×
×
Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Teste water coolers vs air coolers - resultado


Posts recomendados

@Contiusa, parabéns pelo excelente trabalho, fiquei impressionado com o tanto de informação que você conseguiu compilar.

 

Particularmente, foi um review que constatou, de forma profissional, o que eu desconfiava leigamente: a Deep Cool é a melhor opção de air coolers do mercado. Estou esperando meu Assassin 2 chegar. Outra constatação que podemos fazer é sobre como o marketing da internet constrói mitos (Noctuas) e joga pro esquecimento verdadeiras promessas (Deep Cool).

 

Também estou querendo testar a linha Captain de watercoolers da Deep Cool, pois também desconfio que bata os mais famosos da Corsair e da Cooler Master.

 

Parabéns mais uma vez!

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@marianoazevedo valeu! Realmente, a DeepCool parece ter bons produtos. Esse Assassin II é bem falado. Na verdade, eu ia comprar ele ao invés do Noctua, mas ele é um pouco grande para o meu gabinete.

 

O que talvez se confirme é que existem patamares de refrigeração, tipo water coolers de 120 finos (todos serão mais ou menos iguais), de 120 mais grossos, de 240m de 280 e assim por diante. Acho que os air coolers serão ainda mais homogêneos.

 

Talvez com um i5-5960X dê uma espaçada, mas acaba sendo mais importante a preferência e a qualidade da ventoinha, da bomba, do tamanho, etc. Eu testei o Raijintek Evo com dois fans Piranha da Akasa, de 1900rpm. Eles tem uma especificação muito maior do que o Boreas da Raijintek (o meu só vai até 1500rpm). Não vi diferença vsível. Ou seja, com os air coolers será a mesma coisa. Coolers de entrada, intermediários, de ponta. E a pessoa escolhe de acorco com a preferência, preço, etc.

 

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Desafio Implastec versus pastas "entusiastas"

 

Então, pessoal, mais uma rodada de testes. Agora eu fiz um desafio com as infames pastas da Implastec para saber até que ponto elas acompanham as pastas ditas entusiastas. Até porque, pela popularidade que elas têm, especialmente entre os técnicos, elas mereciam passar por testes mais detalhados.  Mas, antes de começar, eu tirei uma dúvida antiga que vai influenciar na conclusão dos testes:

 

Dessa forma, foram testadas as seguintes pastas em ordem de custo por aplicação:

Nota: foi atualizado o volume (e o preço) das pastas, em especial a Z5 e a Fusion X1, pois as lojas indicam a grama errada da Z5 (inicialmente eu calculei pela grama anunciada).

 

desafio_01.jpg

 

1 - Implastec Branca. Um tubo de 10g sai a R$ 4,00, mais ou menos o preço de uma passagem de ônibus. R$ 0,20 por cada aplicação.

 

2 - DeepCool Z5. Uma pasta que aparenta ter um bom custo benefício. Um tubo de 3g sai a R$ 25,00. R$ 4,16 por cada aplicação.

 

3 - Implastec Silver. Um tubo de 5g sai a R$ 21,00, um valor muito próximo das pastas ditas "entusiastas". R$ 2,10 por cada aplicação.

 

4 - Extreme Fusion X1. Considero entre as três melhores do mercado brasileiro. Um tubo de 1.5ml (por volta de 4g) sai a R$ 39,00. R$ 4,87 por cada aplicação.

 

Com isso, os testes foram feitos com a amostra de uma "pasta de técnico" (Implastec branca), de uma pasta industrial (Implastec Silver), de uma pasta gamer custo benefíco (DeepCool Z5) e de uma pasta entusiasta de entrada (Extreme Fusion X1). Não dá para colocar pastas como Liquid Pro ou Thermal Grizzly nos testes porque são caríssimas e não vendem nas lojas tradicionais, ou seja, são irrelevantes para o mercado brasileiro em geral. A GC-Extreme parece ser ligeiramente melhor do que a X1, mas ela só tem 3,5g e custa mais do que o dobro do preço, e as duas estão na mesma margem de 0,5ºC de diferença. Nesse caso, escolher a GC seria mais por preferência (e dinheiro sobrando) do que qualquer outra coisa.

