Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
dilamar

Como fazer um modulo amplificador de corrente

Recommended Posts

dai galera estou trabalhando em um projeto e necessito de um modulo amplificador que aumente a corrente de um alternador de 12 volts e 50 amperes

para 12 volts 100 ou 120 amperes sera que isso e possivel ? desde ja agradeço .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Motor perpétuo novamente :P  :P  :D  :D .

 

Caro amigo. Vamos raciocinar juntos:

Caso tal circuito existisse, os problemas energéticos do mundo estariam resolvidos. 

 

 

Vamos a um exemplo prático:

Eu mesmo já teria feito um amplificador destes para amplificar 1 amperes em 127Vac para 50 amperes em 127Vac. 

 

Desta forma eu iria pagar umas 20 pilas de energia :D  :D  :D  :D

Mas hoje pago na faixa de R$ 200,00 e não tem solução. 

Nem energia solar da jeito, pois termina saindo mais caro ainda. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Motor perpétuo novamente :P  :P  :D  :D .

 

Caro amigo. Vamos raciocinar juntos:

Caso tal circuito existisse, os problemas energéticos do mundo estariam resolvidos. 

 

 

Vamos a um exemplo prático:

Eu mesmo já teria feito um amplificador destes para amplificar 1 amperes em 127Vac para 50 amperes em 127Vac. 

 

Desta forma eu iria pagar umas 20 pilas de energia :D  :D  :D  :D

Mas hoje pago na faixa de R$ 200,00 e não tem solução. 

Nem energia solar da jeito, pois termina saindo mais caro ainda. 

Agora qualquer dúvida com alternadores já quer dizer motor perpétuo.kkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Agora qualquer dúvida com alternadores já quer dizer motor perpétuo.kkk

"necessito de um modulo amplificador que aumente a corrente de um alternador de 12 volts e 50 amperes para 12 volts 100 ou 120 amperes"

 

Amplificador, segundo o dicionário de português:

"adj. Que amplifica, exagera.

Aparelho que aumenta a potência de uma oscilação elétrica etc.

 

O motor perpétuo consiste em produzir mais energia nas etapas de saída, do que a energia que entrou para alimentar o equipamento. 

 

Daí qualquer ideia de amplificar corrente para obter mais potência de um gerador, sem nenhuma entrada de energia externa, é motor perpétuo. 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

dai galera estou trabalhando em um projeto e necessito de um modulo amplificador que aumente a corrente de um alternador de 12 volts e 50 amperes

para 12 volts 100 ou 120 amperes sera que isso e possivel ? desde ja agradeço .

 

Uma lei fundamental da física teria que ser violada nesse caso: a da conservação da energia. Energia não pode ser criada nem destruída, apenas transformada, e o processo de transformação nunca é 100% eficiente.

 

A resposta para sua pergunta é que isso não é possível, nem que a Samantha e a Tabitha torcessem o nariz juntas (pesquise sobre elas que vai ganhar mais).

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

bem meus amigos meu projeto nao e motor perpetuo , estou trabalhando em um motor movido a agua porém minha necessidade de corrente e maior que a do carro então estive pensando se um modulo amplificador como o de som seria o ideal pensei em capacitores ,mas nao sou tecnico em eletronica sou mecanico mas se alguem tiver uma ideia estou pronto para ouvir obrigado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

bem meus amigos meu projeto nao e motor perpetuo , estou trabalhando em um motor movido a agua porém minha necessidade de corrente e maior que a do carro então estive pensando se um modulo amplificador como o de som seria o ideal pensei em capacitores ,mas nao sou tecnico em eletronica sou mecanico mas se alguem tiver uma ideia estou pronto para ouvir obrigado.

 

 

Motor movido a águia é uma forma disfarçada de motor perpétuo. 

Trata-se daquele esquema de eletrólise da água para gerar Hidrogênio e fazer o motor funcionar.

Você sem querer já descobriu que isso não da certo.

 

O carro só funcionaria sem entrada de energia externa, se conseguisse gerar mais energia que a que ele mesmo consome  :D  :D  :D

 

Sendo assim nunca vai funcionar, pois para isso acontecer, você precisaria quebrar leis da físicas.

Razão pela qual ninguém tem carro movido a água.

 

 

Os malandros que demostram que isso funciona em vídeos do youtube, usam reagentes químicos catalizadores, que aumentam a geração de hidrogênio.

Eles vendem o Kit a uns R$ 2.000,00 depois que você compra eles informam que precisa de um produto químico.

 

O problema é que a energia não sai da água. Sai do produto químico, que por sinal não é barato.  

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acredite, motor movido a água eu já tentei, quando estava começando na eletrônica, claro meu projeto era mais humilde, eu pretendia tirar a energia de baterias, igual um carro elétrico, e recarrega-las na rede.... Hidrogênio é bem difícil de gerar por eletrolise ele precisa de 120k joules por mol para quebrar a ligação (mol H= 1g), e depois de uns 20 min as placas de aço inox estão pela metade já por causa que o oxigênio formado é uma molécula bem eletronegativa (mais que o ferro) ele vai arrancando pedacinhos do metal. Se você quiser até mando foto do meu equipamento para eletrolise, onde eu usava algo perto de 24v 25A.

Tenha em mente que um alternador é um equipamento extremamente ineficiente, só usa-se em carros por que eles não tem uma grande demanda de energia.

E no final você acaba se dando conta que é realmente mais fácil usar motores elétricos do que todos esse processos. A não ser que você por algum acaso tenha alguma tecnologia desenvolvida que descarta pelo menos algumas das afirmações acimas.. talvez, pode ser possível.

 Minha dica é: foque suas forças em achar maneiras de reaproveitar energia no motor, perdidas em calor, desaceleração... não reinvente a roda, aperfeiçoe-a.

 

PS: agora que eu já estou mais familiarizado com a área da eletricidade enxergo as coisas de uma maneira diferente, mesmo assim a tentativa do hidrogênio foi o que me introduziu a isto, então de alguma maneira foi valido para o meu aprendizado .

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@dilamar,

Veja bem o problema : a sua entrada é de 12 volts por 50A = 600 watts.

Não é possível obter mais do que esses 600 watts na saida, na realidade por melhor que sejam os equipamentos de conversão, conseguiremos obter apenas cerca de 500 a 540 Watts na saída desse conversor hipotético.

O que é possível fazer é obter uma corrente MAIOR do que os 50 A, mas a tensão de saída vai ter de diminuir !

Assim, por exemplo, se voce precisa de 100 A na saída, a tensão vai ser em torno de 5 a 5,4 volts, pois repare que isso vai manter os mesmos Watts possíveis na saída.

Querer algum tipo de milagre que obtenha na saída mais potência do que entra, é o que chamamos de princípio do moto contínuo, que é uma maneira mais elegante do que dizer de imediato É IMPOSSÍVEL !

Paulo

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se não me engano, a eficiência máxima que se consegue extrair hidrogênio da água por meio da eletrólise é de uns 70%. Isso nos equipamentos de fábricas, que trabalham com estes gases hehehe. 

 

Como vai conseguir eficiência melhor no fundo de quintal????

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

bem meus amigos meu projeto nao e motor perpetuo , estou trabalhando em um motor movido a agua porém minha necessidade de corrente e maior que a do carro então estive pensando se um modulo amplificador como o de som seria o ideal pensei em capacitores ,mas nao sou tecnico em eletronica sou mecanico mas se alguem tiver uma ideia estou pronto para ouvir obrigado.

 

Meu amigo.

O pessoal já falou.

Para AUMENTAR A CORRENTE, MANTENDO IGUAL TENSÃO, VOCÊ TERIA QUE COLOCAR UM GERADOR COM MAIOR CAPACIDADE. Somente assim você pode aumentar a corrente, já que na verdade o extra de energia (potência) desejada, seria entregue por maior vazão de água.

Assim você não assume o moto contínuo.

 

MOR_AL

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se estiver atrás de reduzir o consumo, é melhor aprender a dirigir direito. Evite frear e acelerar em rápida sucessão desnecessariamente, antecipe ações (por exemplo, ao ver que o semáforo ficou vermelho e você está a uma certa distância dele, solte o pé do acelerador - com o carro em marcha, sem pisar na embreagem - ao invés de continuar na mesma velocidade e frear ao chegar próximo dos carros esperando o semáforo. Em uma via de trânsito rápido, o semáforo abre rápido, então existe uma boa chance do carro ainda estar em movimento, talvez até com uma velocidade razoável, nesse caso sendo necessário um uso significativamente menor de combustível para retornar à velocidade da via), não freie o carro com o pé no pedal da embreagem ou câmbio em neutro (ou seja, use freio motor o máximo possível), acelere devagar, use as marchas mais altas sempre que possível e não ande em alta velocidade de forma desnecessária. Essas coisas custam exatamente 0 para implementar, possuem resultado 100% garantido (diferente de todas as gambiarras envolvendo eletrólise, ímãs, pastilhas no tanque, etc) e é simplesmente questão de aprendizado.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

por coincidência acabo de subir e descer de carro um baita morrão. Na volta em 1ª, pensei em extamente... puts! que desperdício de combustivel e energia. Se tivesse acumulando isso num cilindro de ar sob pressão p.ex....

Que tal esta semente?

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

por coincidência acabo de subir e descer de carro um baita morrão. Na volta em 1ª, pensei em extamente... puts! que desperdício de combustivel e energia. Se tivesse acumulando isso num cilindro de ar sob pressão p.ex....

Que tal esta semente?

Vou começar a TENTAR fazer o moto-continuo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou começar a TENTAR fazer o moto-continuo.

Divirta-se.

Mas antes tente reaproveitar a energia do freio motor ou freio normal acumulando-a em forma de ar comprimido, mola espiral ou até mesmo numa bateria. Uma opção interessante pra um transito tipo o de sp onde acelerar e frear são constantes. De fato já vi um projeto destes e amei. Acho que era óleo comprimido...Qualquer dia acho o link...

abç

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

por coincidência acabo de subir e descer de carro um baita morrão. Na volta em 1ª, pensei em extamente... puts! que desperdício de combustivel e energia. Se tivesse acumulando isso num cilindro de ar sob pressão p.ex....

Que tal esta semente?

muito improvavel tua teoria 75% da energia do motor sao perdidas por calor e atrito, somente os 25% restantes são aproveitados na tração do carro vej por exemplo o aquecimento das camaras de combustão e o atrito das peças do motor o proprio alternador rouba ceca de 1 cv da potencia do motor o ar condicionado mais 2 ou 3 cv então guardar energia em potencial em um conteiner  e pouco provavavel. 

Se estiver atrás de reduzir o consumo, é melhor aprender a dirigir direito. Evite frear e acelerar em rápida sucessão desnecessariamente, antecipe ações (por exemplo, ao ver que o semáforo ficou vermelho e você está a uma certa distância dele, solte o pé do acelerador - com o carro em marcha, sem pisar na embreagem - ao invés de continuar na mesma velocidade e frear ao chegar próximo dos carros esperando o semáforo. Em uma via de trânsito rápido, o semáforo abre rápido, então existe uma boa chance do carro ainda estar em movimento, talvez até com uma velocidade razoável, nesse caso sendo necessário um uso significativamente menor de combustível para retornar à velocidade da via), não freie o carro com o pé no pedal da embreagem ou câmbio em neutro (ou seja, use freio motor o máximo possível), acelere devagar, use as marchas mais altas sempre que possível e não ande em alta velocidade de forma desnecessária. Essas coisas custam exatamente 0 para implementar, possuem resultado 100% garantido (diferente de todas as gambiarras envolvendo eletrólise, ímãs, pastilhas no tanque, etc) e é simplesmente questão de aprendizado.

se voce andar em neutro vai causar desgaste prematuro no cambio então o que você economizar no combustivel perde no cambio a medio prazo .

Meu amigo.

O pessoal já falou.

Para AUMENTAR A CORRENTE, MANTENDO IGUAL TENSÃO, VOCÊ TERIA QUE COLOCAR UM GERADOR COM MAIOR CAPACIDADE. Somente assim você pode aumentar a corrente, já que na verdade o extra de energia (potência) desejada, seria entregue por maior vazão de água.

Assim você não assume o moto contínuo.

 

MOR_AL

ja pensei nisso .

Acredite, motor movido a água eu já tentei, quando estava começando na eletrônica, claro meu projeto era mais humilde, eu pretendia tirar a energia de baterias, igual um carro elétrico, e recarrega-las na rede.... Hidrogênio é bem difícil de gerar por eletrolise ele precisa de 120k joules por mol para quebrar a ligação (mol H= 1g), e depois de uns 20 min as placas de aço inox estão pela metade já por causa que o oxigênio formado é uma molécula bem eletronegativa (mais que o ferro) ele vai arrancando pedacinhos do metal. Se você quiser até mando foto do meu equipamento para eletrolise, onde eu usava algo perto de 24v 25A.

Tenha em mente que um alternador é um equipamento extremamente ineficiente, só usa-se em carros por que eles não tem uma grande demanda de energia.

E no final você acaba se dando conta que é realmente mais fácil usar motores elétricos do que todos esse processos. A não ser que você por algum acaso tenha alguma tecnologia desenvolvida que descarta pelo menos algumas das afirmações acimas.. talvez, pode ser possível.

 Minha dica é: foque suas forças em achar maneiras de reaproveitar energia no motor, perdidas em calor, desaceleração... não reinvente a roda, aperfeiçoe-a.

 

PS: agora que eu já estou mais familiarizado com a área da eletricidade enxergo as coisas de uma maneira diferente, mesmo assim a tentativa do hidrogênio foi o que me introduziu a isto, então de alguma maneira foi valido para o meu aprendizado .

tu ja ouviu falar no produto chamado chemalloy ? foi inventado  nos EUA por Samuel Freedman em 1957.

Se não me engano, a eficiência máxima que se consegue extrair hidrogênio da água por meio da eletrólise é de uns 70%. Isso nos equipamentos de fábricas, que trabalham com estes gases hehehe. 

 

Como vai conseguir eficiência melhor no fundo de quintal????

cara se não tentar não vai consequir.

Acredite, motor movido a água eu já tentei, quando estava começando na eletrônica, claro meu projeto era mais humilde, eu pretendia tirar a energia de baterias, igual um carro elétrico, e recarrega-las na rede.... Hidrogênio é bem difícil de gerar por eletrolise ele precisa de 120k joules por mol para quebrar a ligação (mol H= 1g), e depois de uns 20 min as placas de aço inox estão pela metade já por causa que o oxigênio formado é uma molécula bem eletronegativa (mais que o ferro) ele vai arrancando pedacinhos do metal. Se você quiser até mando foto do meu equipamento para eletrolise, onde eu usava algo perto de 24v 25A.

Tenha em mente que um alternador é um equipamento extremamente ineficiente, só usa-se em carros por que eles não tem uma grande demanda de energia.

E no final você acaba se dando conta que é realmente mais fácil usar motores elétricos do que todos esse processos. A não ser que você por algum acaso tenha alguma tecnologia desenvolvida que descarta pelo menos algumas das afirmações acimas.. talvez, pode ser possível.

 Minha dica é: foque suas forças em achar maneiras de reaproveitar energia no motor, perdidas em calor, desaceleração... não reinvente a roda, aperfeiçoe-a.

 

PS: agora que eu já estou mais familiarizado com a área da eletricidade enxergo as coisas de uma maneira diferente, mesmo assim a tentativa do hidrogênio foi o que me introduziu a isto, então de alguma maneira foi valido para o meu aprendizado .

cara a intenção e justamente essa so o que me falta e resolver a demanda de energia o resto esta quase todo resolvido. outro exemplo e o carro inventado pela GM QUE ANDAVA a aqua isso nos idos de 1960 por ai então a tecnologia existe apenas temos que encontra-la teve tambem um pesquisador ,Samuel Feedman que descobriu uma liga de metal que dissocia a agua sem corrente eletrica isso em 1957 então a roda ja esta ai apenas temos que colocar a mão nela .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não era bem isso mas foi algo próximo do que me lembrava...

 

"O projeto tenciona reduzir a drenagem de energia das baterias utilizando um dispositivo hidráulico que servirá como bomba e motor, e um acumulador. O acumulador é basicamente um tanque cheio de um gás inerte. Quando o motorista acionar os freios, uma bomba hidráulica acoplada à transmissão do veículo irá injetar um fluído por um orifício do acumulador. O líquido aumentará a pressão do gás dentro do acumulador, devendo atingir cerca de 5.000 psi. Quando o motorista voltar a acelerar, o gás pressurizado no acumulador irá forçar o fluído de volta para o sistema hidráulico, agindo como uma força extra para movimentar o veículo."

 

http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=010170020408#.VVDY3fAZaNU

Do início deste século...

 

Antes de inventar um carro a água, cuidado... Veja isso

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não era bem isso mas foi algo próximo do que me lembrava...

 

"O projeto tenciona reduzir a drenagem de energia das baterias utilizando um dispositivo hidráulico que servirá como bomba e motor, e um acumulador. O acumulador é basicamente um tanque cheio de um gás inerte. Quando o motorista acionar os freios, uma bomba hidráulica acoplada à transmissão do veículo irá injetar um fluído por um orifício do acumulador. O líquido aumentará a pressão do gás dentro do acumulador, devendo atingir cerca de 5.000 psi. Quando o motorista voltar a acelerar, o gás pressurizado no acumulador irá forçar o fluído de volta para o sistema hidráulico, agindo como uma força extra para movimentar o veículo."

 

http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=010170020408#.VVDY3fAZaNU

Do início deste século...

 

Antes de inventar um carro a água, cuidado... Veja isso

entendi .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já ví tanta coisa sobre produtos miraculosos, sobre invenções milagrosas.... mas nunca ví um produto dese tipo no mercado.

 

Todos, sem exceção, driblam alguma lei da Química ou da Física.... e não sei o porquê, ou talvez eu saiba .... nenhum deles ganhou um prêmio Nobel.

 

Existem histórias fantásticas sobre grandes conglomerados financeiros que ameaçaram o inventor, ou a família do cara, e por aí vai. É sempre a mesma história dita de outra maneira : "Teoria da Conspiração" .... que vem desde o assassinato do Kennedy, e recentemente também da morte do Osama Bin Laden...

 

No Brasil, tivemos até no Fantástico a história do inventor de um motor que funcionava com qualquer tipo de óleo vegetal, que prometia mundos e fundos, e em meio ano tudo virou fumaça. Cadê o cara, cadê a empresa ?????

 

Mais recentemente ( uns 5 a 10 anos atrás, já não me lembro) o nosso Governo Federal financiou uma pesquisa de um outro maluco, se não me engano era no Acre,  que prometia gerar muito mais energia do que ele recebia da rede elétrica, o cara até levou a sua "criação" em uma feira, para angariar fundos, mas não deixou ninguém verificar o seu "invento", e um grupo de cientistas tentou convencer o inventor a deixar eles colocarem um sistema de medição na entrada E na saída, além de uma simples inspeção visual para ver se não existia uma outra fonte de energia escondida, e que o grupo ficaria sempre observando 24 horas durante a feira, para poder atestar a eficácia da invenção. 

 

Claro, foi recusado, houve até a presença de polícia para fazer com que o grupo fosse "enxotado" da feira... e até hoje não existe nada de concreto, nenhum produto, nada.... mas o dinheiro saiu para financiar as pesquisas ....

 

Reparei em uma coisa : todos que alegam tais milagres nunca são professores, ou doutores, ou PHD de alguma coisa, sempre são pessoas relativamente leigas....  e qual seria o motivo ?

Simples, ninguém quer fazer o papel de bobo ou de mentiroso, pois sabem que tais feitos são impossíveis.

 

Para mim, o maior impedimento se dá por um simples motivo : em qualquer tipo de transformação de energia, sempre existe uma perda. Até nos supercondutores uma corrente inicial acaba por se extinguir por motivos de interação eletromagnética, o que acaba retirando a energia da corrente. Afinal, toda corrente elétrica gera um campo magnético, que interage com o ambiente, cedendo a sua energia lentamente.

 

 Eu acho inacreditável que tantas pessoas, que são relativamente instruídas, acreditem que podem fazer algo que é contra as Leis da Natureza ! 

 

Mas estou me acostumando, entra ano e sai ano, tenho de escrever algum comentário sobre isso !

 

Paulo

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"homem de pouca fé" Talvez daqui há alguns anos, você se manifeste pedindo perdão kk

Leis da física não são quebradas. São apenas melhores compreendidas e aproveitadas. E nada impede de serem revisadas e recompreendidas uai. Obviamente teremos dificuldades em fazê-lo em nossa garagem ou fundo de quintal mas isso não pode servir de empecilho para brincar um pouco ou perder tempo. No meu ponto de vista até mesmo o tempo pode ser transformado em energia. P.ex., você converteu perdeu seu tempo em energia mental pra ler isso. kk. E se eu te falar que digito isso do futuro você promete não contar a ninguém? Capacitor de fluxo é real!! kk

 

Agora sério, a própria vida é uma baita afronta às leis da física. Há muita, mas muita energia mesmo fluindo dela sabe-se lá de onde vem. Mas este assunto é desvirtuador da proposta do forum.

 

Enfim, eu acho legalzinho os cara tentar tirar água de pedra. Vai que cola...

 

"A maioria das teorias da conspiração é falsa. A minoria dos boatos é verdadeira."

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma coisa que ninguém mencionou até agora:

H+ 1/2 O----> H2O é uma reação espontânea, exotérmica. Essa é a "bandeira vermelha" #1, a partir daí dá para concluir que água não é capaz de produzir energia e sua ideia tem 1000000000% de chance de não funcionar. A reação de formação da água libera energia que havia em excesso nos reagentes, logo, pelo princípio de conservação da energia, a reação para decompor a água em He 1/2 O2 demanda energia de uma fonte externa.

 

Deveriam começar a trancar esses tópicos assim que se tornar óbvio que o autor deseja construir um moto perpétuo...

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Basicamente qualquer coisa que você adicionar é o que fornece a energia, seja reagente químico para fazer o processo, e não a GM não andava com isso ai, acredite, um de meus hobbys é ser um car guy, se eles tivessem algo mais inovado que um v8 small block que fazia 3 km por litro eu saberia

Liga que desassocia hidrogênio é muito fácil de fazer, pega um material mais eletronegativo que o oxigênio, exemplo iodo ou bromo OU CLORO e coloca na liga, e mágica, a eletronegatividade faz a molécula da água se separar e formar um novo elemento, mas e quando o elemento acabar? por que um dia ele acaba e a reação instantaneamente para.

E não me diz que você esta falando daquela liga que é feita com zinco e chumbo na presença de acido muriático (também conhecido como acido clorídrico) por que ai o cloro do acido fica na liga e ele coincidentemente é mais eletronegativo que o oxigênio. ai voltamos para o que eu disse no paragrafo anterior... Por que ai alem de ser quimicamente inviável ela tem como resultado ácido clorídrico misturado com partículas  pesadas como chumbo que são muito, mas muito piores que o CO2 produzido hoje.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma coisa que ninguém mencionou até agora:

H+ 1/2 O----> H2O é uma reação espontânea, exotérmica. Essa é a "bandeira vermelha" #1, a partir daí dá para concluir que água não é capaz de produzir energia e sua ideia tem 1000000000% de chance de não funcionar. A reação de formação da água libera energia que havia em excesso nos reagentes, logo, pelo princípio de conservação da energia, a reação para decompor a água em He 1/2 O2 demanda energia de uma fonte externa.

 

Deveriam começar a trancar esses tópicos assim que se tornar óbvio que o autor deseja construir um moto perpétuo...

 

Curti bastante.

 

Sua explicação faz muito sentido.

 

Daí se adicionar o fato que todo e qualquer equipamento, gerador ou fonte terá perdas de até 20%, torna-se óbvia que na verdade o cara só vai gastar mais energia ainda. 

 

Se ele fizer o que foi sugerido: Colocar um alternador mais potente, de nada vai adiantar, pois o alternador vai consumir mais energia ainda.

 

O alternador sempre vai consumir mais energia do que o Hidrogênio será capaz de gerar rsrsrs

http://quatrorodas.abril.com.br/autoservico/teste-de-produtos/gasagua-765675.shtml

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Isadora Ferraz,

A fé é para os religiosos. Em tudo na vida há um sentido, uma direção. Sempre temos causa e efeito. A Ciência busca elucidar os fatos e os caminhos, e nela não cabe a fé, pois a fé é totalmente ilógica e inexplicável em termos científicos.

Por exemplo, toda vida caminha para a morte. É uma das Leis da Natureza. E enquanto não termos a comprovação real de que alguém "voltou" da morte, a Lei será válida.

Mas ainda existem alguns fatos, como a chamada Energia Escura, que ainda me fazem ter fé que a nossa consciência sobrevive à morte do nosso corpo. Já presenciei alguns fatos que seriam inexplicáveis se a morte fosse mesmo o fim... e isso me permite fazer conjecturas sobre o quanto sabemos sobre o que é estar vivo. Enfim, como você mesma disse, este assunto é esotérico demais para p objetivo deste Fórum.

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já ví tanta coisa sobre produtos miraculosos, sobre invenções milagrosas.... mas nunca ví um produto dese tipo no mercado.

 

Todos, sem exceção, driblam alguma lei da Química ou da Física.... e não sei o porquê, ou talvez eu saiba .... nenhum deles ganhou um prêmio Nobel.

 

Existem histórias fantásticas sobre grandes conglomerados financeiros que ameaçaram o inventor, ou a família do cara, e por aí vai. É sempre a mesma história dita de outra maneira : "Teoria da Conspiração" .... que vem desde o assassinato do Kennedy, e recentemente também da morte do Osama Bin Laden...

 

No Brasil, tivemos até no Fantástico a história do inventor de um motor que funcionava com qualquer tipo de óleo vegetal, que prometia mundos e fundos, e em meio ano tudo virou fumaça. Cadê o cara, cadê a empresa ?????

 

Mais recentemente ( uns 5 a 10 anos atrás, já não me lembro) o nosso Governo Federal financiou uma pesquisa de um outro maluco, se não me engano era no Acre,  que prometia gerar muito mais energia do que ele recebia da rede elétrica, o cara até levou a sua "criação" em uma feira, para angariar fundos, mas não deixou ninguém verificar o seu "invento", e um grupo de cientistas tentou convencer o inventor a deixar eles colocarem um sistema de medição na entrada E na saída, além de uma simples inspeção visual para ver se não existia uma outra fonte de energia escondida, e que o grupo ficaria sempre observando 24 horas durante a feira, para poder atestar a eficácia da invenção. 

 

Claro, foi recusado, houve até a presença de polícia para fazer com que o grupo fosse "enxotado" da feira... e até hoje não existe nada de concreto, nenhum produto, nada.... mas o dinheiro saiu para financiar as pesquisas ....

 

Reparei em uma coisa : todos que alegam tais milagres nunca são professores, ou doutores, ou PHD de alguma coisa, sempre são pessoas relativamente leigas....  e qual seria o motivo ?

Simples, ninguém quer fazer o papel de bobo ou de mentiroso, pois sabem que tais feitos são impossíveis.

 

Para mim, o maior impedimento se dá por um simples motivo : em qualquer tipo de transformação de energia, sempre existe uma perda. Até nos supercondutores uma corrente inicial acaba por se extinguir por motivos de interação eletromagnética, o que acaba retirando a energia da corrente. Afinal, toda corrente elétrica gera um campo magnético, que interage com o ambiente, cedendo a sua energia lentamente.

 

 Eu acho inacreditável que tantas pessoas, que são relativamente instruídas, acreditem que podem fazer algo que é contra as Leis da Natureza ! 

 

Mas estou me acostumando, entra ano e sai ano, tenho de escrever algum comentário sobre isso !

 

Paulo

Paulo vamos aos fatos logicos , o hidogenio e a maior fonte de combustivel do universo praticamente infinita e não poluente, a ideia aqui 

não e fazer milagre e so uma ideia se para vocês e loucura, bem faço sozinho depois te mostro.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×