Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Eficiencia da fonte - Tornando claro seu entendimento


Posts recomendados

  • Membro VIP
Faller, desconheço um pouco o assunto.

A utilização de aterramento pode de alguma forma interferir no desempenho e eficiência de uma fonte de energia???

Nem no desempenho e muito menos na eficiência..

Aterramento tem como principal função a proteção do operador, do usuário do PC. Tem como segunda função oferecer a proteção, (filtro de linha) aterramento para proteção contra surtos de tensão derivados da indução a partir de descargas atmosféricas (raios).

Não interfere em nada nem na eficiência nem na performance ou desempenho de uma fonte....

Creio que vou mudar para uma casa alugada dentro de 1 mês, não faço nem ideia de onde vai ser ainda, imagina saber sobre a rede elétrica.

Outra dúvida é quanto à polarização de uma tomada 127V interferir na eficiência e desempenho de uma fonte(acho que vou comprar um multímetro e alterar por conta própria a polarização e inclusive a tomada se necessário, mas aterramento nem sempre é possível).

Tomadas corretamente polarizadas ajudam a proteger seu PC contra surtos de tensão, mas não interferem nem no desempenho, nem na eficiência de uma fonte..

Compre uma chave de teste, custa por volta de 1 a 5 reais, em qualquer elétrica.. É melhor do que um multímetro para checar a posição do fio fase..

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Nem no desempenho e muito menos na eficiência..

Aterramento tem como principal função a proteção do operador, do usuário do PC. Tem como segunda função oferecer a proteção, (filtro de linha) aterramento para proteção contra surtos de tensão derivados da indução a partir de descargas atmosféricas (raios).

Não interfere em nada nem na eficiência nem na performance ou desempenho de uma fonte....

Tomadas corretamente polarizadas ajudam a proteger seu PC contra surtos de tensão, mas não interferem nem no desempenho, nem na eficiência de uma fonte..

Compre uma chave de teste, custa por volta de 1 a 5 reais, em qualquer elétrica.. É melhor do que um multímetro para checar a posição do fio fase..

Obrigado pelo esclarecimento. Se não interfere em desempenho e eficiência tudo bem, mas certamente vou fazer com que a tomada esteja pelo menos no padrão brasileiro e corretamente polarizada.

Na verdade ainda não tenho certeza nem se vou me mudar de residência, então não adianta ir comprando coisas antecipadamente(seria para assumir um cargo na prefeitura da cidade vizinha, mas tenho que ver se o salário vale a pena ainda)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

faller

Você não consegue pagar sua fatura de energia sem o imposto' date=' consegue???

[/quote']

Infelizmente não. :cry:

Vi no site que nos R$ 0,35 por kWh já estavam incluídos PIS,COFINS e ICMS e fiquei achando que era todo o imposto cobrado...kkkk me enganei de novo.Taxa de iluminação pública e outros impostos que só Deus sabe o nome ficaram de fora,e nisso o valor foi pra baixo.Nesse cálculo de dividir o valor total da fatura pelos kWh do mês,descobri que pagamos os mesmos valores já com impostos inclusos por kWh...aqui ele também anda saindo por R$ 0,396.

Valor total da conta = R$ 44,01

consumo em kWh mês = 111 kWh

Preço do kWh = ~ R$ 0,396

E assim a diferença no custo mensal das fontes com 70% / 80% de eficiência ficou maior,agora a economia com a fonte de 80% foi para R$ 3,17.

Se é que já não era muito observado antes,que agora os interessados em adquirir uma nova fonte,vejam com atenção esses ponto importante que é a eficiência...fui. ;)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 anos depois...

@faller "Eficiência = η = Pútil_out / Pútil_in" Segundo a sua equação proposta aqui no tópico, me tire uma dúvida. Se tomarmos em conta proporcionalidade de que quanto maior for a eficiência melhor será a fonte em termos práticos para um PC, ou seja uma fonte de 90% de eficiência é melhor que uma de 70%, e uma de 100% é melhor que uma de 90%. Por que uma fonte com 110% ou mais de eficiência é pior do que uma fonte de 100%, dependendo do caso, pior até de uma de 90%? Tomando em conta que essa fonte de 110% ou mais de eficiência, vai receber menos potência do que ela deveria receber e distribuir.

PS: Espero que entenda a referência ;)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
4 horas atrás, Lemuel Virissimo disse:

...Por que uma fonte com 110% ou mais de eficiência é pior do que uma fonte de 100%, dependendo do caso, pior até de uma de 90%? 

Meu amigo, não existe fonte nem de 100% de eficiência e muito menos acima de 100% de eficiência. Se a encontrares como meu chapéu. Como não tenho até mesmo compro, só para comer...

Uma fonte de alimentação com mais de 100% de eficiência tomaria da rede elétrica menos energia do que entrega ao PC. Isso pressupõe que energia estivesse sendo gerada dentro da fonte. Você conhece fonte com gerador de energia. Mesmo que houvesse, conceitualmente, se deveria computar essa energia gerada como energia de entrada e de novo, essa energia de entrada superaria a energia de saída da fonte, trazendo sua eficiência para baixo dos 100%.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • mês depois...
Em 2009-6-3 às 20:30, faller disse:

Tenho visto muitos erros de interpretação relativos ao conceito de eficiência da fonte. O mais comum é a errônea interpretação de que uma fonte com 70% digamos, de eficiência, somente poderá entregar ao seu PC 70% da capacidade, da potência atribuída a ela.

