Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
ljjr

Problema com dimmer

Recommended Posts

Tô tentando montar um dimmer pra regular a potência de uma carga resistiva (um "rabo-quente") e dando uma pesquisada achei esse circuito:

 art0149_03.jpg

 

Simples, né?

Foi o que eu achei também, à primeira vista. Montando (e remontando) o circuito, no entanto, alguma coisa teima em não funcionar. Já troquei o triac (de FT16 p/ BTA16), testei capacitores e potênciômetros de outros valores e remontei umas 5 vezes já.

Quando eu mudo o potênciômetro a tensão de saída também muda, mas quase que insignificantemente, perto do que era pra variar. Testando com um osciloscópio também deu pra ver que a forma de onda não muda, e só os valores de pico da senoide que abaixam um pouquinho só.

Não faço ideia do que pode ser porque o circuito é tão simples que tenho a impressão de que não tem o que pode estar errado. Só que conhecendo meus erros de montagem anteriores eu acho que deve ser algo bem óbvio.

Como é muito pequeno mesmo, resolvi colocar uma foto da montagem em protoboard pra verem por vocês mesmos (o fio laranja saindo pra direita vai pra tomada e o branco é a saída):

2yuly54.jpg

Editado por ljjr

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O fio laranja, que você diz ir a tomada, em seu diagrama não vai não, vai para o plug e nunca que vai ao extremo do potenciômetro como na protoboard está indo.. Tem erro ai sim..

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O que como Diac??/

O circuito funciona. 

 

A escala de valores do capacitor só alteram até onde o circuito diminui a potência e aí onde a potência máxima deve ir. Fora isso, não interfere no circuito.

 

No lugar do diac dá para usar diodos Zeners de 30V em contra fase e até lâmpada de neon pode ser usada em substituição.

 

Você pode ter invertido o TRIAC ou triac pode estar em curto-circuito. 

Editado por albert_emule

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O fio laranja, que você diz ir a tomada, em seu diagrama não vai não, vai para o plug e nunca que vai ao extremo do potenciômetro como na protoboard está indo.. Tem erro ai sim..

Não entendi o q você disse sobre o fio laranja, mas ele pertence ao nó que liga o triac, o capacitor e a tomada. Sobre o potenciômetro, acho q é uma questão de arbitrariedade, alguns curto-circuitam dois terminais de um lado (como eu) e outros usam apenas uma extremidade e o pino do meio, não acho q isso mude alguma coisa, alguém confirma?

 

 

Boa noite,

 

Quais os valores dos capacitores?

 

 

----------------------------

Cardoso

interside.blogspot.com

Os capacitores em paralelo são de 220nF e 20nF, q eu coloquei só pra testar.

 

 

O que como Diac??/

O circuito funciona. 

 

A escala de valores do capacitor só alteram até onde o circuito diminui a potência e aí onde a potência máxima deve ir. Fora isso, não interfere no circuito.

 

No lugar do diac dá para usar diodos Zeners de 30V em contra fase e até lâmpada de neon pode ser usada em substituição.

 

Você pode ter invertido o TRIAC ou triac pode estar em curto-circuito. 

Hmm, mas se eu usar diodo Zener não vai conduzir só meio ciclo? Nunca usei lâmpada de neon, nem sei o que é, é fácil de encontrar?

Sobre o triac, eu considerei o pino 1 como sendo aquele ligado no capacitor e na tomada, o pino 2 como a saída do circuito, ligado também aos resistores, e o pino 3 como gate, ligado ao diac. Não achava q triac tivesse polaridade, além do pino 3 q é sempre o gate.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@ljjr,

Se usar dois Zener de 30V ligados em contra fase vai funcionar igual ao Diac.

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@aphawk

 

ahhhhh, entendi!

Aliás, eu posso testar com diodos de outras tensões também?

Brigadão, Paulo!

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"... igual a um diac..."

Maizomento. Um diac se 'autocurtocircuita' ao atingir a tensão 'zener'. Ou seja, um cara de decisão. E não fica com nenhuma tensão pra ele. Um zener vai começar a decidir se começa a conduzir ou não e ainda segura os 30 v com ele egoisticamente. .. ou seja maizomeno...

abç

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"... igual a um diac..."

Maizomento. Um diac se 'autocurtocircuita' ao atingir a tensão 'zener'. Ou seja, um cara de decisão. E não fica com nenhuma tensão pra ele. Um zener vai começar a decidir se começa a conduzir ou não e ainda segura os 30 v com ele egoisticamente. .. ou seja maizomeno...

abç

Mas ainda funciona no circuito rsrsrs.

 

Uma curiosidade é que a lâmpada de neon se comporta semelhante a um diodo zener.

 

Eu mesmo testei no osciloscópio:

Polarizei com resistor em série e alimentei na rede.

