Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Quanto de torque usar em um motor?


MicSG
Ir à solução Resolvido por alexandre.mbm,

Posts recomendados

  • Membro VIP

Olá.

Eu preciso de um motor dc para conseguir levantar uma peça de 1,5 quilogramas.E para isso penso que irei ter que dimensionar o motor de acordo com seu torque. A questão é quanto de torque eu necessito? 

Nota: não entendo de torque, kgf.mm ou mesmo de kg-cm.

 

Editado em 14/08/2020

Qual o motor mais forte:Torque de 3,5 kgf.mm; ou Torque nominal: 1,5 Kg.cm;?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

45 minutos atrás, Michel_G disse:

A questão é quanto de torque eu necessito?

Precisa definir a velocidade também. 

Teoricamente, é possível usar qualquer motor para levantar o peso, porém com um motor mais fraco o tempo aumenta. 

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
14 minutos atrás, Renato.88 disse:

Precisa definir a velocidade também. 

Teoricamente, é possível usar qualquer motor para levantar o peso, porém com um motor mais fraco o tempo aumenta. 

A velocidade pode ser realmente baixa. será para abrir uma portinha de folha de zinco.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Olhando a 'cara' dele e pesando mentalmente 2 saquinhos de 1 kg de sal... tem tudo pra suportar. Consulte seu datasheet. 

Também pode adaptar uma barra de rosca sem fim e uma porca móvel que lhe confere um pouco + de força pra sua portinhola. Use a imaginação & criatividade.

Mas há motoredutores pra todo gosto.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

17 horas atrás, Renato.88 disse:

 

Teoricamente, é possível usar qualquer motor para levantar o peso, porém com um motor mais fraco o tempo aumenta. 

 

Não está correto .... você precisa calcular o torque gerado pelo motor...

 

Para que um motor comece a girar, a força eletromotriz tem de vencer a inércia do sistema, e essa inércia leva em conta a força-peso da carga a ser levantada.

 

Aí é que entram os sistemas de polias ou o famoso moto redutor, que permitem um pequeno motor levantar grandes pesos.

 

O Moto redutor literalmente multiplica o torque às custas da diminuição da velocidade do eixo, princípio semelhante ( no resultado prático claro ) ao uso de roldanas para facilitar o levantamento de pesos.

 

Infelizmente estudei isso fazem uns 37 anos ..... e nunca precisei disso , então fico devendo o processo.

 

Quem sabe alguém que estude Mecatrônica ou Robótica possa ajudar ?

 

 

 

adicionado 5 minutos depois

@Isadora Ferraz ,

 

De grosso modo, eu calcularia a potência necessária para se levantar esse peso, converteria em watts, e comparava com os watts consumidos pelo motor .... claro que escolhendo um moto redutor que tenha um grande fator de redução.

Nesse caso, um moto-redutor que tenha o consumo 5x maior deve levantar sem nenhum problema.

 

O famoso Chute quando o engenheiro não sabe como calcular o numero exato kkkkkkkkkkkk .....

 

Paulo

 

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

9 horas atrás, aphawk disse:

Não está correto .... você precisa calcular o torque gerado pelo motor...

Sim, eu disse teoricamente.

No caso na matemática é possivel, mas na prática não, pois não levei em conta todo tipo de perda que há.

 

E sim, precisa do redutor. Sem ele, nada feito.

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ola .

 

Me permitam contribuir  também, com uma duzia de palavras e algumas figuras.

 

Em 14/08/2020 às 14:26, Michel_G disse:

Qual o motor mais forte:Torque de 3,5 kgf.mm; ou Torque nominal: 1,5 Kg.cm;?

 

Na conversão de unidades de força temos que 1 Kgf.mm  equivale a 100 Kgf.cm portanto  o de 3.5 que citou seria  aprox 233 vezes mais forte que o outro .

 

Em 15/08/2020 às 08:58, aphawk disse:

Para que um motor comece a girar, a força eletromotriz tem de vencer a inércia do sistema, e essa inércia leva em conta a força-peso da carga a ser levantada.

 

Não necessariamente ( então uma meia-verdade )  já que atualmente existem mecanismos de acoplamento de carga   que permitem o motor começar a girar em vazio antes de começar o trabalho pesado , tal qual embreagens de veiculos .  Isso no caso de motores elétricos diminui consideravelmente a corrente de arranque uma vez que o peso da carga em alguns casos tornaria de fato impossivel tirar o sistema da inércia.

