Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação Spire Jewel Black 650 W

       
 71.272 Visualizações    Testes  
 22 comentários

Testamos hoje uma fonte que é bastante popular no Brasil, a Jewel Black 650 W (SP-ATX-650WTB-BR-1). Será que presta ou é mais uma “bomba” que inunda o nosso mercado?

Teste da Fonte de Alimentação Spire Jewel Black 650 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Testamos hoje uma fonte que é bastante popular no Brasil, a Jewel Black 650 W (SP-ATX-650WTB-BR-1). Nós já testamos outras duas fontes desta marca, a Jewel 350 W e a Jewel 400 W, e ambas não foram capazes de entregar sua potência rotulada. Será que este modelo sobreviverá nossos testes ou é mais uma “bomba”?

Enquanto que as fontes de alimentação da série Jewel da Spire são fabricadas por uma obscura empresa chinesa chamada Yi Xin Electronics, a Jewel Black 650 W é fabricada pela Seventeam, sendo uma ST-550P-AF renomeada.

A primeira coisa que nos chamou a atenção foi o fato de nem a caixa nem a etiqueta do produto apresentarem a potência máxima da fonte. Normalmente fabricantes que rotulam fontes com uma potência falsa é que usam deste expediente, e se alguém reclamar o fabricante responde algo como “650W é o nome da fonte, não sua potência”...

Spire Jewel Black 650 W
Figura 1: Etiqueta da Spire Jewel Black 650 W.

Spire Jewel Black 650 W
Figura 2: Fonte de alimentação Spire Jewel Black 650 W.

Spire Jewel Black 650 W
Figura 3: Fonte de alimentação Spire Jewel Black 650 W.

A Spire Jewel Black 650 W é uma fonte pequena, com 14 cm de profundidade, possuindo uma ventoinha de 120 mm em sua parte inferior. Ela não possui circuito PFC e, portanto, tem um seletor manual de tensão da rede elétrica.

Nenhum sistema de cabeamento modular, porém todos os cabos da fonte vêm com uma proteção de nylon, que parte de dentro da carcaça da mesma. Todos os fios são 18 AWG, que é a bitola correta a ser usada. Os cabos inclusos são:

  • Cabo principal da placa-mãe com conector de 20/24 pinos, 44 cm de comprimento.
  • Um cabo com dois conectores ATX12V que juntos formam um conector EPS12V, 45 cm de comprimento.
  • Dois cabos com um conector de seis pinos para placas de vídeo cada, 46 cm de comprimento.
  • Dois cabos com dois conectores de alimentação SATA cada, 43 cm até o primeiro conector, 20 cm entre conectores.
  • Um cabo com três conectores de alimentação para periféricos, 44 cm até o primeiro conector, 15 cm entre conectores.
  • Um cabo com três conectores de alimentação para periféricos e um conector de alimentação para unidades de disquete, 44 cm até o primeiro conector, 15 cm entre conectores.

Apesar de ser baseada no mesmo projeto da Seventeam ST-500BAZ, esta fonte traz mais cabos: um cabo para placas de vídeo e um cabo com conectores para periféricos a mais do que o modelo da Seventeam.

Spire Jewel Black 650 W
Figura 4: Cabos.

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Há um erro na pagina 8..

# ATX12V 2.2

# Potência nominal rotulada: 650 W.

# Potência máxima medida: 300,2 W a 42,7º C.

# Eficiência rotulada: 82% (o fabricante diz que esta fonte é 80 Plus Bronze, mas esta informação é FALSA).

Não seria 500W ?

BTW, belo teste, até agora não vi uma fonte que preste dessa Spire, empresa totalmente mal intencionada.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Incrível a cara de pau desses fabricantes de fontes!!

Algumas correções:

Na página 1 do teste temos o seguinte:

"A Spire Jewel 400 W é uma fonte pequena, com 14 cm de profundidade, possuindo uma ventoinha de 120 mm em sua parte inferior."

Não deveria ser "Spire Jewel 650"?

Nas páginas 2, 4 e 7 temos o seguinte:

"ST-550BAZ"

Nesse caso não seria a "ST-500BAZ"?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

E pensar que a Spire começou com o pé direito, lançando alguns bons produtos da Topower. Depois jogou o bom nome na lama. É curioso observar que esse modelo específico não consta no catálogo da Spire e que aquele BR no modelo parece indicar ser uma fonte "made for Brazil".

Editado por Kayke

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Hehehe, o Panão vai amar ver esse teste... :chicote::rolleyes:

----------------------

Bom, quanto a fonte, acho que o pessoal já disse tudo...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Essa fonte é muito cara para o que ela oferece. Nessa faixa de preço tem fontes bem melhores. Selo 80 Plus Bronze e eficiência abaixo de 70%? Parabéns ao CDH pela denúncia.

Valeu!!!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Rapaz haja bolso para usar essa fonte, pois eficiencia abaixo dos 75% não é pra qualquer bolso (se puxar até 400w), essa dai tá fora de questão, não precisa nem pensar, é boicotar esse lixo na certa.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Péssima, pra não dizer mais nada ....

Há um pequeno erro na primeira página logo abaixo da figura 3, a descrição da fonte está errada .... A Spire Jewel "400 W" é uma fonte pequena" ....

Editado por omni Ferius

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Há um erro na pagina 8..

Não seria 500W ?

BTW, belo teste, até agora não vi uma fonte que preste dessa Spire, empresa totalmente mal intencionada.

