Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Microcomputador Intelbras Ideal

        102.574 Visualizações     22 comentários     Primeiras Impressões   

Demos uma olhada no Intelbras Ideal, computador desktop de baixo custo vendido em lojas de eletrodomésticos.

Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

Continuando nossa série de artigos onde analisamos computadores prontos, vendidos em hipermercados e lojas de eletrodomésticos, dessa vez desmontamos o computador "Ideal" da Intelbras. Confira!

A Intelbras é um tradicional fabricante brasileiro de equipamentos de telefonia que recentemente adquiriu a Nova Computadores. Seus planos, pelo menos por enquanto, é manter no mercado computadores das duas marcas: a Nova e a Intelbras. Nossa análise é do modelo "Ideal", que usa a marca "Intelbras".

Intelbras Ideal
Figura 1: Caixas.

Intelbras Ideal
Figura 2: Descrições na caixa.

O "Ideal" é baseado no processador Celeron 430. Apesar de usar um dos processadores mais básicos (e baratos) do mercado, é um modelo em alguns pontos superior ao Sim+ A123 e ao Nova Precision já analisados anteriormente, vindo com 1 GB de memória RAM instalada e disco rígido de 160 GB. Porém, é normal que em pouco tempo o padrão de computador "básico" avance, com a redução dos preços dos equipamentos. Veremos as especificações completas deste computador ao longo deste artigo.

Esse modelo é vendido acompanhado do monitor, no caso um de cristal líquido de 15,4 polegadas widescreen, contendo a marca própria da Intelbras. Contudo, esse monitor não é fabricado pela própria Intelbras e sim pela Braview, modelo 1542A2. Trata-se de um bom monitor, bastante leve e compacto e com uma imagem excelente. Porém, desde o início ficamos em dúvida sobre qual seria a resolução dele, 1280x800 ou 1440x900, visto que a caixa traz as duas especificações e o manual idem, sem a marcação de qual é o modelo real.

Intelbras Ideal
Figura 3: Especificações do monitor.

Esse problema mostrou-se mais além: ao ligar o computador, o monitor foi reconhecido automaticamente (mesmo em outro computador) como tendo a resolução de 1280x800. Até aí tudo bem, não fosse o fato de que, nessa resolução, a imagem ficar com a falta de nitidez típica de quando um monitor de cristal líquido usado abaixo de sua resolução nativa (leia mais sobre esse problema em nosso artigo Tudo o que você precisa saber sobre monitores LCD). Tivemos então que forçar a instalação de outro driver (painel de tela digital 1600x1200) para podermos colocar o monitor a trabalhar em 1440x900, onde então conseguimos nitidez máxima. Um grande ponto negativo do monitor. Outro problema é que não encontramos referência no site do fabricante para esse modelo, e muito menos uma forma de baixar o driver específico para ele.

Editado por

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Esses computadores prontos SERIAM uma ótima solução pro consumidor que não possui conhecimentos de hardware. Mas, normalmente são produtos compostos de hardware já ultrapassado em outros países. Isso é muito irritante!

Se você quer um micro com preço adequado a tecnologia atual você terá que trazer de fora do país. Como a maioria não tem esta possibilidade, acaba se rendendo ao contrabando do Paraguai.

Resumindo: na maior parte dos casos, o consumidor tem duas alternativas; ou compra algo que veio do Paraguai ou compra no Brasil com tudo legalizado um produto com preço absurdamente desproporcional ao valor do produto.

Em tempos de globalização, fico me perguntando até quando isso irá ocorrer.

Se temos que pagar mais caro ferro produzido no país porque o preço internacional subiu(ou seja, temos de acompanhar o preço mundial), por que cargas d´água não se aplica a mesma lógica a informática e eletrônicos? Se o preço mundial do produto é X, por que temos que pagar (3 ou 4)*X?

Sim, os impostos... sim, o custo Brasil...

E depois tem político que promete notebook a cem dólares... com base em que?

