Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Análise detalhada da crise financeira da AMD

        88.136 Visualizações     52 comentários     Artigos   
AMD

Uma análise detalhada dos últimos 25 anos da AMD para descobrirmos as origens de sua crise financeira e quais são os planos da empresa para se recuperar. Atualizado para incluir os resultados de 2015.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Vimos, em nosso artigo “Análise comparativa entre AMD, Intel e NVIDIA”, que a AMD sofre de uma crise financeira que se perpetua há anos e nele deixamos em aberto quais seriam os motivos de tamanha crise. Agora, analisaremos os últimos 25 anos da AMD de forma a tentarmos descobrir as origens exatadas de sua crise financeira e o que a administração da AMD pretende fazer para sair dela.

O presente artigo é, portanto, uma continuação do nosso artigo anterior e recomendamos que você o leia antes de prosseguir, para uma melhor compreensão dos números que discutiremos.

Vamos primeiro analisar detalhamente a condição da empresa ano a ano para que tenhamos dados mais concretos para a nossa análise e para que você tenha um ponto de vista histórico da empresa.

Em tempo: a AMD foi fundada em 1969 e é uma empresa de capital aberto desde 1972.

Notas sobre nossas tabelas

Todos os dados presentes neste artigo foram retirados dos balanços oficiais da AMD, registrados na SEC (Securities Exchange Comission, órgão americano equivalente à CVM, Comissão de Valores Mobiliários).

Os valores em nossas tabelas estão em milhões de dólares norte-americanos. Portanto, um valor como US$ 69 indica US$ 69 milhões e um valor como US$ 2.135 indica US$ 2,135 bilhões.

“Faturamento” é o total de dinheiro que entrou na empresa naquele ano.

“Lucro/Prejuízo” é o faturamento menos o total de gastos da empresa. Se o valor for positivo temos lucro, e se for negativo (expresso entre parênteses) temos um prejuízo.

“Dívidas”, como o nome sugere, indica o quanto a empresa está devendo, normalmente a bancos.

“Valor de mercado” (também chamado “capitalização de mercado”) é o quanto a empresa vale, de acordo com o mercado de ações: pega-se a cotação da ação em um determinado momento e multiplica-se pelo número de ações existentes. Em nosso caso, utilizamos o preço de fechamento do último dia útil do ano em questão.

“Empregados” é o número de funcionários da empresa no final do ano em questão.

“Presidente” é, obviamente, o nome do presidente da empresa no ano sendo analisado.

“ND” significa “não disponível”.

Editado por

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários




Também espero que a AMD se ajuste e comece sua recuperação. Parabéns CDH pelo conteúdo apresentado. Abraços.

Editado por wilsansilva
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fico impressionado como uma empresa deste porte consegue ser tão confusa.

 

Gostei da página 9 !

 

E o @Jorno resumiu bem.

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

***** que a AMD precisa investir (pesado) em P&D para criar novos produtos (que serão vendidos ou licenciados), mas a pesquisa tem que render dinheiro a curto prazo (1~3 anos).

Única área que ela poderia ganhar esse dinheiro rapidamente seria o mercado mobile (tablets/celulares e notebooks).

Mas... adianta nada fazer bons produtos que gastem uma itaipu por hora em energia :(

Logo ela precisa antes de tudo investir em P&D em como produzir os atuais produtos dela consumindo menos energia. Vai ser um longo e árduo caminho...

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não torço por ninguém, na minha opinião AMD aguentou até tempo demais com tantas presepadas!

Mercado é isso ae mesmo, bobeou dançou! Quem celebra são os acionistas da intel, estes sim querem que a AMD continue do jeito que está.

 

EDIT: Excelente artigo! Parabéns!

Editado por tavoandrade
2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito bom. Obrigado pelas detalhadas informações e lúcida análise.

Editado por Marcos FRM
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ficou excelente o texto.

 

Gosto tanto da Intel como da AMD.