Exemplificando esse erro de interpretação seria a afirmativa de que uma fonte de digamos de 450 Watts com 70% de eficiência somente poderia suprir com 450 x 0,70 = 315 Watts seu PC... ERRADO

O conceito físico da eficiência de uma máquina em geral é:

Eficiência = η = W / Energia

Onde W = Trabalho realizado;

Onde Energia = Energia gasta ou consumida para realizar esse trabalho.

O trabalho de uma fonte é entregar energia ao seu PC e o W nesse caso será a potência entregue ao PC W = Pout

A energia gasta ou demandada para realizar esse trabalho será a potência que a fonte necessitará extrair da tomada de energia elétrica.

Portanto Energia = Pin

A fórmula da eficiência aplicada às fontes de alimentação pode ser desse modo melhor entendida:

Considerando Pin a potência retirada da tomada de energia elétrica;

Considerando Pout a potência entregue ao seu PC;

Eficiência = η = Pout / Pin

Derivadas daí teremos:

Pin = Pout / η

ou

Pout = η x Pin

Desse modo e em definitivo, uma fonte com η = 70% ao entregar 450 Watts ao seu PC demandará da tomada de energia elétrica uma potência Pin de:

Pin = Pout / η = 450 / 0,70 = 642,9 Watts;

450 Watts para seu PC e os restantes 192,9 Watts dissipados sob a forma de calor na fonte..

A capacidade final da fonte em nada tem a ver com a demanda real final na tomada. Fontes de 350 Watts ou de 1.000 Watts demandarão da tomada a mesma energia desde que tenham a mesma eficiência e a potência demandada será:

Potência demandada da tomada = Potência solicitada pelo PC / Eficiência da fonte

Abraço...

pelo que entendi então uma fonte 450 watts entrega os 450 watts independente da eficiencia ? a eficiencia so vai influenciar no quanto a fonte vai puxar da tomada ?

exemplo uma fonte 400w 80% eficiencia sendo usado os 400w ae a eficiencia cai para 75% ela continuaria entregando os 400w ? so que jogando mais energia fora ?

por favor me confirma se ta certo obrigado

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
12 horas atrás, anonymous12345 disse:

pelo que entendi então uma fonte 450 watts entrega os 450 watts independente da eficiencia ? a eficiencia so vai influenciar no quanto a fonte vai puxar da tomada ?

exemplo uma fonte 400w 80% eficiencia sendo usado os 400w ae a eficiencia cai para 75% ela continuaria entregando os 400w ? so que jogando mais energia fora ?

por favor me confirma se ta certo obrigado

Exatamente...  Só não entendi muito bem quando você diz que a eficiência cai para tanto....  Eficiência é uma variável que nem costuma, em voo, cair ou mudar, pelo menos não esses 5% que ai citas. A temperatura pode sim mudar algum valor da eficiência e sim você tem razão, ao alterar a eficiência da fonte o que muda é a quantidade de energia tirada da tomada, isso se a saída da fonte se mantiver em um valor fixo de potência entregue..

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 ano depois...

Caros amigos desculpem se não expliquei direito. Mais nessa formula Pin = Pout / η é o valor de η que quero saber. Como não estava encontrando uma descrição técnica dessa fonte. Estou perguntando a vocês o valor do η dessa fonte nessa formula que vocês me demonstraram. E quero saber também se esta fonte tem o PFC ATIVO. Fator de correção de potencia.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
10 horas atrás, gahaas disse:

Caros amigos desculpem se não expliquei direito. Mais nessa formula Pin = Pout / η é o valor de η que quero saber. Como não estava encontrando uma descrição técnica dessa fonte. Estou perguntando a vocês o valor do η dessa fonte nessa formula que vocês me demonstraram. E quero saber também se esta fonte tem o PFC ATIVO. Fator de correção de potencia.

Se você não encontrou na internet esse dado por que um de nós o encontraria. Esse dado ou está definido, descrito pelo fabricante ou é medido de modo indireto, com um Wattímetro que possa medir em alguma determinada aplicação, com determinada carga, o valor da potência de entrada (retirado da tomada) e o valor da potência de saída, entregue pela fonte..

Sem um bom Wattímetro fica impossível de se calcular ou saber da eficiência de uma fonte. Se tem PFC ativo só o fabricante pode dizer ou pela análise detalhada da arquitetura, do projeto utilizado pela mesma..

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Em 2013, ou antes!

Há anos leio o Clube do Hardware, e foi aqui com as aulas do Faller que vi a origem da luz no fundo da caverna em relação aos estabilizadores, que por sinal ainda existem por aí... recentemente pude comprovar na prática o desserviço desses equipamentos: no trabalho há 4 aparelhos idênticos de internet, creio que sejam hubs de grande porte, e percebi que qualquer queda de energia os fazia reiniciar, fazendo barulho de ventoinhas e acendendo todos os Leds. Vi que todos estavam ligados à um estabilizador, então retirei dois deles e liguei direto na rede Eletrica, e na queda de energia seguinte, apenas os 2 que estavam no estabilizador reiniciaram, os ligados direto na rede não sentiram a variação elétrica! 

Obrigado Faller por nos abrir os olhos!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

55 minutos atrás, RS Faria disse:

O preço em Salvador (R$ 0,76 por kWh na conta com vencimento em 25 de janeiro de 2019) já é com impostos (ainda tem mais a taxa de iluminação pública de R$ 25,19 e R$ 3,50 de bandeira amarela). E este em São Paulo, quanto fica no total? Parece que a energia ai custa muito mais barato, até nisso a gente é sacaneado pelo governo (e pela empresa de energia Espanhola) e para ter uma energia elétrica bastante precária!

 

A minha conta abaixo para vocês verem o assalto:

 

Sem título.jpg

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Ebook grátis: Aprenda a ler resistores e capacitores!

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!