O osciloscópio mostrava que a senoide era ceifada dos dos lados, em aproximadamente 54V, variando um pouco conforme a temperatura variava. 

Não entendi o q você disse sobre o fio laranja, mas ele pertence ao nó que liga o triac, o capacitor e a tomada. Sobre o potenciômetro, acho q é uma questão de arbitrariedade, alguns curto-circuitam dois terminais de um lado (como eu) e outros usam apenas uma extremidade e o pino do meio, não acho q isso mude alguma coisa, alguém confirma?

 

 

Os capacitores em paralelo são de 220nF e 20nF, q eu coloquei só pra testar.

 

 

Hmm, mas se eu usar diodo Zener não vai conduzir só meio ciclo? Nunca usei lâmpada de neon, nem sei o que é, é fácil de encontrar?

Sobre o triac, eu considerei o pino 1 como sendo aquele ligado no capacitor e na tomada, o pino 2 como a saída do circuito, ligado também aos resistores, e o pino 3 como gate, ligado ao diac. Não achava q triac tivesse polaridade, além do pino 3 q é sempre o gate.

 

 

Certa vez comprei um TRIAC falsificado que me trouxe problemas. 

O componente funcionava, porém com uma carga maior, o triac travava ligado. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo, ajude a gente a ajudar você. Você ;postou ai meia figura, não se sabe onde vai os dois fios da rede, não se sabe onde está a carga.. Assim a tua dúvida vira um quis!!!

Faça minimamente aquilo que está a seu alcance.. Não deixe dúvidas no ar.. Mostre num ângulo melhor a tua foto para que alguém, à distância. consiga checar suas ligações..


Amigo, ajude a gente a ajudar você. Você ;postou ai meia figura, não se sabe onde vai os dois fios da rede, não se sabe onde está a carga.. Assim a tua dúvida vira um quis!!!

Faça minimamente aquilo que está a seu alcance.. Não deixe dúvidas no ar.. Mostre num ângulo melhor a tua foto para que alguém, à distância. consiga checar suas ligações..

 

Tire a foto e depois, pela foto, abstraindo o que você já sabe, tente entender o circuito..

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

To no celular, fica difícil mandar foto, mas acabei de descobrir q se tirar o diac não muda nada no funcionamento.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"Mas ainda funciona no circuito ....."

Albert ... há controvérsias. Digamos que a corrente pra disparo no gate seja alta (50mA no caso deste triac). Neste caso esta seria fornecida apenas po R1 ou seja 500 (+30) no V. No caso do diac, a corrente é descarregada momentaneamente do capacitor e por isso é bem alta. Pra este caso nem neon daria certo. Analisei errado?

 

Amigo @ljjr , só pode ter coisa ruim (vá te reto!) aí :

diac ruim

capacitor ruim

triac ruim

resitor ruim

trimpot ruim

contato do protoboarb ruim... neste caso, se soldar tudo dá certo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Isadora Ferraz

É cara, acabei de queimar o fusível aqui da bancada e acho q um dos triacs foi pro pau também (8 reais - *****). É muita dor de cabeça pra um circuitinho desses.

 

Tem alguma forma de testar o circuito sem ser ligando-o diretamente na tomada?

Acho q o triac não deveria conduzir caso o diac não estivesse ali, não? Posso concluir então q OS DOIS TRIACS q eu testei estão ruins?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo suponho que seu rabo quente seja 1000W. Neste caso deveria ter colocado um dissipador no triac.

Caso ele tenha entrado em curto, só lamento

Pra testar com mais segurança é só ligar numa lâmpada 60W p.ex. em x1

 

edit ... me enganei

Editado por Isadora Ferraz
  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@ljjr,

 

Qual a potência que voce está entregando à carga ??????

 

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A primeira vez que fiz experiência com este tipo de circuito,não funcionou,eu tinha invertido o G1 e G2 do TRIAC...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fica difícil de ajudar alguém quando não se conhece a metade das variáveis..

- Qual a carga que está sendo alimentada?

- Qual a tensão de trabalho dai?

- Saiba que evidentemente seu circuito, como um todo, está com erro de montagem, mas não dá da gente deduzir pois não se vê sua montagem;

- Você pode continuar no seu método de tentativa e êrro e ficar ai indefinidamente tentando topologias distintas até acertar na sorte, ou ceder e postar mais informações;ajuda será s

 

Você é quem escolhe.. A qualidade da ajuda sempre será diretamente proporcional às informações por ti citadas, fornecidas que até agora estão muito abaixo do "PÉSSIMAS"

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Geralmente um problema que dá na montagem em protoborde é o proprio protoborde. O potenciômetro e o TRIAC possuem terminais um pouco grossos demais para esse tipo de montagem. São tão largos que dependendo da qualidade do protoborde os terminais mais proximos ficam sem contatos. O melhor que se tem a fazer é torcer eles em 90° (caso tenha feito isso desconsidere). Outro problema é que as vezes no fundo do protoborde existe uma placa metálica que acaba gerando alguns curtos indesejados. Meça a continuidade em todas as ligações, verificando se as ligações estão corretas (mesmo aparentemente corretas). O melhor é montar em um placa padrão. O ideal é desenhar o circuito em uma placa de cobre e corroer.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Minhas montagens eu não faço em protoborde. Nunca gostei rsrsrs.

