Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Teste do processador Core i5-8600K

       
 37.681 Visualizações    Testes  
 17 comentários

Testamos o Core i5-8600K, que tem seis núcleos e clock máximo de 4,3 GHz, além de ser desbloqueado para overclock. Confira!

Teste do processador Core i5-8600K
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

O Core i5-8600K é um processador de seis núcleos, seis threads, clock máximo de 4,3 GHz, desbloqueado para overclock, que faz parte da oitava geração dos processadore Core i da Intel. Vamos ver como é o seu desempenho.

A oitava geração de processadores Core i, codinome Coffee Lake, trouxe como principal inovação em relação às gerações anteriores o maior número de núcleos de processamento: os processadores Core i5 para computadores de mesa passaram a trazer seis núcleos e seis threads (já que não oferecem a tecnologia Hyper-Threading), um aumento de 50% em relação aos modelos da geração anterior, que traziam quatro núcleos.

O Core i5-8600K é o modelo mais topo de linha dessa nova geração, e o único desbloqueado para overclock, o que pode ser visto pelo sufixo "K" em seu nome. Ele é produzido em tecnologia de 14 nm, tem clock base de 3,6 GHz e clock máximo de 4,3 GHz, e traz 9 MiB de cache L3 e vídeo integrado Intel UHD 630 com clock máximo de 1,15 GHz.

Todos os processadores Core i de oitava geração usam o soquete LGA1151, porém só são compatíveis com placas-mãe baseadas nos chipsets da série 300, como o Z370, H370, B360 e H310. Porém, como o único chipset desta família que permite fazer overclock configurando o multiplicador do processador é o Z370, é necessário combinar o Core i5-8600K com uma placa-mãe que utilize o chipset Z370 para poder usufruir deste recurso.

Enquanto o modelo mais barato, o Core i5-8400, vem acompanhado de cooler de fábrica, o Core i5-8600K é vendido sem cooler. Isto é usual nos processadores da Intel desbloqueados: o Core i7-8700K também vem sem cooler. Até que faz sentido: como são processadores voltados a overclock, a maioria dos usuários vai querer usar um cooler topo de linha ou mesmo um sistema de refrigeração líquida.

Na Figura 1 vemos a embalagem do processador Core i5-8600K.

corei5-8600k-01.jpg

Figura 1: embalagem do Core i5-8600K

Dentro da embalagem, temos um pequeno manual, um adesivo para o gabinete e o processador propriamente dito.

corei5-8600k-02.jpg

Figura 2: conteúdo da embalagem

Na Figura 3 vemos o processador Core i5-8600K.

corei5-8600k-03.jpg

Figura 3: o Core i5-8600K

Embora o concorrente óbvio do Core i5-8600K seja o recém-lançado Ryzen 5 2600X (que infelizmente nós ainda não temos em nosso laboratório), em termos de preço nos EUA o processador da AMD mais próximo é o Ryzen 7 1700. Assim, vamos comparar o Core i5-8600K ao Ryzen 7 1700 e ao Ryzen 5 1600X. Também incluímos no comparativo o modelo mais barato da mesma linha, o Core i5-8400. Por fim, mantivemos nos gráficos os modelos Ryzen 7 1700X, Ryzen 7 2700X e Core i7-8700K, que são modelos mais caros, para termos uma ideia de em quais situações vale a pena optar por modelos topo de linha.

Utilizamos uma GeForce GTX 1080 Ti, que é a placa de vídeo mais topo de linha disponível no momento, em todos os testes. Com isto, esperamos que o desempenho dos jogos seja limitado pelo processador, o que nos permite ver a diferença de desempenho entre os processadores.

Vamos comparar as principais especificações dos processadores testados na próxima página.

Editado por Rafael Coelho

Compartilhar

  • Curtir 8


  Denunciar Artigo

Artigos similares


Comentários de usuários


Os Intel 8g estão com desempenho muito bom. E agora, com MBs de entrada e intermediárias, estão apresentando bom C/B. Se antes a recomendação era Ryzen sem dúvidas, já não é mais...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sabendo que um "simples" I5 8400 seguraria uma GTX 1070TI (Full HD, 2560x1440 ou 3840x2160), acho que um 8400 se torna mais atrativo.

O modelo com "K" seria obrigatório apenas para quem for fazer Overclock, mas fico em duvida se gastar com um water cooler para um 8600k não tornaria uma melhor opcao um 8700 (sem K) em relação custo x beneficio, isso sem comentar na placa-mãe também, pois uma placa-mãe "simples" para um 8700 sem K seria mais em conta do que um kit com placa-mãe melhorzinha + water cooler para um 8600k.

Ótimo artigo como sempre.

***Info Extra***
A Intel considera "CPUS PARA JOGOS" apenas modelos com "K", por isso geralmente vemos esses processadores como sendo padrão nos reviews. No Brasil a Intel abriu uma exceção, onde os processadores "sem k" tambem contam como venda de CPU Gamer.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Kleber Peters disse:

Os Intel 8g estão com desempenho muito bom. E agora, com MBs de entrada e intermediárias, estão apresentando bom C/B. Se antes a recomendação era Ryzen sem dúvidas, já não é mais...

Desempenho e ter vulnerabilidades que vão surgindo a cada semestre, não podemos dizer só isso para os outros sem detalhar melhor ambos os lados.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, Mateus2 disse:

ter vulnerabilidades que vão surgindo a cada semestre

Então, esta é uma questão delicada. 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O Core i5 8400 seria uma melhor opção e se usada com uma H310 sem fazer overcloking, teria um ótimo custo x benefício.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ainda bem que a AMD deu esse cutução na Intel com os Ryzen, agora é que vemos os frutos disso, concorrência de verdade.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 07/05/2018 às 11:33, Mateus2 disse:

Desempenho e ter vulnerabilidades que vão surgindo a cada semestre, não podemos dizer só isso para os outros sem detalhar melhor ambos os lados.

Mas AMD também tem vulnerabilidades surgindo a cada semestre; então dá na mesma.

adicionado 4 minutos depois

E os testes corroboram o que sempre falo; em single thread, que é o que interessa, a Intel sempre dá uma surra na AMD.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, T1000_2015 disse:

Mas AMD também tem vulnerabilidades surgindo a cada semestre; então dá na mesma.

 

Não são as mesmas vulnerabilidades.

 

1 hora atrás, T1000_2015 disse:

E os testes corroboram o que sempre falo; em single thread, que é o que interessa, a Intel sempre dá uma surra na AMD.

 

Certo, então só o que importa é single thread?

 

Por isso que a Intel correu pra lançar os Coffee Lake antecipadamente, em processo diferente do que lençaria, com 6 núcleos e ainda sem chipset pronto, aham.

 

IPC parecido não é surra:

 

http://www.guru3d.com/articles-pages/amd-ryzen-7-2700x-review,9.html

 

E, lembrando, mensagens "empresa x empresa" são contra as regras do fórum. ;)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
28 minutos atrás, Evandro disse:

Por isso que a Intel correu pra lançar os Coffee Lake antecipadamente, em processo diferente do que lençaria, com 6 núcleos e ainda sem chipset pronto, aham.

Correu porque é o que o mercado quer, senão não vende.

É melhor para o marketing oferecer mais núcleos.

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, T1000_2015 disse:

Correu porque é o que o mercado quer, senão não vende.

É melhor para o marketing oferecer mais núcleos.

 

Todos os artigos e vídeos que vi dizem o contrário. Até os últimos jogos AAA já estão fazendo quad core cansar. Quem comprou/ainda vai comprar esses i5 4c Kaby Lake fez um péssimo negócio.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
6 horas atrás, T1000_2015 disse:

É melhor para o marketing oferecer mais núcleos.

 

É melhor para compactação e descompactação de arquivos, edição de vídeos, edição de áudio, computação científica, modelagem 3D e criptografia, pra falar o que vi em dois testes.

 

Nada de útil então, pelo seu ponto de vista.

O mundo é bem maior que jogos e aplicativos pouco otimizados. ;)

Vamos subir o nível da discussão e parar de ficar nas frases feitas (e erradas), por favor.

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acredito mesmo é que o i5 8600k fica em empate técnico com o i7 7700k, principalmente e mesmo com um overclock modesto, sendo um excelente custo/benefício para quem não tem grana pro i7 8700k! , ou mesmo o i7 7700k que estão agora com preços parecidos. Núcleo físico sempre é melhor que núcleo virtual. Provavelmente o Rafael iria arrumar inimizade com a Intel se os comparasse no mesmo teste.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Estou esperando sair os teste dos novos Ryzen para saber qual processador vou pegar, vou usar o PC para computação científica e em jogos também kkkk. Ainda bem que a AMD chegou com uma boa concorrência com o Ryzen, se não a Intel ainda estaria com processadores meia boca, sendo que podiam muito bem está com melhores à tempos, essa oitava geração, agora sim, está muito boa.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 5/11/2018 às 15:11, Yusuke321 disse:

Estou esperando sair os teste dos novos Ryzen

 

Já saiu o primeiro:

 

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 08/05/2018 às 13:42, T1000_2015 disse:

Correu porque é o que o mercado quer, senão não vende.

É melhor para o marketing oferecer mais núcleos.

 

hmmm....por isso que ficou com 4 núcleos por 20 anos. Faz sentido

 

 

Sobre as vulnerabilidades, conforme dito acima. São diferentes. Bem diferentes.

 

As que foram divulgadas recentemente em relação aos Ryzen, com intuito de manipulação de stock, requerem acesso como administrador, uma bios e um firmware custom para funcionar. E nem estão relacionados ao processador, mas no chipset, ou melhor, um componente do chipset...Que por acaso, a intel também usa, então as vulnerabilidades também afetam eles.

Enquanto as vulnerabilidades que vem aparecendo de semana em semana praticamente, relacionadas a Meltdown e Specter(uma das 3 variações de Specter afeta os Ryzen, mas, até o momento não foi realizado com sucesso), não precisam de acesso de administrador, voce pode estar vendo um video no youtube e um anuncio roubar dados do seu PC. Até por esse tipo de coisa são muito mais graves.

adicionado 1 minuto depois
Em 11/05/2018 às 15:11, Yusuke321 disse:

Estou esperando sair os teste dos novos Ryzen para saber qual processador vou pegar, vou usar o PC para computação científica e em jogos também kkkk. Ainda bem que a AMD chegou com uma boa concorrência com o Ryzen, se não a Intel ainda estaria com processadores meia boca, sendo que podiam muito bem está com melhores à tempos, essa oitava geração, agora sim, está muito boa.

Tendo o dobro de threads no mid-range, e 30% mais threads no high-end.

A não ser que você precise de AVX512, Intel não tem uma boa relação custo x performance nessa zona :v

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×