 

Foi usado o cooler Raijintek Themis Evo por ele ter uma fixação bem simples e facilitar a troca das pastas. Eu rodei os testes com o fan a 12v, assim tirando o máximo possível do cooler para forçar as pastas. Foram feitos dois testes, em stock clock e com overclock de 4.6GHz. Dá para fazer uma conta marota para aproximar as temperaturas em 4.2GHz e 4.4GHz.

 

desafio_04.jpg

 

 

A metodologia é a mesma do teste dos coolers. 13 minutos de CPU OCCT, com dois pentes de memória em dual channel, gabinete aberto e deitado para isolar o desempenho da pasta, com reset no terceiro minuto do HWinfo64 para tirar a média em tempo real do minuto 3 até o minuto 13 (total de 10 minutos). O HWinfo64 é o único app que eu conheço que tira a média em tempo real. O HWmonitor e o Real Temp rodaram o tempo todo sem reset (que seria irrelevante), e foi tirado a máxima média (o valor máximo dos 4 núcleos nos dois apps, ou seja 8 valores divididos por 8) e a máxima (o valor máximo anotado por qualquer um dos dois apps). Foi anotado a temperatura delta - temperatura do teste menos a temperatura ambiente. Foi usada a mesma sonda do teste dos coolers, termômetro Minipa MT-240, para medir a temperatura do ar em frente ao fan do Raijintek.

 

Abaixo o resultado da montagem de todas as pastas, com as fotos do processador à esquerda e o dissipador à direita.

 

Implastec Branca

 

desafio_implastecbranca.jpg

 

 

Implastec Silver

 

desafio_implastecsilver.jpg

 

 

DeepCool Z5

 

desafio_deepcoolz5.jpg

 

 

Cooler Master Extreme Fusion X1

 

desafio_fusionx1.jpg

 

 

Abaixo os resultados dos testes:

 

Os valores abaixo correspondem à temperatura delta, ou seja, o valor acima da temperatura ambiente (no caso dos testes, temperatura intake). Exemplo, a CPU chegou a 80ºC com temperatura ambiente de 23ºC. A temperatura delta é de 57ºC. Qual a importância disso? Para saber como o cooler se comportaria no seu computador (desconsiderando CPUs diferentes, gabinetes diferentes, etc), é só somar o valor delta dos testes com a temperatura da sua casa que o valor será aproximado.

 

desafio_tabelas.jpg

 

Os valores abaixo correspondem à temperatura delta, ou seja, o valor acima da temperatura ambiente (no caso dos testes, temperatura intake). Exemplo, a CPU chegou a 80ºC com temperatura ambiente de 23ºC. A temperatura delta é de 57ºC. Qual a importância disso? Para saber como o cooler se comportaria no seu computador (desconsiderando CPUs diferentes, gabinetes diferentes, etc), é só somar o valor delta dos testes com a temperatura da sua casa que o valor será aproximado.

 

grafico_media_tempo_real.jpg

 

 

grafico_maxima_media.jpg

 

 

grafico_maxima.jpg

 

 

Avaliação das pastas

 

---------------------------------------------

Implastec Branca - fez jus à fama que tem. Mesmo com o i7-3770K rodando em stock ela só acompanha de longe as outras pastas, 3,8ºC acima da X1 na média em tempo real, o que já é bastante coisa. Mas em overclock ela ela esquenta além do esperado. 7,1ºC mais quente na média em tempo real é surpreendente. O valor máximo, 8,9ºC acima, chega perto da classica marca dos dez graus. Isso em um processador LGA 115X. Se pegarmos um i7-5960X overclocado, talvez vejamos uma diferença na casa dos 15º, talvez mais. Outra questão é que a Implastec branca resseca. Ou seja, seis meses ou um ano depois a pasta pode piorar bastante e se tornar um risco para alguns processadores, especialmente para quem usa o cooler box.

 

Meu veredito - pasta de emergência, daquelas para serem usadas temporariamente caso não haja outra solução. Até daria para usar em CPUs bloqueadas ou fracas, mas tem a questão da longevidade, e trocar de pasta regularmente não é o ideal.

 

---------------------------------------------

Implastec Silver - ameaçou acompanhar as outras pastas com o i7-3770K em stock, mas 2ºC acima da Fusion X1 ainda é um valor alto para a média em tempo real, o que também a torna cara para o que entrega (foi feito um segundo teste para confirmar os valores). Ela tem boa viscosidade para quem gosta de espalhar a pasta, mas em overclock a diferença sobe para 4,3ºC na média em tempo real. O valor máximo foi de 5,8ºC acima da pasta da Cooler Master. Em uma CPU X99, a diferença provavelmente passará da marca dos 10ºC, o que não é nada animador, especialmente pelo preço por aplicação. Outra questão é a durabilidade. Por ser mais líquida e "genérica", até que ponto ela resseca ou não? Nesse caso, já que existem outras opções mais baratas e melhores pelo valor em gramas, perde o sentido comprá-la.

 

Meu veredito - desempenho muito fraco pelo preço em gramas, especialmente em overclock. A seringa também é superdimensionada, mais apropriada para 20g do que 5g, o que pode enganar à primeira vista. Os desinformados podem até comprá-la atraídos pelo nome "Silver" e pelo preço enganosamente barato, mas é um produto que perde o sentido pelo preço.

 

---------------------------------------------

DeepCool Z5 - como esperado, tem praticamente o mesmo desempenho da Fusion X1 em stock, 0,4ºC acima, o que pode ser considerado empate técnico. Mesmo em overclock ela não abre muita coisa na média em tempo real, apenas 1,2ºC acima. A maior diferença é de 3ºC em overclock na máxima, só que ela chega a ficar abaixo da Fusion X1 em alguns valores, o que pode estar relacionado à viscosidade dela, que eu considero excelente e que ajuda a cobrir a superfície da CPU com uma camada mais fina. Obviamente que o usuário que investe em overclock pesado e compra um water cooler vai escolher uma pasta mais cara para evitar os picos de temperatura, mas dá para dizer que ela está na mesma liga da Fusion X1.

 

Meu veredito - não está muito mais barata do que pastas de melhor qualidade, então ela se limita a orçamentos mais apertados, CPUs bloqueadas ou para quem está sem muita grana e quer fazer aquele overclock básico. Mas ela não decepcionou e tem uma viscosidade muito boa.

 

---------------------------------------------

Cooler Master Extreme Fusion X1 - depois de vários testes com air coolers e water coolers, já estou no sexto tubo dessa pasta. Ou seja, conheço bem. O único ponto negativo é a viscosidade. Ela é consistente, muito boa para fazer a aplicação da gota, mas eu diria que seria quase impossível espalhar direito essa pasta com a paleta ou com o dedo. Nesse caso, a MX-4, Xi-3 HDT ou até a DeepCool Z5 são perfeitas. Considero que a X1 esteja entre as melhores pastas do mercado brasileiro. Como as pastas térmicas nessa faixa de preço são escolhidas mais pela preferência da viscosidade ou consistência, outras pessoas podem diferir da minha opinião, mas, em termos de desempenho, todas elas vão ficar abaixo de 1ºC de diferença, mesmo em overclock.

 

Veredito - ótimo custo benefício para uma pasta entusiasta se considerarmos o preço por grama. De fácil aplicação, não suja o soquete, não forma fios, mas não é indicada para quem gosta de espalhar a pasta com a paleta ou o dedo. Tem sido a minha escolha de pasta no último ano.

 

 

---------------------------------------------

Desafio Implastec vs GTX 770 Lightning

 

Aproveitando a oportunidade, resolvi testar a Implastec branca com a minha GTX 770. Usei o Furmark durante 6 minutos para não forçar muito a placa (pelo que li, não é o mesmo que CPUs, que rodam stress test por 24h).

 

Implastec Branca

 

desafio_GTX770implastec.jpg

 

 

Cooler Master Extreme Fusion X1

 

desafio_GTX770X1.jpg

 

 

Resultado dos testes

 

desafio_GTX770.jpg

 

 

A temperatura com a X1 pareceu estabilizar aos 3 minutos. A Implastec continuou a subir, mas, a partir do minuto 4, ela diminuiu a curva. A Implastec talvez chegasse aos 70ºC com 10-13 minutos de teste, mas eu não quis pagar para ver.

 

 

---------------------------------------------

Conclusões gerais

 

 Os resultados em stock me deixaram com a impressão de que a má fama das Implastec eram infundadas até certo ponto, de que em alguns casos elas até poderiam ter algum valor, especialmente a branca, por ser muito barata, mas foi só dar um calor no processador que elas tiveram um desempenho ainda pior do que eu esperava. Em minha opinião, pelo preço da Implastec branca, ela pode até ser usada em CPUs bloqueadas ou para quem não faz overclock, mas até que alguém faça um teste de longevidade com ela após seis meses, a minha recomendação é de só indicá-la para quem está realmente sem dinheiro e usa CPUs de entrada. Não faz sentido gastar 2-3K em um PC e comprar uma Implastec de R$ 4 para aplicar no processador. Por outro lado, especialmente a turma gamer, eu sempre digo para se juntar com mais dois ou três amigos e dividir uma DeepCool Z5 para usar na CPU e até na VGA. Dois ou três anos após tê-la aplicado e você ainda estará no lucro em relação à Implastec branca. A Implastec Silver, como eu disse, realmente não tem lugar no mercado e poderia até ficar de fora da discussão. A DeepCool Z5 não decepcionou e entregou mais ou menos o que eu esperava. Ótimo custo benefício, aparenta ter qualidade e tem um bom desempenho. E a Fusion X1 se destaca pelo preço de aplicação combinado à qualidade, mas ela poderia ser ligeiramente mais viscosa. Eu ainda não usei a GC-Extreme, mas, até o momento, a X1 está no topo da minha lista.

 

Espero que gostem!

  • Curtir 13
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@ContiusaCara muito bom!!! realmente a implastec é uma desgraça kkkkkk agora eu peguei recetemente uma pasta da PCyes (Silver) mais ainda não tive a oportunidade de testá-la pois eu ainda tinha uma Akasa (SIlver) que ainda dava 2 aplicações, tu conhece essa PCyes? comprei pois o preço estava "convidativo".

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

8 minutos atrás, GugaB2 disse:

@ContiusaCara muito bom!!! realmente a implastec é uma desgraça kkkkkk agora eu peguei recetemente uma pasta da PCyes (Silver) mais ainda não tive a oportunidade de testá-la pois eu ainda tinha uma Akasa (SIlver) que ainda dava 2 aplicações, tu conhece essa PCyes? comprei pois o preço estava "convidativo".

 

Pois é, eu estava curioso para saber :P Essa da PCYes deve ser boa, talvez fique na mesma faixa da X1 e da MX-4. Deve ser uma pasta genérica que outro fabricante também usa. Depois eu vou ver se a PCYes desenvolveu, mas acho mais provável que eles estejam fazendo um rebrand.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu acho mais correto aplicar assim.

 

 

m23ebad9a.jpg.resized.jpg

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

5 horas atrás, edu.dnb disse:

Eu acho mais correto aplicar assim.

 

Não existe a forma mais correta. 

 

 

Tanto a gota grande como a pasta espalhada empataram. Mesmo a gota minúscula, que está fora de centro e pequena só dá uma differença de 1,1ºC.

 

A maioria dos especialistas indica o método da gota. Se a pasta for boa, é o mais seguro, pois espalhar a pasta pode criar bolhas, mesmo quem sabe aplicar.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Oscilação de temperatura no Real Temp, HWMonitor, HWiNFO64

Doze testes com o cooler Raijintek Themis Evo

 

---------------------------------------------------------

 

Então, pessoal, mais uma rodada de testes. Desta vez eu fiz uma série de doze (12) testes seguidos, no mesmo dia, para analisar as variações de temperatura com o mesmo cooler, na mesma montagem, com a mesma pasta, para determinar a precisão das medidas de temperatura, mais especificamente sobre as temperaturas máximas, máximas médias e médias em tempo real dos programas HWMonitor, Real Temp e HWiNFO64 - aplicativos que eu tenho usado para testar os coolers.

 

Temperatura máxima - a máxima anotada pelo WHMonitor e o Real Temp.
Temperatura média máxima - a média das temperaturas máximas do HWMonitor e Real Temp (4 valores somados de cada app divididos por 4).
Temperatura máxima média geral - a média tirada de todos os valores do HWMonitor e Real Temp (8 valores somados dos dois apps e divididos por 8).
Temperatura média em tempo real - média em tempo real anotada pelo HWinfo64.

