique com a C3Tech. É como aquele ditado : Se não tem tu, vai tu mesmo".

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Infelizmente eu comprei essa fonte e agora estou com medo dela ferrar com minha maquina. Tenho:

Core 2 duo e8400 @3300

Gigabyte P35 DS3

2X2 GB 1066MHz Patriot Viper

3X250 GB Sata2

2X Grav DVD Sata

GTX 285 Zogis 5% overclock

3X 12 CM Fans

2X Controle de playstation USB

1X HD portatil USB 250 GB

Teclado e Mouse USB (aquele que carrega o mouse no transmissor de sinal)

Bom acho que é so isso que tenho ligado normalmente ao mesmo tempo...será que foi sorte até agora ou a fonte seria capaz de entregar a energia suficiente para a minha config., vale lembrar que isto tem funcionado assim a uns dois meses pelo menos.

Desculpe sou leigo em eletronica...infelizmente...

Obrigado para toda a equipe do CDH, felizmente leio os testes feitos por vocês a muito tempo e continuarei pela espirito profissional e esportivo que tem.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sou a favor de colocarem o selo nessa fonte tambem.:mad:

imageview.php?image=29987

alias maravilhosa essa ideia...parabéns ao GT.

Esse selo vai fazer mais sucesso que o outro recomendado rss..

Acho mais justo ainda se em todos os testes tivessem uma enquete de votação

com 2 seleções para os users do forum

do tipo compre/não compre

gostei do selo...parabéns...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sou a favor de colocarem o selo nessa fonte tambem.:mad:

imageview.php?image=29987

Estive pensando nisso outro dia, o CDH coloca o Selo de Aprovado :D nos melhores, porque não colocar um de Reprovado nos piores que explodem :eek: ou mentem, alguns não receberiam nada pois não são bons nem ruins apenas normais.

abraços

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tanto o XITA como eu Não somos a favor da colocação, (apesar de que essa fonte me desapontou muito). O próprio Gabriel falou, que mesmo as fontes não fornecendo toda a potência rotulada, não receberiam o selo, somente aquelas que danificassem,comprometessem ou prejudicassem todos demais componentes gravemente. Afinal a fonte possui uma ótima filtragem,o problema que dona C3TECH rotulou como 600W mas não é.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
..

Amigo, pra matar a questão de vez, descobri uma coisa hoje.

O Gabriel me disse:

"só desmontamos a fonte DEPOIS de testá-la. Isso é feito para garantir que o teste seja feito com a fonte lacrada, sem qualquer modificação. Pois a ressolda de componentes pode interferir na corrente máxima que as trilhas/soldas da placa de circuito impresso aguentam, e queremos testar a fonte tal como o consumidor compra. Sem contar que temos sempre o risco de quebrarmos algo quando desmontamos, então não queremos correr este risco antes do teste."

Por isso ela foi testada como uma boa fonte de 600W e não como uma Leadership. :)

(eu sempre achei que eles abriam antes, mas como não tenho coragem de abrir minha fonte, não sei como é)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Me perdoe retomar essa discussão, mas essa DSA-5060 é uma excelente fonte de 400W e tem gente que não pode gastar 1 centavo a mais que R$179,00 numa fonte e nesse caso esta seria uma ótima saída. Ou seja, vantagem mesmo só pra quem precisa dessa faixa de potência e com a grana curta.

Eu mesmo, se soubesse disso antes, teria pego ela. Mas comprei uma Zalman 360APS, pagando R$220,00 ao todo, mas pra isso fiz das tripas coração, na minha situação na época, qualquer 1 real economizado seria vantagem.

Abraço.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

(eu sempre achei que eles abriam antes, mas como não tenho coragem de abrir minha fonte, não sei como é)

eu também achava isso, porém neste teste reparei que uma das fotos mostrava o componente já queimado. Isso prova mais uma vez que a equipe do CDH é muito seria e só faz testes confiaveis

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

bom eu acho que o pessoal esta se exaltando d+ para os dois lados, devemos fazer justiça a marca pois é uma marca que "errou" (de proposito para vender mais) em dizer que a fonte tinha 600w o que é completamente errado, mas só um poquinho ela é uma otima fonte de 400w e dizer agora que a fonte é uma porcaria e alguns usuarios que não puxam nem 200w da fonte dizendo que querem trocar e que estão com medo menos né pessoal (menos o cara que tem uma gtx285 ali se não me engano) e não adianta dizer que a corsair 400w que custa 60 reais a mais é concorrente dela porque com 60 reais como já foi dito se coloca +2gb de memoria ou dobra a capacidade do HD ou mesmo melhora muito a VGA (hj em dia isso é a diferença de uma 9500gt pra uma 9600gt ou de uma 9600gt pra uma 4850 o que é muita diferença) é que o pessoal aqui não pensa que tem muita gente que não tem muita grana pra gastar e tem que se virar com o que pode, faço só uma pergunta pra vocês se tirar a caixa e o adesivo e vende-la como 400w e usar o mesmo teste só que parando em 400 seria um teste ruim?? (tá certo o GT o teste foi certo porque tem que tentar tirar o que a fonte promete)

citando o teste do CDH

"A estabilidade das tensões foi um dos destaques da DSA-5060V: todas as tensões (inclusive a -12 V) estiveram a 3% dos seus valores nominais. Tradução: tensões mais próximas dos valores nominais do que o definido na especificação ATX, que dá uma tolerância de 5% (10% para -12 V). Isto é excelente.

O nível de oscilação e ruído foi baixíssimo. No teste quatro, com a fonte entregando 480 W o nível de ruído em +12V1 foi de apenas 20,8 mV, em +12V2 foi de apenas 21,4 mV, em +5 V foi de apenas 10,8 mV e em +3,3 V foi de apenas 12,2 mV. Os limites máximos são 120 mV para +12 V e 50 mV para +5 V e +3,3 V. Todos esses valores são de pico-a-pico."

Deixem a marca de lado e leiam ela é uma boa fonte de 400w e tem o melhor custo beneficio do mercado

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Curso de Hacker Ético

LANÇAMENTO!

CLIQUE AQUI E CONFIRA!

* Este curso não é ministrado pela equipe do Clube do Hardware.