É um assunto chato e recorrente, mas não tem como fugir dele certas vezes, embora me sinta um ***** tendo que falar disso.

Não queremos tornar o forum um palanque pra uma discussão politica. Queremos falar de Hardware.

Mas, dúvido que alguém daqui dentre nós não se sinta enojado com o preço cos produtos de informática e afins no Brasil.

Se os preços aqui fossem igual ao dos EUA, certamente teríamos um enorme mercado de informática.

Eu me recuso a pagar quase mil Reais num micro de hipermercado como este Intelbras que já nasce sem possibilidade de rodar decentemente algum aplicativo daqui seis meses...

De qualquer forma, eu gostaria mesmo de saber é qual o valor que os fabricantes de hardware vendem seus produtos aos distribuidores e lojistas. Por exemplo, o preço de um processador E8400 Box que a Intel pratica na saída de fabrica? Quando digo isso, quero dizer a Intel lá onde fabrica, não sua filial no Brasil. Pois deveria ser esse preço para se fazer o cálculo do custo do produto. No Basil, quando fazemos calculo de qual o valor o produto deverá chegar no Brasil, adicionamos o imposto sobre o preço da Newegg (um exemplo). Mas, isso não está certo. Pois, a Intel não vende a este preço, o valor da Intel deve ser inferior, obviamente...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Quanto ao custo Brasil são, principalmente, os tributos os algozes dos preços na área de informática. A opção é "importar" do Paraguai mesmo, infelizmente.

No que refere à Intel e seus processadores, é lógico que eles saem de fábrica mais barato para os fornecedores do que para o consumidor. Afinal, a cada fase da cadeia produtiva o fornecedor respectivo coloca sua margem de lucro e, até chegar ao consumidor, o preço realmente fica mais caro.

Quanto ao teste, o PC é até honesto pelo preço e o que oferece, mas achei que ficou devendo um processador um pouquinho mais potente, como um E2180 por exemplo, que não aumentaria muito o custo final. Montar um PC equivalente e mandar trazer do Paraguai certamente ficaria mais barato, mas para quem quer comprar tudo legalizado, com nota fiscal e, principalmente, garantia, achei que o PC testado é uma boa escolha.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá Timmy, o que eu queria dizer sobre o custo da Intel era o seguinte(estou escrevendo pois acho q meu post anterior foi muito confuso e não me expressei bem): nós fazemos errado ao ver o preço na Newegg de um determinado produto e calcular com base na Newegg o valor dos impostos. Pois, quando uma empresa importa, ela não compra da Newegg (pelo menos não deveria), ela compra direto do fabricante, e então, sobre esse valor pago é que será taxado o imposto de importação. E notando isso, podemos ver com clareza que o preço no Brasi é um absurdo...

Mas, concordo com você quando diz que o preço deste Intelbras até que não está tão ruim assim em compração com os preços de micros legalizados que encontramos nos hipermercados da vida. Mas, de qualquer forma, é um micro bem lento se comparado aos básicos vendidos lá no Tio Sam.

E ficamos nós, como diria Nelson Rodrigues, com o complexo de vira-lata...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Essa do disco sem parafusos foi demais. Quando começei a ler o parágrafo achei que o gabinete usava as populares presilhas bastante comuns em gabinetes da Coolermaster, 3RSYSTEM e outras marcas com tradição na área.

Pior do que isso só o AMAZON PC com disco rígido montado na diagonal:

http://www.forumpcs.com.br/viewtopic.php?t=207367

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Essa do hd sem parafuso é d-, o problema é quando um bixo desse dá problema.

Vejo que o grande problema desses fabricantes é a garantia, na maioria da vezes é um problema pra trocar.

Mas até que esse aí é uma "boa configuração" com um preço razoável.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acho que está num preço bem atraente se comparado aos outros similares por aí. Ponto POSITIVO pra Intelbras! (descupem o trocadilho kkkk).

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

960 é um preço bom, realmente interessante.

Agora essa de não ter parafuso no HD.. só o cabo de força bem preso ali perto do gravador de DVD não dá.