 

Uma pena ter acontecido essa má gestão dentro da empresa, espero que aos poucos a AMD vá se recuperando.

Na minha opinião ela ainda tem processadores que valem o preço pra quem quiser montar um PC mais barato, possuem um ótimo custo-benefício. Não são tão quentes e também não consomem tanto assim como muita gente pensa, com exceção do FX-9590, claro. http://media.bestofmicro.com/5/3/515991/original/power_gaming.png

 

Pra quem tem curiosidade de saber sobre os futuros planos da AMD, e dos novos processadores FX na arquitetura "Zen" que serão lançados ano que vem, veja o vídeo do Ronaldo Buassali batendo um papo com o Alfredo Heiss, Marketing Técnico da AMD no Brasil. Nesse vídeo ele comenta sobre a nova placa de vídeo Fury X com memória HBM, como o Directx 12 vai melhorar o gerenciamento do processador e GPU, fala também um pouco da história da AMD, e outros detalhes interessantes.

 

Editado por marceloo
2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Parabéns pelo ótimo post Gabriel, Bem detalhado e até relativamente fácil a compreensão.

 

Mostrou claramente o que uma má administração pode fazer e o desleixo em pesquisa de novas tecnologias e mercados pode fazer com uma empresa que tinha/tem tudo para bater de frente com a concorrente.

3 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Logo ela precisa antes de tudo investir em P&D em como produzir os atuais produtos dela consumindo menos energia. Vai ser um longo e árduo caminho...

 

Não sei se você percebeu a sutileza da coisa:

 

1. A AMD não tem tanto dinheiro quanto a Intel para investir em P&D

2. Ela estava gastando rios de dinheiro para a IBM ajudá-la na P&D de processos de fabricação, acabou que ela separou as fábricas em empresa a parte (que acabou comprando esta mesma divisão da IBM), então pelo menos nesse ponto sobrou mais dinheiro para investir em P&D na arquitetura de processadores

3. Mas ela está focando agora em outros produtos para não depender só de processadores para PCs

4. Logo, está ambíguo se vai melhorar, continuar a mesma coisa (em média 2 anos atrasada em relação à Intel) ou piorar no que toca processadores para computadores

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

:aplausos: :aplausos:

 

Não posso encher este tópico de aplausos, mas sinta-se muito aplaudido Gabriel. Seu artigo está fenomenal e sou fã de vê-lo na capa de alguma revista de renome.

 

Sou muito fã de processadores AMD exatamente por causa do custoxbeneficio e também por um pouco de sacanagem que a Intel fez para a AMD em alguns momentos da história. Gostei muito da AMD por causa da compatibilidade de você fazer um upgrade no seu processador sem necessitade de trocar a placa-mãe (um tempo atrás com os sockets AM2-3).

 

Realmente, é fato que os presidentes foram mesquinhos e que tomaram decisões horríveis.

 

 

Obs.: A minha opinião referente à sacanagem da Intel não é um modo de retirar a culpa da AMD de não investir em um marketing pesado (Já vi propaganda da Intel em TV aberta aqui no Brasil)

Obs. 2: Gabriel, muito bom ler um artigo com palavras tão bem empregadas.

Editado por Gabriel Torres
correção de errinho de português
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito interessante o artigo!! Parabéns ao Gabriel!

 

Eu destacaria duas maiores presepadas da AMD (ou diretores lucrando por fora?? :o)

 

  • Compra da ATI por um valor bem maior que o real: Como uma empresa paga mais do que o seu próprio valor de mercado numa empresa menor que ela???? Não faz sentido nenhum isso. Mesmo que fosse uma compra estratégica identificada pela diretoria da época não justifica chegar a esse extremo.
  • Venda da divisão de gráficos para dispositivos móveis: Não precisa nem estar muito atento ao mercado pra saber que o mercado de desktops iria diminuir e os dispositivos móveis iriam crescer exponencialmente. Faltou muita visão a longo prazo nesse caso.
4 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

 

Muito interessante o artigo!! Parabéns ao Gabriel!

