Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Posso ligar o neutro da tomada no buraco do meio e criar um aterramento?


Ir à solução Resolvido por Renato.88,

Posts recomendados

A tomada aqui de casa é 220v com fase+neutro ( já testei com a chavinha de testes). Preciso fazer um aterramento em uma tomada e vi alguns vídeos no ytb falando que eu posso ligar o "neutro" no buraquinho do meio que seria o "terra" para criar um aterramento. Já que minha casa não tem aterramento e não pretendo fazer pois ainda moro com meus pais.

 Então eu pergunto: posso ligar o neutro no buraquinho do meio para ele funcionar como aterramento? Vai servir? Sou muito leigo nessas coisas então espero que não me julguem :). Agradeço a todos que responderem!

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Segundo a norma NBR5410 este procedimento é proibido para circuitos com cabos inferiores a 10mm e equipamentos portáteis . 

O fato do neutro ser aterrado na entrada do padrão não faz dele um cabo de proteção. O neutro é aterrado na entrada para garantir que seu potêncial seja sempre 0V, o seu uso como aterramento pode trazer serios riscos;

Pense só, um computador ligado numa tomada em que o neutro esta ligado também ao pino do terra, mas por algum motivo o cabo do neutro sofre uma rupitura em algum ponto do circuito, porém a fase continua ligado, e como seu caminho de retorno é o neutro e o mesmo esta partido e também ligado ao terra, toda a carcaça do cuputador ficará energizado podendo levar a grave acidente a quem por as mão nele. 

O mais correto na sua ocasião seria isar uma haste terra e puxar um cabo apenas para a tomada que deseja. 

adicionado 3 minutos depois

Entretanto, ligar o neutro no buraco do terra funcionaria, mas deve se ter em mente que é proibido por norma e bastante arriscado. 

  • Curtir 2
  • Obrigado 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Ele explicou suficientemente. Há quem faça a tal ligação... 

 

Também há quem enterre uma haste exclusiva para o ponto. Mas não fica equipotencializado com outros aparelhos das instalações da residência.

 

Busque estudar "esquemas de aterramento".

 

"O principal, o mais aplicável," do qual esqueci o nome (sigla), compartilha malha ou conjunto de hastes, com equipotencialização,  para as instalações, a residência toda.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

10 horas atrás, André jacó fisgado disse:

será que tem tanto risco assim?

 

o risco sempre existe, mas "se só tem tu..."

você pode comprar alguns metros de cabo e ligar direto na haste de aterramento do seu padrão de entrada e levar até a toma que deseja. 

adicionado 2 minutos depois

esse seria 0 aterramento TN-S

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

12 horas atrás, André jacó fisgado disse:

A tomada aqui de casa é 220v com fase+neutro ( já testei com a chavinha de testes). Preciso fazer um aterramento em uma tomada e vi alguns vídeos no ytb falando que eu posso ligar o "neutro" no buraquinho do meio que seria o "terra" para criar um aterramento. Já que minha casa não tem aterramento e não pretendo fazer pois ainda moro com meus pais.

 Então eu pergunto: posso ligar o neutro no buraquinho do meio para ele funcionar como aterramento? Vai servir? Sou muito leigo nessas coisas então espero que não me julguem :). Agradeço a todos que responderem!

Não invente! Essa gambiarra é um risco altíssimo de morte!

Tem duas opções: ou deixa como está e aguente os "choquinhos" ou faça o aterramento logo abaixo da tomada, no cantinho da parede, um pedreiro faz isso em uma hora, mas se você tem habilidade pode fazer também, pois não é difícil. Se quiser não precisa nem rasgar a parede, pode deixar o fio sobre a parede até a tomada.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Luís Roberto C. da Silva Esse é o erro de muitas pessoas, principalmente quando estão levando pequenos choques no gabinete, apesar de isso ter sido mais frequente nos monitores CRT devido ao tubo de imagem operar com a AT, muitos "receitavam" instalação do fio terra, mas este não é para esse fim, ele existe para a segurança do operador do equipamento, em caso de contato acidental com a energia na parte metálica, esta flui para a terra e evita acidentes, mas é só para isso e não para "acobertar" defeitos que causam passagem de corrente indevida, à princípio o terra é para não passar corrente a não ser as geradas por acidentes.

A melhor opção é a haste de aterramento como já foi dito, se moras em casa ou apto térreo, é a coisa mais fácil de fazer, basta um pouco de habilidade com ferramentas e capricho, mas caso não seja conveniente fazer isso, uma solução para seu caso é a instalação de um transformador de isolamento apenas para alimentar seu pc. Como o nome já diz, ele tem o secundário isolado da rede de transmissão, então não dará choques a não ser que segure na fase e neutro que é o que menos acontece, normalmente a pessoa toca numa fase e está descalça ou rela em uma estrutura metálica, com o transformador isolador não tem como levar o choque porque ele não está inserido no sistema da distribuidora.

OBS: Qualquer transformador que tenha primário e secundário separados tem a função de isolar a corrente já que só o primário faz parte da rede da distribuidora.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

9 minutos atrás, misterjohn disse:

@Luís Roberto C. da Silva Esse é o erro de muitas pessoas, principalmente quando estão levando pequenos choques no gabinete, apesar de isso ter sido mais frequente nos monitores CRT devido ao tubo de imagem operar com a AT, muitos "receitavam" instalação do fio terra, mas este não é para esse fim, ele existe para a segurança do operador do equipamento, em caso de contato acidental com a energia na parte metálica, esta flui para a terra e evita acidentes, mas é só para isso e não para "acobertar" defeitos que causam passagem de corrente indevida, à princípio o terra é para não passar corrente a não ser as geradas por acidentes.

A melhor opção é a haste de aterramento como já foi dito, se moras em casa ou apto térreo, é a coisa mais fácil de fazer, basta um pouco de habilidade com ferramentas e capricho, mas caso não seja conveniente fazer isso, uma solução para seu caso é a instalação de um transformador de isolamento apenas para alimentar seu pc. Como o nome já diz, ele tem o secundário isolado da rede de transmissão, então não dará choques a não ser que segure na fase e neutro que é o que menos acontece, normalmente a pessoa toca numa fase e está descalça ou rela em uma estrutura metálica, com o transformador isolador não tem como levar o choque porque ele não está inserido no sistema da distribuidora.

OBS: Qualquer transformador que tenha primário e secundário separados tem a função de isolar a corrente já que só o primário faz parte da rede da distribuidora.

Não entendi, que erro? Se justamente indiquei fazer o aterramento!

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Luís Roberto C. da Silva Nem reparei que você sugeriu isso, quando a pessoa está levando choque no gabinete, seja qual for a origem, e alguém  indica o aterramento, isso eu considero erro, o aterramento é para ser feito mesmo que não esteja levando choques, se isso está acontecendo, está ocorrendo um problema, um desvio que tem que ser consertado como por exemplo se tens uma goteira no telhado o correto é trocar a telha quebrada e não colocar um balde em baixo para aparar a água. Então se a sua sugestão foi voltada para esse aspecto, evitar o choque, eu não considero a ideal e sim pesquisar a causa do choque e eliminar, uma fuga de corrente acaba danificando algo e aumentando o consumo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
8 minutos atrás, lucas35 disse:

 

esse seria o sistema de aterramento TT

 

É mais indicado quando se tem de forçar uma proteção à vida, mínima que seja, por exemplo na instalação de um chuveiro elétrico.

 

Não é indicado para "também" proteger um eletrônico.

 

EXEMPLO

 

Se você faz um TT no PC do quarto e outro TT no roteador que está na sala, sem equipotencializá-los, o cabo de rede pode levar uma DDP "circunstancial" que queimará, no mínimo,  porta de rede.

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

3 horas atrás, lucas35 disse:

 

esse seria o sistema de aterramento TT, não é muito eficiente e deve ser usado em último caso, quando os outros tipos não é viável.  

@lucas35 @alexandre.mbm O único aterramento que conheço é enfiar no chão uma haste cobreada de pelo menos um metro de comprimento. Não sei o que entenderam, mas enfiar a haste no chão e conectá-la no buraco central de uma tomada é um aterramento eficiente, que no caso é só para um PC.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Enfiar a haste no chão pode ser parte do processo. Digo "pode" porque existem aterramentos com arranjos de hastes, ou com telas.

 

Aterramento elétrico vai além de enterrar alguma coisa. São vários os esquemas possíveis, do que ligar ao que está debaixo do chão.

 

São possíveis ligações junto ao Padrão da concessionária; são possíveis ligações junto ao QDC (quadro de distribuição de circuitos); são possíveis ligações junto aos pontos de uso (tomadas e chuveiros).

 

Eu não tenho a fluência, o preparo, nem o tempo, para dar aula sobre esse assunto. Pesquise por "esquemas de aterramento". Jogue com as palavras-chave "TT" e "TN-S".

  • Curtir 1
  • Amei 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

8 horas atrás, misterjohn disse:

o aterramento é para ser feito mesmo que não esteja levando choques, se isso está acontecendo, está ocorrendo um problema, um desvio que tem que ser consertado

Sobre isso dos PCs darem choque quando não estão aterrado é o seguinte:

Lá dentro na fonte tem uns capacitores que partem da fase e neutro para a carcaça, por isso que acaba dando esses choques. Eles atuam como um filtro de linha, pois estão ligados juntos a um indutor. 

 

Obrigatoriamente os computadores devem ter um aterramento, pois além de acabar com os tais choques acabam também com certas interferências que aparecem na imagem ou no som. 

Quando um computador é aterrado, todos os ruídos são desviados a terra. 

 

Em outros tempos aqui em casa não tinha aterramento, resolvi o meu problema a minha maneira retirando os tais capacitores da fonte. 

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Um detalhe bastante importante, ao utilizar um aterramento de forma inadequada, ou basicamente esse aterramento que você sugeriu sem um dispositivo de detecção de fulga, além de arriscado pode pesar no bolso no fim do mês. 

 qualquer equipamento, esteja dando choque, isso é sinal que há uma fulga de energia para a carcaça, a fase esta em contado com a carcaça, a primeira coisa que as pessoas fazem é aterrar, isso fará com que a energia seja conduzido para o solo e assim pare de dsr choque, pronto tudo resolvido certo? Não! Se estava havendo uma fulga de energia e agora eu a conduzi para o solo eu fechei um certo "circuito" esta energia está continuamente sendo despejada no solo, o disjuntor não irá desarmar porque o terra não esta equipotencializado no neutro, nem há um DR para detectar a fulga, enquanto isso essa energia desperdiçada estará sendo contabilizada.

  • Amei 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
12 minutos atrás, Renato.88 disse:

Obrigatoriamente os computadores devem ter um aterramento, pois além de acabar com os tais choques acabam também com certas interferências que aparecem na imagem ou no som. 

Quando um computador é aterrado, todos os ruídos são desviados a terra. 

 

Sem nunca cabear rede, pode fazer TT. O que estiver naquela tomada estará no mesmo potencial.

 

Mas mesmo sendo um TT, o ideal é puxar o fio condutor verde para onde houver espaço para um "enterramento" de vergonha.

 

Escrevo essa "dica"  de solução de contorno por ser ciente de facilmente existirem limitações econômicas que nos impedem de fazer "O Aterramento" — leia-se: "O Serviço" elétrico dos sonhos.

 

O mínimo que se deve ter é um TT... e será mais do que seus 10%.

adicionado 11 minutos depois

@lucas35 , exato. Aterramento é backup de segurança, não é um casamento com elétrons fujões.

  • Obrigado 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
12 minutos atrás, lucas35 disse:

de detecção de fulga

1 é pouco...

12 minutos atrás, lucas35 disse:

sinal que há uma fulga

2 é bom...

13 minutos atrás, lucas35 disse:

havendo uma fulga

3 é d+... mas ...

13 minutos atrás, lucas35 disse:

para detectar a fulga,

4? ... é pra acabar.

kk... descupa ... não resisti...perco o amigo mas não perco a piada...😁. Foi só uma ligeira FUGA de conduta.🤪

Dica: deixe ligado o corretor ortográfico.

  • Haha 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
10 horas atrás, lucas35 disse:

você pode comprar alguns metros de cabo e ligar direto na haste de aterramento do seu padrão de entrada e levar até a toma que deseja. 

adicionado 2 minutos depois

esse seria 0 aterramento TN-S

 

Não, se apenas para aquela tomada, seria um TT "para aquela tomada".

 

O esquema TN-S estende-se às instalações.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Renato.88 Não sou da área eletrônica, mas elétrica e defasado no tempo...😆, mas que situação é essa de capacitor que parte da fase para o neutro na carcaça, na minha visão seria usar a estrutura metálica como um condutor do circuito, mas como disse não entendo e queria uma explicação sobre isso, usar esse recurso, de aproveitar a estrutura metálica como um condutor e assim economizar material, é a indústria automobilística, mas é um circuito limitado a carcaça, componentes e bateria, não está aterrado como o solo.

Quanto ao terra, claro que existem padrões devido a aplicação em questão mas o mínimo recomendado e fincar estacas em forma de triângulo, se não me engano 1 m entre elas e fazer uma caixa de ligação  para futuros testes de funcionamento.

Eu aqui no prédio fiz apenas com uma vareta porque as condições não permitiam algo mais profissional, mas como disseram acima...é melhor com uma só do que sem nenhuma e continuo afirmando, o ideal é todo o imóvel, em todos os pontos, haver aterramento, mas só para casos de contatos acidentais, jamais use com neutro.

Obs: NUNCA LIGUE um cabo de aterramento no circuito de para-raios de prédio, é olha que é uma tentação (não para mim), eu morei em um apto num prédio de 11 andares e o cabo do PR era externo e  passava ao lado das janelas ao alcance da mão.

  • Obrigado 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

1 hora atrás, misterjohn disse:

Não sou da área eletrônica, mas elétrica e defasado no tempo...😆, mas que situação é essa de capacitor que parte da fase para o neutro na carcaça, na minha visão seria usar a estrutura metálica como um condutor do circuito, mas como disse não entendo e queria uma explicação sobre isso, usar esse recurso, de aproveitar a estrutura metálica como um condutor e assim economizar material

O objetivo não é economizar material e sim fazer uma blindagem elétrica, a tal gaiola de Faraday. 

O computador é sensível a interferências então se a carcaça tiver aterrada, elas não entram. 

 

Antigamente nos aparelhos de som mais antigos, aqueles com caixas metálicas se encontrava esse mesmo sistema. 

 

Outra questão é que isso é uma coisa que vem de outros países, onde se tem costume de usar aterramento há muito tempo. Mas quando os aparelhos chegam aqui no Brasil, sabe como é que é, né! Aqui tudo tem que ser diferente. 

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
Em 30/08/2020 às 20:52, alexandre.mbm disse:

Mas mesmo sendo um TT, o ideal é puxar o fio condutor verde para onde houver espaço para um "enterramento" de vergonha.

 

Aliás, existem discussões muito pertinentes sobre graduação perigosa de DDP ao longo de chão e  paredes próximos a um aterramento inadequado que esteja "escoando" energia.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

 

Em 29/08/2020 às 23:54, lucas35 disse:

Segundo a norma NBR5410 este procedimento é proibido para circuitos com cabos inferiores a 10mm e equipamentos portáteis . 

O fato do neutro ser aterrado na entrada do padrão não faz dele um cabo de proteção. O neutro é aterrado na entrada para garantir que seu potêncial seja sempre 0V, o seu uso como aterramento pode trazer serios riscos;

Pense só, um computador ligado numa tomada em que o neutro esta ligado também ao pino do terra, mas por algum motivo o cabo do neutro sofre uma rupitura em algum ponto do circuito, porém a fase continua ligado, e como seu caminho de retorno é o neutro e o mesmo esta partido e também ligado ao terra, toda a carcaça do cuputador ficará energizado podendo levar a grave acidente a quem por as mão nele. 

O mais correto na sua ocasião seria isar uma haste terra e puxar um cabo apenas para a tomada que deseja. 

adicionado 3 minutos depois

Entretanto, ligar o neutro no buraco do terra funcionaria, mas deve se ter em mente que é proibido por norma e bastante arriscado. 

Então seria melhor deixar a tomada sem aterramento do que usar o neutro como terra?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!