 

Mas, quanto à necessidade do requerente, o torque do motor necessário para erguer a citada porta vai depender TAMBÉM  do tipo de implementação do aparato.   Ele não mencionou  o  processo de abertura ( ( aqui entram as ilustrações ) , se tipo basculante (articulado ou não ) , se tipo guilhotina , ou se tipo braço robótico, entre outros .

 

Cada implementação pode exigir um motor com 'força' diferente , como no caso de um braço robótico onde a força diminui proporcional a distancia entre o peso e o eixo do motor. ( seria a pior opção portanto )

 

Esse motor citado pela @Isadora Ferraz  pode  dar conta do recado se aplicado aos tipos basculante  ou guilhotina.

 

Eu já fiz uma abertura remota para porta de um canil usando um simples  motor 12Vdc de vidro elétrico de carro .

Foi tipo guilhotina içada por cabo de aço e sensores de finais de curso.  Até seriam desnecessário os sensores uma vez que esse tipo de motor tem corte automatico por sobrecorrente quando atinge os limites do movimento desejado.

 

 

 

porta1.jpg

porta2.jpg

nao-sim.jpg

  • Curtir 4
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

@Tito Fisher Muito Obrigado.

 

7 minutos atrás, Tito Fisher disse:

Ele não mencionou  o  processo de abertura ( ( aqui entram as ilustrações ) , se tipo basculante (articulado ou não ) , se tipo guilhotina , ou se tipo braço robótico, entre outros .

O processo de abertura seria por guilhotina, por meu ver ser mais fácil de fazer. O motor que estou pensando em adquirir seria o referido motor de torque de 3,5 kgf.mm:

motor_de_passo_28by_j-48_c_driver_uln2003_2.jpg.a81d3cd7fc66cd3571f2e4c13c6bc2a5.jpg

Motor De Passo 28BYJ-48 

 

@Tito Fisher Você poderia me passar mais detalhes de como implementou a mecânica do seu projeto?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

5 horas atrás, Tito Fisher disse:

Não necessariamente ( então uma meia-verdade )  já que atualmente existem mecanismos de acoplamento de carga   que permitem o motor começar a girar em vazio antes de começar o trabalho pesado , tal qual embreagens de veiculos .  Isso no caso de motores elétricos diminui consideravelmente a corrente de arranque uma vez que o peso da carga em alguns casos tornaria de fato impossivel tirar o sistema da inércia.

 

 

Não é uma meia verdade, continua sendo  uma verdade inteira kkkk !

 

Veja o que eu disse acima, é um conceito de Física :

 

Em 15/08/2020 às 08:58, aphawk disse:

Para que um motor comece a girar, a força eletromotriz tem de vencer a inércia do sistema, e essa inércia leva em conta a força-peso da carga a ser levantada.

 

A inércia do sistema apresentado é a inércia própria do mecanismo do motor, MAIS a força-peso que dificulta ainda mais o giro do motor.

 

Mesmo que de alguma maneira você elimine na partida do motor a força-peso e só a recoloque quando o motor já estiver girando a uma boa velocidade, ainda existe a inércia do próprio motor, e ele não começaria a girar sem que seja aplicada uma certa energia a ele que consiga vencer a inércia, mesmo em vazio !

 

Se algo está em repouso, precisa de energia para sair do repouso, certo ?

 

Quanto ao conceito de um sistema tipo uma embreagem, sim, está correto, mas creio que não existe nada desse tipo para motores pequenos do tipo que o autor do tópico está pretendendo utilizar.

 

Paulo

 

 

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

 

Sr.    @aphawk          

 

Acredito que ostentar o carimbo de arrogante não seja sua principal virtude.

 

Vossa participação no tópico não figurou a intenção de ajudar o requerente na solução, o que parece ter motivado V.Exa. a digitar foi inicialmente para retrucar uma colocação do   Sr @Renato.88 .

 

As delongas  doravante agregadas foram um mascaramento da intenção primária.
 

Penso que possa lhe ser de alguma valia interpretar cada texto aí do alto do seu pedestal antes de usar o teclado.

 

O que falei de 'meia-verdade' faz TODO SENTIDO , o seu verbalizado a plenos pulmões conceito da física se aplica em metade da sua frase :

 

..."Para que um motor comece a girar, a força eletromotriz tem de vencer a inércia do sistema" ...

 

Sendo a outra metade da frase uma opção que pode ou não interferir no valor do torque a ser especificado.

 

Mais adiante o requerente prosseguiu na busca de respostas e vosso novo post veio para 'fazer barraco' com os colaboradores e nem sequer focou em ajudar o cidadão .


Mas vamos em frente, este forum é top.