Veja exemplo de uma mongem que fiz:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Outra coisa que esqueci de comentar são os valores utilizados: caso esteja diferente do circuito apresentado o ponto de operação pode ser alterado consequentemente não funcionar como o esperado. Caso não possua os componentes originais redimensione a malha de defasamento, sempre se atentando aos limiares dos componentes.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@faller

-A carga a princípio era um ferro de solda de 45W e depois foi um resistor de 33k (sim, eu estava operando BEM dentro dos limites do triac);

-Como eu disse, o circuito é conectado diretamente na tomada (220V), o que inclusive dificulta mt os testes porque se tiver algum erro o disjuntor da sala toda cai e me instruíram a não usar o osciloscópio pra medir a saída nesse caso;

-Já desmontei o circuito, mas mesmo analisando a montagem do post por longos períodos, não consegui achar nenhum erro (não na montagem, pelo menos). Novamente, o fio branco saindo á direita da imagem é um dos terminais da saída do circuito (vide o esquemático do circuito), e o fio laranja é um dos terminais da tomada. O outro terminal da saída é também o outro terminal da tomada, por isso não está na imagem.

 

Qual o erro "evidente" q tem na montagem?

Editado por ljjr

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

(mongem no protoborde .. doeu)

 

amigo...

45w não cai disjuntor. Se isso aconteceu você deve ter feito uma cagadinha bem básica. Perceba que a carga (45W) está em série com o sistema pra proteje-lo.  Verifique se a carga (45w) não está em curto. Começo a dar razão pro amigo faler: uma foto completa do sistema pra um melhor diagnóstico remoto. Uma filmagem=melhor ainda

 

Sim pode usar oscliloscopio desde que não use o fio terra (terminal do meio do plug). Entretanto acho que no seu caso nem precisa de oscilo uai - I.

Se não tem erro na montagem, tem peça pifada uai - II.

Este circuito é muito simples: com peças novas, monte na aranha mesmo uai - III

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@faller

-A carga a princípio era um ferro de solda de 45W e depois foi um resistor de 33k (sim, eu estava operando BEM dentro dos limites do triac);

-Como eu disse, o circuito é conectado diretamente na tomada (220V), o que inclusive dificulta mt os testes porque se tiver algum erro o disjuntor da sala toda cai e me instruíram a não usar o osciloscópio pra medir a saída nesse caso;

-Já desmontei o circuito, mas mesmo analisando a montagem do post por longos períodos, não consegui achar nenhum erro (não na montagem, pelo menos). Novamente, o fio branco saindo á direita da imagem é um dos terminais da saída do circuito (vide o esquemático do circuito), e o fio laranja é um dos terminais da tomada. O outro terminal da saída é também o outro terminal da tomada, por isso não está na imagem.

 

Qual o erro "evidente" q tem na montagem?

E a primeira vez que citas esses 220 Volts e a carga.  Não me venha com historia de:  como eu disse...

 

Esse circuito não tem entrada nem saída e ele, para a carga, se comporta como chave liga desliga, esta em serie com a mesma. Se ele entrar em curto só vai mesmo e ligar a carga, nada mais..

Queimar fusível ai desde que dimensionado para a carga, tem a mesma probabilidade de acontecer do que o sargento Garcia prender o Zorro.. Claro, desde que ligado de modo correto o que defendo não esta.

 

Note que o circuito, no papel, o esquemático, tem um Plug que devera ser inserido na tomada da rede elétrica e depois tem também uma Tomada que se destina a servir para ligar a carga...

 

De modo que quando você fala em :

 

O outro terminal da saída é também o outro terminal da tomada

 

Não fica claro se estás falando da tomada elétrica da parede ou da tomada de ligar a carga, e além do que, entrada também não define coisa nenhuma..  Não tem entrada e saída, a não ser que escrevas no esquemático quem é quem...

Quando cito EVIDENTE, é muito mais baseado no sintoma (queimar fusível).  Para queimar fusível num dimmer somente se houver ligação errada. Fora disso pode dar curto nele a vontade que pode queimar ele, os componentes dele, o que quiser, mas não queimar fusível. Pode no máximo dos máximos ligar a carga, nada mais.. Confira..

Editado por faller
  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×