 

Eu destacaria duas maiores presepadas da AMD (ou diretores lucrando por fora?? :o)

 

  • Compra da ATI por um valor bem maior que o real: Como uma empresa paga mais do que o seu próprio valor de mercado numa empresa menor que ela???? Não faz sentido nenhum isso. Mesmo que fosse uma compra estratégica identificada pela diretoria da época não justifica chegar a esse extremo.
  • Venda da divisão de gráficos para dispositivos móveis: Não precisa nem estar muito atento ao mercado pra saber que o mercado de desktops iria diminuir e os dispositivos móveis iriam crescer exponencialmente. Faltou muita visão a longo prazo nesse caso.

 

 

Ponto 1: a informação da compra "vazou" um tempo antes e as ações da ATI subiram MUITO.

 

Ponto 2: completamente !

3 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pensando nessa patinada da AMD e generalizando esse assunto ... Será que ainda teremos produtos para gamers na plataforma PC nos próximos 10 anos ? ? Ok, consoles sempre teremos e esse mercado deve crescer com a vinda de hardwares voltado para a experiência do usuário ( virtualização dos movimentos do gamer para o jogo por exemplo), mas como fica para a área de desktops ? Será que ainda teremos fabricantes interessados em vender para um mercado que está diminuindo de tamanho ? 

A Intel já se preparou para isso...

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ponto 1: a informação da compra "vazou" um tempo antes e as ações da ATI subiram MUITO.

 

Ponto 2: completamente !

 

"vazou" né... rsrsrs muito $$ dinheiro envolvido... não duvido de nada...

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

"vazou" né... rsrsrs muito $$ dinheiro envolvido... não duvido de nada...

 

Seilá, acho que isso serviria de base pro negócio ser desfeito, suponho que existiam cláusulas contratuais sobre isso, porque qualquer um mais espertinho teria forçado o mercado a valorizar suas ações pra vender na alta.

 

Uma curiosidade é que a AMD quase comprou a Nvidia. Conversas internas diziam que o Jen-Hsun Huang (CEO da Nvidia) teria colocado uma condição para a "venda". Ele queria ser presidente da AMD. Verdade seja dita, acho que seria para melhor.

 

http://news.softpedia.com/news/AMD-Almost-Acquired-Nvidia-In-2005-44492.shtml

 

Bem lembrado, e isso era bem esperado na época já que havia uma boa aproximação entre as duas verdinhas e também entre ATI e Intel, além de que a NVIDIA indicava que se voltaria para o mercado de GPGPU, que é o que a AMD buscou com a compra da ATI e até agora não conseguiu direito, coisa que a NVIDIA conseguiu com seu CUDA.  (ô nome.. :D)

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Uma curiosidade é que a AMD quase comprou a Nvidia. Conversas internas diziam que o Jen-Hsun Huang (CEO da Nvidia) teria colocado uma condição para a "venda". Ele queria ser presidente da AMD. Verdade seja dita, acho que seria para melhor.

 

http://news.softpedia.com/news/AMD-Almost-Acquired-Nvidia-In-2005-44492.shtml

 

Na matéria diz que a condição para a AMD comprar a NVidia era o CEO da NVidia se tornar o CEON da empresa que surgiria com a fusão da AMD+NVidia.

Meio complicado aceitar um acordo desses.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ótimo artigo! Muito bom, muito detalhado mesmo.

 

Espero que a AMD consiga voltar com força no mercado. Sempre gostei dos produtos dela, baratos, de qualidade, não esquentam, e muitas vezes permitem fazer OC e chegar a desempenho parecido com os produtos da Intel que custam 5x mais.

 

Quanto as placas de video, eu gostava muito da ATI, fazia produtos de qualidade. A AMD também, mas ultimamente não são todos que podem pagar a conta de luz de um vilarejo pequeno só para sustentar as placas TOP heheheh.

