Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Gustavo Pinent

Esquema de fonte para parafusadora 9,6v ?

Recommended Posts

Olá! Antes que alguém pergunte, não é fonte para carregar a bateria, é para ligar direto na parafusadeira.

 

Tenho essa parafusadeira 9,6V Black&Decker CD961-BR há algum tempo e a bateria já está velha, não pega a carga e descarrega rápido. Além de uma bateria nova, pretendo reaproveitar a carcaça da bateria antiga (que nada mas é que um monte de pilhas Ni-Ca dentro). Eu vi um post de um blogueiro que aproveitou uma fonte velha e montou uma fonte dentro da carcaça, mas era 3,6V, e não achei nenhuma fonte 9,6V CC no mercado, nem na sucata.

 

O que eu encontrei foi um transformador 110V - 9,6V, só que teria que converter em corrente contínua, e aqui começam as dúvidas.

 

A primeira mais óbvia é a corrente necessária. Segundo o carinha da gambiarra, 2A seriam suficientes, mas eu tenho minhas dúvidas. Não achei informação sobre o motor da parafusadeira, não há a potência na etiqueta nem no motor. Um tempo atrás eu acho que medi isso em 450mA, mas duvido que vá aguentar, existe ainda o "solavanco" quando liga.

 

Alguém teria um esquema pronto de um conversor com diodos e capacitor? Não sei qual nível de precisão necessária aqui, acredito que não muito, mas também se for muito pobre o motor pode não render direito...

 

Uma alternativa seria uma fonte 12V DC e rebaixar para 9,6V ou talvez uma de 9V DC dê conta do recado... Enfim, aberto a sugestões. Acredito que seja útil isso, deve ter muitas dessas parafusadoras por aí, uma forma de reciclar esse material seria essa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu tenho uma parafusadeira dessas, só não é Black e decker, é uma Xing ling qualquer que está sem bateria. 

Coloquei uma caixinha parafusada embaixo com um transformador de 12V. 

O que fiz foi o seguinte, liguei 4 diodos 1N5408 e um capacitor de 2200uF/25V. 

Mesmo sendo de 9,6V funciona bem em 12V, se você já tem um transformador de 9V faça assim:

 

esquema-fonte-12v.jpg

E se o seu transformador tiver 3 fios na saída faça desse jeito: 

images.jpeg.2188ceb34f3440408608c1aa510a23c8.jpeg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

De fato a corrente é 1/2 alta.

E se você nem colocar capacitor vai menos tensão (potência) pro motor o que pode dar certo. O quê? tem um trafo de 20V 3A e quer usar ele? Use retificação 1/2 onda e sem capacitor. Fica 1/2 boca mas funciona.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Busquei os componentes para fazer a fonte. Mas o transformador realmente não tem no mercado, e mesmo uma de 9V 2A vai ser difícil de achar. Achei esse cara no Mercado Livre que faz por encomenda:

 

https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-972219253-transformador-trafo-110v-saida-96v-2a-_JM

 

Vou só esperar uns dias para vencer o cartão e encomendar!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caramba... mais caro do que uma fonte 12V 10A que tambem poderia dar certo... se não fosse pelo pico de corrente inicial... o que pode ser contornável .. teoricamente quase fácil ... na prática há outra teoria

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Consegui um transformador 110/220 para 9,6v AC. O primeiro problema apareceu, como se vê na foto abaixo:

m4fT8P.jpg

Desmontando a "bateria" (trata-se de um monte de pilhas emendadas), vê-se que o transformador está longe de entrar, então o plano mudou para uma fonte e um soquete para encaixar na parafusadeira com o mesmo formato da "bateria".

 

Fiz então um circuito para testar antes de colocar numa caixa:

zrSclb.jpg

O transformador está passando ao circuito 10V AC - bem perto dos 9,6v da especificação. Mas lá na ponta tenho 12,5V ao invés dos 9,6v. Por isso estou testando com uma ventoinha, essa tensão pode queimar minha parafusadeira!

 

Eu segui o esquema proposto anteriormente, não sei porque a tensão está aumentando... Alguém tem uma sugestão para corrigir o problema?

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 horas atrás, Gustavo Pinent disse:

Eu segui o esquema proposto anteriormente, não sei porque a tensão está aumentando... Alguém tem uma sugestão para corrigir o problema?

