Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Como foi instalado o primeiro sistema operacional no pc


Posts recomendados

@guilherme zanette Por Disquete.

  • Curtir 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites

@guilherme zanette O primeiro PC não tinha HD, então não se instalavam programas... o que se fazia era carregar o disquete do sistema operacional e depois ir tocando de disquete conforme o programa/jogo que fosse usar, tipo como nos consoles ate o PS2, que o jogo era carregado direto do DVD, só que nos primeiros PCs eles carregavam a partir de disquetes lerdissimos, ter 2 drives de disquetes permitia fazer copias de disquetes e salvar arquivos "grandes"... 

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Administrador

@guilherme zanette Manualmente. O programador criava rotinas em linguagem de máquina para acionar a unidade de disquete e gravar manualmente o primeiro disquete, e depois que estava gravado no disquete e estivesse funcionando, ele criava uma rotina para copiar o disquete.

  • Curtir 3
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
Em 31/10/2017 às 16:24, F4b10 disse:

@guilherme zanette O primeiro PC não tinha HD, então não se instalavam programas... o que se fazia era carregar o disquete do sistema operacional e depois ir tocando de disquete conforme o programa/jogo que fosse usar, tipo como nos consoles ate o PS2, que o jogo era carregado direto do DVD, só que nos primeiros PCs eles carregavam a partir de disquetes lerdissimos, ter 2 drives de disquetes permitia fazer copias de disquetes e salvar arquivos "grandes"... 

obg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

@Gabriel Torres Este post me acendeu uma aguçada vontade de saber o que digitar num computador atual que esteja sem HD e ao ser ligado mostra a mensagem de "sem disco" ou "sem sistema", "insert disc boot", para que se obtenha alguma resposta, alguma coisa diferente de entrar no setup.

Meu primeiro computador era um Scopus Nexus, não lembro mais os números mas, algo como 1600, tinha dois drivers de disquetes 360K, ao ligar ele tentava ler o drive a: e se não havia disco dava mensagem de inserir o disco, o máximo que se podia fazer era digitar b: e clicar em enter, então tentava ler o drive b. No caso dos XT existia um setup como os de hoje em dia?

Depois eu tive um TK-85, era tudo por linha de comando direta, digitava o que queria que ele fizesse e observava o resultado, também tinha a opção de gravar em fita K-7 para não ter que ficar digitando tudo de novo, pelo que me lembre ele respondia a algumas linhas de comando, tipo assim "print rnd (10-1)" ao clicar em enter aparecia na tela um número aleatório de 0 a 9. Seria isso uma parte de uma rotina em linguagem de máquina?

Também tive oportunidade de mexer em um apple ou Mac sem HD que tinha duas unidades externas, eu digitava algumas coisas e apareciam vários números e letras na tela, totalmente incompreensíveis.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Coordenador

@Pincipi Todas essas opções de "direcionamento" do boot, eram previstos na BIOS da máquina como ainda é hoje! A diferença era que, aquelas bios possuíam algumas sub rotinas que você selecionava a fonte do boot, hoje as bios fazem isso sozinhas, basta você indicar a sequência de drivers que serão selecionados para o disco do boot.

No primórdio, Como o @Gabriel Torres disse, o programador digitava essas rotinas manualmente conforme o "Nível de programação que ela foi construída! As mais famosas na minha época eram o "Assembler" (Linguagem "convertida" para Assembly "linguagem de zero e uns" que o processador entende! ), o  "Fortram" (uma "compilação" de programa que já possuía vários comandos em linguagem de máquina), Foi muito usado principalmente em calculadoras científicas,  e depois o "Basic" (Outra "compilação" com muitas opções de comando de programação já prontas em sub-rotinas na linguagem de máquina "Assembler"...) TK80, TK85, TK 90, TK2000 e outros como CP200 CP300 e outros. O que lembro era que alguns da linha TK já tinham opções de cores, os CPs eram Preto e Branco.

Você ligava o Micro e ele ficava piscando um cursor no canto superior esquerdo da tela aguardando seu comando!.... (alguns o cursor vinha no canto esquerdo de baixo.

Apertando a tecla "LOAD"  (J no teclado) sem nada na frente, o micro ficava aguardando a programação vinda da fita K7 do toca fitas acoplado a ele!

Não vou nem colocar vídeos aqui pois são muitos!....

Mas é por ai!....

Os primeiros "XTs" e ATs" que conheci, já aceitavam programação DOS (Microsoft), ( estrutura IBM), daí em diante acredito que você conhece!... Não conheci a estrutura Apple/Mac! Embora tive um com HD externo, era só ligar que ele já carregava uma tela muito parecida com o Win95/98!... 

@Gabriel Torres, se me enganei em algum item (Memória fraca) Me corrija por favor!

 

 

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Administrador

@Pincipi Não existe esta possibilidade hoje em dia. Os computadores antigos tinham uma linguagem de programação (normalmente BASIC) gravadas na ROM deles, permitindo que você criasse programas sem a necessidade de se carregar um sistema operacional (e depois uma linguagem de programação).

  • Curtir 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!