Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Micilini

RESOLVIDO Alternativas mais avançadas ao arduino?

Recommended Posts

Fala pessoal, sou programador há 6 anos, e nesses dias eu estava a procura de cursos para complementar as horas extras que a minha faculdade (faculdade de analise de sistemas) pede, acessando o portal udemy (que é aceito pela minha faculdade), realizando uma pesquisa por lá vi alguns cursos que sempre tive interesse de fazer (construir hardwares em conjunto com o conhecimento de programação que eu já tenho), pois sempre tive interesse em fazer algo a mais alem do mundo virtual.

 

Lá eles ensinam a usar a plataforma arduino e raspberry pi, vi a capacidade dessas duas placas e fazendo uma pequena referencia ela me lembra muita uma placa-mãe com um processador integrado e com varias portas aonde podemos encaixar outros modulos.

 

Pesquisando na internet eu cai em uma das postagens desse forum, na qual falava sobre "Como construir um drone com um arduino", link da postagem, nele eu vi coisas interessantes como:

 

Citação

....Não conheço arduino (e acho que não quero conhecer. arduino... é para os fracos. rs) mas um mc tende a ser mais leve....

Citação

Já vi gente batendo no peito e dizendo "Eu sou programador de Embarcados" e tudo que o cara fazia era digitar "digitalWrite()" naquela IDE e olhar um LED piscar... Não tinha nem Ideia do que era o Registrador DDR e nunca tinha pego um Datasheet na mão.... É realmente triste!!

 

É exatamente nesse ponto que eu queria chegar, se o arduino/raspberry pi é "para os fracos" (eu sei que ele não é fraco, mas entendi o que ele falou) quais seriam os "para os fortes"?

 

Quando eu imagino "para os fortes" eu imagino mais ou menos isso aqui: uma plataforma aonde contem uma bateria, microcontrolador, fios, resistores, capacitores... mas que não possui uma placa já pre-programada, com uma IDE pronta e um hardware já montado que possua entradas. Seria isso? ou estou errado?

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa, @Micilini!

 

Cara, acho que o que você procura chama-se Microcontroladores.

 

Os microcontroladores são CI's que já veem com diversos componentes como um microprocessador, memória ram, memória rom, osciladores de frequência, conversores A/D etc...

 

Eles são amplamente utilizados e servem para fazer quase tudo nesse mundo eletrônico.

Você pode programá-los em linguagens como C, Basic...

 

Acho que os mais conhecidos são os PIC...

Você também pode pesquisar por Atmel AVRs

 

Mas aconselho dar primeiro uma olhada nos Arduínos devido a grande facilidade na hora de gravar o seu programa no chip e a vasta gama de tutoriais na internet.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Micilini ,

 

Bom, vou tentar te passar uma ideia mais genérica primeiro.

 

Você está habituado a programar para um computador. E o que define um computador hoje ?

- uso de um microprocessador potente (acima de 1 Ghz de clock, e vários núcleos de processamento)

- grande capacidade de memória ( gigabytes de Ram.... ) podendo ser usada tanto para programas como para dados.

- Não precisa receber ou transmitir informações de outros hardwares além do que pode ser usado na Internet.

 

Um Raspberry Pi se encaixa na definicão de um pequeno computador, pois embora o processador não seja tão potente, ele é bem mais potente do que um microcontrolador, tendo até saida de vídeo HDMI !!!!

 

Agora, o que é um microcontrolador ?

 

- baseado em um microprocessador de baixa velocidade (geralmente abaixo de 100 Mhz) com apenas um núcleo de processamento.

- um conjunto de eletrônica interna capaz de realizar diversas operações de I/O diferentes, que permite ser configurado de várias maneiras conforme a nossa necessidade

- possui poucos pinos se comparado a um microprocessador ( por exemplo 40 pinos, enquanto um microprocessador moderno tem várias centenas de pinos ), os quais podem ser configurados com várias funções diferentes conforme a necessidade

- Pouca memória Ram ( quase sempre abaixo de 2K ), e pouca capacidade de memória de programa ( raramente acima de 64K ).

