Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Teste da Fonte de Alimentação Corsair CX430

        262.465 Visualizações     105 comentários     Testes   

Vamos analisar o desempenho da mais nova fonte de alimentação “de entrada” oferecida pela Corsair, a CX430.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A série CX, também conhecida como Builder, é a série de fontes de alimentação mais simples da Corsair, com modelos de 400 W, 430 W, 500 W e 600 W. O modelo de 400 W já saiu de linha, deixando o modelo de 430 W como sendo a fonte mais simples oferecida pela Corsair. Vejamos se a Corsair CX430 é uma boa opção.

É importante entender que enquanto a CX400W era fabricada pela Seasonic, os modelos de 430 W, 500 W e 600 W são fabricados pela CWT, por isso o modelo de 430 W usa um projeto interno completamente diferente do modelo de 400 W.

Corsair CX430
Figura 1: Fonte de alimentação Corsair CX430

Corsair CX430
Figura 2: Fonte de alimentação Corsair CX430

A Corsair CX430 mede 14 cm de profundidade e tem uma ventoinha de 120 mm com rolamento de mancal localizada em sua parte inferior (Yate Loon D12SH-12, 2.200 rpm, 88 cfm).

Esta fonte tem circuito PFC ativo, mas não vem com sistema de cabeamento modular. Os cabos são protegidos por um acabamento de nylon. Os cabos inclusos são:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector de 20/24 pinos, 60 cm de comprimento
  • Um cabo com dois conectores ATX12V que juntos formam um conector EPS12V, 60 cm de comprimento
  • Um cabo com um conector de alimentação de seis/oito pinos para placas de vídeo, 59 cm de comprimento
  • Dois cabos, cada um com dois conectores de alimentação SATA, 42 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores
  • Um cabo com três conectores de alimentação para periféricos e um conector de alimentação para unidade de disquete, 42 cm até o primeiro conector, 15 cm entre os conectores

Todos os fios são 18 AWG, que é o mínimo requerido.

A configuração de cabos é compatível com uma fonte de 430 W de entrada, com apenas um conector de alimentação para placa de vídeo e uma quantidade reduzida de conectores de alimentação SATA e para periféricos.

Corsair CX430
Figura 3: Cabos

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários




É uma fonte boa, ganharia certificação 80+ padrão se quisesse!

Acho meio injusto ela não levar o selo de produto recomendado por causa de 0,6% de eficiência! É aquela velha história, um unico selo para todos os produtos é pouco.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá pessoal,

Vocês não aplicaram o mesmo "padrão" para o teste dessa fonte, basta ver o teste da IceAge.

http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Teste-da-Fonte-de-Alimentacao-3R-System-iCEAGE-IA500HP80-500-W/1911/7

Como podem ver ela é recomendada mesmo tendo eficiência menor que 80% em carga máxima!!

ATENÇÃO!!!!

Mais uma fora do "padrão" !

http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Teste-da-Fonte-de-Alimentacao-Antec-EarthWatts-500-W/1461/7

Editado por Evandro

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A Ice Age tem diversas razões para perder o selo. Mas como o assunto aqui é Corsair 430CX, acho correto seguir a metodologia dos testes e não dar o selo, embora seja uma ótima fonte. O que precisa é passar pente fino nos testes antigos. E aperfeiçoar a metodologia, de modo a também não dar selo de recomendação para fontes com ripple/ruído elétrico muito altos como a Seventeam PWL.

Esses modelos CX já estão para serem substituídos pelos novos modelos CX v2, com certificação 80Plus.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
A Ice Age tem diversas razões para perder o selo. Mas como o assunto aqui é Corsair 430CX, acho correto seguir a metodologia dos testes e não dar o selo, embora seja uma ótima fonte. O que precisa é passar pente fino nos testes antigos. E aperfeiçoar a metodologia, de modo a também não dar selo de recomendação para fontes com ripple/ruído elétrico muito altos como a Seventeam PWL.

Esses modelos CX já estão para serem substituídos pelos novos modelos CX v2, com certificação 80Plus.

Concordo plenamente, não se pode falar de padrão se o mesmo não existe ou se vale apenas para alguns!

De qualquer forma fico feliz que estejam realizando estes testes, isso tem ajudado MUITO a criarmos senso crítico!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A Corsair está entrando no mercado com força, agora com um bom custo x benefício também... a tempos atrás você iria comprar uma fonte destas por uns 230, 250 reais, aí ferra o peão rs !

Parabéns CdH, ótimo teste !

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Na Newegg:

Corsair CX430 - US$ 30 "in rebate"

Corsair CX500 - US$ 40 "ïn rebate'"

Corsair CX600 - US$ 60 "in rebate"

Aqui? Bem....

:D Ótimo teste e achei engraçado a resistência da Corsair em enviar a Fonte para o CdH.

Parabéns por mais uma Fonte conhecida de perto.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Na minha opinião, melhor compra do que a OCZ 400W SXS

- 40A na linha +12V em vez de 30A da OCZ. São 120W a mais na linha 12V, o que faz realmente MUITA diferença.

- Até 330W tem 80% de eficiência. Essa eficiência a menos que ela tem não muda absolutamente nada na conta de energia. O PC passa a maior parte do tempo ocioso. E mesmo se não passasse, 5% a menos de eficiência não significa muita coisa em termos de valores R$$$$

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Judiação não ter ganhado o selo de produto recomendado heim... Mas tá certo, "padrão é padrão"!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Judiação não ter ganhado o selo de produto recomendado heim... Mas tá certo, "padrão é padrão"!

Pois é, pra você ver que coisa....Nem sempre um produto "recomendado" é melhor que um que não é...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Excelente teste, estava ansioso para ver os resultados dessa fonte, mas como sempre a Corsair não nos decepcionou, sou fã das fontes dela, apesar do custo... Acho q mesmo não apresentando boa eficiência em carga máxima não devemos condená-la, visto que um usuário inteligente jamais usaria essa fonte em uma configuração de pc que consumiria todo tempo os 430W oferecidos, um pc "parrudo" que consuma isso o tempo todo merece uma fonte de pelo menos 650W para um melhor aproveitamento da eficiência.

Mas para montar um pc de baixo custo essa fonte está com ótimo custo benefício, sem dúvida!

Parabéns CdH pelo teste!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Estava esperando pelos testes dessa fonte há um bom tempo, pois o cooler da minha huntkey queimou, mas ainda sim a fonte fornecia energia, só não sei até quando. Semana passada desisti de esperar e comprei essa Corsair 430 mesmo sem o review, confiei na marca, pelo menos dessa vez, pelo review, adquiri um bom produto, assim espero. Pois há três anos atrás quando montei a minha máquina tambem esperava pelos testes da huntkey 450w e eles não vieram a tempo, pois acabei comprando a Huntkey 450w e depois de dois meses o review foi feito pelo gabriel e dava um parecer negativo para a fonte. E agora depois de dois anos de funcionamento o cooler da minha fonte huntkey queimou e tive que manter o computador com a tampa lateral do gabinete aberta para que o ar quente saisse do computador e não superaquecesse a máquina.

Agora a história se repete, novamente comprei a fonte e pouco tempo depois saiu o review, mas o parecer dessa vez é positivo, espero que essa corsair tenha vida longa aqui em casa.

Parabéns a toda equipe do Clube do Hardware.:D

Editado por vascaino-sp

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Instalei hoje essa fonte em meu PC, no lugar de uma Huntkey que queimou durante uma tempestade (detalhe: o computador estava desligado, mas na tomada :( ).

Gostei do visual e principalmente do tamanho da Corsair. Só para ilustrar, tirei uma foto com as 2 fontes lado a lado: http://twitpic.com/4159gn

Durante 2 semanas esperei para ver aqui o review da CX430, pois estava em dúvida qual fonte comprar, então acabei arriscando, pois aconteceu exatamente o mesmo quando comprei a Huntkey, e 1 semana depois saiu o review dizendo que ela era uma bomba.

vascaino-sp

Vou te falar que aconteceu exatamente o mesmo comigo, com as mesmas fontes :o

Editado por Evandro

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Na minha opinião, melhor compra do que a OCZ 400W SXS

- 40A na linha +12V em vez de 30A da OCZ. São 120W a mais na linha 12V, o que faz realmente MUITA diferença.

- Até 330W tem 80% de eficiência. Essa eficiência a menos que ela tem não muda absolutamente nada na conta de energia. O PC passa a maior parte do tempo ocioso. E mesmo se não passasse, 5% a menos de eficiência não significa muita coisa em termos de valores R$$$$

Mas de que fonte estás falando??? 40 A nas linhas de 12 Volts???

A CX430 tem capacidade declarada de 28 Amperes em 12 Volts..

Aliás, esse resultado era esperado, pois a Corsair pegou afonte DSAII da CWT e a promoveu para 430 Watts Ela é na verdade uma fonte de 390 a 400 Watts, e dentro dessa faixa certamente ficaria com eficiência superior aos 80%.

Veja que para o teste fechar nos números teve de ser puxada uma corrente de mais de 30 Amperes das linhas de 12 Volts, quando o fabricante prega em sua etiqueta essa corrente dever ser de 28 Amperes como máxima..

Não é culpa do teste não. É culpa da Corsair fazer uma fonte de 400 Watts se passar por 430 Watts. Fontes de 430 Watts, aos moldes da Antec EA430-D, tipicamente entregam 384 Watts nas linhas de 12 Volts e não 336 Watts como essa CX430 promete..

AntecEA430-DxCorsairCX430.jpg

Desse modo o resultado era altamente previsível.. Não é uma fonte de 430 Watts e quando exigida nessa pot~encia tem sua eficiência prejudicada..

Fontes não tem um limite claro, nítido de potência de entrega.. Essa mesmo dai em exercício de sobrepotência (sobrecarga) entregou quase 550 Watts, o que definitivamente não faz dela uma fonte de 550 Watts..

A corsair CX430 é uma boa fonte de 390 a 400 Watts num preço também bom, pelo menos quando andava por volta dos R$ 150,00

Editado por faller

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Mas de que fonte estás falando??? 40 A nas linhas de 12 Volts???

A CX430 tem capacidade declarada de 28 Amperes em 12 Volts..

Aliás, esse resultado era esperado, pois a Corsair pegou afonte DSAII da CWT e a promoveu para 430 Watts Ela é na verdade uma fonte de 390 a 400 Watts, e dentro dessa faixa certamente ficaria com eficiência superior aos 80%.

Veja que para o teste fechar nos números teve de ser puxada uma corrente de mais de 30 Amperes das linhas de 12 Volts, quando o fabricante prega em sua etiqueta essa corrente dever ser de 28 Amperes como máxima..

Não é culpa do teste não. É culpa da Corsair fazer uma fonte de 400 Watts se passar por 430 Watts. Fontes de 430 Watts, aos moldes da Antec EA430-D, tipicamente entregam 384 Watts nas linhas de 12 Volts e não 336 Watts como essa CX430 promete..

AntecEA430-DxCorsairCX430.jpg

Desse modo o resultado era altamente previsível.. Não é uma fonte de 430 Watts e quando exigida nessa pot~encia tem sua eficiência abaixada..

Fontes não tem um limite claro, nítido de potência de entrega.. Essa mesmo dai em exercício de sobrepotência (sobrecarga) entregou quase 550 Watts, o que definitivamente não faz dela uma fonte de 550 Watts..

Uma boa fonte de 390 a 400 Watts num preço também bom, pelo menos quando andava por volta dos R$ 150,00

http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Teste-da-Fonte-de-Alimentacao-Corsair-CX430/2186/8

De acordo com o teste, ela segurou 20A na 12V1 e 12V2 (do aparelho). Como é o aparelho que tem 2 12V e não a fonte, deu 40A ao todo, não?

Teste de Sobrecarga

+12VA

20 A (240 W)

+12VB

20 A (240 W)

+5V

10 A (50 W)

+3,3 V

10 A (33 W)

+5VSB

2 A (10 W)

-12 V

0,5 A (6 W)

Total 548,8 W

E mesmo que tenha só 28A na linha 12V, prefiro isto a uma OCZ SXS 400W que é "eficiente" mas tem 2*15A ou a sua antec.

Moral da história: O coolguy, do GDH, comprou a OCZ 400W. O 12V1 era 15A pro pc inteiro menos CPU e o 12v2 era pro CPU

O 12v1 dele queimou duas vezes, pois a config dele puxava muita carga na linha +12V1. Só a GTX460 era 10A (medidos pelo xbit labs), e a dele tava em over ainda. Sobravam uns 4A pro resto do sistema.

A soma total da config dava menos de 400W, mas essa história da 12v dividida em 2 matou.

O amigo dele, com Corsair 400CX, usa uma config rigorosamente igual, e tudo bem.

Por conta disso, estou preferindo fontes com 1 linha 12V.

Fonte com 2 linhas +12v? Só pego se cada linha for forte. Não dá pra tolerar +12v de 15A igual essa antec. Botou uma GTX460? Já era.

Editado por Octaiver Matt

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

fonte de qualidade embora como o faller disse nao seria um fonte de 430W mas mesmo assim ela ainda e melhor que qualquer "Xingling" vendida por ai. ela e melhor que as ice age 450W(que vem pipocando pelo forum e deveria perder o selo de "produto recomendado" ).

Bem que o clubedohardware poderia passar a usar 2 ou 3 tipos de selo por exemplo:

1º selo =fontes de alta eficiencia certificaçao 80 plus platinum(ou gold,silver )

2º fontes como esta analisada(CX430) que sao de qualidade e nao danificarão a maquina

o selo "produto bomba" poderia ficar o mesmo afinal a fonte estoura o computador ou a casa

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Enquanto isso, a Seventeam testada levou o selo de produto recomendado, apesar dos altos níveis de oscilação e ruido (mas ainda dentro do permitido) e informações erradas na etiqueta.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Essa fonte cumpre o que promete, e ela é exatamente o que eu esperava.

Belo teste, essa fonte tem sido muito recomendada por aqui e foi bom ficarmos sabendo da sua real qualidade.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Na minha opinião, melhor compra do que a OCZ 400W SXS

A OCZ 400SXS é uma fonte que saiu de linha faz séculos. A Corsair 430CX é uma fonte atual. Deve ser comparada a outras fontes do momento, tais como a Seasonic, Antec, Courgar, C3Tech, OCZ 400SXS2 e Aerocool 430. Embora a Corsair 430CX seja ótima, só pecando no cooler sem rolamento e na falta de certificação 80Plus, eu a colocaria, como tantas vezes a coloquei no fórum, na seguinte ordem:

- Seasonic 430W

- Antec 400 Eco

- Corsair 430CX

- Cougar A400

- C3Tech 500R Ve

- OCZ 400SXS2

- Cougar 350W

- Aerocool 430W

http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Teste-da-Fonte-de-Alimentacao-Corsair-CX430/2186/8

De acordo com o teste, ela segurou 20A na 12V1 e 12V2 (do aparelho). Como é o aparelho que tem 2 12V e não a fonte, deu 40A ao todo, não?

O Faller está certíssimo, coberto de razão. A tabela que você tem de consultar é a da página 7. E mesmo assim considerando 8W a menos nas linhas baixas. Nessa tabela mencionada por você podemos notar um outro ponto negativo na fonte, que é a de retardar bastante a atuação de suas proteções. Mas no fim das contas pelo menos desliga sem queimar ou explodir e é uma fonte que me agrada bastante, pelo excelente projeto DSA II que ela tem. Só não pode custar o mesmo que a Seasonic 430, como se vê em diversas lojas.

Enquanto isso, a Seventeam testada levou o selo de produto recomendado, apesar dos altos níveis de oscilação e ruido (mas ainda dentro do permitido) e informações erradas na etiqueta.

Certo, mas um erro não justifica outro. Considerei bom esse teste da Corsair. A especificação ATX recomenda eficiência mínima de 80%, é justo não dar selo para fontes com eficiência abaixo disso. O esperado não é dar o selo para a Corsair, mas tirar o selo das fontes que não o merecem.

Editado por Kayke

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Moral da história: O coolguy, do GDH, comprou a OCZ 400W. O 12V1 era 15A pro pc inteiro menos CPU e o 12v2 era pro CPU

O 12v1 dele queimou duas vezes, pois a config dele puxava muita carga na linha +12V1. Só a GTX460 era 10A (medidos pelo xbit labs), e a dele tava em over ainda. Sobravam uns 4A pro resto do sistema.

Deve ser problema da rede elétrica. Eu tenho uma GTX460, Phenom II X4 e OCZ SXS 400W, tudo funcionando normal por vários meses.

A OCZ tem limite 17A na linha +12V1 e 14A na linha +12V2. Veja que o valor maior de 17A é na linha +12V1 que alimenta a placa de vídeo e outros componentes. No teste foi usado uma distribuição diferente com 15A em cada linha +12V e 83W nas linha baixas.

Nada impede a carga na linha +12V2 ser de 14A, +12V1 ser de 17A e carga nas linhas baixas serem menores. 83W é um valor irreal, o normal seria no máximo 50W nas linhas baixas. A OCZ colocou 17A justamente porque ela alimenta a placa de vídeo e outros componentes.

17A não é pouca coisa e é suficiente para GTX460 e outros componentes em uma configuração normal (no pico do pico). você não usa tudo junto no computador ao mesmo tempo, o que é calculado é a situação máxima com margem de segurança. Por exemplo, meu WD Caviar Black precisa de 0.49A na linha de +12V e 0.5A na linha +5V, que totaliza arredondando 8.40W. O pessoal usa 10W com margem de segurança, e olha que o Caviar Black consome bastante. A maioria dos discos rígidos green é mais econômico.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora