Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do processador Core i7-5960X

       
 99.723 Visualizações    Testes  
 45 comentários

Nós testamos o Core i7-5960X, o processador para computadores pessoais mais topo de linha disponível atualmente. Vamos ver se seu desempenho é condizente com seu preço.

Teste do processador Core i7-5960X
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

No ano passado a Intel lançou sua nova plataforma topo de linha, a X99, que usa o novo soquete LGA2011-v3. Os processadores lançados para esta plataforma têm codinome “Haswell-E”, e o modelo mais topo de linha lançado para esta plataforma é o Core i7-5960X, que tem oito núcleos físicos (mais oito núcleos virtuais graças à tecnologia Hyper-Threading), clock de 3,0 GHz (máximo de 3,5 GHz através da tecnologia Turbo Boost) e suporte a memórias DDR4 em quatro canais. Vamos testar este monstro e ver como é seu desempenho.

A nova plataforma X99 substitui a plataforma X79, e a principal diferença entre as duas é o suporte a memórias DDR4 em vez de DDR3 (ambas com acesso à memória em quatro canais). Esta plataforma usa o novo soquete LGA2011-v3, que não é compatível com os processadores LGA2011 da plataforma X79. Para saber mais sobre esta plataforma, leia nosso tutorial “Tudo o que você precisa saber sobre a plataforma X99 da Intel”.

O Core i7-5960X é o processador mais topo de linha dessa família e, até agora, o processador para computadores pessoais mais topo de linha disponível no mercado. Ele tem 40 pistas PCI Express 3.0, clock base de 3,0 GHz com clock turbo de 3,5 GHz, TDP de 140 W e suporta memórias DDR4 até 2.133 MHz, em configuração de quatro canais. Ele suporta conjuntos de instruções SSE 4.2, AVX 2.0 e AES. O Core i7-5960X tem oito núcleos de processamento, mas, graças à tecnologia Hyper-Threading, é reconhecido como um processador de 16 núcleos pelo sistema operacional.

O Core i7-5960X é vendido sem cooler; você precisa adquirir um cooler compatível separadamente.

As Figuras 1 e 2 revelam o processador Core i7-5960X.

Core i7-5960X
Figura 1: o processador Core i7-5960X

Core i7-5960X
Figura 2: o processador Core i7-5960X

Uma das dificuldades que nós tivemos para elaborar este teste é que o Core i7-5960X não tem um concorrente direto: o processador mais caro da AMD, o FX-9590, custa menos de um quarto de seu preço. Mesmo tendo isso em mente, nós incluimos um FX-9590 em nossos testes de qualquer forma, pois muitos leitores querem saber qual a diferença de desempenho entre os processadores mais topo de linha da Intel e da AMD. Nós também incluímos em nosso teste um Core i7-4770K, um dos processadores mais topo de linha da plataforma intermediária da Intel (a LGA1150), de forma que os usuários possam ver qual a diferença de desempenho teriam ao escolher a plataforma mais cara.

Core i7-5960X
Figura 3: o Core i7-5960X (esquerda), o FX-9590 (centro) e o Core i7-4770K (direita)

Vamos comparar as principais especificações dos processadores testados na próxima página.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários




Ô coisa boa ver teste desse nível por aqui ! :)

 

Uma outra coisa que também complica pro 5960 é o preço das memórias DDR4, que estão em patamares abusivos aqui no Brasil, na minha opinião.

 

Tanto que o i7 5820 tem um preço bem interessante, mas quando se coloca na mesa o preço da placa-mãe (pelo menos o dobro) e das memórias, perco o interesse.

 

Acho que pro pessoal profissional, talvez compense ter duas máquinas de 4 ou 6 núcleos, ou ainda um processador de servidor..

Com R$ 3 mil, que é o preço do 5960X, dá pra ter a primeira opção.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Teste muito bom que determina a real utilização de cada um e, em minha opinião, a "inutilidade" do FX-9590. Parabéns!

 

Isso porque nem rolou um teste de consumo de energia. :unsure:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Agora eu fico pensando. A AMD está muito abaixo.

Será que ela pretende continuar competindo com processadores para desktop??

Quais os planos da AMD para este segmento.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Agora eu fico pensando. A AMD está muito abaixo.

Será que ela pretende continuar competindo com processadores para desktop??

Quais os planos da AMD para este segmento.