A tensão aumenta porque quando se passa AC para DC o multímetro vai ler a tensão de pico. 

Quando se mede em AC trata-se de uma tensão média. 

Pode ligar assim mesmo, não vai queimar. 

Pode medir a tensão com a parafusadeira girando, vai ver que deixa de ser 12V. 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fonte muito barata. 

Qualquer ferrite vai fazer funcionar. 

 

 

image.png.399f26f311dc6429e927d1c4d083d78b.png

 

 

 

 

adicionado 2 minutos depois

Eu fiz uma versão usando só as peças que se encontra em lâmpadas:

Essa não tem a realimentação da saída, pois considerei uma carga fixa. 

Corrente baixa também. Daí não precisou ter realimentação. 

 

O transistor retirei da própria lâmpada.

Observe que algumas lâmpadas são de 20 a 25 watts...

O mesmo transistor do reator delas, dá uma fonte com igual potência, de 20 a 25 watts. 

 

 

image.png.0c5899c6db4fb5264f3296329dcedb11.png

adicionado 3 minutos depois

Eu fiz um vídeo desta fonte aí.

Depois envio para vocês 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
14 horas atrás, Mestre88 disse:

A tensão aumenta porque quando se passa AC para DC o multímetro vai ler a tensão de pico. 

Quando se mede em AC trata-se de uma tensão média. 

Pode ligar assim mesmo, não vai queimar. 

Pode medir a tensão com a parafusadeira girando, vai ver que deixa de ser 12V. 

Ok. Liguei na parafusadeira para o teste real. O resultado é pouca força! Ela gira como se estivesse com a bateria gasta. A saída media 14V com ela não acionada. Puxando todo o gatilho, cai pra 8V. Tem como melhorar isso?

Obs: coloquei um cabo na saída de uns 2m até a furadeira. Acho que o cabo é de áudio, então pode estar dando alguma resistência. Qual o cabo adequado?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 minutos atrás, Gustavo Pinent disse:

Ok. Liguei na parafusadeira para o teste real. O resultado é pouca força! Ela gira como se estivesse com a bateria gasta. A saída media 14V com ela não acionada. Puxando todo o gatilho, cai pra 8V. Tem como melhorar isso?

Obs: coloquei um cabo na saída de uns 2m até a furadeira. Acho que o cabo é de áudio, então pode estar dando alguma resistência. Qual o cabo adequado?

 

É porque um motor de uma parafusadeira destas precisa de 12V por 1,5 a 2 amperes...

Seu trafo não está suportando 

adicionado 1 minuto depois

Este transformador seu aí é de 0,5 amperes ou até muito menos. 

adicionado 20 minutos depois

Só um transformador do tamanho deste aí da foto é que iria suportar a sua parafusadeira. 

 

20180629_154328.jpg

adicionado 28 minutos depois

Se vocês seguirem a risca o meu tutorial, poderá fazer uma fonte chaveada bem bacana: 

http://eletronicaedownloads.blogspot.com/2014/06/projeto-e-calculo-dos-indutores-de-uma.html

 

 

Vídeo de comprovação:

https://www.youtube.com/watch?v=WBO3p3ks1dc

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Meu trafo / transformador também tem o tamanho de meia caneta, e diz na especificação que ele tem 2A na saída:

qh5o0d.jpg

Por outro lado, minha impressão também é de falta de corrente na fonte... dá pra confiar no que diz a etiqueta? Suponho que sim...

 

Vou ver se arrumo um cabo mais forte para outro teste.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 minutos atrás, Gustavo Pinent disse:

Meu trafo / transformador também tem o tamanho de meia caneta, e diz na especificação que ele tem 2A na saída:

qh5o0d.jpg

Por outro lado, minha impressão também é de falta de corrente na fonte... dá pra confiar no que diz a etiqueta? Suponho que sim...

 

Vou ver se arrumo um cabo mais forte para outro teste.

 

 

Dá para fazer as contas:

Multiplique uma das medidas pela outra e depois eleve ao quadrado. O resultado é a potência em watts.

image.png.1cb99a7bc48b31a7bcf14122680429e0.png

 

 

 

 

Exemplo do meu trafo. Este da foto com a caneta:

Ele tem 2.5 centímetros de largura na perna central.

