Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Ffazendeiro

Comparador de temperatura

Recommended Posts

Gostaria de ter a ajuda para um bem pequeno projeto que acione um ventilador ou exaustor sempre que a temperatura externa estiver uns 2 ou 3 graus abaixo da interna em uma sala.

Se possível usando o amplificador LM 741 ou o CI 555 e dois NTC ou diodos pois estão à mão: sucatinha da época de radio PX ( 198x).

De forma que um dos sensores ficaria do lado de fora da sala e quando o interior aqueça o ventilador forneça ar mais fresco de fora.

Procurando aqui só encontrei projetos funcionando a partir de uma temperatura pre definida por resistores.

A etapa de alimentação do ventilador eu pretendo usar um SSR-25 DA que é acionado por qualquer corrente entre 3 a 32 VDC ( hehehe, esse é recente.) .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para fazer essa verificação com termistores NTC seria bom antes realizar uma série de experimentos com eles para a aplicação desejada, visto que a relação entre resistência e temperatura é não-linear. Certamente seria melhor utilizar sensores de precisão com características lineares como o LM35.

 

 

 

De qualquer forma, suponha que os dois sensores idênticos (interno e externo) enviassem cada um uma tensão que é maior conforme a temperatura de cada local. Dependendo se a diferença de potencial (em determinada ordem, pois a subtração não é comutativa) entre elas fosse positiva ou negativa, seria lógico concluir que a temperatura obtida por um sensor é maior que a de outro GbhmuXl.gif.

 

 

 

Em termos de circuitos, a diferença de potencial poderia ser tratada por um amplificador diferencial. Para permitir na saída apenas tensões positivas ou negativas, técnica que seria usada para verificar se a temperatura de um sensor é maior ou menor que a do outro, um ceifador de precisão poderia ser aplicado. Por fim, um comparador de tensão checaria, em valores absolutos, se a tensão na saída do ceifador (diferença entre as tensões dos sensores) é grande a ponto de corresponder a uma diferença de temperatura de 2°C ou 3°C.

 

 

 

Nunca mexi em um projeto do tipo antes, mas essa seria a minha ideia F5Rua4D.gif.

 

 

 

Espero ter ajudado GbhmuXl.gif.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
post-650643-0-57355700-1430682601_thumb. com este  lm 358  você  não precisa de tensão negativa o que facilita bastante  veja  o circuito foi tirado daqui  do fórum e ainda tem uma coisa muito importante que é comparador por Histerese   boa sorte !

"so pra quem sabe -->vovó da eletrônica cade você me ajuda  em  "

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então ! Não bastaria usar apenas o CI Ui:A e substiyuir as resistências R4 e R5 por sensores de temperatura ?

No projeto apresentado onde entrariam os sensores ?

rjjj, ajudou bastante a mostrar o que pretendo, heheheh.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então ! Não bastaria usar apenas o CI Ui:A e substiyuir as resistências R4 e R5 por sensores de temperatura ?

No projeto apresentado onde entrariam os sensores ?

rjjj, ajudou bastante a mostrar o que pretendo, heheheh.

U3     é  lm 35  ja  R4   e R5  é  divisor de tensão  da entrada inversora da  uma pesquisada    no YouTube sobre  comparadores de  tensão  vai esclarecer bastante

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E no caso onde entraria o segundo Lm 35 para fazer a comparação entre a temperatura interna com a externa de forma a acionar a ventoinha apenas quando houver uma diferença de 2 a 3º ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

não sei se entendi  bem  mas  você  quer monitorar  dois ambiente  ou só  a temperatura interna da  sala?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Teria de monitorar o exterior e o interior simultâneamente para verificar se a temperatura externa está mais baixa que a interna da sala e assim acionar a ventilação refrescando o ambiente.

É um barracão com telhado de zinco. Aquece barbaridade com o calor mesmo que o ar(temperatura) de fora esteja mais confortável, daí, uma solução seria injetar ar fresco através de ventilação forçada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

o circuito proposto monitora apenas  um ambiente  o que acredito ser o suficiente uma vez que  você determinara   a temperatura que " quiser " a traves do resistor variável RV1  monitorar a parte externa   não ira  interferir  no controle  do ambiente  ja ajustado  coloque um termômetro para te informar acredito que  um circuito com maior detalhes  ou seja com maior complexidade será necessário  um micro controlador ou um modulo já pronto como estes veja o link  se  ajuda http://www.fullgauge.com.br/produtos/temperatura

o sensor  TC900RiL acredito ser o que deseja

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fiz um diagrama no Proteus para exemplificar o circuito proposto por mim anteriormente. Pelos testes que realizei, ele funciona corretamente, alimentando o LED na saída se a temperatura do sensor interno for no mínimo 3°C maior que a do sensor externo e não alimentando caso contrário F5Rua4D.gif.