 

Está abaixo inclusive no preço. ;)

Sobre sua pergunta, o cenário é incerto, pouco se sabe e se fala neste assunto. :ph34r:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Espero que ela não abandone esse nicho de mercado.

Caso contrário vamos ter processadores cada vez mais caros por falta de concorrência.

Já li notícias que já tem previsões para a fabricação de processador intel 7nn e 10nn.

Imagine o preço disso.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A AMD não tem como competir em igualdade com Intel, mas sempre colocou no mercado opções mais baratas e quase tão eficientes. Mas nos últimos tempos a Intel abriu distância, principalmente nos quesitos desempenho e consumo. TDP de 84W do i7 4770K é fantástico. 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Na verdade a AMD parou no tempo desde 2010, e daí vem recauchutando suas CPU's. VGA a mesma coisa, desde 2012 não tem nada de novo, umas duas gerações atrás da nVidia. Se continuar assim, já sabemos o final. R.I.P. 3DFX, Cyrix, etc etc.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se tá mau informado meu brother.

Amd está atrasada em Processador.

No entanto, para GPUs, ela está lançando quase todo ano uma geração assim como a Nvidia.

Mas com muito mais qualidade, pois a Nvídia tem fama de sacanear os consumidores.

 

 

Na verdade a AMD parou no tempo desde 2010, e daí vem recauchutando suas CPU's. VGA a mesma coisa, desde 2012 não tem nada de novo, umas duas gerações atrás da nVidia. Se continuar assim, já sabemos o final. R.I.P. 3DFX, Cyrix, etc etc.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bom exemplo, isso mostra que você se precipitou na alegação que "Amd parou com GPUs em 2012.

Sendo que a R9 290 foi lançada em outubro de 2013.

E a R9 295x em 2014.Nvidia lançou a concorrente gtx 780 também outubro de 2013.

E em 2014 lançou a 980 e 970 e agora 2015 lançou 960 e a amd lança 300 também em 2015.

Não está atrasada em nenhuma geração.

Concorrente é concorrente e pronto.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ah, errei por um ano, mals aí.... rs

E R9 295 são duas 290 (recauchutagem)

 

Cadê a série 300? Não vi. nVidia já lançou até mid end. GTX 980 saiu ano passado.

Me fala uma placa que chega perto da 780 ou 980, single GPU.

Editado por Phoenyx

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fico me perguntando até quando vai perpetuar esse silêncio da AMD perante os lançamentos da Intel.
Eu concordo quando dizem que a AMD parou no tempo, a ultima linha realmente interessante deles foram os Phenon, a partir dai não trouxeram nada novo.
A intel sempre esteve a frente, mas agora virou exagero. Processador de 16 núcleos enquanto a Amd está se matando pra rodar um 8 núcleos sem explodir a sua máquina.
Sempre tive muito apreco pela Amd, mas a julgar pelo andar da carroagem, pra um futuro up, Amd está fora de cogitação.
Excelente teste....Parabéns a equipe.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fico me perguntando até quando vai perpetuar esse silêncio da AMD perante os lançamentos da Intel.

Eu concordo quando dizem que a AMD parou no tempo, a ultima linha realmente interessante deles foram os Phenon, a partir dai não trouxeram nada novo.

A intel sempre esteve a frente, mas agora virou exagero. Processador de 16 núcleos enquanto a Amd está se matando pra rodar um 8 núcleos sem explodir a sua máquina.

Sempre tive muito apreco pela Amd, mas a julgar pelo andar da carroagem, pra um futuro up, Amd está fora de cogitação.

Excelente teste....Parabéns a equipe.

Eu sempre montei AMD e agora estou partindo para Intel justamente por isso.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não monto AMD para meu uso desde o Athlon64, de lá pra cá todos os processadores Intel, até os de entrada, possuem bom custo benefício. AMD hoje só pra quem está durango kid e monta APU, ou quer uma configuração razoável com múltiplos núcleos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Na época do Pentium 4 foi a Intel quem amargou muito tempo "comendo poeira". Os Athlon 64 eram mais baratos, mais rápidos e esquentavam bem menos. Depois a Intel "achou o rumo" e tem melhorado bem seus processadores, e a AMD não conseguiu mais acompanhar no mercado high-end.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Na época do Pentium 4 foi a Intel quem amargou muito tempo "comendo poeira". Os Athlon 64 eram mais baratos, mais rápidos e esquentavam bem menos. Depois a Intel "achou o rumo" e tem melhorado bem seus processadores, e a AMD não conseguiu mais acompanhar no mercado high-end.

