Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Análise comparativa entre AMD, Intel e NVIDIA – 2024


         100.308 visualizações    Processadores    57 comentários
Análise comparativa entre AMD, Intel e NVIDIA – 2024

Por serem as três empresas mais importantes de hardware para computadores pessoais, muitos usuários pensam que a AMD, a Intel e a NVIDIA têm o mesmo tamanho, o que não é verdade. Neste artigo fazemos uma análise comparativa entre elas para dismitificar essa questão.

Em tempo: esta é uma análise estritamente financeira. Em momento algum estamo inferindo que os produtos da empresa “A” são “melhores” ou “piores” que os produtos da empresa “B” ou “C”.

Todas elas são empresas abertas, isto é, com ações negociadas em bolsa, o que significa que todos os dados da empresa são públicos. Nos EUA, ao contrário do Brasil, as empresas podem definir um ano fiscal diferente do ano do calendário: enquanto que no Brasil o calendário das empresas para sua contabilidade vai de primeiro de janeiro a 31 de dezembro, nos EUA é possível usar outras datas. A NVIDIA elege o último dia útil de janeiro como o fim de seu ano fiscal que, e no período analisado, representa o dia 28/01/2024. Logo, os número da NVIDIA incluem dados de janeiro de 2024. Portanto, apesar de estarmos comparando os dados referentes ao ano de 2023, há esta pequena diferença em relação ao início e ao término do ano fiscal.

O valor de mercado (ou capitalização de mercado) é quanto a empresa vale em um determinado momento, basicamente pegando-se a cotação de sua ação e multiplicando-se pelo número de ações disponíveis, variando de acordo com a variação no preço das ações das empresas. Em nossa tabela, consideramos o valor de mercado das empresas do dia anterior à atualização deste artigo (26/02/2024), enquanto no gráfico consideramos o valor do último dia útil do ano.

  AMD Intel NVIDIA
Fundação 1969 1968 1993
Empregados (2023) 26.000 124.800 29.600
Faturamento (2023) US$ 22,7 bilhões US$ 54,2 bilhões US$ 61 bilhões
Lucro/(Prejuízo) (2023) US$ 401 milhões US$ 1,7 bilhão US$ 4,4 bilhões
Ativos (2023) US$ 67,9 bilhões US$ 191,5 bilhões US$ 29,8 bilhões
Dívida de longo prazo (2023) US$ 1,7 bilhão US$ 47 bilhões US$ 8,5 bilhões
Fim do exercício 30/12/2023 30/12/2023 28/01/2024
Valor de mercado (27/02/2024) US$ 284 bilhões US$ 182 bilhões US$ 2 trilhões

comparativo-faturamento-2024.png

comparativo-market-cap-2024.png

Não  é nosso intuito fazer uma análise mais aprofundada (pois, afinal, não somos um site de economia nem de contabilidade). Mas os números apresentados nos dão claramente algumas informações muito importantes.

A primeira delas é que a Intel não está no mesmo patamar das outras duas empresas em termos de tamanho: ela é muito maior. Isto pode ser explicado por dois motivos. Primeiro, a Intel não está apenas no mercado de processadores para computador ou placas de vídeo; ela atua na fabricação de chips para diversas outras finalidades (redes, por exemplo). O segundo motivo é o fato de ela ter fábricas próprias, enquanto que a NVIDIA e a AMD terceirizam a produção de seus chips.

Essa maior infraestrutura resulta em um número colossal de funcionários e um valor total de ativos igualmente colossal, já que tal número inclui o valor das instalações, maquinário, etc. Por ter fábricas próprias, a Intel tem uma dívida maior do que suas concorrentes, visto que o processo de fabricação de chips faz uso intensivo de capital (investimentos).

Apesar dessa diferença em tamanho, atualmente a AMD tem faturamento, lucro e valor de mercado maiores do que a Intel. devido à incrível recuperação da empresa a partir de 2020, que detalhamos no artigo "Análise detalhada da retomada financeira da AMD", também ajudada pelos sucessivos atrasos no lançamento de novos processos de fabricação por parte da Intel e pelo sucesso dos processadores Ryzen.

Já a NVIDIA é um caso à parte, Há anos ela vem apostando no modelo GPGPU, que é a técnica de se utilizar chips gráficos para o processamento de dados “comuns”. Tal técnica vinha sendo utilizada com sucesso no mercado científico e na montagem de supercomputadores, porém com a explosão da inteligência artificial generativa em 2023, o número de pedidos e o faturamento da NVIDIA deram um salto extraordinário, fazendo com que a empresa passasse a ser uma das mais valiosas do mundo. A bem da verdade, muito do aumento no valor das ações da NVIDIA se deve a expectativas futuras, que podem não se concretizar. Mas é inegável que, das três, a NVIDIA é a que mais vem acertando a mão, tanto na decisão, desde sua fundação, de não possuir fábricas próprias, bem como na busca de outros mercados para utilizaçào de seus chips gráficos fora do mercado de computadores pessoais.

Fontes:

  • Curtir 17
  • Obrigado 1
  • Amei 1

Artigos similares


Comentários de usuários

Respostas recomendadas



Saudações a todos.

Como já disse outras vezes, sou um fiel torcedor da AMD, mas o fato de ser torcedor não faz de mim um fã boy, minha máquinas atuais têm processadores Intel, mas quase sempre tive preferência por AMD exclusivamente por critério de custo x benefício, que hoje já está mais equilibrado.

Torço pela AMD pois não existe nada mais amigo do consumidor do que a concorrência. Sem a "sombra" da AMD, ainda que modesta, os preços dos produtos Intel e Nvidia disparariam, afinal de contas, qual a razão de vender um i3 por R$ 400,00 (valor simbólico) se não existe um mais barato que ofereça desempenho similar? O mesmo vale para as placas de vídeo da Nvidia.

Sem falar que a falta de concorrência atrasa o desenvolvimento, pois a partir do momento que uma empresa tem o controle absoluto do mercado, não precisa mais investir de forma tão pesada em novas tecnologias. O Brasil já foi exemplo disso, na época de reserva de mercado. A "regra" que foi criada para proteger nossas empresas no intuito de que tivessem tempo para desenvolver suas próprias tecnologias foi um fiasco. Ao invés de investir, nossas empresas simplesmente "clonavam" produtos de fora e não lançavam nada inovador, acomodação total, resultado da falta de concorrência.

 

Não tenho bagagem administrativa pra fazer uma analise coerente do momento atual da AMD, porém, não acredito que a compra da ATI foi o estopim da crise. Até pode ser que o valor pago tenha sido muito acima da realidade, mas em se falando de chips gráficos, a AMD sempre foi concorrente à altura da Nvidia tendo por diversas gerações, as placas mais rápidas do mercado, o que não acontece há algum tempo com seus CPU's.

 

É uma pena a AMD estar nessa situação, uma grande pena. Torço muito por eles, pois sei o quanto a concorrência é benéfica.

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Não tenho bagagem administrativa pra fazer uma analise coerente do momento atual da AMD, porém, não acredito que a compra da ATI foi o estopim da crise. Até pode ser que o valor pago tenha sido muito acima da realidade, mas em se falando de chips gráficos, a AMD sempre foi concorrente à altura da Nvidia tendo por diversas gerações, as placas mais rápidas do mercado, o que não acontece há algum tempo com seus CPU's.

 

É uma pena a AMD estar nessa situação, uma grande pena. Torço muito por eles, pois sei o quanto a concorrência é benéfica.

 

Aí eu discordo, porque antes disso a AMD tinha uma saúde financeira razoável, e depois da compra (que foi muito mal feita) ela praticamente só deu prejuízo, teve que vender fábricas e etc.

 

Juntou com isso uma penca de outros erros operacionais, nas duas áreas, e é disso que o Gabriel fala.

A Intel tem uma gestão exemplar, seja internamente, seja com parceiros, seja com sites de divulgação (ok, aqui nem tão exemplar), e a AMD faz confusão em todas as áreas, tanto com processadores quanto com placas gráficas, aí fica difícil.

 

Pegue o exemplo da JAC Motors no Brasil. Produto desconhecido e com origem duvidosa, o que o chefe fez ?

Garantia longa, centro de peças com alta disponibilidade, propaganda massiva e impactante, rede de concessionárias com boa cobertura, mandou carros pra todos os veículos de imprensa do país, colocou estandes em shoppings feiras.. e escutou as críticas dos primeiros modelos pra, 2 anos depois, melhorar o produto.

Mais ou menos o que a Hyundai fez, propaganda, capa de revista, serviço de qualidade e conseguiu vencer preconceitos, coisa que a Peugeot não consegue fazer até hoje. ;)

  • Curtir 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Aí eu discordo, porque antes disso a AMD tinha uma saúde financeira razoável, e depois da compra (que foi muito mal feita) ela praticamente só deu prejuízo, teve que vender fábricas e etc.

 

Juntou com isso uma penca de outros erros operacionais, nas duas áreas, e é disso que o Gabriel fala.

A Intel tem uma gestão exemplar, seja internamente, seja com parceiros, seja com sites de divulgação (ok, aqui nem tão exemplar), e a AMD faz confusão em todas as áreas, tanto com processadores quanto com placas gráficas, aí fica difícil.

 

@Evandro, realmente não tenho bagagem administrativa pra rebater seus argumentos, mas fazem sentido sim.

Só fico ainda encucado (termo antigo rsrs) pois se tem um ramo em que a AMD ainda consegue brigar de igual pra igual, é no ramo dos GPU's. Mas concordo com você, marketing bem feito e organização são tudo, não faltam exemplos disso.

 

 

Sugiro que você escute o podcast abaixo onde explicamos melhor essa questão:

 

https://www.clubedohardware.com.br/artigos/radio-cdh-programa-045/3100

@Gabriel Torres, mais um excelente bate papo entre você e o Rafael, obrigado pela indicação, Não sei se interpretei errado, mas pra mim fica claro nessa conversa (entre você e o Rafael) o que acontece quando não há concorrência e o core i7 é um ótimo exemplo disso, com modelos que chegam a custar mais de 3 vezes o valor do processador mais top de linha da AMD. Se houvesse um processador que ao menos chegasse perto dele, com certeza os i7 não teriam esses preços. Como acontecia com o Athlon XP/64 vs Pentium IV, Athlon 64 X2 vs Core 2 duo, Core 2 quad vs Phenom (II)x4. Todos esses eram processadores de alto desempenho em suas épocas, mas com concorrência à altura. E o resultado foi preço acessível, intel sempre foi um pouco mais caro, mas não era uma diferença absurda pois tinha concorrente mordendo seu calcanhar. Hoje, os i7 top de linha não tem concorrência, resultado? A intel coloca o preço que quer...

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Administrador

@Gustavo Vescovi

 

É exatamente isso aí que você colocou. Fiquei feliz que você entendeu bem o que discutimos ali. Como disse antes aqui, estou para fazer um vídeo explicando em detalhes a crise da AMD, só tá me faltando tempo! Pois comecei a escrever o artigo e aí estava na décima página de Word e vi que não daria para fazer em forma de artigo! Então peço um pouco de paciência na elaboração deste vídeo, que com certeza vai esclarecer ainda mais essa questão.

 

Abraços!

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Administrador

Para aqueles que ainda não viram, fiz a continuação deste artigo conforme havia prometido, explicando em muitos detalhes a crise da AMD:

 

https://www.clubedohardware.com.br/artigos/analise-detalhada-da-crise-financeira-da-amd/3146

 

PS: falei que ia fazer artigo, depois disse que iria fazer em vídeo, mas acabei fazendo em artigo mesmo! :)

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Boa tarde. Ótimo artigo como sempre. A minha pergunta no outro post Gabriel, é porque estou fazendo meu artigo para conclusão de curso de Sistemas da Informação e você é minha principal referência, e em uma passagem do artigo eu afirmei que 2 empresas seriam as maiores produtoras de placas de vídeo, mas eu não poderia, é difícil e complicado falar que uma é ou não a melhor, são muito similares e as placas de vídeo teriam eu ser divididas e analisadas por categoria.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

INTEL tem lucro 62 vezes maior que o da AMD

É por isso que a gente deve abraçar a AMD pra sempre, torcer pra ela crescer, ser maior, trazer mais concorrência.

 

Uso AMD desde o meu primeiro  PC, um K6II-500. Dps fui pra um duron 1100, athlon xp 2600+, Athlon 64 3200+, Athlon X2 5200, Phenon II X4 965 e agora com FX 8300. 

Vida longa a AMD, que além de o Davi da Intel ainda peita a Nvidia

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

oxi... o post original é de 2015 e quando fui ler os comentários mesma coisa, mas os dados são de 2018, haha

pelo visto o post foi sendo atualizado.

 

seguinte, não acho que AMD esteja no buraco agora (2018-), diria que eles ficaram no buraco por vários anos no passado registrando prejuízos bilionários (2012, 2008, 2007, 2002) e ainda assim sobreviveram lol.

 

o marketing dos produtos da AMD tem melhorado, isso porque realmente têm surgido novidades e bons produtos, inclusive. hoje quem vai montar um setup gamer tem boas opções tanto por parte da Intel, AMD ou Nvidia.

eu montei meu pc em março/2017, na época optei por Intel e Nvidia, mas hoje, daria para usar AMD sem medo caso eu quisesse (principalmente no quesito processador).

 

Lisa Su está fazendo um bom serviço.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Administrador
3 horas atrás, Arthur_Vasconcelos disse:

oxi... o post original é de 2015 e quando fui ler os comentários mesma coisa, mas os dados são de 2018, haha

pelo visto o post foi sendo atualizado.

 

Veja:

 

Em 21/03/2019 às 10:54, Gabriel Torres disse:

Acabei de atualizar este artigo com os dados mais recentes. A boa notícia é que os números da AMD deram uma boa melhorada, mas mesmo assim ela continua na lanterna.

 

  • Obrigado 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fico pensando, será que se a AMD não tivesse vendido a parte móvel, que virou a enorme Qualcomm, ela estaria brigando com a Intel e Samsung em tamanho no mundo dos chips X86 e ARM, ou a AMD que fez tanta coisa errada num passado recente ia estragar ela e estaríamos todos usando algum MP35 rs.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

 

Em 09/03/2015 às 00:02, Gabriel Torres disse:

@Eruru

@padreqdedo

@Daniel S. Toledo

@wilsansilva

@edurc

@Romário Barros

@andrighi

 

Estou preparando uma continuação deste artigo, será uma análise exclusiva da AMD, sobre os últimos 20 anos desta empresa e os motivos que a levaram para o buraco, continuando em onde eu parei neste artigo. Mas posso adiantar que o @andrighi postou acima está 100% correto. Foi um problema sério de má-gestão, compra da ATI por um valor muito acima do que ela de fato valia, e uma relativa demora dos acionistas em chutar o CEO da empresa na época (Hector Ruiz), que ainda foi acusado de insiding trading por ter contado a um amigo sobre a GlobalFoundries antes do anúncio oficial. Aguardem!

Hector Ruiz não é o primeiro e nem será o último executivo a gerir mal uma empresa. Embora não tenha relação com o tópico, nos final dos anos 90 a Sega também sofreu por conta de diversas decisões desastrosas.

adicionado 12 minutos depois
Em 21/03/2019 às 18:34, Eddieplenot disse:

INTEL tem lucro 62 vezes maior que o da AMD

É por isso que a gente deve abraçar a AMD pra sempre, torcer pra ela crescer, ser maior, trazer mais concorrência.

 

Uso AMD desde o meu primeiro  PC, um K6II-500. Dps fui pra um duron 1100, athlon xp 2600+, Athlon 64 3200+, Athlon X2 5200, Phenon II X4 965 e agora com FX 8300. 

Vida longa a AMD, que além de o Davi da Intel ainda peita a Nvidia

 

Também curto AMD, e recentemente montei um PC com esse processador. Não tinha lá aquele desempenho mesmo naquela época mas quebra um galho legal. A placa-mãe tem até um slot m.2, que pretendo usar futuramente.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fiquei confuso com a publicação. Acho mais interessante que fosse feita uma nova publicação ao invés de atualizar. Atualizando a gente perde os dados de antes e os comentários ficam foram de contexto. Também não tem nenhuma indicação no cabeçalho de que foi editado recentemente, só tem a data da primeira publicação. Se tivesse a opção de ver versões do texto, seria excelente.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
2 horas atrás, b.cordeiro disse:

Também não tem nenhuma indicação no cabeçalho de que foi editado recentemente, só tem a data da primeira publicação.

 

Aqui pra mim aparece a data de atualização do artigo:

 

att.jpg

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Não precisa passar o mouse em cima pra ver que tem um símbolo e data de atualização, o destaque é o mesmo e é visível pra todo mundo. Mas poderia ter sim um "Atualizado em" sem o mouse, concordo.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Em 05/03/2015 às 17:07, Gabriel Torres disse:

@Daniel S. Toledo

 

Seja bem-vindo e obrigado por se cadastrar apenas para deixar seu comentário. Espero que você curta o nosso fórum e continue participando.

 

Uma opinião pessoal minha, que acabei não colocando no artigo e deixei mais para postar aqui é justamente isso. Eu não acredito que a AMD vá fechar as portas. Antes de isso acontecer algum outro grupo a comprará.

Tem alguma análise ou seria possível rever esse texto atualmente, 5 anos depois as coisas estão melhores, piores ou do mesmo jeito para a AMD? @Gabriel Torres

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Administrador
Em 24/04/2020 às 15:28, edstkx disse:

Tem alguma análise ou seria possível rever esse texto atualmente, 5 anos depois as coisas estão melhores, piores ou do mesmo jeito para a AMD?

 

Sim, a análise da AMD foi atualizada recentemente, confira:

 

 

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites




Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...