Bem, parabéns Coelho, mais uma excelente análise, bem escrita, bem estruturada e vendo o lado bom do uso de um só pente de memória, gostei bastante deste ponto. :)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gostei da analise também.

É um ótimo computador para o que se destina.

A unica cagada foram os parafusos do hd mesmo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Embora não sejam recomendáveis, esse da Intelbras causa melhor impressão que os da Positivo. O que fica no ar é a qualidade da fonte Jitek, que equipa todos eles, e que deveria pelo menos ter sido fotografada por dentro, para dar uma noção.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sobre o fax modem eu não recomendo sua remoção pois não é em todo lugar que vai ter algum tipo de internet banda larga, eu que trabalho numa loja de informatica como tecnico ja vendi computadores para pessoas que moram na zona rural e não tem nenhum tipo de internet banda larga sendo a discada como unica alternativa.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Realmente o PCzinho quebra um galhão.

O preço tá bom, e a falta de parafusos foi um erro técnico (quem nunca comprou algo com defeito?)

Para um usuário médio, ou pequeno escritório está excelente e com ótimo custo/benefício.

Com relação ao modem, concordo plenamente com sua inclusão, eis que a maioria dos usuários que compra PC nessa faixa de preço ainda não tem banda larga.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mr.

Em relação ao custo alto no hardware no Brasil, quem trabalha com informática ou hardware sabe que além da carga tributária notória aplicada em nosso pais, existem outros pontos importantes.

Começando pela carga tributária, hoje para bens de informática alguns itens são beneficiados a importação. Como os processadores, onde o governo entende que fomenta a mercado legal de informática no Brasil. Informo que os preços praticados no Brasil não se distanciam muito do padrão mundial, com algumas excessões. O problema dos processadores é o canal de venda. Se você for comprar um processador na "praça" a margem de lucro dos distros ainda é alta em virtude do risco de aquisição -obsolescência, capital empregado. Comprando no Paraguai, você pode comprar um pouco mais barato mas acaba pegando o que resta do "brokerage" mundial, ou seja, o canal paralelo, que posso lhe dizer que não adiciona muitas vantagens - Refurbished- além de fomentar práticas ilicitas - roubos de carga dos canais formais-.

Se você for importar uma placa mãe ou Placa de Video, ai sim falamos do absurdo tributário!! PAra internar uma placa mãe, podemos adicionar 20% só de impostos, fora custos de fuel e frete para importar a placa. Hoje em dia alguns CM´- Contract Manufacturings- já começam a bater MOBOs no Brasil, o que começa a ajudar e diminuir este custo, mas infelizmente ainda fabricam placas Low End. Desta forma, ainda estamos com uma política desbalanceada no que tange ao mercado de informatica no Brasil. E quem quer montar uma máquina "BOA", tem que realmente recorrer aos canais ditos informais ou distros que sofrem com a tal carga tributária e falta de escala de consumo. Nem os integradores nacionais conseguem viabilizar a montagem de uma máquina de alto processamento, na visão deles não haverá mercado consumidor devido ao alto custo desta. Consequentemente, não vale o esforço do setup de uma linha de montagem, custo no estoque e Investimentos em Matéria Prima e marketing para montar e divulgar tal máquina

Em relação aos EUA, eu digo que o poder de compra e escala deles é muito maior que o nosso, desta forma, compram muito melhor, além da importação não incorrer em tantos impostos como nosso. Eu não compararia nossos preços de hardware com com Newegg ou qualquer outro site pelos motivos citados anteriormente. Eles infelizmente estão em outro patamar. Isso que nem falo da Ásia. Já estive em Hong Kong - paraiso fiscal- e montei um bom computador com peças trazidas de lá. EUA fica no chão em termos de preço. Como falei, é outra realidade, e a questão tributária de escala pesa bastante.