Tem 3 centímetros de altura do empilhamento das chapas...

Isso já dá 6,6 centímetros quadrados de área transversal do núcleo....

6,6 centímetros quadrados vezes 6,6 centímetros quadrados, já dá 43.56 watts...

43,56 watts dividido por 12V, vai dar 3,63 amperes. 

 

O meu tem esta capacidade.  

 

   

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola.

 

você diz que no teste a ferramenta ficou 'fraca' ?   

Vamos aos detalhes :

Se voce olhar no motor não vai encontrar especificações técnicas, porém olhando na caixa vai encontrar " made in China".

 

Procurando lá nos sites que vendem estes motores para reposição nos deparamos com a seguinte informação :  Motor DC 9V .... 3.55A

 

Isso mesmo, veja na imagem.

Então, esqueça o trafo de 9,6V por 2A, com certeza ele vai fazer girar o motor, porém sem o torque obtido por uma corrente de 3.55A .

 

A opção seria comprar uma bateria de reposição original ou então usar uma fonte chaveada com 4A ou mais.

 

Se voce vai adaptar uma fonte externa e apenas conectar na parafusadeira tem até a opção barata de  regular uma fonte de PC para fornecer essa corrente/tensão .  

 

 

No youtube tem vários videos explicando como fazer .... eis um deles

 

 

motor-9v.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu já tinha feito uma vez com uma fonte de computador pois a mesma informava que tinha 10A de saída... mas o problema é a proteção da fonte que aciona ao ligar o motor e desliga a fonte.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fiz um teste com cabo bem mais reforçado e ficou quase normal. Com o torquímetro no 4 que é o mais usado, o motor já patina, então dá pra quebrar o galho, mas não é o ideal. A primeira conclusão aqui é que o cabo que levará da fonte até a parafusadeira é algo a se preocupar, um cabinho fraco vai comer potência.

 

Com as informações do albert e do Tito, já tiro umas conclusões. O trafo deve ter o dobro da potência deste que estou usando. Infelizmente, o desenvolvimento vai na tentativa, erro e acerto porque não se acha as especificações do motor no próprio equipamento, o que seria ideal, tem que investigar e supor que vai dar certo. No vídeo, ele fala em 2A também, o que já sabemos que é insuficiente. A fonte de notebook é 12V no mínimo, também não serve. No exemplo RS 570, o motor é 9V, mas a parafusadeira é 9,6V, e por aí vai. Por outro lado, o circuitinho funciona, o próximo que ler aqui não vai gastar tanto.

 

A bateria original, com a entrega, sai por volta de R$ 100, então não é exatamente a solução barata e não substitui a fonte. O objetivo da fonte é também ser uma opção quando a bateria descarrega, já que não dá pra recarregar enquanto não descarregar tudo. Para fazer uma bateria de lítio se gasta no mínimo uns 300 paus importando umas células da China, sai mais caro que a parafusadeira nova.

 

Por enquanto vou usar esse circuito aí pra me quebrar o galho mas pretendo achar um trafo de 4A ou mais para fazer uma fonte 100%.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A não ser que exista eletrônica embarcada, faça uma retificação simples sem uso de capacitor. Vai aproveitar melhor o fator de potência do transformador.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
20 minutos atrás, Sérgio Lembo disse:

A não ser que exista eletrônica embarcada, faça uma retificação simples sem uso de capacitor. Vai aproveitar melhor o fator de potência do transformador.

Não sei se é disso que está falando... mas a minha quando desmontei tinha um chip (devia ter umas 8 perninhas) dentro do gatilho... acho que devemos ter cuidado com ele também para não queimar.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, BloodCeltics Lopes disse:

mas a minha quando desmontei tinha um chip (devia ter umas 8 perninhas) dentro do gatilho...

Nesse caso fica complicado seguir a sugestão. Ela é válida para contatos simples ou com reostato.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, Sérgio Lembo disse:

Nesse caso fica complicado seguir a sugestão. Ela é válida para contatos simples ou com reostato.

A minha começou a apresentar mal contato no gatilho, e pensei que dentro teria uns resistores ou algo do tipo para poder fazer as várias velocidades de que dispunha, então pensei em abrir e limpar os contatos quando me deparei com um pequeno ciruito dentro da carenagem do gatilho... a minha é black&decker 12v.

Mas se isso for um problema, vou tirar e utilizar algo mais arcaico como resistores para limitar a minha... o que não posso é deixar de usar a fonte, pois bateria (já que não vou a campo) pra mim não tem muito utilidade... só me atrapalha... cada vez que vou utilizar tenho que carregar...vou acabar montando o esquema mesmo...

 

Outras dúvidas: Será que tem como desabilitar esta proteção da fonte do computador? e fazer uma direta?

 

Obrigado.

 

 

adicionado 2 minutos depois

Outra opção para que quer avançar com a ideia de ter uma parafusadeira na tomada... uma vez vi uma versão da china que não tinha bateria, era com fio como furadeira mesmo... custava 60 pila no ML...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
43 minutos atrás, BloodCeltics Lopes disse:

Outra opção para que quer avançar com a ideia de ter uma parafusadeira na tomada... uma vez vi uma versão da china que não tinha bateria, era com fio como furadeira mesmo...

Foi o que comprei para mim. Uma parafusadeira de 300W a fio. A de bateria é ótima para quem faz uso contínuo, a produtividade ganha com a mobilidade da bateria compensa o custo da troca periódica. Para mim, que faço uso eventual, a elétrica é a mais recomendável.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 horas atrás, BloodCeltics Lopes disse:

Outras dúvidas: Será que tem como desabilitar esta proteção da fonte do computador? e fazer uma direta?

Não tem jeito. 

O circuito de proteção é o mesmo que regula a tensão da fonte em 12V, se retirar isso a saída ficará variando. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 02/07/2018 às 22:32, Mestre88 disse:

Não tem jeito. 

O circuito de proteção é o mesmo que regula a tensão da fonte em 12V, se retirar isso a saída ficará variando. 

valeu

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ando um pouco sem tempo e sem dinheiro para finalizar isso... alguém aí com esse problema?

 

Mas consegui concluir alguma coisa. Refiz o esquema do Mestre88 conforme eu executei, com a diferença de que o transformador é bivolt:

P6QAMh.png

Eu desenhei com o QUCS, mas não consegui fazer uma simulação com um motor, preciso aprender a usá-lo.

 

Ainda não comprei o transformador com a potência necessária (em princípio 4A), mas já dá pra usar como parafusadeira, já que meu braço não aguenta o exercício por conta de uma doença xarope. Sob este aspecto, estou satisfeito. Eu também fiz uma réplica da caixa da bateria para encaixar, já que o circuito não cabe. Algumas imagens da empreitada e do produto final:

6gmwgn.jpg
p8sWJp.jpg
xaN2R8.jpg
a1OVJ7.jpg

 

Talvez eu refaça a caixa que achei meio grande, mesmo considerando um transformador maior (já tem o espaço certo pra ele), aí posto aqui. Por enquanto, é isso, e é por isso que não tem pra vender, não é baratinho e barbada de fazer, embora o princípio seja simplíssimo.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quando comprei minha parafusadora Skill. Me preocupei em comprar verificando a tensão da bateria, que era de 14,4V.

Sabia que a bateria seria a primeira coisa a pifar.

Dito e feito. Usava pouco e sempre quando ia usar, a bateria estava sem carga.

Fui comprar outra bateria, mas me recusei a pagar cerca de 30% do valor da parafusadora. 

Abri a carcaça do banco de baterias e comprei somente as baterias. Soldei tudo e remontei a carcaça.

Pouco tempo depois o mesmo ocorria. Bateria descarregada quando precisava. Passei a recarregar a bateria com periodicidade, mas logo a bateria foi pro brejo!!! Era XingLing.

Fiquei fulo da vida e decidi trocar a bateria por uma fonte de PC. Afinal sabia que isso ia acontecer. Apesar da tensão do banco de baterias ser de 14,4V, sabia que a tensão cairia em carga. 

Mantive a carcaça das baterias vazia no local. Assim ao guardar, podia separar a parafusadora da fonte.

Funciona até hoje. 

Em tempo: Essa foi a minha terceira parafusadora. Em todas a bateria pifou.

Coloquei um cabo longo da fonte até os 110Vca e outro um pouco mais grosso, com cerca de 3m, até a parafusadora. 

Claro que não é o ideal, mas cansei de perder parafusadora por falta de bateria.

MOR_AL

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×