 

Foi usado a mesma metodologia do teste dos coolers. 13 minutos no CPU: OCCT, gabinete deitado, aberto, com sonda intake e o mesmo cooler (Raijintek Themis Evo) com controle de PWM. Processador i7-3770K, overclock de 4.4GHz e Vcore de 1.236v. Para quem quiser usar o teste, eu usei o setup abaixo:

 

OCCT2.jpg

 

 

Um exemplo de planilha com os resultados:

 

planilha.jpg

 

 

Aqui a montagem, com a pasta Cooler Master Extreme Fusion X1, gota média, o melhor método que eu encontrei depois de centenas de aplicações. E o cooler Raijintek Themis Evo com a sonda intake do termômetro Minipa MT-240 com calibragem profissional.

 

aplicacao.jpg

 

 

Resultados - a coluna vertical indica a temperatura, e a coluna horizontal o número do teste (de 1 a 12). No final do post, uma pasta zipada com os prints dos testes, lembrando que não tem a temperatura indicada pelo termômetro, pois é só um print do monitor.

 

Os valores abaixo correspondem à temperatura delta, ou seja, o valor acima da temperatura ambiente (no caso dos testes, temperatura intake). Exemplo, a CPU chegou a 80ºC com temperatura ambiente de 23ºC. A temperatura delta é de 57ºC. Qual a importância disso? Para saber como o cooler se comportaria no seu computador (desconsiderando CPUs diferentes, gabinetes diferentes, etc), é só somar o valor delta dos testes com a temperatura da sua casa que o valor será aproximado.

 

testes_oscilacao_temperatura.jpg

 

---------------------------------------------------------

ANÁLISE DOS RESULTADOS

 

Temperatura máxima - oscilação de até 2,9ºC. Pela experiência que eu tive ao testar os coolers, 3ºC pode ser a diferença entre dois patamares diferentes de coolers. Com essa variação, que poderia inverter a ordem do resultado, os valores dos testes se tornam irrelevantes.

 

Temperatura máxima média - oscilação de até 1,8ºC. Também é uma diferença muito grande, especialmente se estiverem sendo testados coolers na mesma faixa de preço ou comparativos. Mesmo testando coolers de categorias diferentes, 2ºC é o mesmo que turbinar um cooler ordinário. Também considero uma temperatura irrelevante. Em testes de pastas térmicas, 2ºC é um abismo.

 

Máxima média geral - oscilação máxima de 1,1ºC. Tirar a média de dois aplicativos, a soma de oito valores, neste caso HWMonitor e Real Temp, melhora bastante o problema de oscilação, mas 1ºC ainda é bastante coisa se considerarmos que a média em tempo real tem uma oscilação de menos de meio grau.

 

Temperatura média em tempo real - oscilação máxima de 0,4ºC, o que surpreende para doze testes seguidos. Ou seja, para um cooler ganhar um grau em cima do outro, ele realmente precisa ter desempenho para tal, sem embuste. Para um cooler abrir 3ºC na média em tempo real (a maior oscilação da máxima) ele precisa estar em outro patamar, geralmente custando próximo do dobro do preço do cooler que está servindo de comparação. Pela experiência com os testes, se a temperatura ambiente estiver estável, a variação não passa de 0,2ºC na média em tempo real. As medições com o valor 39,8ºC foram a primeira, quando o micro devia estar frio, e a oitava e a nona, quando eu tinha dado uma parada e a temperatura intake caiu um grau (eu abri a janela), o que indica que a média em tempo real tem uma boa estabilidade mesmo com variações de condições, pois foi uma queda de mais ou menos 0,2ºC em relação aos outros testes.

 

---------------------------------------------------------

 

Então é isso, continuo fã do HWinfo64 e a opção de tirar a média em tempo real. O Real Temp parece ser um app mais "nervoso" do que o HWMonitor, com picos maiores de temperatura, então eu vou ficar de olho nele nos próximos testes e tentar entender como eles fazem os algorítimos, até porque, se o pico é real, quem está comendo mosca é o HWMonitor. E desconfiem de testes com processadores nos quais são mostrados valores inteiros e não números fracionados, pois isso quer dizer que está sendo mostrado o valor mais alto dos quatro núcleos, e não a média, e esse método é o mais impreciso de todos.

  • Curtir 5
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Contiusa ficou da hora esse novo teste, gostei da metodologia dele XD

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@GabrielLP14 Valeu! Eeu estava com a pulga atrás da orelha, pois eu ficava fazendo os teses e vendo as variações, mas, como muitas vezes eu trocava de montagem e de pasta, eu achei melhor fazer uns testes fixos, com a mesma montagem e no mesmo dia. A máxima e a máxima média não me surpreenderam, mas a oscilação da média em tempo real eu não imaginava que fosse ser tão pequena.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Contiusa pelo menos variou pouco e não oscilou muito

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Menko hehe... Eu gosto muito dele, mas eu testei o Hyper 212X e ele chegou perto. Ficou mais ou menos 1ºC acima do Raijintek. Mas o Hyper 212X agora está custando o mesmo preço e é mais baixo. O Raijintek também tem um radiador bem maior e cobre dois slots de memória, o Hyper 212X só cobre um. Então o Hyper 212X ganhou uma sobrevida agora com o preço igual. Mas o Raijintek é mais silencioso (fan de 1600rpm), contra o Hyper 212X (fan de 2000rpm). Mas isso é meio irrelevante, porque os air coolers são bem mais silenciosos, então são apenas detalhes, tipo o NH-U14S você pode deixar a 12v que quase não se ouve. 

 

Sobre a montagem, o Raijintek tem a melhor de todas as que eu vi até agora. O standoff de plástico tem rosca, então não só é mais fácil de prender o backplate (você prende o primeiro standoff e acabou), mas você também aperta o standoff justo e ele não vai mais pressionar a placa-mãe. Na hora de colocar o frame de metal, apertar os parafusos de dedo e aparafusar o radiador, ele vai parar onde você rosqueou o standoff. Já no Noctua e no Lucifer V2 o standoff não tem rosca, então você tem que aparafusar o frame em cima do standoff para segurar o backplate (mais difícil de prender o primeiro pino do backplate). E os parafusos de dedo vão apertando o standoff sem você ter muita noção se está ou não fazendo o sanduíche na placa-mãe, até porque é sempre bom finalizar com a chave de parafuso para ele não afrouxar com o passar do tempo. O Lucifer V2 aconteceu isso. O micro dava o boot e fazia o loop. Eu tive que afrouxar o frame.

 

A presilha do radiador também é bem simples, parecida com a do Noctua e do Lucifer V2. Uma ponte de metal com dois furos, só isso. Você pousa o radiador e aperta os dois parafusos. Eu estou fazendo os testes de pasta com ele por causa disso. Em cinco minutos eu troco tudo, pasta, limpo o soquete, etc. 

 

Já o Hyper 212X... A montagem parece ter sido feita para testar a habilidaede motora de ourives... Rapaz, fiz uma ginástica para montar o troço. Graças a Deus não preciso mais mexer com ele (haha!). Chega a ser muito pior do que a montagem do Zalman 9900. São projetos ainda dos anos 2000, eu acho. Deve ter muita gente por aí com temperaturas medíocres devido à má montagem do dissipador / pasta térmica bagunçada.

 

A presilha do fan do Raijintek é que é ruim de prender. Eu estou fazendo os testes com o fan apoiado na memória. Quando eu fecho o gabinete eu uso abraçadeiras de plástico. 

 

Mas eu prefiro trocar de memória (pegar umas baixas, tipo HyperX Fury) e usar o Raijintek do que usar o Hyper 212X :P Para stock ou um over mais leve (acho que eu conseguiria manter 4.3GHz no verão), ele está mais do que bom.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bom saber que está aprovando este cooler.

O CM 212X realmente é para quem tem paciência e não vai ficar trocando toda hora.

É um excelente cooler, mas já passou da hora da CM rever seus projetos de fixação.

Tenho um CM GeminII S , gosto muito, pequeno e eficiente, mas fixação é igual. Lançaram agora a versão 2, mas a fixação não mudou.

Acho que foi o filho do dono que fez o projeto e assim ninguém se atreve a mexer...

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • adcarvalho destacou este tópico
  • KairanD marcou este tópico como especial
  • KairanD fechou este tópico
  • Dj Rayke removeu o destaque deste tópico
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Curso de Hacker Ético

LANÇAMENTO!

CLIQUE AQUI E CONFIRA!

* Este curso não é ministrado pela equipe do Clube do Hardware.