- Baixo consumo de energia, para poder ser alimentado com baterias ou pilhas.

- Não precisa de saída de vídeo.

 

Então, acho que agora posso te responder melhor....

 

Um Arduíno é uma plataforma de desenvolvimento, baseada em microcontroladores da Atmel. O mais famoso é o Arduíno Uno. Roda a 16 Mhz. Tem capacidade para programas de até 32Kbytes, e a memória Ram é de cerca de 2Kbytes.

 

Como programador de desktop, voce deve ter programas compilados cujo executável muitas vezes passam de 10 Mbytes.... 

 

Com os microcontroladores, terá de fazer programas mais de 100 vezes menores, e para isso utilizamos linguagens mais simples, como o C ou o Assembler. É um desafio enorme fazer programas sofisticados com tão pouca memória !

 

Eu, por exemplo, uso o hardware do Arduíno Uno, mas não uso a IDE do Arduíno, eu programo em Basic e misturo Assembler quando preciso de tempos muito críticos.

 

Não considero um Arduíno lento, mas claro que não daria para fazer um jogo sofisticado que gerasse vídeo também com ele. 

 

Mas já conseguiram simular dois antigos computadores com ele : um Sinclair ZX81, e um Apple II !!!!!

 

Repare que um Arduíno pode controlar um Hexacóptero , e manter ele no ar sem nenhuma interferência humana !!!!!  

 

Portanto, não pode ser considerado "lento" ....

 

Agora, tudo depende de o quê que você quer fazer.... 

 

Paulo

 

 

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entendi pessoal, obrigado pelas dicas @aphawk e @densyy, ja que tocou no assunto da memoria e da capacidade de armazenamento, eu tive uma duvida, eu ja imaginava que a plataforma do arduino não tinha muito estrutura, sendo assim, acredito que é uma coisa complicada para aumentar a memoria ou a capacidade de armazenamento.

 

Se considerarmos não utilizar a plataforma arduino, e fazer sem ela (como na imagem que eu tinha postado) acredito que deve haver uma maneira de sei lá, conectar uma memoria dessas de computador ddr2, ddr3, ou ate mesmo arrumar uma maneira de conectar um intel celeron, atom, core i5, e esses por ai a fora.

 

Exemplo, vamos supor que eu gostaria de criar uma calculadora simples, e não usar a plataforma arduino ou raspberry pi, e sim fazer sem ela... so que no caso eu gostaria de usar um chip intel core i7 nessa minha calculadora, isso seria possivel? (Desconsidere a necessidade de usar um chip desses em uma coisa tão simples e que pode ser feita com a plataforma, so quero saber mesmo se é possivel ou não, porque dependendo da resposta vai ficar mais claro o meu entendimento sobre esse mundo de eletronica)

 

Desculpe, mas é que estou iniciando, e não sei aonde dá para ir rs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Micilini ,

 

Bom.... Se vocē conseguir comprar o chipset e os quase uma dúzia de pequenos CI's especializados ( ou seja, você vai fazer uma motherboard !!! ), na teoria sim, seria possível. Mas na prática, esqueçe isso, pois é melhor voce comprar uma motherboard prontinha e usar ela !

 

Paulo

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"fracos" no sentido que é muito fácil pois tem tudo mastigado bibliotecas, hardwares e afins. Pode até ter "crianças" envolvidas e sério. É sério...Fala sério! Claro serve pra qualquer "idade". Tem até arduino no espaço. Falando nisso, k entre nós, penso ser uma excelente plataforma de lançamento pra você começar a calejar 1 pouco as mãos. ou melhor...

4 horas atrás, Micilini disse:

(construir hardwares em conjunto com o conhecimento de programação que eu já tenho), pois sempre tive interesse em fazer algo a mais alem do mundo virtual.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×