 

 

 

Circuito eletrônico.

 

 

 

Alguns detalhes do circuito que foram omitidos no diagrama: o LED tem valores nominais de 3V e 20mA; a tensão de ruptura Zener usada foi de 3V, correspondendo aos 3°C; as alimentações dos amplificadores operacionais A e B são simétricas, enquanto a do amp-op C é simples de 5V. Além disso, uma observação que devo fazer é que o amp-op 741 não trabalha bem com entradas de 0V e, portanto, recomendo que utilize outros tipos de amp-op no circuito físico.

 

 

 

Espero ter ajudado GbhmuXl.gif.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Realmente os controladores de aquecimento de piscina via paineis solares tem essa possibilidade de só acionar a bomba quando o sensor do painel estiver mais quente que a água da piscina, e tambem acima de qual diferença entre os dois que permitirá o acionamento e ainda mais a possibilidade de não acionar quando a piscina chegar a um determinado ponto de forma a não aquecer demasiado no verão.

Mas é um projeto acima de minha capacidade de montar... :(

 

rjjj, creio que esta é a solução procurada . :D

Por acaso teria o layout da plaquinha ?  :rolleyes:

Bom, vou imprimir o projeto e instruções dadas .


Feito.

Poderia indicar quais AMP-OP ( a , b e c) seriam ideais ?

Diodo B é qualquer comum, certo ?

Mui grato.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

amigo sua ideia é curiosa. Mas (sempre tem um) imagine que "la fora" esteja com 45ºC. Certeza que com 42 você vai ficar confortável?. Tem várias alternativas para remover o calor. P.ex.exaustor eólico- consumo zero, climatizador -consome pouco, esguicho dágua em cima do zinco, etc. Mas isso nada a ver com eletronica, só dica mesmo. Portanto o ideal é esquecer a temp. externa e focar só na interna

 

Voltando à 'sua' realidade... imagine 2 lm35 a 10mV/ºC. Um deles, ao invés de colocar o anodo no gnd, você coloca em 30mV (3º) e as entradas dum comparador que "desacionaria" quando a "temperatura" de dentro for 30mV menor do que a de fora ou ao contrário sei lá. Tipo isso...

Sorry, sem desenhos...

 

edit micro engano


Ah claro, quase esqueço de recomendar o uso de um microcontrolador!! Então lá vai....Cogite usar um MC.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado Isa.

Hummm...MC me espanta um tantim pois creio estar acima de meus parcos conhecimentos a não ser que encontrasse um projeto fácil de realizar.

Alias, esse é o primeiro ítem do tópico : bem pequeno ( e fácil...) projeto.

Oia, quanto à temperatura, a interna sempre estará acima da externa e o máximo a se alcançar seria próximo desta ( pelo menos durante o dia, que é o que importa).

Os exaustores eólicos cairam em desuso já a algum tempo: mais problema que solução pois ou travam ou "cantam". E cantam alto... beleza quando fixos na telha de zinco :D

O melhor resultado tem sido telhado com telhas termo-acústicas ( sanduiche) .

Mas continuo aprendendo com vocês.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

não sei qual sua definição de "fácil" mas tem gente que acha o basic e o avr com ela.

Uma boa manutenção pode prolongar a vida do exaustor e evitar que ele 'cante'. Óbvio d+ pra ser considerado como dica né...

Como a massa de ar de um galpão, que por definição é um lugar grande, também a é, acho que você vai ter que somar algumas soluções e não apenas uma. Isolar, exaurir, ventilar, refrescar, etcterar

Ainda continuo estranhando o apenas 3º a- mas enfim... boa sorte

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

não sei qual sua definição de "fácil" mas tem gente que acha o basic e o avr com ela.

 

 

Com certeza isso é muito fácil de ser feito com um Attiny85 , ou um Atmega qqr da vida, e um programinha em Bascom bem simples ..... !

 

Paulo

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isa, não é abaixar apenas 2~3º : essa é a diferença onde já vale a pena o exaustor começar a trabalhar. Poderia ate ser 1º, desde que lá fora estivesse mais "comodo" que o barracão. Se vai funcionar até quase igualar as temperaturas vai depender da potência do exaustor e volume de ar trocado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Ffazendeiro

 

 

 

Seria interessante se os amp-ops A e B fossem de precisão, como o OP177, de modo a reduzir bastante as tensões de offset. O amp-op C deveria ser um adequado para alimentação simples, como os do CI LM324 GbhmuXl.gif.

 

 

 

Os diodos A e B seriam diodos de junção mesmo, como o 1N4001. O diodo Zener seria um que regulasse em 3V com uma corrente mínima de 1mA, sendo que esses valores podem ser alterados modificando o regulador Zener do circuito.

 

 

 

Espero ter ajudado GbhmuXl.gif.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

1 - Procure pintar o lado superior do telhado com tinta branca. Já vai ter uma melhora boa.

2 - Procure permitir que a parte interior junto ao teto, possa trocar o ar por convecção. Algo como uma tela aramada ao longo de duas laterais junto ao teto.

MOR_AL

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Excelente soma @MOR !!

 

@Ffazendeiro

veja como programar um mc pra isso. Sem resistor, sem zener, sem conta, sem ajuste, sem ampop, sem paul newman.

É quase que autoexplicativo bastando uma mínima noção de inglês!!

#define tempfora 0 //canal : pino do ci#define tempdentro 1#define desligado 0 //estado do pino#define ligado 1#define exaustor RB0 //pino onde é ligado o relé p.ex.main(){unsigned int lafora,aquidentro;//alguma inicialização de hwwhile(1){lafora=read_adc(tempfora);aquidentro=read_adc(tempdentro);if (aquidentro>lafora+3) exaustor=ligado;else exaustor=desligado;}}

Não deve fugir muito disso

Difícil né? E aí? Motivou? E tem 'gente' que diz que em basic é ainda mais fácil! Né 'gente'? kk

abç

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Excelente soma @MOR !!

 

@Ffazendeiro

veja como programar um mc pra isso. Sem resistor, sem zener, sem conta, sem ajuste, sem ampop, sem paul newman.

É quase que autoexplicativo bastando uma mínima noção de inglês!!

#define tempfora 0 //canal : pino do ci#define tempdentro 1#define desligado 0 //estado do pino#define ligado 1#define exaustor RB0 //pino onde é ligado o relé p.ex.main(){unsigned int lafora,aquidentro;//alguma inicialização de hwwhile(1){lafora=read_adc(tempfora);aquidentro=read_adc(tempdentro);if (aquidentro>lafora+3) exaustor=ligado;else exaustor=desligado;}}

Não deve fugir muito disso

Difícil né? E aí? Motivou? E tem 'gente' que diz que em basic é ainda mais fácil! Né 'gente'? kk

abç

Eu só trocaria a última linha "else..."

Por

if (aquidentro>lafora+2) exaustor=desligado;

 

Formando assim uma pequena histerese de 1 grau.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Isadora Ferraz eu SABIA basic ha mais de 30 anos PASSADOS !

Meu primeiro PC foi um ZX 80 ( no Brasil lançado logo depois como TK 85) e em 1982 montei um kit ( isso...vinha desmontado) um ZX 81 que já tinha a fantática memória de 2K de RAM e acho que 5K ROM.

Não vinha instrução de uso nem curso de Basic, daí...aprendia usando.

Tambem não havia internet para receber ajuda e orientação.

Hoje não saberia nem como entrar com os comandos no CI. :(

Bão, baixei o LIVEWIRE para montar o projeto do rjjj e o PCB WIZARD para fazer a plaquinha para mim. Achei o trem fantástico ( se der conta de usar adequadamente) pois até testa o circuito pra ver se tem algum gato. :o

Ferrinho de solda, placa virgem e percloreto testados e funcionando, hehehehe.

Tá evoluindo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Ffazendeiro então tamo junto. Ou melhor..., 'estivemos' juntos na mesma época. O meu foi um MC1000 que dava pra fritar um ovo nele. A culpa era dum 7805 cuja entrada era uns 20V ... Saudosismos...

Bom, a dica do amigo @_xyko_ deve ser aplicada ao seu sistema. A histerese é interessante pro caso de se usar relé e ele não ficar atracando/desatracando sem decisão. Só achei que ainda não era seu momento. De fato uso isso num controle de forno com histerese 5ºC.

Dica quasifinal: não faça a placa ainda! Monte num protoboard ou placa padrão ou na aranha mesmo. A não ser que tenha fé cega no sw e um índice extremo de autoconfiança

Mãos à obra... de arte! kk

sucessos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu só trocaria a última linha "else..."

Por

if (aquidentro>lafora+2) exaustor=desligado;

 

Formando assim uma pequena histerese de 1 grau.

Acho q seria:

else if (aquidentro<lafora-3) exaustor=desligado;

Dependendo da resolução do ADC 1 grau é pouco!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho q seria:

else if (aquidentro<lafora-3) exaustor=desligado;

Dependendo da resolução do ADC 1 grau é pouco!

Tanto faz. De qualquer forma só vai desligar o exaustor se a condição for verdadeira.

O ELSE literalmente é só um senão em português.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×