Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação Leadership 4760 de 500 W

       
 42.007 Visualizações    Testes  
 19 comentários

Testamos mais uma fonte de alimentação da marca nacional Leadership, desta vez o modelo 4760 que a empresa afirma ser de 500 W. Será? Confira.

Teste da Fonte de Alimentação Leadership 4760 de 500 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Testamos mais uma fonte de marca nacional de baixo custo, desta vez o modelo 4760 da Leadership, vendida como “Fonte de Alimentação ATX 500 W” ou “Fonte ATX  Pentium 4 500 W”. Será que presta? Confira.

Esta fonte traz decalcada em sua placa de circuito impresso o código “LP-8867”, a mesma placa usado na TiVECO TVPS450 (o modelo da TiVECO usa componentes mais potentes), e aparentemente é fabricada por uma empresa chamada Leadman e vendida no exterior com nomes como ePower, Powsun, Powmax, Echo Star e Blue Star.

Leadership 4760 500w
Figura 1: Fonte de alimentação Leadership 4760

Leadership 4760 500w
Figura 2: Fonte de alimentação Leadership 4760

A Leadership 4760 segue o projeto das antigas fontes ATX, com 14 cm de profundidade e ventoinha de 80 mm em sua parte traseira.

Ela obviamente não tem nenhum sistema de cabeamento modular e também não traz proteção de nylon em nenhum de seus cabos. Os fios do cabo de alimentação principal da placa-mãe usa fios com a bitola correta (18 AWG), porém os fios dos demais cabos são mais finos do que o recomendado (20 AWG). Os cabos inclusos são:

  • Cabo principal da placa-mãe com conector de 20/24 pinos, 39 cm de comprimento
  • Um cabo com um conector ATX12V, 40 cm de comprimento
  • Um cabo com dois conectores de alimentação SATA, 40 cm até o primeiro conector, 14 cm entre conectores
  • Um cabo com dois conector de alimentação para periféricos e um conector de alimentação para unidades de disquete, 39 cm até o primeiro conector, 14 cm entre conectores

A configuração de cabos desta fonte mostra que ela definitivamente é um produto de baixo custo, com cabos extremamente curtos.

Leadership 4760 500w
Figura 3: Cabos

Ao obervarmos atentamente os conectores SATA dessa fonte de alimentação, verificamos que eles não têm o fio laranja (+3,3 V), que é requerido. Isto indica que esta fonte utiliza um projeto obsoleto que foi adaptado para incluir conectores SATA.

Leadership 4760 500w
Figura 4: Conectores SATA não trazem o fio laranja (+3,3 V)

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Até que foi melhor que eu pensei. Mas essas fontes de baixo custo variam tanto no desempenho que não recomendo mesmo...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sem desmerecer o serviço de utilidade pública que o pessoal do CdH vem fazendo com os testes de fontes, acho até que já podia parar de testar essas fontes da Leader****.

A essa altura, quem ainda não sabe que essa marca não presta?

Podiam concentrar esforços em marcas que ainda geram alguma dúvida quanto à qualidade...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

**, corrompeu a gravação bem no teste mais interessante? sacanagem... pedemos 10s de alegria :(

Sugiro refazer o teste :lol:

No mais, leadership é.... leaderSHI.T

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Daqui a pouco, terroristas vão usar fontes da Leadership ao invés de bombas. A Inmetro devia testar fontes de alimentação antes de ir ao mercado brasileiro, pois um leigo comprando um PC pergunta: "HD de quantos gigas? É X4? Quanto de memória?" e nunca pergunta: "A fonte é da Corsair ou Leadership", ou seja, a fonte explode e o comprador leigo se f*de...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu estou cursando Ti e fiquei apavorado quando o professor de hardware falou dos estabilizadores como se fossem necessários e a melhor coisa do mundo, então essas fontes podres eles devem usar também, eu já descarto quando vejo aquela chaveta seletora ali atrás, se não for full range não rola mais, ficaram no passado e hoje só entra aqui coisa boa, essa marca lider **** eu não compro mais nada, nada mesmo...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Foi uma bela explosão mesmo. Acho que nunca vai chegar o dia dessa empresa entregar uma fonte decente.

Editado por AndreLff
Correção

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Cara, que vergonha essas fontes, mais triste é saber que 90% dos pcs estão com elas! Me admiro até a educação e o respeito que o CDH mostra ao falar destes péssimos produtos, pois não é recriproco. Parabéns pelo teste.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Sem desmerecer o serviço de utilidade pública que o pessoal do CdH vem fazendo com os testes de fontes, acho até que já podia parar de testar essas fontes da Leader****.

A essa altura, quem ainda não sabe que essa marca não presta?

Podiam concentrar esforços em marcas que ainda geram alguma dúvida quanto à qualidade...

Amigo Phas, não se preocupe, esta aí era a última fonte da Leadership que tínhamos aqui. Aliás, acho que já testamos todos os modelos desta marca... Mas aguarde, continuaremos a publicar testes dessas fontes de baixo custo de marcas que são fáceis de encontrar no Brasil.

A Inmetro devia testar fontes de alimentação antes de ir ao mercado brasileiro (...)

Por favor, leia:

http://www.clubedohardware.com.br/blog/Inmetro-talvez-va-regular-o-mercado-de-fontes-de-alimentacao/353

e

http://www.clubedohardware.com.br/blog/O-Inmetro-e-o-teste-de-fontes-no-Fantastico/416

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O maior problema nao é o Inmetro testar, eles mandarao boas fontes ao Inmetro para que sejam aprovadas, e sim o que vai ser vendido no comércio e se o Inmetro fará uma fiscalizacao mais a fundo.

Faco uma analogia com um caso recente que acontece na Anatel: todo equipamento de telecomunicacoes (celular, redes, etc), deve ser homologado, até cabo de rede tem homologacao. Alguns fabricantes, enviam o cabo bom para a Anatel homologar e vendem no comércio cabos de rede de alumínio com uma capa de cobre. A Anatel pegou e pode tirar a homologacao desses cabos, agora a pergunta: a quanto tempo estão aplicando e quanto tempo demorou para serem pescados?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Eu estou cursando Ti e fiquei apavorado quando o professor de hardware falou dos estabilizadores como se fossem necessários e a melhor coisa do mundo

Triste, Sambaquy...

Eu tirei um canudo de tecnólogo de redes, e mais recentemente uma pós em gestão de TI (esse em universidade federal!), e lhe asseguro que a pouca segurança que tenho pra fazer alguma coisa na prática, foi adquirida na base do facão, através da experiência, e de estudos realizados por conta própria.

Isso é Brasil...

:(

Editado por Phas

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Eu estou cursando Ti e fiquei apavorado quando o professor de hardware falou dos estabilizadores como se fossem necessários e a melhor coisa do mundo, então essas fontes podres eles devem usar também, eu já descarto quando vejo aquela chaveta seletora ali atrás, se não for full range não rola mais, ficaram no passado e hoje só entra aqui coisa boa, essa marca lider **** eu não compro mais nada, nada mesmo...

As informações encontradas neste fórum me fizeram abolir o estabilizador. Quer dizer, o utilizo ainda, para os aparelhos que tenho em casa e que funcionam somente a 110 volts. O PC ligo direto na tomada.

Agora, falando da fonte. Mais uma em um oceano de fontes ruins. Não sei como esse testador de fontes aguenta tanta coisa ruim.

Editado por Excelsior

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Queria ter visto os fogos de artificio. :(

O que será que a leadership diria se pedisse uma amostra para teste.

Eu estou cursando Ti e fiquei apavorado quando o professor de hardware falou dos estabilizadores como se fossem necessários e a melhor coisa do mundo, então essas fontes podres eles devem usar também, eu já descarto quando vejo aquela chaveta seletora ali atrás, se não for full range não rola mais, ficaram no passado e hoje só entra aqui coisa boa, essa marca lider **** eu não compro mais nada, nada mesmo...

Eu teria dito para ele se atualizar com os professores de engenharia elétrica!

Você corrigiu a besteira que ele falou em aula? Se continuar assim ele vai passando o mito do estabilizador a diante.

Editado por Mateusão

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Essa Leadership deveria ser banida do Brasil se este fosse um país sério. Outra empresa que também deveria ser proibida de comercializar qualquer coisa é a Multilaser. Nunca mais compro nada destas famigeradas marcas.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
As informações encontradas neste fórum me fizeram abolir o estabilizador. Quer dizer, o utilizo ainda, para os aparelhos que tenho em casa e que funcionam somente a 110 volts. O PC ligo direto na tomada.

Agora, falando da fonte. Mais uma em um oceano de fontes ruins. Não sei como esse testador de fontes aguenta tanta coisa ruim.

Para esses equipamentos, você deveria utilizar um transformador de tensão e eliminar de vez o estabilizador.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×