 

Exatamente, a arquitetura Netburst foi um grande tiro no pé da Intel. Sorte deles que um grupo de engenheiros israelenses continuaram quietinhos trabalhando em cima da arquitetura P6, o que acabou se tornando a Core. Na época chamavam os P4 de "Hot & Loud", uma paródia do Cool & Quiet dos Athlon 64...  ^_^

 

A K8 foi a última grande arquitetura da AMD, infelizmente.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fugindo um pouco do tópico, mas depois de ler estas mensagens: acho que a AMD ainda tem muita lenha pra queimar.

 

É fato que atualmente o segmento de alta performance está dominado pela Intel, mas a AMD ainda é muito competitiva nos segmentos menos exigentes e que continuam sendo os de maior consumo. Para o uso básico e intermediário, eu ainda acho que AMD oferece melhor custo x benefício.

 

Voltando ao tópico: o que mais tem chamado minha atenção nos últimos tempos nem é o poder de fogo dos processadores da Intel ou dos processadores gráficos da Nvidia, mas o menor consumo de energia.

 

Aumentar a performance consumindo menos, e consequentemente produzindo menor ruído de refrigeração, é realmente de tirar o chapéu!

 

Obrigado pelos testes, Rafael! thumbsup.gif

Editado por Duda Sgluber

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fugindo um pouco do tópico, mas depois de ler estas mensagens: acho que a AMD ainda tem muita lenha pra queimar.

É fato que atualmente o segmento de alta performance está dominado pela Intel, mas a AMD ainda é muito competitiva nos segmentos menos exigentes e que continuam sendo os de maior consumo. Para o uso básico e intermediário, eu ainda acho que AMD oferece melhor custo x benefício.

Voltando ao tópico: o que mais tem chamado minha atenção nos últimos tempos nem é o poder de fogo dos processadores da Intel ou dos processadores gráficos da Nvidia, mas o menor consumo de energia.

Aumentar a performance consumindo menos, e consequentemente produzindo menor ruído de refrigeração, é realmente de tirar o chapéu!

Obrigado pelos testes, Rafael! thumbsup.gif

É nessa relação desempenho - consumo que a Intel vem nadando de braçada mesmo, mas como disse, AMD ainda tem seus méritos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não desmerecendo o trabalho de vocês até porque está ótimo mas sem o DX12 parece muito relevante os testes para esse processador.

Editado por Dcorporation

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Em single thread foi mais lento que um 4770K com seu misero clock de 3.5Ghz, o que dirá se compará-lo a um 4790K a 4Ghz, perde feio, além disso este custa quase um terço do preço deste 5960X, somente o uso de memórias DDR4 não justifica o investimento porque hoje temos DDR3 a até 3200Mhz, com preços bem razoáveis a até 2400Mhz (Veja que o teste foi feito com DDR4 2133Mhz que são muito mais caras).

Vejo esse processador numa situação muito específica, "Uso de vários theads, e banda de memória altíssima proporcionada pelo Quad Channel" mesmo assim pelo seu desempenho não deveria custar mais do que 500/600 dólares, porque ele não tem o triplo de desempenho dum 4790K e muito menos o dobro,  é o que o pessoal disse nos posts anteriores "Com a AMD fora da jogada (Nesse Segmento High End), a Intel vende no preço que quer, sem concorrência"...

Editado por lark2

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mas pelo preço, ele leva uma surra do irmão menor! Perde em quase tudo e onde deveria vencer, rende apenas 20%-30% mais, por muito mais custo, nem para uso profissional seria boa opção! Como sempre, a Intel colocando o preço que quer nesse mercado e fazendo excelentes B.O.s!

 

 

P.S. Faltou um teste com mais GPU's e software de renderização com multiprocessamento CPU-GPU, quem sabe se mostra viável nesse segmento.

Editado por Scotta

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mas pelo preço, ele leva uma surra do irmão menor! Perde em quase tudo e onde deveria vencer, rende apenas 20%-30% mais, por muito mais custo, nem para uso profissional seria boa opção! Como sempre, a Intel colocando o preço que quer nesse mercado e fazendo excelentes B.O.s!

 

 

P.S. Faltou um teste com mais GPU's e software de renderização com multiprocessamento CPU-GPU, quem sabe se mostra viável nesse segmento.

 

Muitas vezes o alto valor é justificado não apenas pelo desempenho, mas sim pela falta de concorrência.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×