Editado por AmarildoJr
2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Obrigado a todos pela participação de alta qualidade, sem fanatismos! :)

 

 

Será que ainda teremos produtos para gamers na plataforma PC nos próximos 10 anos ?

 

Terá de existir. A Intel não pode ficar sozinha no mercado (e sabe muito bem disso, já conversei sobre isso com uma pessoa de alto escalão na Intel americana sobre isso). Pois se ela fica sozinha, as leis antitruste dos EUA e Europa entram em ação e obrigam a Intel ser desmembrada em várias empresas menores.

 

Uma curiosidade é que a AMD quase comprou a Nvidia. Conversas internas diziam que o Jen-Hsun Huang (CEO da Nvidia) teria colocado uma condição para a "venda". Ele queria ser presidente da AMD. Verdade seja dita, acho que seria para melhor.

 

Boa lembrança e excelente colocação. O Jen-Hsun Huang é uma pessoa extremamente agressiva (no bom sentido), a AMD com certeza estaria em posição muito melhor hoje. Só que "briga de egos" é complicado... Mas, neste caso, estou com ele: sabendo da má administração da empresa, ele não queria ver a empresa que ele fundou ir para o "saco".

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Estou no terceiro desktop desde que comecei a ganhar o meu dinheiro, os três foram AMD. 

Beira ao cúmulo da ironia, faltar visão de longo prazo, ou percepção das tendências do mercado,  à uma empresa que projeta/fabrica tecnologia como a AMD. A nokia também cometeu pecado parecido, ao desprezar a tendência de telas sensíveis ao toque que estava surgindo ali por 2006/2007... acabou onde mesmo, comprada pela microsoft?

 

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Estou no terceiro desktop desde que comecei a ganhar o meu dinheiro, os três foram AMD. 

Beira ao cúmulo da ironia, faltar visão de longo prazo, ou percepção das tendências do mercado,  à uma empresa que projeta/fabrica tecnologia como a AMD. A nokia também cometeu pecado parecido, ao desprezar a tendência de telas sensíveis ao toque que estava surgindo ali por 2006/2007... acabou onde mesmo, comprada pela microsoft?

 

 

Nada, todo mundo sabe que o problema da Nokia foi eles não terem mais achado o mineral Chucknorrium pra fazer seus telefones indestrutíveis. :D

 

Ainda colocaria a Blackberry no pacote e se bobear, até a Motorola, que inventou o segmento e no fim das contas, quase vai pro brejo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

   Desde o dia em que o Gabriel, comentou estar produzindo este artigo, estava aguardando, até com certa ansiedade e até agora depois de ter lido, não consigo entender uma empresa do porte da AMD, agir com tanto amadorismo. Pior que muita empresa começando agora e que não tem 1%, da condição e recursos que a AMD tem.

   Obrigado Gabriel, pelo tempo e dedicação que você teve em fazer o artigo, isso nos deixa claro o porque de pessoas como eu, estar sempre esperando um pouco mais da AMD e estarmos sempre ouvindo desculpas...

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@rafalapinha7 realmente este artigo deu um trabalhão (foram meses trabalhando nele), mas a espera valeu a pena, pois fica claro que o problema da AMD é pura má gestão (incompetência mesmo)!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito bom artigo, mostra claramente o confronto entre Davi (AMD) e Golias (Intel).   Perdeu-se muito tempo em aquisições de outras empresas ao invés de investir em pequisa e desenvolvimento.  A estratégia de bater de frente com a Intel também parece equivocada. Empresas menores deveriam conseguir alternativas para sua melhor gestão como a Qualcomm que no mercado de processadores de tablets e celulares conseguiu vencer a Intel.
  Essa matéria deve ser lida por todos que mexem com tecnologia e futuramente será de análise para faculdades como objeto de estudo.

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora