Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Teste do processador Core i9-9900K

       
 18.357 Visualizações    Testes  
 26 comentários

O Core i9-9900K tem oito núcleos, 16 threads, clock máximo de 5,0 GHz e utiliza o soquete LGA1151. Vamos ver como é o seu desempenho.

Teste do processador Core i9-9900K
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

Testamos o novo processador topo de linha da plataforma principal da Intel, o Core i9-9900K, com oito núcleos, 16 threads e clock turbo de 5,0 GHz.

Até o lançamento dos processadores Ryzen 7 da AMD, em 2017, a Intel reinava absoluta no segmento de processadores topo de linha com seus Core i7 de quatro núcleos (como este modelo). O lançamento dos Ryzen 7 de primeira geração (como este) mexeu com este cenário. Embora os Ryzen não tivessem conseguido superar os Core i7 no desempenho em jogos, eles foram muito bem sucedidos em relação ao desempenho em aplicações profissionais como renderização de vídeo e imagens, por conta de seu maior número de núcleos reais de processamento (oito).

A Intel contra-atacou com novos processadores Core i7 de de oitava geração, com seis núcleos e 12 threads (como este modelo), mas logo em seguida a AMD lançou a segunda geração dos processadores Ryzen 7 (leia o teste aqui) e retomou a dianteira em termos de desempenho em aplicações que utilizam grande quantidade de núcleos. Agora, a Intel novamente aposta em uma maior quantidade de núcleos, lançando o Core i9-9900K, igualando o número de núcleos e threads dos Ryzen 7.

Note que estamos falando apenas dos modelos de processadores para computadores de mesa da linha principal ("mainstream"): ambas as marcas ainda possuem seus processadores voltados ao mercado HEDT (high-end desktop), que utilizam plataformas mais poderosas, como a plataforma TR4 da AMD (processadores Ryzen Threadripper) e a LGA2066 da Intel (que atualmente usam processadores Core i9 como este). Estas plataformas têm o foco em aplicações profissionais que utilizam grande quantidade de núcleos, trazem acesso à memória em quatro canais e, obviamente, são bem mais caras.

O Core i9-9900K faz parte da nona geração de processadores Core i da Intel, mas utiliza a mesma arquitetura "Coffee Lake" dos processadores de oitava geração. A principal diferença é a maior quantidade de memória cache em alguns modelos (o Core i9-9900K possui 16 MiB de cache L3, enquanto os modelos mais topo de linha da oitava geração traziam 12 MiB), além da maior quantidade de núcleos. Além do Core i9-9900K, dois outros modelos de Core i de nona geração foram lançados até agora: o Core i7-9700K, com oito núcleos e oito threads (por não trazer a tecnologia Hyper-Threading) e o Core i5-9600K, com seis núcleos e seis threads. Como utilizam a mesma arquitetura, estes processadores são também fabricados em tecnologia de 14 nm.

O Core i9-9900K traz vídeo integrado Intel UHD 630 com clock máximo de 1,2 GHz, controlador de memória de dois canais compatível com DDR-2666 e 16 pistas PCI Express 3.0.

Na Figura 1 vemos o processador Core i9-9900K testado.

corei9-9900K-03.jpg

Figura 1: o Core i9-9900K

O lado inferior do Core i9-9900K pode ser visto na Figura 2.

corei9-9900K-04.jpg

Figura 2: lado inferior do Core i9-9900K

Se formos analisar as características, podemos pensar que o concorrente direto do Core i9-9900K é o Ryzen 7 2700X, mas as faixas de preço são bem diferentes. Em termos de preço, o processador da AMD mais próximo é o Ryzen Threadripper 2920X, que infelizmente não tínhamos em nosso laboratório na data do teste.

Assim, iremos comparar o Core i9-9900K com o Ryzen 7 2700X, que é o processador mais topo de linha da plataforma mainstream da AMD, e também ao Core i7-8700K, para vermos qual o ganho de desempenho entre os dois modelos. Além disso, também rodamos os testes no Core i9-7900X, que é um modelo com dez núcleos da plataforma HEDT, para verificarmos o quanto este Core i9 da plataforma principal se aproxima de seu desempenho.

Utilizamos uma GeForce RTX 2080 Ti, que é a placa de vídeo mais topo de linha disponível no momento, em todos os testes. Com isto, esperamos que o desempenho dos jogos e programas seja limitado pelo processador, o que nos permite ver a diferença de desempenho entre os processadores.

Vamos comparar as principais especificações dos processadores testados na próxima página.

Editado por Rafael Coelho

Compartilhar

  • Curtir 8


  Denunciar Artigo

Artigos similares


Comentários de usuários




19 minutos atrás, Henrique-gs disse:

Gostaria de ver a comparação do I9 com o Threadripper

Infelizmente a AMD não nos enviou amostras de Threadripper... Mas o pessoal que quer ver esta comparação pode tentar sugerir lá nos canais de comunicação deles. Sempre ajuda quando mais gente "enche o saco".

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
6 minutos atrás, rusty1 disse:

@Rafael Coelho quais são as configurações usadas no Prime95 e em qual versao do programa foi testada?

Usamos o Prime95 25.11 na opção "Blend".

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Na minha opinião não compensa, 80% mais caro que o Rayzen 7 2700X!!!! Só para quem dinheiro sobrando pelo menos para jogos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bem, na minha opinião é mais um processador de tabela da Intel. Não há interesse da Intel pelas suas vendas. O importante é que ele conste no topo das tabelas de benchmarks. É um investimento da Intel na sua própria marca.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, Rafael Coelho disse:

Infelizmente a AMD não nos enviou amostras de Threadripper... Mas o pessoal que quer ver esta comparação pode tentar sugerir lá nos canais de comunicação deles. Sempre ajuda quando mais gente "enche o saco".

Queria ver também o teste i9-9900K vs TR4.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, Darkmana disse:

Bem, na minha opinião é mais um processador de tabela da Intel. Não há interesse da Intel pelas suas vendas. O importante é que ele conste no topo das tabelas de benchmarks. É um investimento da Intel na sua própria marca.

 

É o que eles chamam de "flagship", e não vi ainda se este é um chip de Xeon reaproveitado para o mercado "civil" para assumir este posto, mas ainda acho que tem seu público, como sempre teve espaço.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se custa 80% mais do que o Ryzen7  2700X, nem deveria de existir comparativo com o 7 2700X, porque na vida real se compra baseado no comparativo preço, como tal os vossos comparativos deveriam de ser baseados da mesma forma, para assim lermos algo coerente e não isso que apresentaram. (Infelizmente a AMD não nos enviou amostras de Threadripper) Infelizmente isso é uma resposta que ultimamente se tem lido por aqui, bem longe da mais alta referencia que vocês já foram no passado.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
5 minutos atrás, RodPaulo disse:

Se custa 80% mais do que o Ryzen7  2700X, nem deveria de existir comparativo com o 7 2700X, porque na vida real se compra baseado no comparativo preço, como tal os vossos comparativos deveriam de ser baseados da mesma forma, para assim lermos algo coerente e não isso que apresentaram. (Infelizmente a AMD não nos enviou amostras de Threadripper) Infelizmente isso é uma resposta que ultimamente se tem lido por aqui, bem longe da mais alta referencia que vocês já foram no passado.

 

Vejamos pelo lado do testador:

 

- O 2700 é o melhor processador da AMD que ele possui em mãos para fazer o comparativo, apesar da grande diferença de preço.

 

- Publicar somente os resultados do 9900K não é de grande utilidade, já que, sem ter com o que comparar, os resultados tem significância limitada.

 

- Comparando-se equipamentos de preço tão distinto, pode-se avaliar a relação custo/benefício de ambos

 

- Quando o Coelho faz os testes de "Qual o melhor processador para jogos de **data**" isso foi bastante avaliado e discutido.

 

E é justamente isso que os comparativos nos mostram, nas conclusões.

 

Sobre as empresas preferirem mandar equipamentos para "influencers" do que para técnicos, isso diz muita coisa. (e não vale só para a AMD).

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Parabéns pela matéria e por tudo o que CH é para a comunidade!

Já que em jogos ele é "equivalente" ao i7 8700k, como seria o desempenho dele em um cenario de jogos fazendo strem? Teria como compara-los? Obrigada.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
10 minutos atrás, Cathiwunhya disse:

Parabéns pela matéria e por tudo o que CH é para a comunidade!

Já que em jogos ele é "equivalente" ao i7 8700k, como seria o desempenho dele em um cenario de jogos fazendo strem? Teria como compara-los? Obrigada.

Estamos pensando em fazer algo assim nos próximos testes, obrigado!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

18,3% em média a mais de desempenho por 80% a mais de preço, sendo que o mais barato faz tudo o que ele faz, só mais devagar? Não, obrigado. Eu dispenso. Meu $$$ não dá em árvore. Só vale se for para dizer que "o meu é maior que o seu". 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Obs, esse CPU precisa de uma mobo bem cara, as Z390 mid\low end, e mesmo algumas Z370 high end nao seguram ele em STOCK. Ja tira ele de opcao para upgrade para qualquer um no mesmo socket que nao esteja com uma Z370 super high end agora.

 

 

Entao, não, no fim nao sai mais barato que X299\X399, especialmente la fora, ja que esta usando dolar para cotar, onde tem TR 1920X\1950X no preço desse 8C\16T.

 

Esse CPU nao faz sentido pra ninguem, diferença em jogos vs um 8700K da parar tirar colocando mais 100-200Mhz no 8700K, algo fácil mesmo em Z370 mid-range. E para trabalho, daria pra pegar um 1920\1950X na faixa de preço dele.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bom minha opinião é a seguinte, em jan/2019 teremos o novo lançamento da 10º geração da intel, então guardem seus money, quem sabe o valor não agrada o publico e se torna um ótimo custo/benefício, afinal esta nona geração da Intel já esta ultrapassada.

Entendedores entenderão.

 

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Atretador disse:

Obs, esse CPU precisa de uma mobo bem cara, as Z390 mid\low end, e mesmo algumas Z370 high end nao seguram ele em STOCK. Ja tira ele de opcao para upgrade para qualquer um no mesmo socket que nao esteja com uma Z370 super high end agora.

 

 

Entao, não, no fim nao sai mais barato que X299\X399, especialmente la fora, ja que esta usando dolar para cotar, onde tem TR 1920X\1950X no preço desse 8C\16T.

 

Esse CPU nao faz sentido pra ninguem, diferença em jogos vs um 8700K da parar tirar colocando mais 100-200Mhz no 8700K, algo fácil mesmo em Z370 mid-range. E para trabalho, daria pra pegar um 1920\1950X na faixa de preço dele.

 

Acho que o cara errou forte no foco do vídeo, já que não é budget e sim high-end.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Evandro Sao placas mãe Z390 para o 9900K, que nao seguram ele em stock. Esse é o ponto do video

 

Quem errou o foco, foi os fabricantes, ao fazer mobo Z390 com VRM 3+1 \ 4+2 sem dissipador.

 

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Atretador disse:

@Evandro Sao placas mãe Z390 para o 9900K, que nao seguram ele em stock. Esse é o ponto do video

 

Quem errou o foco, foi os fabricantes, ao fazer mobo Z390 com VRM 3+1 \ 4+2 sem dissipador.

 

 

 

Cara.. isso é que nem os caras que me compram um carro de 200 mil e reclamam do preço dos Pneus, quando precisa trocar, colocando aquele remold usado.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Esse i9 não fez muito sentido na minha opinião, ele custa quase mil reais a mais que o Threadripper 1920X, ainda acredito que o Ryzen 2700/2700x sejam uma melhor opção para o mercado mid - high end pelo fator preço e se for entrar no quesito entusiasta/produtividade o Threadripper e i9 LGA2066 são opções mais poderosas  

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 14/11/2018 às 12:40, Evandro disse:

 

Acho que o cara errou forte no foco do vídeo, já que não é budget e sim high-end.

Essa plataforma não é high end e isso foi o mesmo problema na atual 8 geração onde placas h310 e b360 sofrem com problemas de VRM para segurar o intel 8700 e o 8700K.

E olhe que tenho um z370M Aorus com dissipador nos VRMs e já vi que não aguenta o i9 9900K, minha dúvida é se leva o i7 9700k.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Thomas Brito disse:

Essa plataforma não é high end

 

Desculpe, é.

Não é entusiasta. ;)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×