'_'
  

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Titão, 1ªmente peço desculpas pelo Paulão que é um cara muito prestativo e bacana e o mesmo posso dizer de ti. Felizmente não vi arrogância em suas palavras somente pontos de vista e complementos. Nas tuas percebo um compreensível excesso de sensibilidade. Dá um desconto pra ele... está em momentos de transição entre a meia e melhoridade kk.

 

Paulão dica: use e abuse dos emojis.😜 Ele quebram o gelo (e a cara) de quem eventualmente julga erroneamente suas intenções.

(kk magoou... nem reagiu...kk)

  • Haha 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
  • Solução

@Isadora Ferraz , o problema de usar "zoiômetro" é forçar os equipamentos, especialmente o motor. Nem sempre fica visível que estamos forçando um motor. Acho melhor buscarmos alguns cálculos, ao menos os essenciais.

 

Quando o cara sentir "cheirinho sutil" no motor, já era!

 

@Tito Fisher e demais interessados em investigar como fazer cálculos úteis, pelo que me lembro, o torque de 1 Kgf•cm significa a capacidade de levantar 1 Kg se a massa está sendo içada por cabo a 1 cm do centro do eixo. Caso se esteja errolando o cabo com sobreposição, esse raio será variável. Para uma modelagem do sistema de forças é aconselhável lembrar dos atritos...

 

Eu sei, eles complicam...

 

O aspecto da alimentação:

 

Os tais motores de vidro elétrico automotivo já vem com a redução. O torque em suas especificações é para o conjunto, não para o rotor interno. São legais, mas pedem uma CC relativamente alta — só vale usar com propósito definido, como você fez.

 

@Tito Fisher, alimentou como?

 

«Um conjunto com redução de mesmo torque porém mais lento pedirá menos corrente e terá mais rotação interna, sendo um "motor" menor.»

 

Acho que é isso!

  • Curtir 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
9 horas atrás, alexandre.mbm disse:

o problema de usar "zoiômetro" é forçar os equipamentos, especialmente o motor. Nem sempre fica visível que estamos forçando um motor. Acho melhor buscarmos alguns cálculos, ao menos os essenciais.

Tens razão amigo. Só porquê cálculos não me pertencem, não significa que não existam. Mas minhas conjecturas foram baseadas no desafio do garoto que ...

Em 14/08/2020 às 15:29, Michel_G disse:

será para abrir uma portinha de folha de zinco.

o que não impede o jovem de se debruçar sobre livros se achar que deve; o que bem pode prepará-lo pra desafios maiores da vida real...🙂

Portanto fica a dica: nem eu nem você, ele deve seguir o caminho do meio.😜

  • Curtir 2
  • Haha 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Tito Fisher

 

Uau ... vamos lá então mais uma vez .... tem gente estressada demais hoje em dia ...

 

Senhor Fisher, me chamar de arrogante por apenas defender a pureza física do conceito envolvido foi muita pretensão sua.

 

Vossa colocação foi totalmente errônea, e vossa apreciação de minha pessoa também ....

Em primeiro lugar, não lhe conheço, e nem faço questão nenhuma depois de seu post.

 

Em segundo lugar, este é um Fórum onde muitos vem buscar por ajuda e conhecimento. E portanto quem tenta ajudar os outros precisa realmente saber do que está falando.

 

Como eu coloquei logo no meu primeiro post neste tópico, faz muito tempo que estudei isso, e não sei mais como calcular todo o necessário para ajudar o autor, e por isso pedi ajuda para que alguém, que soubesse, pudesse ajudar.

 

Então , sua ultima assertiva sobre a minha pessoa também carece de fundamento, igual ao seu comentário sobre " meia-verdade " , pois ao contrário da língua portuguesa, a Física NÃO ACEITA MEIAS VERDADES

 

Pelo visto esse "alguém com conhecimento"  não era você.

 

Se eu sei sobre o assunto, eu ajudo até onde posso. Alguns assuntos relativos a Eletrônica, Microcontroladores, Controles de Processos e Informática em geral eu domino muito bem, outros nem tanto, e poucos eu realmente não domino nada.

 

Naquilo que eu sei que domino, eu vou discutir e insistir, pois tenho esse direito pelos estudos, diplomas  e prática que tive.

 

Se você ficou muito incomodado, o que eu posso fazer, além de observar sua falta de educação ?

 

Muito melhor seria fazer um post esclarecedor como o do velho amigo Alexandre.

 

Enfim, passe bem....

 

Paulo

 

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Como se tornar um desenvolvedor full-stack

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!