Não é 500 seria 549,2 W

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Há um erro na pagina 8..

Não seria 500W ?

550,4 W, corrigido!

BTW, belo teste, até agora não vi uma fonte que preste dessa Spire, empresa totalmente mal intencionada.

Eu fiquei muito revoltado. Só porque é uma fonte voltada ao mercado brasileiro então eles acham que podem fazer este tipo de maquiagem e que ninguém vai se importar?

Incrível a cara de pau desses fabricantes de fontes!!

Algumas correções:

Na página 1 do teste temos o seguinte:

"A Spire Jewel 400 W é uma fonte pequena, com 14 cm de profundidade, possuindo uma ventoinha de 120 mm em sua parte inferior."

Não deveria ser "Spire Jewel 650"?

Nas páginas 2, 4 e 7 temos o seguinte:

"ST-550BAZ"

Nesse caso não seria a "ST-500BAZ"?

Erros corrigidos, obrigado!

E pensar que a Spire começou com o pé direito, lançando alguns bons produtos da Topower. Depois jogou o bom nome na lama. É curioso observar que esse modelo específico não consta no catálogo da Spire e que aquele BR no modelo parece indicar ser uma fonte "made for Brazil".

Oi Kayke. Esta fonte consta sim no catálogo da Spire, só que a Spire, por focar no mercado europeu, tem esta fonte com 230 V e PFC passivo. No modelo "BR" eles tiraram o PFC passivo e colocaram a chave 115 V/230 V.

http://www.spirecoolers.com/main/product_detail.asp?ProdID=917

Outra correçao: Na pagina 2, no titulo tem "Por dentro da Pixxo PK-300"

Nao seria Spire Jewel 650W?

Corrigido, obrigado! É o maldito copiar e colar...

Essa fonte é muito cara para o que ela oferece. Nessa faixa de preço tem fontes bem melhores. Selo 80 Plus Bronze e eficiência abaixo de 70%? Parabéns ao CDH pela denúncia.

Valeu!!!

Só para enfatizar. Essa Spire foi muito malandra. Eles NÃO colocaram um selo 80 Plus Bronze falso na fonte, colocaram apenas um texto no site deles, acredito que isso tenha sido feito para "despistar" o pessoal da Ecos Consulting. Mas pode deixar que eu já denunciei e em breve eles vão estar em cima da Spire. Basta ver o que ocorreu depois que denunciarmos a C3Tech por usar selo falso, eles cairam dentro e a Coletek certificou seus produtos topo de linha.

Péssima, pra não dizer mais nada ....

Há um pequeno erro na primeira página logo abaixo da figura 3, a descrição da fonte está errada .... A Spire Jewel "400 W" é uma fonte pequena" ....

Corrigido, obrigado.

Não é 500 seria 549,2 W

Corrigido, obrigado.

PS: Agradeço a atenção de todos pelas correções.

Abraços,

Gabriel Torres

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

FD*:mad::mad::angry: que **** comprei essa fonte por 324 pilas pra saber de um tempo que é uma bomba total.

Ainda bem que será trocada por uma fonte da Aero Cool de 800W, ai sim estarei tranquilo.

E o pior de tudo é essa eficiência lixo, estou deixando os dois PCS 24 horas e estou jogando fora cerca de 30% de energia. AAAAAAAAAAAAAAAAAFFFFFFFFFFFFFFFF.

Acho que estou mais seguro com a minha AKASA 350W BGK do que essa SPIRE porca.

Falowwwwwww ae.PANAO.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Só pode tá de brincadeira essa fonte.

Não dá pra chamar essa porcentagem aí de eficiência, tá mais pra "INEFICIÊNCIA".

Caso de polícia isso aí, AFF.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Que bom que temos sites como o nosso clube que nos protegem contra essas marcas, eu particularmente só compro hardware que seja testado por nosso clube e graças a ele nunca tive problemas.

Parabens e continuem firmes.

Galera do comente, vamos ajudar o nosso clube a avançar no Folding, sejam membros do nosso time. Avante

Editado por mkscoutinho

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Nossa gente e essa mesma fonte está sendo vendida no Kabum

https://www.kabum.com.br/cgi-local/kabum3/produtos/descricao.cgi?id=01:01:15:33:216

Alguem podia avisar o Kabum a retirar o produto e mandar de volta ao fornecedor. Acredito que a loja não tem culpa.

Sempre avisem seus amigos antes de comprar uma fonte de alimentação, consultar os testes do Clube do Hardware antes.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

90% do que a Kabum vende em matéria de fonte de alimentação é lixo. O mesmo acontece em outras lojas, como Oficina dos Bits. Não há nessas lojas o menor critério, a menor seleção. Quem tem de selecionar é o consumidor. Se o consumidor não comprar, o lojista deixa de vender.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fiz a ca**da de comprar uma dessas na kabum, até os dois primeiros meses aguentou numa boa, daí pra frente começou arregar, pc travava e muitas vezes nem chegava a ligar. Achei que fosse a vga que tivesse dando pau, mas após testar todos os componentes em outro pc cheguei a conclusão que é a fonte mesmo... só beeeeem depois fui ver que a mesma é uma "bomba". É nisso que dá fazer as coisas sem pensar. Acionei a garantia da kabum, espero que resolva, pois ao meu ver fui enganado comprando um produto que prometia suprir minha configuração quando o mesmo não consegue dar conta de nem metade disso.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×