Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
João Pedro Maretti Basso

Testador de conector fêmea RJ45

Recommended Posts

Bom dia pessoal !

 

Sou novo de casa , mas já vim com algumas dúvidas hehehe.

 

Pessoal preciso da ajuda de vocês !

 

Preciso desenvolver um testador para conectores fêmea RJ45 , já vi no datasheet que o modelo que eu uso possui dois transformadores internamente para filtrar o que entra e sai, e como base essa transmissão rola com 10 Mhz ou mais ... Assim imaginei utilizar um dsPIC e programá-lo para enviar um sinal e comparar com a saída , porém não sei qual dsPIC seria ideal para uma frequência dessa magnitude ...

 

Alguém pode me ajudar ?

 

Obrigado !

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pelo que eu sei e o aphawk também, um terminal RJ45 tem somente terminais internos. Alguns fabricantes usam bronze fosforoso. Outros usam latão. Os terminais de bronze são melhores.

 

Entretanto... Se tens algum aparelhinho que faz uso do terminal RJ45, então é outra história.

 

Mostre esse aparelho através de uma foto ou fotos e nossas dúvidas serão ser sanadas e as suas também.

 

Abração

 

PS - Não é minha praia mas esse lance do RJ45 me deixou com a "pulga atrás da orelha"!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Errei...

 

Eu escrevi terminal RJ45 e o correto é conector RJ45!

 

Desculpem a falha!


.

Aguardemos então esse dispositivo com o conector RJ45 do nosso colega que iniciou o tópico.


.

A pulga atrás da minha orelha está me segredando que talvez o nobre colega iniciador do tópico quer construir um testador de cabos de rede e claro que o dito cujo tem no mínimo; dois conectores RJ45.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Jambao,

 

Foi exatamente o que eu perguntei mais acima, se era um testador de cabo, mas ele disse que é só o conector..... 

 

Acho que vai faltar pulga prá tanta orelha ... !

 

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

HAHAHAHA obrigado pela atenção galera !

Então ! Meu chefe teve a brilhante ideia de fazer um testador do conector fêmea RJ45 , ou seja, o que vai na placa de rede , por incrível que pareça ele não é apenas um conector " passante ", ou seja, um conector que apenas faz a ligação da placa ao cabo , dentro dele (dependendo do modelo) se tem 2 pequenos (minúsculos!) transformadores e eles filtram essa passagem de sinal numa faixa de 10MHz a 100Mhz ! Aí gerou a dúvida ! Beleza , tenho de gerar um sinal na entrada dele , comparar com a saída e assim poderei saber se está bom ou ruim o conector , mas que raios de microcontrolador eu poderia estar usando ??? hehehehe

 

bom segue o data sheet dele  ;)

http://www.datasheetarchive.com/MIC2411C-6131-datasheet.html

 

desde já agradeço galerinha ! :D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tu estás a usar a imagem do Dexter mas não está pensando como ele.


.

Vivendo e aprendendo!!!

Para você ver como são as coisas!!!

Ontem estava a olhar os LED's piscando num conector de uma placa-mãe que estou usando, no caso, de meu irmão e que estou instalando sistema e no mesmo, os dois LED's informando sobre o estado da conexão. Nem passou pela minha cabeça que para os tais LED's existirem, tem que ter um circuito interno, dentro do invólucro do conector. Ou seja, nem me toquei que além desse referido circuito, também tem que haver algo que separe ou isole os sinais do mundo externo e o outro lado, ou seja, o que vai para o circuito de rede que há na placa-mãe. No caso, esse bendito transformador.


.

Quanto a esse testador de conector, tu tens que pensar não em microcontrolador primeiramente e sim em gerar um sinal de onda quadrada, de nivel compatível com a entrada do conector. Primeiro, pense no tipo de sinal, suas características, de acordo com o que o conector aceita. A partir daí é que tu vai bolar um gerador de ondas quadradas. Com pelo menos duas frequências. A mais alta e a mais baixa. Pense como vai manipular a amplitude dessa onda. Pense como vai injetar essa onda no conector. O circuito de transmissão é importante também. Ele não pode sofrer influências externas. Que circuito de transmissão é esse? Ora, o sinal que sai do circuito. Afinal, o sinal tem que ser aplicado no conector. Já pense grande. Usar um par de fios não deixa de ser uma linha de transmissão. O conector não tem somente um par de terminais correspondentes ao TR(transmissão) mas também o RD(recepção). Tem também os outros pares de terminais e o uso deles é de acordo com uma norma. Se quiseres usar o cabo de rede como linha de transmissão, tudo bem. faça a melhor conexão dos cabos para não haver erros. Para isso, consulte normas específicas sobre isso.


.

Só depois desse levantamento de dados, Ainda tem mais. Só fiz uma breve explanação. Só depois disso tudo que e que vais pensar em implementar isso usando um circuito elétrico ou se vais desenvolver em software. Se escolheres o modelo em software, aí sim, a turma pode te ajudar qual o melhor. Se vais usar Arduino, ou um microcontrolador especifico e por aí vai.


.

Eu, na minha opinião, faria primeiro o modelo elétrico e só depois de testado é que faria o modelo em software

Primeiro pense na peça e as características dela e como ela reage ou como vai reagir a um sinal ou sinais específicos.

Se você fez o levantamento disso tudo que falei, não ficou claro na sua exposição.

De qualquer forma, a informação valeu e como valeu.

 

Abração e mande mais notícias sobre mais infos sobre isso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×