Qual seria a solução... Primeiro a instalação de fábrica de semicondutores no Brasil - Perdemos uma fabrica da intel para Costa Rica!!- o que fomentaria a industria de alto valor agregado e não precisariamos importar estes itens.

Segundo, própria qustão macroecônomica, onde o povo não precisasse gastar tanto pagando imposto de Renda, combustível caro, Plano de Saúde, pagando juros exorbitantes para comprar um eletro no varejo. Precisamos estabelecer um Circulo Virtuoso onde a popolação pudesse comprar mais - computadores por exemplo- aumentando nossa escala, baixando carga tributária destes, diminuindo mercado cinza - Paraguai-, consequentemnte baixando custos...

Na minha opinião é isto, mas não é simples e requer vontade política e cobrança da população.

Abraços.

Esses computadores prontos SERIAM uma ótima solução pro consumidor que não possui conhecimentos de hardware. Mas, normalmente são produtos compostos de hardware já ultrapassado em outros países. Isso é muito irritante!

Se você quer um micro com preço adequado a tecnologia atual você terá que trazer de fora do país. Como a maioria não tem esta possibilidade, acaba se rendendo ao contrabando do Paraguai.

Resumindo: na maior parte dos casos, o consumidor tem duas alternativas; ou compra algo que veio do Paraguai ou compra no Brasil com tudo legalizado um produto com preço absurdamente desproporcional ao valor do produto.

Em tempos de globalização, fico me perguntando até quando isso irá ocorrer.

Se temos que pagar mais caro ferro produzido no país porque o preço internacional subiu(ou seja, temos de acompanhar o preço mundial), por que cargas d´água não se aplica a mesma lógica a informática e eletrônicos? Se o preço mundial do produto é X, por que temos que pagar (3 ou 4)*X?

Sim, os impostos... sim, o custo Brasil...

E depois tem político que promete notebook a cem dólares... com base em que?

É um assunto chato e recorrente, mas não tem como fugir dele certas vezes, embora me sinta um ***** tendo que falar disso.

Não queremos tornar o forum um palanque pra uma discussão politica. Queremos falar de Hardware.

Mas, dúvido que alguém daqui dentre nós não se sinta enojado com o preço cos produtos de informática e afins no Brasil.

Se os preços aqui fossem igual ao dos EUA, certamente teríamos um enorme mercado de informática.

Eu me recuso a pagar quase mil Reais num micro de hipermercado como este Intelbras que já nasce sem possibilidade de rodar decentemente algum aplicativo daqui seis meses...

De qualquer forma, eu gostaria mesmo de saber é qual o valor que os fabricantes de hardware vendem seus produtos aos distribuidores e lojistas. Por exemplo, o preço de um processador E8400 Box que a Intel pratica na saída de fabrica? Quando digo isso, quero dizer a Intel lá onde fabrica, não sua filial no Brasil. Pois deveria ser esse preço para se fazer o cálculo do custo do produto. No Basil, quando fazemos calculo de qual o valor o produto deverá chegar no Brasil, adicionamos o imposto sobre o preço da Newegg (um exemplo). Mas, isso não está certo. Pois, a Intel não vende a este preço, o valor da Intel deve ser inferior, obviamente...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Essa do HD vir sem os parafusos foi demais uhauhsahusuhuhauhshuasuh

Mas, olhando pelo lado de um usuário leigo, que quer um computador apenas pra Internet, editar textos, ver e-mails etc, esse computador está de bom tamanho.

R$960,00, ainda vindo com um monitor, e com o Windows original, é um preço justo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Essa do HD vir sem os parafusos foi demais uhauhsahusuhuhauhshuasuh

Mas' date=' olhando pelo lado de um usuário leigo, que quer um computador apenas pra Internet, editar textos, ver e-mails etc, esse computador está de bom tamanho.

R$960,00, ainda vindo com um monitor, e com o Windows original, é um preço justo.[/quote']

Correção, Windows Vista Starter Edition original, que, notoriamente, é horrível, diante das suas limitações, consoante esse artigo, do próprio CdH. Assim, quem comprar esse PC certamente vai instalar o Windows XP nele, perdendo toda a "vantagem" de vir com o Windows Vista Starter Edition original...

Editado por timmy
correção

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Conheço essa Intelbras, tem centrais telefônicas muito boas, mas os aparelhos telefônicos são péssimos tanto sem fio como com fio, sempre apresentam defeitos, agora querem entrar nos pcs, não sei se vão conseguir manter a qualidade, tenho um amigo que dá assistência técnica autorizada para os pcs da Nova e agora Intelbras, ele disse que até ta fazendo pouca manutenção pro volume grande de vendas, mais uma opção para o usuário básico...

Quanto ao HD estar sem parafusos, não vejo muito problema se estiver prensadinho no gabinete ele não vai sair andando dentro dele...só não pode ficar folgado ai é arriscado, ninguém vai lutar boxe com a cpu pra se preocupar tanto com parafusos a menos.

Editado por Sambaquy

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Quanto ao HD estar sem parafusos, não vejo muito problema se estiver prensadinho no gabinete ele não vai sair andando dentro dele...só não pode ficar folgado ai é arriscado, ninguém vai lutar boxe com a cpu pra se preocupar tanto com parafusos a menos.

O problema é que o gabinete vem lacrado, e se o usuário não perceber um defeito desses, acabar o prazo de garantia e ocorrer algum problema com o HD quem sofrerá o prejuízo vai ser o consumidor...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Correção, Windows Vista Starter Edition original, que, notoriamente, é horrível, diante das suas limitações, consoante esse artigo, do próprio CdH. Assim, quem comprar esse PC certamente vai instalar o Windows XP nele, perdendo toda a "vantagem" de vir com o Windows Vista Starter Edition original...

Pode crer Timmy,

Não tinha reparado que era Starter!

Obrigado pela correção :lol:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Concordo com o Timmy. Ainda o pior... o cara pode levar na assistencia e ainda ser acusado de ter aberto o computador mesmo sem ter aberto. Porque essas coisas sao usuarios que costumam mexer com o computador que deixam assim sem parafusos (ate para manuseios). então realmente esta errado diante da garantia...

É a mesma coisa que você omprar um carro "popular" e vier sem um parafuso na roda... certamente você ficaria P da vida...

Abraços,

Edson

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Só digo uma coisa: HD sem parafuso!

--

Lembro da VEJA falando do quanto eram ruins os computadores montados por lojas de informática... Algo como "lojas de fundo de quintal". Qualquer pc que já vendi, tinha um relatório claro e completo do seu conteúdo, nunca lacrei nada e nunca tive problemas por isso.

O Amazon PC comentado... é outro exemplo de extrema qualidade dessas empresas montadoras. Gabinete todo amassado.

Comprei um pc da NOVA... tenho gostado dele e não tenho coragem de partir o lacre, :(

(Sim, comprei após ler a matéria do CdH!)

abraços

e

felicidades

:bandeira:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Lembro da VEJA falando do quanto eram ruins os computadores montados por lojas de informática... Algo como "lojas de fundo de quintal"

Mas é claro que a VEJA iria puxar a sardinha pras empresas.

Alguém aqui já viu uma loja de informática anunciar na revista? Só as empresas que anunciam na revista!

Nunca comprei PC montado por empresas, sempre comprei de lojas de informática ou adquiri as peças separadamente e depois mandei montar e nunca tive problemas...

Editado por timmy
correção

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bacaninha esse pc para quem vai comprar o primeiro pc ou usá-lo como segunda ou terceira máquina.... mas a falta dos parafusos do hd: bola 100% fora!

Quanto à presença do modem: acho que esse item ainda é desejável, pois nem todo mundo tem banda larga; e para quem já tem ADSL, quando ela estiver "down", como vai ter acesso a web, numa emergência? Através do modem, oras.

Mas acho que nesse preço já deveria vir com um LCD de 17".... ahhh e deveria ter um gabinete, mas bonitinho, né?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora