Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Empresas vs. liberdade de expressão

       
 3.334 Visualizações    Vídeos  
 22 comentários

No videoeditorial de hoje, comentamos sobre as notificações extrajudiciais que recebemos pedindo a remoção de conteúdo de nossa comunidade.

Empresas vs. liberdade de expressão
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Excelente vídeo, Gabriel. É legal reforçar que a integridade e a ética desta comunidade não estão à venda e que o conteúdo foi e sempre será imparcial e confiável. :thumbsup:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Gabriel Torres Agradecemos pela imparcialidade para com as empresas e clareza para conosco!

Esse assunto me remeteu a lembrar e perguntar...  ...por que parou de fazer os tópicos sobre "produto bomba"?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

realmente em vez de pedirem a remoção do conteúdo seria mais inteligente da parte das empresas tentar solucionar os problemas diretamente pelo forum 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Uma situação diferente é quando uma empresa quer pagar para um site falar maravilhas de um produto, cujo este não é tão merecido de elogios, ou então pagar para forjar falsas análises/comparações, o que acho um absurdo maior do que processar alguns relatos de usuários... Felizmente é uma situação que nunca vi acontecer no CdH! ;)
 

Antigamente eu falava muito mal de um produto em específico, mas com a convivência no fórum passei apenas a falar do produto de forma não tão agressiva e explicando os detalhes negativos. Creio que no fundo seja a falta de uma linguagem formal que acaba gerando estes processos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

estou tendo problemas com meu servidor de internet LPNet a 4 meses ligo ligo eles tem a cara de pau de falar que esta tudo bem com o serviço deles ai resolvi gravar um vídeo para desenhar o que estava acontecendo, a a empresa vem com um advogado pedindo para eu apagar o vídeo porque ião processar minha mãe e eu kkkk
vídeo que gerou a ameaça :


audio da conversa do advogado:

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito legal o vídeo, eu já vi isso acontecer em fóruns sobre música onde as gravadoras geralmente entram em contato pra solicitar a remoção de algum link ilegal de download, não imaginava que isso tb acontecesse em fóruns de tecnologia.

O que me deixa mais curioso é saber como essas empresas tomam conhecimento de tópicos em fóruns pra entrar em contato, será que fica alguém de f5 aqui e em outros fóruns? rs.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

É muito legal ter acesso a este tipo de informação, Sr. @Gabriel Torres. Seja em forma de vídeo ou publicação, é estimulante saber que existem empresas (Brasileiras ainda! Ref. ao CDH!) que realmente se preocupam em fornecer bons produtos e serviços e com isso transmitir uma boa imagem de si mesma sem se vender a uma tendência corporativista que só quer manipular o mercado ao próprio interesse! Me inscrevi como usuário este ano, mas frequento o site há muitos anos e aqui sempre encontrei informações até para apresentações acadêmicas!

Eu sempre enfrento este tipo de situação no trabalho quando os vendedores apresentam certos produtos aos nossos clientes como vendedores, e eu apresento esses produtos como quem conserta, presta suporte e opera. E se algum cliente ou mesmo algum fabricante me perguntar eu tiver que responder "É uma B*$T@", eu vou responder "É uma B*$T@!" E aí eu consigo umas brigas...

 

3 horas atrás, Thiagolpv disse:

@Gabriel Torres Agradecemos pela imparcialidade para com as empresas e clareza para conosco!

Esse assunto me remeteu a lembrar e perguntar...  ...por que parou de fazer os tópicos sobre "produto bomba"?

 

Sei que não perguntou para mim, mas pedindo licença para responder; Propaganda de graça todo mundo quer, Sr. @Thiagolpv, e quando uma empresa investe (ou não...) e desenvolve um produto ruim que é inferior aos concorrente, ela prefere fazer propaganda e cobrar por sua marca do que pelo seu produto. Se a empresa sabe que vai ter uma avaliação ruim de seu produto, ela não envia para avaliação...

E isso acontece até mesmo com bons produtos, mas 'queima' a imagem da empresa. Falando em um conteúdo do CDH que utilizei em uma apresentação acadêmica, me lembro de uma empresa com uma sede aqui no Brasil que não estava mais enviando os produtos para avaliação porque: 'Produzia as melhores placas do mundo mesmo e se o CDH quisesse avaliar, que comprasse!'

Não sei se teve muita repercussão, mas pelo menos para mim foi um banho de água fria que tomei desta marca e, pessoalmente, me fez reavaliar a opinião que tinha sobre a mesma.

Peço desculpas pelo post muito longo... Novamente agradeço pelo vídeo, Sr. Gabriel Torres e agradeço pelo seu post. Sr. Thiagolpv!

Abraço a todos!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Que belo vídeo, tomara que chegue a muitas pessoas isso, infelizmente não se pode falar as marcas sacanas que fazem isso.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Lembro de uma treta que teve com a Intel aqui no CdH na época do Pentium 4 x Athlon XP. Eu não lembro exatamente qual era a reclamação, acho que era sobre a metodologia usada nos testes. Achei sensacional que o GT nos deixou cientes disso na época. Vou procurar o conteúdo e se encontrar eu edito aqui :P

 

edit: Um dos artigos que mencionei foi esse:

 

Editado por RobertoGB

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Foi a imparcialidade do CdH que me fez entrar nesse ramo.

Infelizmente alguns sites atualmente tem uma "tag" de valores para promover marcas e produtos.

Brigar pelo consumidor tem um preço e ele é BEM alto.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Empresa  que vende produto/serviço lixo, alguém reclama com motivos comprovados e ela tenta censurar, pra mim esse tipo de empresa é tão lixo quanto o produto que vende, e dependendo no nível de "lixeza" dela ela deveria ser considerada como uma estelionatária ao mentir sobre as especificações do produto ou por não resolver o problema que ela mesma criou ao prestar um péssimo serviço ou vender um péssimo produto devido aos vícios ocultos existente .  Nesse caso a única  forma de combater esse tipo de empresa é através de divulgações boca a boa ou pela internet a fora, porque se depender do governo elas sempre irão continuar com as mesmas atitudes ...Ficar processando tudo também não dá, porque é uma coisa muito cara , demorada e trabalhosa e em muitos casos ainda é preciso entrar com processos coletivos para que se tenha algum resultado.

Outro motivo que eu  acho que elas deveriam ser consideradas como  estelionatária é porque ela vendeu um item e deixou o consumidor no prejuízo, com um problema sem solução, forçando o consumidor a entrar na justiça para resolver o problema .

 

Uma pena é que não da para processar  uma empresa dessa por estelionato porque a legislação brasileira protege esse tipo de empresa e não considera esse tipo de pratica como sendo estelionato ....   

 

 

Editado por zex

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Papa Hardware disse:

Foi a imparcialidade do CdH que me fez entrar nesse ramo.

Infelizmente alguns sites atualmente tem uma "tag" de valores para promover marcas e produtos.

Brigar pelo consumidor tem um preço e ele é BEM alto.

Sim pura verdade.

 

21 minutos atrás, zex disse:

ma pena é que não da para processar  uma empresa dessa por estelionato porque a legislação brasileira protege esse tipo de empresa e não considera esse tipo de pratica como sendo estelionato ....   

Tem este ponto também.

Editado por President of United States

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Falou tudo e um pouco mais.@Gabriel Torres :thumbsup::D

É muito bom para nós membros também, apesar da liberdade de expressão, tomarmos cuidado com a forma de nos expressamos e realmente não generalizarmos uma Empresa por causa de uma linhagem de produtos. (Digo isto para mim mesmo, pois geralmente eu generalizo).

Parando para raciocinar o que desejamos expressar conseguimos isto sem que determinadas empresas se sintam "horrorizadas" com as palavras que elas julgam difamatórias. 

Podemos ser incisivos com determinados produtos e empresas sem perder a diplomacia e a razão de se expressar. É só contar de 1 a 10 e raciocinar no que dizer.:D

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Interessante!

 

Outro dia estava rolando uma conversa sobre isso em algum lugar da internet, não lembro onde, sobre lojas que censuram opiniões de usuários sobre produtos, quando estes comentários são negativos.

 

Lembrei também do site "I love Mondays" onde as pessoas avaliam as empresas onde trabalham/trabalharam, que tem todo um conjunto de regras e vê-se que as opiniões são boas pra se saber se a empresa X vale receber um currículo seu.

 

Aí eu comparo com outros sites, que deixam qualquer um falar a bobagem que bem entendem.

 

Esse editorial me parece ser uma versão renovada do outro "por que usuários defendem marcas", só que "estando do outro lado".

Muito bom, GT.

 

Quero só ver quanto tempo vai levar pra entenderem errado o seu recado. :D

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
4 minutos atrás, Evandro disse:

Aí eu comparo com outros sites, que deixam qualquer um falar a bobagem que bem entendem.

Verdade.:thumbsup::D

Bobagens, palavrões de baixo calão, incitações diversas para todo tipo de comportamento errado e por aí vai...

Mas pode né, é liberdade de expressão.

Se alguém falar ou proibir, estará agindo de forma discriminatória. E todo mundo se cala...:tw_angry:

Mas é isso aí, como disse o @Gabriel Torres , não é só no Brasil que isto acontece. Onde existir seres humanos e independente de que Época ou Era seja, isto sempre acontecerá.

Só não podemos nos deixar fazer reféns destas imposições de pessoas que parecem possuir um amendoim vazio dentro do crânio.:huh:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
12 horas atrás, Thiagolpv disse:

...por que parou de fazer os tópicos sobre "produto bomba"?

 

Oi Thiagolpv, na verdade não "paramos", se pegamos um produto que pode potencialmente danificar o hardware e trazer prejuízos nós damos este selo. Porém, com a minha saída dos EUA em 2013 e minha mudança para a Austrália, eu não foquei mais na compra de fontes de alimentação de baixo custo vendidas no Brasil, pois o custo de envio para a Austrália é obviamente exorbitante se comparado aos EUA, fora que não tenho aqui a mesma estrutura que tinha lá etc. Isso também, vale dizer, foi porque a partir de 2013 com o início da crise brasileira, com exceção de um anunciante, todos os demais simplesmente pararam de investir em anúncios. Nosso faturamento desde então está sendo uma fração ínfima do que era naquela época, o que inviabiliza projetos como esse.

 

12 horas atrás, fenixcload disse:

realmente em vez de pedirem a remoção do conteúdo seria mais inteligente da parte das empresas tentar solucionar os problemas diretamente pelo forum 

 

Você não tem ideia do número de empresas que se recusam a fazer isso e querem que a gente apague as críticas negativas!

 

11 horas atrás, Lost Byte disse:

Uma situação diferente é quando uma empresa quer pagar para um site falar maravilhas de um produto, cujo este não é tão merecido de elogios, ou então pagar para forjar falsas análises/comparações, o que acho um absurdo maior do que processar alguns relatos de usuários... Felizmente é uma situação que nunca vi acontecer no CdH! ;)

 

Este é um assunto muito importante e interessante para um futuro editorial, bem lembrado. Nós nunca faríamos isto. Seria acabar em poucos dias com a nossa reputação construída ao longo de 21 anos... Inclusive teve um site que fez uma reportagem investigativa sobre isso dez anos atrás, eles inventaram um site de uma empresa fictícia e entraram em contato com vários sites de análise de hardware para ver se eles topavam publicar análises favoráveis em troca de dinheiro. Veja o resultado:

 

http://www.dailytech.com/Pay+to+Play+Uncovering+Online+Payola/article7510.htm

 

9 horas atrás, Tcharles Mustapha Delicato disse:

estou tendo problemas com meu servidor de internet LPNet a 4 meses ligo ligo eles tem a cara de pau de falar que esta tudo bem com o serviço deles ai resolvi gravar um vídeo para desenhar o que estava acontecendo, a a empresa vem com um advogado pedindo para eu apagar o vídeo porque ião processar minha mãe e eu kkkk

 

Excelente. É isso aí. Tem gente que quer apagar a verdade na base do grito. Não se deixe intimidar. Você tendo provas documentais como você fez, não há qualquer problema. Inclusive recomendo que você reposte este vídeo no nosso setor de Redes e Internet: http://www.clubedohardware.com.br/forums/forum/171-redes-e-internet/

 

9 horas atrás, itsvictornunes disse:

Muito legal o vídeo, eu já vi isso acontecer em fóruns sobre música onde as gravadoras geralmente entram em contato pra solicitar a remoção de algum link ilegal de download, não imaginava que isso tb acontecesse em fóruns de tecnologia.

O que me deixa mais curioso é saber como essas empresas tomam conhecimento de tópicos em fóruns pra entrar em contato, será que fica alguém de f5 aqui e em outros fóruns? rs.

 

O caso que você relata é totalmente diferente. Pirataria é crime.

 

As empresas fazem Google do nome delas para ver o que as pessoas estão falando e acabam caindo aqui. Ou então têm funcionários monitorando.

 

7 horas atrás, RobertoGB disse:

Lembro de uma treta que teve com a Intel aqui no CdH na época do Pentium 4 x Athlon XP. Eu não lembro exatamente qual era a reclamação, acho que era sobre a metodologia usada nos testes. Achei sensacional que o GT nos deixou cientes disso na época. Vou procurar o conteúdo e se encontrar eu edito aqui :P

 

Nossa, nem lembrava mais deste caso! Sim, o que a Intel entrou em contato para reclamar foi que o nosso site foi (segundo eles) o único onde o Pentium 4 perdia para o Athlon XP, e que os resultados de outros sites era diferente. Aí pedimos links para os testes que eles julgavam estarem corretos e verificamos problemas sérios nas metodologias usadas: os equipamentos eram completamente diferentes. Por exemplo, teve um site que estava usando RAID na configuração Intel e HD avulso na configuração AMD. Depois que apontamos a discrepância eles pararam de pertubar, mas sim, sempre dá trabalho.

 

Não que a gente não possa errar, veja bem. Já aconteceu do fabricante entrar em contato e realmente era um erro por aqui. Teve um teste de placa de vídeo que a gente estava usando uma versão anterior do driver e a versão nova, que eles nos enviaram em um CD e não estava disponível no site deles, apresentava um desempenho superior. Nestes casos é óbvio que a gente refaz os testes e o corrige, mas é chatinho, especialmente em relação ao lançamento de placas de vídeo, onde muitas vezes as placas são enviadas em cima do lançamento e temos de correr com o teste para ele sair na data de lançamento e muitas vezes algo sai errado pela pressa ou cansaço.

 

Aliás, obrigado por acessar o nosso site há tanto tempo!

 

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Meu nome é Alexandre Souza, Sou advogado aqui na cidade de Ribeirão Preto (OAB/SP 335.769), assisti o vídeo do Gabriel Torres lá no youtube e posso dizer com clareza que ele está "coberto" de razão.

 

De fato, tanto o Clube do Hardware, quanto os demais usuários, "NÃO" estão fazendo nada de ilegal ao expressar sua opinião sobre determinado produto.

 

Liberdade de expressão é um bem valioso e permitido pela legislação brasileira, diferente de outros países onde a ditadura impera, (claro, tudo nos devido limites da Lei). 

 

Portanto, não há nada de ilegal ao comentar sobre um produto (desde que o usuário tenha bom senso). 

 

Ademais, o consumidor tem que ser protegido contra produtos considerados "BOMBA" que, não "fere" tão somente o "bolso" do consumidor, como também pode afetar a saúde do comprador, tanto física, quanto psicológica.

 

Logo, qualquer tipo de proteção é muito bem vinda.  

 

Essa é a minha opinião.

Att, Dr. Alexandre Souza

Advogado OAB/SP 335.769

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@alexansouza Agradeço pelo seu apoio! Este é um tema que dicutimos praticamente semanalmente com a nossa advogada, pois recebemos este tipo de notificação com frequência. Uma resposta de um advogado aqui solidifica ainda mais este editorial e reforça a importância de discutirmos o tema "liberdade de expressão". Para aqueles interessados no tema, há um excelente canal no YouTube que eu acompanho: https://www.youtube.com/channel/UCDf52rQroM8hGB_n5Gtjo2w

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Gabriel Torres seria bom e se for possível, disponibilizar estas notificações (caso elas não sejam sigilosas) para o publico, seria muito bom ver quais empresas se preocupam mais com a imagem do produto do que a qualidade ou a solução de um problema do mesmo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pergunta: como o CdH tratará esta situação hipotética?

 

“Era uma vez um jovem que juntou dinheiro e tinha a intenção de adquirir uma placa de vídeo. Fez uma extensiva pesquisa e decidir adquirir o produto numa conceituada loja, conhecida não pelo preço, mas pela variedade, avaliações positivas, tempo de mercado e, principalmente *atendimento*. Pagou pelo componente via boleto bancário, na boca do caixa do banco, com seu dinheiro em espécie. Aguardou pelo prazo informado e o produto não chegou a tempo. Eventualmente a mercadoria de R$ 900,00 chega em seu domicílio, mas, para a surpresa do jovem consumidor, o modelo enviado foi errado, inferior ao adquirido. O comprador iniciou as tratativas via chat no atendimento ao cliente da loja, um procedimento incomodamente demorado: o atendente não sabia informar corretamente, exigia informações que já haviam sido dadas e depois passava a outro, supostamente mais experiente. Este, por sua vez, fazia as mesmas perguntas. O consumidor se irritou e desistiu da compra – direito que lhe é assegurado pelo Código de Defesa do Consumidor (art. 49). Por causa da irritação, não teve a ideia de salvar uma cópia do chat do atendimento, que também não lhe foi enviada por e-mail. A loja demorou 45 dias para reembolsar o comprador.

 

Note que não há provas do tratamento dispensado ao consumidor – ele não tirou screenshots do chat. Ainda assim, ele, membro deste fórum, abriu um tópico para relatar sua péssima experiência. Citou, evidentemente, o nome da empresa, e apelou aos demais membros que evitassem adquirir produtos daquela loja.

 

A empresa tomou conhecimento do tópico e notificou o CdH para que o removesse, ressaltando que a postagem foi irresponsável, sem evidências e causou danos ao empreendimento.

 

O que o Clube do Hardware faria neste cenário?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
13 horas atrás, E. Soares disse:

seria bom e se for possível, disponibilizar estas notificações (caso elas não sejam sigilosas) para o publico, seria muito bom ver quais empresas se preocupam mais com a imagem do produto do que a qualidade ou a solução de um problema do mesmo.

 

A gente prefere não fazer isso, pois isto poderia trazer complicações legais. Melhor matar o problema na raiz e não ficar gerando mais problemas!

 

8 minutos atrás, darossa disse:

O que o Clube do Hardware faria neste cenário?

 

A gente pede para a empresa criar uma conta no nosso fórum e interagir com o usuário ou entrar em contato com o usuário diretamente. Neste caso, não removemos o conteúdo, pois apesar de o usuário não ter feito os prints do chat, há outras informações que embasam que o usuário está agindo de boa fé, como dados de depósito bancário, dados do produto encomendado (ex: email de confirmação) e recebido (ex: fotos), etc. Sempre preferimos que a empresa interaja com o usuário por aqui para os demais usuários verem que a empresa preza pelo bom atendimento, o que no longo prazo melhora a imagem da mesma. Também tivemos já casos onde a empresa entrou em contato com o usuário em privada (ligação ou email) e o usuário voltou aqui para dizer que empresa resolveu o problema, agradecendo, etc.

 

Sempre é possível transformar uma situação negativa em positiva. Basta as empresas quererem e, obviamente, o usuário estar agindo de boa fé.

 

Abraços!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Deve ter empresa que deixa de enviar periféricos e hardware para vocês testarem e avaliarem, só por causa da imparcialidade. Devem ter medo do resultado final ou devem ter ficado chateados com resultados de produtos enviado anteriormente.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×